História Fruto Proibido - 2 Temporada - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Hentai, Kakashi, Luta, Naruto, Romance
Visualizações 12
Palavras 1.502
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Survival, Suspense, Violência, Visual Novel
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que gostem deste capítulo!! Boa Leitura!

Capítulo 7 - Capítulo - 7: Erro Bom


- K-Kakashi... AAH! Kakashi! – Aoki aperta os ombros do Rokudaime com força a cada estocada forte que ele dava.

Fazia algum tempo que a luz tinha acabado, a chuva parecia aumentar a cada minuto com a quantidade de relâmpagos também.

Kakashi a pega pela cintura se sentando no sofá e fazendo a azulada cavalgar em seu colo. Por mais que ele quisesse não pensar naquilo, a imagem da noite que Satoshi contou que teve com a azulada não saía da cabeça dele, fazendo ter raiva do albino e descontar na azulada. Do jeito prazeroso, claro.

Aquela era a segunda vez apenas aquele dia, deveria estar umas onze da noite, os vizinhos provavelmente estariam ouvindo os dois, mas isso não importava para ele. Ele só queria descarregar essa raiva.

Aoki diminuiu a velocidade olhando para o Rokudaime. – K-Kakashi...?

- Por que parou? Eu não falei pra você parar. – Kakashi a empurra deitando-a no sofá novamente e a estocando fortemente mais uma vez. Por mais que ele estivesse descontando sua raiva, parecia que não acabava, ele queria castigar ela mais e mais. Ela precisava aprender a nunca dormir com outro homem além dele.

A azulada arranha as costas do ninja arqueando as costas por ter tido um orgasmo. Ele se retira da azulada para começar á se estimular a olhando ter alguns espasmos.

- De quatro. Agora. – Aoki olha para os olhos de Kakashi. Eles emanavam desejo e raiva. Ela olha para baixo ouvindo ele começar á arfar e aumentar a velocidade de sua mão.

- Kakashi, você está se masturbando?

- Agora! – Com a outra mão livre, ele a força á ficar de quatro, assim que agarrou a bunda da azulada, ela sentiu alguma coisa se chocar com sua intimidade e sua bunda. Não demorou muito para o albino penetrá-la fortemente.

- Kyaaah! Aaah! – Ela aperta o tecido das costas do sofá arqueando as costas e gemendo alto. Já o ninja não estava nem aí se ela estava desconfortável ou não.

- Quando eu mandar você fazer uma coisa, - Ele se curva para falar no ouvido da azulada. – você faz.

- Kakashi... Gaaah! – Aoki teve mais um orgasmo,ela começou a ouvir Kakashi arfar de novo, ela mal pensou e o ninja ejaculou dentro dela, ela arqueia as costas e geme seco. – K... Kakashi-sensei... Ah!

Kakashi de repente leva um “choque” saindo da azulada. Ela se desmancha deitada no sofá, ofegando.

Após algum tempo, a chuva diminui e Aoki se recompõe um pouco. Ela levanta do sofá vendo o ninja abotoando sua calça com suas costas nuas viradas para ela. Ela pôde ver alguns cortes profundos com um pouco de sangue seco.

Ela apenas veste sua calça e abaixa sua blusa. Ela caminha em direção ao Rokudaime passando seus dedos pelos machucados das costas recebendo um gemido de dor em resposta.

- Vem, senta aqui. Eu vou cuidar desses ferimentos.

- Não há necessidade.

- Ora qual é, não sou uma Sakura, mas sou ótima em jutsu de cura. Senta aqui! – Ela puxa Kakashi fazendo-o se sentar no sofá. No OUTRO sofá, claro. Aoki faz os mudras para o chakra verde começar a surgir em suas mãos. Ela encosta suas mãos nas costas de Kakashi que se arqueia um pouco.

Os dois ficam em silêncio. Não é sempre que acontece uma transa e logo depois, a garota está lhe curando.

- Aoki.

- Hm...? – Aoki concentra mais chakra nas mãos e passa pelos ombros.

- Por que você dormiu com Satoshi? Não me diga que estava bêbada, pois ele falou que você não estava.

Aoki fica um pouco em silêncio. – Eu... Estava com Phillipe. Phillipe e uma outra amiga dele. Eles estavam bebendo até cair e como sempre odiei bebida, fiquei ali para dirigir depois. Só que os filhos de uma profissional do sexo me deixaram ali e foram pegar alguns caras. – Aoki ouve Kakashi rir levemente. – Depois de um tempo, eu vi Satoshi entrar no pub, ele me viu e logo sorriu. Assim que ele pediu uma bebida, ele caminhou até a mesa que eu estava. Nós conversamos muito e foi bem agradável, sem aquela tensão de “Eu vou matar você por você ser um ninja da folha/por trabalhar para o Orochimaru”.

- E?

- Só o que eu me lembro foi de ter transado com ele no capô do carro que o Luke tinha emprestado pra mim. Porém, nunca mais vi ele depois daquilo e não quero nada com ele, sinceramente.

- Então foi apenas um...

