História Fuck Boy - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Skam (Vergonha)
Tags Chris, Eva, Skam
Visualizações 109
Palavras 1.292
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Explicações


Minha mãe ainda esperava uma explicação. Acho que já fazia uns 15 minutos que estávamos caladas, uma olhando para a outra. Não que eu não soubesse explicar o motivo do término com Jonas, o problema é que ela não entenderia. Jonas sempre foi o cara ideal para mim, segundo minha mãe. Inteligente, amigo, não era de festas e me respeitava muito. Desde que tínhamos 06 anos de idade minha mãe dizia que seríamos namorados. 

Quando começamos a namorar ela quase surtou (de maneira positiva), éramos inseparáveis. Jonas sempre foi além de namorado, um ótimo amigo. Gostávamos das mesmas coisas e sempre nos demos muito bem, quando conheci Ingrid as coisas só melhoraram. 

Costumavamos assistir séries juntos, todas as sexta-feiras e depois dormíamos aqui em casa, já que minha mãe sempre estava viajando. Às vezes me pergunto se a culpa de Ingrid e Jonas terem se aproximado não foi minha. 

- Eva...? 

- Hum... Olha mãe, me desculpa por não ter contado antes... Eu só estava esperando o momento certo. 

- Momento certo? Bem, quando esse momento iria chegar? 

- Mae, namoros acabam! 

- Sim eu sei, mais você e Jonas eram perfeitos, nunca os vi brigar! Ele é um menino de ouro Eva, como você deixou isso acontecer?..

- Como é? Como eu deixei isso acontecer? Mãe! Simplesmente Jonas achou que Ingrid era mais interessante do que eu! O que eu podia fazer? 

- Eu te avisei Eva! Você com essa mania de usar roupas largas, toucas.. Nunca se arrumava, só ficava em casa assistindo séries! 

- Nao acredito que estou ouvindo isso. Qual seu problema? Será que pode uma vez na vida ficar do meu lado? 

- Eu estou do seu lado! 

- Serio mãe? Quando você está? Porque nunca nem se quer te vejo! 

Minha paciência esgotou, era só o que me faltava, minha mãe surtar pelo fim do meu namoro e pior ainda colocar a culpa em mim! Respirei fundo e sai andando, eu não estava afim de continuar essa discussão. Noora havia me mandado uma mensagem perguntando se eu estava em casa, acabei não respondendo pois estava no meio da discussão. Quando ouvi a buzina do carro dela não pensei duas vezes antes de entrar nele apressada. 

- Wol! Olá para você também! - Noora disse rindo, minha mãe acabava de abrir a porta e me chamar. 

- Noora podemos sair logo daqui? 

- Tudo bem... 

Noora deu uma olhada para minha mãe antes de ligar o carro. Respirei fundo quando percebi que já estávamos em uma distância rezoavel de casa.

- O que houve? - Noora perguntou. 

- Minha mãe descobriu que eu e Jonas terminamos, e surtou. 

- Porque ela surtou? 

- Porque ela acha que a culpa é minha, sei lá.. Ela tem Jonas como um cara perfeito. 

- Ela sabe sobre a Ingrid? - Concordei com um aceno de cabeça. - E ainda assim ela acha ele um cara perfeito? 

- Ela acha que eu dei acesso para os dois. Na verdade eu também acho. 

Noora freiou o carro com tudo, quase bati o rosto no painel do carro. Olhei assustada para Noora. 

- Voce está louca Eva? Você não pode se culpar porque Jonas é um babaca traira. 

- Eu sei, só que eu deixei eles muito próximos. 

- Idai? Sério Eva não acredito que você está se culpando por um erro deles. 

Respirei fundo, mais decidi não responder. Noora entendeu a minha atitude como uma mudança de assunto, e seguimos viagem em silêncio. Quando me dei por mim, estávamos estacionando na casa de William. 

- O que estamos fazendo aqui? 

- Vou pegar umas roupas minhas que estão aqui, é rápido. Vem! 

Noora e William estava ficando mais sério do que eu esperava. Quando entramos vimos alguns meninos dos Penetrators jogando vídeo game no sofá, William estava na cozinha bebendo água e Chris estava na sala de jantar com uma garota. 

