História Fucking Dope - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Exibições 610
Palavras 3.482
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


-------- SURPRESA!!!!!!! Eu disse que isso sairia mais cedo do que pensavam. Agora já podem parar de se deprimir com o primeiro capitulo. Uma dor daquelas gente. Naaooooo!!! Qualquer erro me avisem, eu nao revisei, SOCORROOO!!! Vou jogar a playlist no twitter de novo, é importante que vocês leiam com ela, as músicas dão muito sentido aos acontecimentos. Agora chega de enrolaçao. Me encontrem no twitter @gringadeprimidae usem #FuckingDope pra falar da fic, vou estar de olho na tag.

Enjooooyyyyyyy -----------

Capítulo 2 - Near to you


Fanfic / Fanfiction Fucking Dope - Capítulo 2 - Near to you

 

 

 

3 meses antes.

Lauren POV

Play em Ruin - Shawn Mendes

Do ya

Do you think about me?

And do ya

Do you feel the same way, yeah?

And do ya

Do you remember how we felt?

'Cause I do, so listen to me, babe

Você

Você pensa em mim?

E você

Você se sente da mesma forma?

E você

Você se lembra de como nos sentíamos?

Porque eu lembro, então me escute, amor

Lidar com o tempo às vezes pode ser algo engraçado. Ele geralmente muda de acordo com o seu humor. Se você estiver com muita fome e colocar a comida no microondas, terá a impressão que dois minutos na realidade são vinte. Se estiver vendo uma série, quarenta e cinco minutos vão parecer dez. Se for um feriado, vinte e quatro horas vão parecer duas e se estiver esperando a semana acabar pra ver quem ama no final dela, alguns dias vão parecer meses. Eu tinha uma noção muito maior disso agora. Três anos ao lado dela foram como três meses e sete meses sem ela estavam sendo como sete longos anos. Existem coisas que você acha que vão te matar, mas com o tempo você percebe que elas só te deixariam mais forte pra continuar vivendo. O tempo não perdoa, você não consegue desvendá-lo ou ver através dele. É como ter que confiar em alguém que você mal conhece, esperando que ele seja bom com você. E quer saber a pior realidade sobre o tempo? Você não pode voltar nele.

And I'm not tryina ruin your happiness

But darling don't you know that

I'm the only one for ya

And I'm not tryina ruin your happiness, baby

But darling don't you know that

I'm the only one

Eu não estou tentando arruinar sua felicidade, amor

Mas, querida, você não sabe que

Eu sou o único para você

Eu não estou tentando arruinar sua felicidade, amor

Mas, querida, você não sabe que

Eu sou o único

Você não pode fazer nada a respeito, Lauren. Você desperdiçou todas as chances, não seja egoísta, ela está seguindo com a própria vida, siga com a sua.

Tenho meus pensamentos retirados da minha tortura diária pelo som do meu celular tocando. Coloco o travesseiro no rosto pra abafar um gemido de frustração. Esse era um daqueles dias que eu acordava com o humor virado. Não queria ser encontrada, não queria falar com ninguém. Só queria passar um tempo me martirizando sem interrupções, talvez alimentando meu estado de humor dando uma passeada pelo Tumblr. Eu queria tudo, menos contato social, não por mim, mas pelas outras pessoas que teriam que lidar com meu péssimo humor. Meu telefone continuava tocando, ou eu atendia, ou ele iria parar na parede. Preferi a primeira opção, e Deus ajude seja quem for do outro lado da linha.

– Alô.

Atendi de maneira ríspida sem ao menos checar quem era, escuto um barulho do outro lado da linha e espero a pessoa se identificar.

– Hey, Snow. Que humor, hen? Essa recepção calorosa é proporcional a saudade que você sente de mim?

Era Lucy. Ok, talvez fosse bom tentar controlar as minhas patadas. Estávamos no mês de Junho, perto do meu aniversário e Lucy tinha dito que viria ao meu encontro para passarmos a data juntas, seria injusto despejar meu mau humor nela.

– Oi, desculpe por isso, eu atendi sem olhar quem era.

