História Fuck Life - Capítulo 58


Escrita por: ~

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Fritz Smith, Personagens Originais, Phone Guy, Purple Guy
Tags Five Nights At Freddy's, Purple Guy, Romance
Exibições 82
Palavras 1.168
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


É muito raro eu postar um capítulo em cada fanfiction em um dia :v aproveitem.
#morredoll

Capítulo 58 - Let's play.


Assim que deu seis horas da manhã, alguns se levantaram para ir embora, pegando as suas coisas e deixando outras por lá mesmo. 

E Mike, que continuava sentado em sua cadeira, olhando para o nada. Me aproximei e coloquei a mão em seu ombro, fazendo ele virar o rosto para me encarar. 

Vincent e Jeremy estavam encostados na porta, eles conversavam sobre assuntos aleatórios. 

— Ei, tem certeza que tá tudo bem? Você esteve tão quieto desde que entrou.. — Mike tossiu. — É impressão minha ou você também perdeu peso? 

— Sim, sim. Eu só tô pensando um pouco. Eu já contei tudo para o Jeremy sobre a Doll e.. tudo mais. Ele já vai avisar pra todo mundo. 

— Ótimo. — disse, com um sorriso nos lábios — Qualquer coisa me avise, ok? E eu espero que você não esteja mentindo para mim. 

— Não, eu tô bem, é sério. 

Mike abriu um sorriso, isso me deixou um pouco mais tranquila. Até que eu ouvi a porta do escritório se abrir, me inclinei para ver quem era. 

— Querido! Eu estava te esperando faz um tempão! — era a voz de Doll, bufei, jogando a cabeça pra trás. — Saia da frente, seu idiota! 

Mike se aproximou para ver de perto o que estava acontecendo, eu fiz o mesmo. Jeremy estava na frente de Doll, ele se distanciou, envergonhado. 

— Desculpe.. — Doll franziu o cenho, cruzando os braços. 

— Você é realmente um incomôdo para as pessoas, sabia? — Jeremy abaixou a cabeça — Ninguém NUNCA vai te amar do jeito que você. 

Mike cerrou os dentes, se aproximando. 

— Ei! — ela virou-se para encará-lo — Se você abrir essa merda dessa boca pra falar dele mais uma vez, você vai se arrepender de ter nascido. 

Mike empurrou levemente Jeremy para atrás de si, como forma de proteção. Eu não pude segurar um sorriso ao ver aquela cena. 

— Ah, é? Vai fazer o quê? Mande o seu ''namoradinho'' sair da minha frente e da minha vista. — Mike fechou a mão em punhos, já quase avançando em cima de Doll, ele estava quase explodindo. — Ou ele vai ter muito mais do que esses cortes no pulso. 

Antes que pudesse perceber, Mike já tinha avançado para cima da Doll, mas Vincent o impedia, o segurando. Mike poderia sair rapidamente, mas ele estava fraco. 

— EU ODEIO VOCÊ, SUA VADIA MONSTRA! — Jeremy olhava tudo aquilo, o seu rosto estava avermelhado, ele parecia querer chorar. 

— M-M-Mike, vamos lá! V-Vamos sair logo daqui, p-por favor! — disse Jeremy, já em um tom de choro. 

Jeremy segurou a sua mão timidadamente. Mike olhou para ele, se acalmando um pouco mais e se soltando dos braços de Vincent.

Os dois deixaram a sala, eu virei o rosto para encarar Vincent antes de ir. Ele abriu um sorriso para mim, eu sorri de volta, depois fui. 

Nos despedimos de Steve e deixamos a pizzaria. 

No carro, apenas podia ouvir o barulho de soluços. Mike estava dirigindo dessa vez, eu não conseguia ver como Jeremy estava, mas provavelmente era ele que estava chorando. 

Mike suspirou forte. 

— Jeremy? — ele não respondeu — Olha, eu sinto muito, ok? Eu não devia ter agido daquele jeito, mas eu fiquei sem controle. 

— Este é um assunto delicado, não é? — perguntei, Mike assentiu. 

— Ela sabia disso. Ela jurou que não contaria nada.. — Mike suspirou, balançando a cabeça — Eu odeio aquela mulher. 

Mike tossiu várias vezes, depois de falar mais alguma coisa. 

— Jeremy, você não pode ficar triste por qualquer coisa que te dizem. — disse Mike, com a voz rouca, franzindo o cenho. 