Engoli a seco, não que me incomodasse mais era estranho ver o cara que tinha ficado no dia anterior, ficando com outra garota. 

- Eva, quer água? - Concordei e me apoiei no balcão da cozinha. 

- Hey William... - Ele acenou com a cabeça e encarou Chris coçando a garganta. 

Assim que me viu, Chris ficou sem graça e soltou a cintura da menina. Noora me entregou o copo de água e eu comecei a beber, que climão! 

- Oi Eva... 

- Hey.. 

- Eva vamos comigo no quarto, me ajudar com as roupas. 

Concordei e sai da cozinha, respirei aliviada. 

- Ficou incomodada? 

- Nao, só achei constrangedor.. Tipo, fiquei com ele ontem e hoje ele está ficando com outra.. 

- Eva Chris, Chris Eva! - Noora riu. - Você não me contou como foi ontem, o que houve afinal? Eu imaginei que vocês estavam ficando, mais tipo... Qual foi a da Briga? 

- Jonas chegou bem na hora em que o clima estava esquentando, e surtou. 

- Jonas é um babaca! Mas, cuidado garota! Chris Penetrators pode ser bem... mulherengo. 

- É, eu já percebi. Não é nada demais, se ele está me usando, eu também estou usando ele. Os dois jogam e ninguém se machuca. 

- Wol! Essa é a minha garota! 

Rimos e recolhemos as roupas de Noora, pelo menos as que encontramos. Depois ficamos vendo os meninos jogar vídeo game e tomando cerveja, Chris evitava me olhar e eu agia como se ele não estivesse ali. Aos poucos o clima foi diminuindo. 

- Vou ao banheiro. - Avisei Noora. 

- Cerveja é uma droga! - Ela riu. 

Minha mãe havia me ligado algumas vezes, e decidi desligar o celular. Não estava pronta pra ela novamente. Quando sai do banheiro Chris estava encostado no corredor com uma cerveja na mão. 

- Hey.. Você combinou comigo as sete. Já são sete e meia. - Ela sorriu. Suas bochechas estavam vermelhas, acho que toda vez que ele bebia ficava. 

Arregalei os olhos. 

- Perdao, eu tinha esquecido. - Dei risada. - Pelo menos estamos no mesmo lugar, acho que você também não iria lembrar. 

- Hahahaha eu coloquei pra despertar no celular. Podemos ir? 

- O que? Você está falando sério? 

- Estou, porque? Não quer ir?

- Hã... mais você está acompanhado, e bem nos estamos com o pessoal aqui... 

- Anna já foi embora e bem, acho que eles não vão se importar se nós formos. 

- Hã.. Tudo bem, eu acho...

Ou a bebida estava fazendo efeito, ou eu estava ficando completamente louca. Ele estava agora mesmo enfiando a língua na garganta de outra garota, qual é o meu problema? 

Voltamos para a sala e ouvi quando Chris pediu a chave do carro de William, Noora me olhou sorrindo maliciosa e ouvi quando William alertou Chris sobre o valor do carro. Fora eles, acho que ninguém notou que estávamos de saída. 

Quando entramos no carro Chris me deu sua cerveja e selou nossos lábios sorrindo. 

- Melhor você colocar o cinto. - Concordei e coloquei o mesmo. Então Chris acelerou, literalmente acelerou. As luzes passavam rápido demais, meu coração estava quase saindo pela boca. Chris parecia saber o que estava fazendo, mais ainda assim eu estava morrendo de medo. 

- Voce pode ir mais devagar? 

- Hã..? - Chris fingiu não me ouvir e acelerou ainda mais. Fechei os olhos com força e comecei a soar frio. - Relaxa linda, curta a adrenalina que está correndo nas suas veias. 

Abri os olhos lentamente e respirei fundo, Chris me fitou por um instante. Soltei as laterais do banco que eu estava agarrada e nem havia percebido, e comecei a curtir o momento. 

Talvez fosse a bebida, ou a companhia mais naquele instante eu me senti livre.. relaxada.. em paz. Chris riu alto e acelerou, seguindo viagem. 

 


Notas Finais


❣️

Vou postar mais um entre hoje e amanhã !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...