História Fuck me Daddy! - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens I'M, Min Hyuk, Won Ho
Tags Fanfic, Hentai, Imagine, Kpop, Minhyuk, Monsta X
Visualizações 45
Palavras 1.392
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


DÁ LICENÇA QUE O HOT TA PASSANDOOOOOOO
Finalmente voltei ✨❤
Estou a dias preparando esse hot então espero que gostem ✨
Estou dando todo o meu amor para vocês por meio desse hot ❤



VÃO DAR VIEW EM DRAMARAMA ✨❤



✨BOA LEITURA ✨

Capítulo 4 - Capítulo 4


Fanfic / Fanfiction Fuck me Daddy! - Capítulo 4 - Capítulo 4

Esperei tanto por isso Daddy, que bom que também esperou por mim, sua Babygirl!

Ele foi retirando o edredom de cima de mim e quando foi retirar o blusão que me vestia a campainha toca 

Minhyuk: Merda! Quem é o filho da puta que tá na porta? - falou e depois olhou para mim - Depois continuamos tá Baby! - me deu um selinho e saiu sorrindo para mim 

Isso realmente aconteceu? Eu não estou sonhando? Logo saio dos meus pensamentos com a puta da Cyumy

Eu: Que porra você está fazendo aqui? - perguntei para ela quando adentrei a sala 

Cyumy: Vim atrás do que é meu!  Né Oppa? - falou chagando perto de Minhyuk mas o mesmo a empurra 

Minhyuk: Não quero você! - falou com frieza para a mesma 

Eu: Já não está cansada de rodar Seoul inteira não? 

Cyumy: Cala a sua boca! - falou me dando um tapa - Pelo menos não sou você que ninguém quer

Minhyuk: Eu não diria isso! - falou rindo

Cyumy: Aah, agora entendi, você me trocou por essa adotada aí não foi? Nossa, como pude ser tão tola por não notar que essa sem mãe estava esse tempo todo tentando roubar você de mim!

Do nada só escuto um som de um tapa sendo dado, Minhyuk bateu nela!

Minhyuk: Nunca mais fale assim dela sua prostituta! Agora saia da minha casa pois algum cliente seu deve estar querendo que você faça seu trabalho!

Cyumy: Como você tem coragem de me bater? A cidade toda irá saber com quem está namorando!

Eu: Pode falar! Não temos medo do que irão falar

Minhyuk: Pode ficar a vontade! Já estava pensando em falar mesmo! - falou sorrindo para mim

Cyumy: Tchau então! - falou saindo

Minhyuk: Então! - falou coçando sua nuca - Quer namorar comigo? - falou sorrindo que nem um bobinho para mim 

Eu: Mas é claro que quero! - falei e nos beijamos 

Minhyuk: Não importa o que falem, não iremos nos importar, iremos ser felizes da mesma forma, okay? - falou me puxando mais para si

Eu: Okay! - falei passando meu braço em volta do seu pescoço, por um lado sentia medo de sermos julgados por sermos irmãos, mas por outro lado me sentia protegida em seus braços, não irei mudar, lutei tantos anos contra esse sentimento que ignoralo seria a pior coisa a se fazer no momento.

Minhyuk: Infelizmente terei que sair! - falou triste olhando para seu celular - Shownu está me chamando para resolver uns assuntos do trabalho - falou me dando um selinho e indo para o quarto se trocar e eu fui para o meu e me joguei na cama 

Minhyuk: Nossa que bundão! - falou e se jogou em cima de mim 

Eu: É todo seu! - falei movimentando minha cintura fazendo seu membro ficar ereto 

Minhyuk: Aah Babygirl! Se eu fosse você não faria isso! - falou apertando a minha cintura e logo saindo de cima de mim e me dando um beijo até que seu celular toca e era Shownu falando para ele não demorar - Tchau amor, até a noite!

Eu: até amor! Se cuida! - falei abraçando e dando um selinho no mesmo é o mesmo saiu 

✖ Quebra de tempo ✖

Já era 19:53, Minhyuk havia mandado mensagem que chegaria 20:30, arrumei a casa e coloquei uma langerie preta que havia comprado a alguns dias e em cima coloquei uma blusa social branca de Minhyuk que bate na metade das minhas coxas, havia encomendado pizza pois eu e Minhyuk amamos pizza, 20:18 a campainha toca e era o entregador

XxXx: O que uma moça linda desse jeito está fazendo sozinha em casa?

Eu: Se te interessasse, a primeira coisa que eu te falaria era o motivo e não Boa noite - falei pegando a pizza e dando o dinheiro - Pode ficar com o troco, otário! - falei fechando a porta em sua cara antes mesmo do trouxa responder 20:25 escuto o portão se abrindo e um carro estacionando na garagem e a porta abrindo revelando Minhyuk

Minhyuk: PIZZA! - gritou indo para a cozinha me fazendo sorrir que nem uma boba 

Eu: PIZZA! - gritei indo em sua direção 

Minhyuk: Você tá tão gostosa! 