Suspirei. 

— Eu devia ter feito alguma coisa. 

— Ei! Pare de se culpar pelas merdas que ela faz, ok?! — disse Mike, já irritado. Suspirei, encostando as costas no banco. 

— M-Mike.. — ouvi a voz suave de Jeremy, mas ainda tristonha — O-Obrigado por me defender.. eu te amo..

Abri um sorriso de canto, depois olhei para Mike, esperando a sua reação. Mike corou levemente, depois, segurou a mão de Jeremy. E sua outra mão no volante. 

— Eu te amo também, seu idiota medroso. — ri. 

— Vela mandou lembranças, Mike. — Mike gargalhou, depois começou a tossir novamente. Jeremy parecia mais contente ao lado do maior.

Ao ver aquilo, eu senti um leve aperto no coração, lembrando de Vincent. 

— Own, bateu saudade do Vincent, foi? — disse Mike, com uma voz fofa e com uma expressão engraçada. Ri, um pouco constrangida. 

— Nada ver. 

Senti o meu celular vibrar, era uma ligação de Vincent. Atendi, um pouco receosa, Mike ria com a minha expressão.

— Emily? — ele chamou, com voz rouca. 

— Oi, o que tu quer? 

— Eu te disse, meia-noite, o que eu queria. — suspirei forte — Tô brincando, docinho. Mike e Jeremy estão com você? 

— Sim, estamos no carro. 

— Passem na casa da Doll, ela saiu. Dá tempo de investigar algumas coisas. — ri com meus pensamentos idiotas. — O que foi? 

— Parece até uma série policial.

Consegui ouvir a risada dele do outro lado. 

— Cala a boca e vem logo. — finalizei a chamada, deixando o celular em meu bolso novamente e informando para os outros pra onde deviam ir. 

Chegando na casa, consegui ver Vincent virado de costas, concentrado em um painel com várias manchetes de jornal, fotos de vítimas, entre outros. 

— Uau. — disse Mike, fechando a porta atrás de si. Jeremy se aproximou, para ver mais de perto tudo aquilo. 

— Ah, eu nem vi vocês aí. Querem comer alguma coisa? — Mike negou com a cabeça. Vincent se aproximou e me beijou brevemente. Jeremy olhava tudo aquilo, apavorado.

— P-P-Por que você está juntando tudo isso? Foi você que matou todas essas pessoas? 

— Não sou eu que está juntando, é a Doll. Esses foram todos os homicídios que ela cometeu, até hoje. — Mike se aproximou. 

— Nem todos. — Vincent virou o rosto para encará-lo. Mike pegou o controle da televisão, e a ligou. Onde parou diretamente em um jornal. 

Começamos a assistir, com atenção. 

— Hoje, no dia quinze, foram encontrados cinco corpos com sinais de tortura, aqui exatamente neste local. — disse a repórter, a legenda em baixo dizia: ''um dos casos mais hediondos.'' 

Ela continuou. 

— As vítimas foram torturadas e esfaqueadas, ao saírem de uma boate. — continuou — E também, conseguimos encontrar uma máscara de gorila. 

Cobri a boca com a mão. 

— Deve ser por isso que ela saiu. — disse Vincent, pensativo, enquanto olhava pra baixo. — Pessoal, vocês tem que ir agora. Antes que ela volte, e.. 

Antes que Vincent pudesse dizer mais alguma coisa, Mike começou a tossir bastante. Todos olharam para ele, preocupados. 

— Mike, o que.. — Vincent olhou para o chão — Mike, você está tossindo sangue?! 

— Não, vocês.. vocês estão viajando.. 

— Mikey, a gente tem que te levar em um hospital! Você está assim desde semana passada, temos que fazer algo! — até que ouvimos o barulho da porta se bater com força. 

Virei o rosto lentamente para ver quem era. 

Era Doll. 

Ela estava com um vestido preto longo e ensaguentado, com os cabelos soltos e uma faca em uma das mãos. 

— Vocês não vão a lugar nenhum. — disse ela, com voz suave — Nós ainda temos muito tempo pra brincar. 

Doll trancou a porta, com um sorriso nos lábios. 


Notas Finais


Gente, estava pensando em fazer uma fanfic Drabs apenas de Jeremike. O que acham? Deixem nos comentários. #morredoll #jeremike


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...