- Sexo casual. Nada demais. Agora vira, você tem um mega machucado aí. – Ela aponta para o abdômen de Kakashi.

- Então... – Kakashi se vira para Aoki que continua com seu chakra verde em mãos. – Eu me irritei com você por que um garoto idiota me provocou.

 - Te provocou como?

- Você não vai querer saber.

- Kakashi...

- Ele fez alguns clones idênticos a você e fez eles gemerem como você. – Aoki pressiona o machucado. - AI!

- Seu pervertido!

- Eu o pervertido?!

Aoki ri. – Essa é a pior provocação que eu já vi.

- Não quando é pra mim. Eu conheço bem os seus gemidos.

- Idiota! – Aoki pega um rolo de faixa e passa pelo abdômen do Rokudaime. – Não faça tanto esforço agora.

- Eu fiz um tremendo esforço alguns minutos atrás e você não ligou.

- Eu falei “AGORA”! – Aoki levanta do sofá. – A chuva está parando, eu vou lá em cima pegar minhas roupas usadas e ir pra casa da Sakura. – A azulada rouba um selinho do ninja subindo as escadas enquanto amarrava o cabelo.

Kakashi fica algum tempo na sala, seria mesmo um erro ele estar fazendo o que faz com Aoki? Desejá-la? Ele está desonrando Tora a cada toque mais íntimo que dá na azulada, isso ele sabia. O fato de seu melhor amigo – morto – querer matá-lo já o deixava perdido, se depender de Aoki...

Ele amava a azulada. Muito. Deixá-la era o resultado de uma vida como antes, sem cor e sentimentos. Porém, deixá-la significava deixar Tora descansar em paz em sua cova.

Ele estava dividido.

Ele levanta do sofá e sobe as escadas, assim que abre a porta do quarto entreaberta, vê Aoki se arrumando para ir embora.

- Você precisa ir?

- Sakura pode ficar preocupada.

- Algumas horas atrás, você mesma disse que ela sabe com quem você está.

Aoki olha para a janela. – Hmmm...

- Vamos fazer assim. Você tira essa roupa úmida. – Ele se aproxima dela e desabotoa sua camiseta. – Se revigora com um banho e dorme comigo hoje.

- É um bom plano. – Aoki solta um sorrisinho.

- Então faça-o. Eu preciso fazer uma coisa antes. – Logo após de Aoki sair do banheiro, ela vê que Kakashi estava escrevendo algum relatório.

- Relatório de hoje?

- Sim, vou entregar á Shizune amanhã.

- Hm. – Aoki fecha as cortinas do quarto. – Só não precisa contar o que aconteceu depois.

- Ela já viu uns dias atrás o que poderíamos ter feito, mas ela não precisa de TODOS os detalhes.

- Você é bem atarefado, não?

- Mais ou menos. Konoha não é tão desenvolvida pra ter tanto trabalho... Logo Naruto será o Nanadaime Hokage e eu terei tempo pra outras coisas. – Ele levanta se aproximando da azulada.

- Como as fontes termais? – Aoki cruza os braços, brincalhona.

- Exatamente.

- Idiota! – Ela se joga de costas na cama. – Eu nem notei que a luz tinha voltado.

- É... – Depois de uma longa conversa, os dois resolvem dormir. Seria um dia agitado para Kakashi no dia seguinte.

Alguns dias depois, Aoki e Sakura decidem sair por Konoha. Um dia de garotas não seria nada mal.

- Estávamos pensando em viajar e nos casar na viagem, sem ninguém. Só nós dois. – Sakura fala.

- Ia ser muito fofo.

- Não é?! Finalmente alguém que concorde comigo.

- Então, você será a Sra. Uchiha.

Sakura ri. – Sim!

- Quantos filhos você gostaria de ter?

- Um no mínimo... Não preciso pensar nisso agora. – Sakura sorri para a amiga. De repente, Aoki para. – O que foi?

- Sei lá, eu estou enjoada.

- Enjoada? Hmm...

- Não foi a comida.

- Sim, fato. Está atrasada?

- Err... Não parei pra pensar nisso.

- Está tomando as pílulas?

- Ãhn...

- Ora essa, Aoki!! Vem, vamos pra casa. – Sakura puxa Aoki, quando entram na casa, Sakura se vira para Aoki. – Ele usou preservativos? Você disse que aconteceu duas vezes, ele usou nessas duas vezes?

- Olha... Parando pra pensar...

- Vocês não esquecem a cabeça por que está grudada no corpo. Vou  te falar, hein! – Sakura vai até o banheiro. – Aqui, usa isso.

- Um teste de gravidez. Há quanto tempo você tem náuseas?

- Uns dois dias.

- Ah... Vai, faz esse teste. – Sakura esperou Aoki do lado de fora do banheiro por cinco minutos, assim que a azulada saiu do banheiro, estava com o teste em mãos. – E aí?

- Não vi ainda. Vai ser negativo, certeza,

- Uhumm... Vai, olha logo!

 

    

 

 

 

 

 

 

 

Continua.

 


Notas Finais


O que acharam, minna? Até logo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...