História Fuck Me Daddy? - Chanbaek (Sexting) - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Exibições 832
Palavras 916
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


NHAAAAC

BOA LEITURAAAAA E NÃO ME MATEM ;-; ❤

Capítulo 22 - Chapter Twenty Two


Fanfic / Fanfiction Fuck Me Daddy? - Chanbaek (Sexting) - Capítulo 22 - Chapter Twenty Two

                    [Narradora]


Yoora não tinha conseguido se confessar, o quê fez foi correr e deixá-lo lá, Baekhyun estava confuso.

O quê ela queria dizer?

As aulas se passaram e Yoora estava no banheiro se xingando por ter sido tão idiota, ela queria confessar porém seu medo de ser rejeitada era maior.

O sinal tocou dando o fim das aulas, Yoora saiu tão rápido que foi uma das primeiras. Atravessou a rua indo diretamente a uma cafeteria que era em frente à escola.

Ainda se perguntava.

Será que o Baekhyun irá aceitar meus sentimentos?

Passou a olhar a escola pelo grande vidro que a cafeteria continha, avistou um carro preto e ela conhecia.

Não é o carro do Hoya?

Sim, ela estava paralisada sabia que Jennie estava armando uma. Após alguns minutos Jennie veio acompanhanda de Baekhyun.

Estranho...

Os dois entraram no carro, Yoora saiu da cafeteria e se escondeu um pouco para que não a visse. O carro estava indo em direção a casa... A casa...

Onde mataram Yerin.


-Ué, Então... a próxima vítima será o Baekhyun? —disse, e logo depois entendeu o quê disse.


Como assim ela irá matar Baekhyun?

Jennie não pode fazer isso.

Yoora não iria deixar.

Procurou por Chanyeol pela escola porém nada, falou com alguns amigos deles que ainda estavam lá e disse só o viram antes do recreio.

Será que aconteceu algo com ele também?

Yoora pediu um táxi rapidamente e pediu para seguir um caminho —que era da tal casa—

Baekhyun já estava desesperado, ele não sabia do que Jennie era capaz, seu medo aumentou ainda mais.

Ela irá matá-lo?

Sim!

Ao chegar na tal casa que era no meio de uma floresta, Baekhyun apenas engoliu seco.

Mal sabia o quê lhe esperava.

Hoya estacionou perto da casa e logo saíram do carro, Jennie puxou Baekhyun pelos cabelos enquanto o menor a xingava de todos os palavrões possíveis, ela só ria dos xingamentos dele.


-CALA A BOCA! —ordenou deixando Baekhyun assustado.


Entraram na casa e subiram as escadas, adentraram em um quarto onde tinha apenas uma cadeira, algumas cordas, e algumas manchas vermelhas no chão.

Jennie puxou Byun até a cadeira e pediu a ajuda de Hoya para amarrá-lo pois Baekhyun estava tentando sair.

Ele estava com medo.

Cadê o Chanyeol nessas horas?

Baekhyun se perguntava se ele também está fazendo parte disso.

Será?


-Prontinho, Hm... Hoya traga meus brinquedinhos —ordenou.

-Briquedinhos? Sério isso? —falou, Baekhyun.

-Você verá meus brinquedinhos Baekhyun, Anda logo com isso Hoya! —gritou.

-Aqui! —a entregou uma maleta.


Na tal maleta continha tesouras, alicates, lâminas, facas e entre outros.

Alguns ainda sujos de sangue.

Ao ver a maleta Jennie abriu um sorriso gigante, parecia uma criança após ganhar um doce.


-Você é doente —disse, o menor tentando se soltar.

-Eu sei, Você sabe que não vai sair daí né? Pare de tentar fugir —disse, calmamente pegando sua amável lâmina.

-J-Jennie... Por favor não faz isso comigo, o quê eu te fiz sua imunda?

-Deixa eu ver, Roubou o Chanyeol de mim!

-Ele não te merece, já viu a pessoa que você é? Você é doente garota!

-CALADO! —gritou e passou a lâmina nos pulsos de Baekhyun que gritava de dor.


Jennie pegou sua faca e logo foi até Baekhyun, se sentou na altura de suas pernas e passou a desenhar com a faca mas pernas do menor.

Estava sangrando tanto...


A única coisa que Baekhyun conseguia era chorar e gritar de dor.

-Seus gritos são insuportáveis —se levantou e foi até o armário onde pegou uma bandana e a colocou em Baekhyun— Agora você fica quieto!

 

Lágrimas e mais lágrimas escorriam pelo rosto de Byun, ele não estava suportando a dor.

Baekhyun sabia que hoje iria ser sua morte!

Mesmo que estivesse com uma bandana em sua boca ele pedia a Deus para que alguém possa socorrê-lo.

Jennie pegou mais alguns de seus brinquedinhos e passou a torturar Baekhyun. Poças de sangue já se formavam no chão.

Após torturá-lo saiu do quarto e foi até Hoya e disse para que a esperasse alí mesmo, ela iria até Chanyeol.

Pegou seu carro e fora até a casa de Park.

Yoora havia chegado na tal casa onde Jennie matou Yerin, avistou Hoya na porta da casa.


-Como ele podia ter mentido pra mim?Yoora se perguntava.


Saiu do táxi e foi até o mesmo.


-Y-Yoora o q-quê faz aqui? —falou, gaguejando.

-Eu também estou nessa, Jennie me ligou e pediu para vir aqui —disse, calmamente.

-Tem certeza? Ela não me disse nada.

-Acha que eu iria mentir pra você Hoya?

-Tudo bem... Ele está lá em cima.

-Certo... —suspirou fundo.


De certo Baekhyun estava acabado.

Subiu as escadas e adentrou no quarto, ao ver Baekhyun naquele estado Yoora desabou em lágrimas.

Baekhyun estava todo cortado, sangrando estava em um estado horrível, continha até poças de sangue no chão.


-B-Baekkie... —sussurou. O mesmo levantou sua cabeça e olhou para Yoora, arregalou os olhos.


Ela estava fazendo parte disso?


-Você Também está... Fazendo p-parte disso? —disse lentamente, o estado dele estava horrível.

-Não, não, eu vim te salvar Baekkie, por favor acredite em mim —disse secando suas lágrimas.

-Só me tira daqui... —deixou uma lágrima escapar.


Yoora o desamarrou e o colocou em suas costas, Baekhyun era leve, caminhou cuidadosamente com Baekhyun em suas costas até a porta dos fundos onde dava a saída da casa.

Após chegar ouviu Hoya lhe chamando.


-Yoora? Tá tudo bem ai? —gritou Hoya.

-S-Sim!! Sobe aqui em cima Hoya, por favor...—gritou, de volta.

-Hm... Tá, estou indo —disse, e foi até as escadas subindo até o quarto

Yoora aproveitou e saiu pela porta dos fundos, foi até o táxi que ainda estava lá o colocou Baekhyun dentro do carro. Deu o endereço é pediu para o taxista ir o mais rápido possível.

Baekhyun estava começando a ficar meio tonto. Yoora estava de seu lado o abraçando, ela estava muit procupada.


-Baekhyun? BAEKHYUN? —gritou já deixando suas lágrimas caírem sobre seu rosto.








Notas Finais


postei e sai correndo


Até o próximo capítulo ❣

~Chu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...