Eu: Deve estar mesmo! 

Minhyuk: Eu estou falando de você! - falou me pegando no colo me fazendo entrelaçar as pernas em sua cintura e me beijando em seguida.

Subia as escadas comigo em seu colo e quando chegamos em seu quarto ele me colocou na cama e trancou a porta

Minhyuk: Para caso alguém entre não atrapalhe esse momento que eu tanto esperei - falou retirando seu terno e logo após mordendo meu pescoço e apertando minha bunda me fazendo arfar.

Troquei as posições sentando em cima de seu membro já duro, rebolava e sentia seus fortes apertos em minha cintura enquanto beijava o mesmo com vontade,.logo retirei aos poucos a blusa que eu vestia 

Minhyuk: Baby, você está me deixando louco... Você está sendo uma Babygirl muito má! Merece uma punição não acha? - falou depositando um forte tapa em minha bunda.

Cheguei bem perto de seu ouvido

Eu: Aah Daddy! Eu quero tanto que você me puna! Quero tanto que você me foda até não andar mais! - falei do jeito mais sexy que conseguia enquanto puxava seus cabelos e arranhava seu pescoço.

Ele inverte nossas posições ficando por cima e retirando sua roupa fixando apenas com sua boxer preta que já dava para ver seu membro duro

Minhyuk: Eu estou louco para te punir! Babygirl! - falou e começou a descer seus beijos para os meus seios logo retirando meu sutiã.

Enquanto lambia e chupava um massageava heroicamente o outro, arfava e dava pequenos gemidos quando mordiscava os bicos dos meus seios 

Eu: D-Daddy! Aah! I-isso é t-tortura! - falava em meios aos gemidos 

Minhyuk: isso é apenas o início! - falou descendo seus chupões e mordidas para minha calcinha - O que você quer que o Daddy faça? - falou massageando minha intimidade que aos poucos ia sendo revelada pois enquanto massageava a mesma retirava minha calcinha - Apenas fale o que quer e eu faço! - falou mordendo de leve minha cintura e começando a lamber minha intimidade que antes ele massageava, enquanto lambia me penetrava dois dedos 

Eu já estava gemendo pois já havia penetrado o quarto dedo 

Eu: M-minhyuk! Aaah! - falei puxando seus cabelos

Depois de um tempo me torturando gozei em sua boca

Minhyuk: É tão deliciosa assim, imagina quando estiver te fodendo! - falou eroticamente em meu ouvido 

Inverti nossas posições ficando por cima, retirando sua cueca deixando seu amiguinho bem a mostra 

Eu: O que quer que eu faça? - falei mesrurbando o mesmo 

Minhyuk: Quero que use sua linda boquinha! - falou meche do seu quadril.

Eu já me encontrava com seu membro na boca enquanto o mesmo gemia até que o mesmo goza em minha boca e eu engulo olhando para o mesmo

Logo Minhyuk levanta da cama pegando uma camisinha na gaveta de seu criado mudo, colocou a mesma e ficou por cima de mim 

Minhyuk: Eu sei muito bem que essa é a sua prima vez então se doer é só falar! 

Eu: Okay! 

Minhyuk então me penetrou sem aviso me fazendo gemer alto por conta da dor, aos poucos ele ia estocando de leve para que eu me acostumasse, até que o mesmo atinge meu ponto sensível

Eu: M- mas r-rápido! - falei e o mesmo alimentava a velocidade de suas estocadas a cada minuto.

Os únicos sons que eram escutados naquele momento eram os de nossos corpos se chocando e nossos gemidos altos, o cheiro de sexo dominava o quarto fazendo com que o clima fosse ainda mais prazeroso, a maneira que Minhyuk falava coisas completamente eróticas em meus ouvidos me deixavam ainda mais necessitava de telo me fodendo ali naquela cama.

Depois de muitas estocadas e muitos gemidos loucos chegamos ao nosso terceiro ápice, já estavamos suados.

A maneira em que os cabelos de Minhyuk ficavam sexys em sua testa me faziam achar que estava sonhando em tê-lo ali apenas para mim

Minhyuk: Eu te amo Hyun! - me encarou sorrindo 

Eu: Eu também te amo Minhyuk! - falei me aconchegando em seu peito

Minhyuk: Sempre estarei aqui para te proteger não importa o que acontecer! Serei apenas seu e você será apenas minha! - falou e beijou minha testa 

Depois de um tempo, peguei no sono.

✖ Eu prometo ser apenas sua e de mais ninguém, Daddy! ✖






Notas Finais


Então, espero que tenham gostado ✨❤

VÃO DAR VIEW EM DRAMARAMA ✨❤

I LOVE VOCÊS ❤

ASS: Lokadasfic3600


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...