– Tudo bem, Laur. Só ligando pra avisar que tá tudo certo pra eu passar seu aniversário com você. Consegui me liberar aqui e te encontro no dia do seu aniversário. Não foi dessa vez que você conseguiu se livrar de mim, Jauregui. – Eu rio com seu comentário

– Eu não estou tentando me livrar, Vives. Mas eu vou deixar você saber caso eu mude de ideia. Vou deixar a produção avisada sobre os seus horários, me passa por mensagem os detalhes.

– Ok, Laur. Nos vemos.

– Hasta luego.

Encerrei a chamada e joguei o celular na cama. Me sentia aliviada por saber que ela estaria aqui, minha mente tentava me recriminar por eu sentir alivio pelos motivos errados, mas meu coração dizia que os meus motivos eram aceitáveis. Ela era minha segurança, ela mantinha meus pensamentos tortos calados pelo tempo em que estava por perto, ela me impedia de ir até quem eu queria. Lucy era como um analgésico, ela fazia a dor diminuir, eu ainda a sentia, mas era suportável. Nós não tínhamos aquele amor passional, mas nos conhecíamos desde sempre. Lucy foi alguém que esteve comigo a vida inteira, eu não sei em que ponto isso se tornou outra coisa que não fosse amizade, acho que uma estava sendo o que a outra precisava e okay por mim. Estar com ela era confortável e seguro, sem mais corações partidos e com um pouco de sorte, talvez pudesse juntar alguns pedaços. Ela sabia de tudo sobre mim, eu não precisava fingir que tudo estava bem quando não estava, ela me entendia e não fazia perguntas. Era o que eu precisava. E quando a dor se tornava quase insuportável, naqueles dias em que eu acordava com o cheiro dela impregnando na minha mente, sentindo na pele o toque dela, desejando estar com ela mais do que desejava respirar, nos dias que eu queria o silêncio em sua companhia... Nesses dias, Lucy me entendia sem ao menos eu precisar mencionar, simplesmente me abraçava e dizia que tudo ficaria bem, e mesmo sabendo que não ficaria, eu me permitia ser consolada por ela. Lucy era como um analgésico. Mas como todo remédio, o efeito passava.

Do I ever cross your mind?

Do I ever say, do I ever say, do I

Eu pelo menos passo pela sua cabeça, amor?

Eu ao menos disse? Eu ao menos disse?

And I'm not tryna ruin your happiness at al

Eu não estou tentando arruinar sua felicidade

"Você já almejou uma pessoa? O toque dela. O cheiro. A presença. Onde tudo que você quer é estar enroscado nessa pessoa? Sem fazer nada. Sem dizer nada. Apenas ficar junto. Onde nada mais importa." Lauren on Tumblr

Fim da música

Eu nem mesmo notei que havia pegado no sono, fui acordada pelo meu estômago roncando pra me lembrar que eu não havia comido nada durante o dia, precisava descer e me alimentar rápido. Vesti a primeira coisa decente que vi fora da mala e desci para o restaurante do hotel. Da entrada eu pude ver Camila e Dinah sentadas em uma mesa conversando. Por um momento parei pra observar as duas, as coisas pareciam estar voltando ao normal entre elas afinal. Vi Camila mexendo no celular e rindo de qualquer coisa nele e por um momento senti ciúme do que quer que fosse ali, porque eu senti falta de ser a causadora daquele sorriso.

Continuei andando em direção a elas e fiz um pigarro para ser notada.

– Posso me sentar? – As duas viraram na minha direção e fizeram um sinal positivo com a cabeça

– Lauren Jauregui saindo da toca, everybody. Eis o poder da comida, porque só por ela mesmo pra você colocar esse seu corpinho bonito pra fora daquele quarto.

– Eu estou com fome demais pra esperar por algum serviço de quarto. Acabei pegando no sono e acordei com meu estômago perfurando as minhas costas. Agora é comer ou morrer. – Dinah riu da minha piadinha sem graça, mas Camila nem sequer tirou os olhos do celular e aquilo pareceu incomodar Dinah. Peguei uma garrafinha de água pra tentar disfarçar meu desconforto. 

– Walz, o que tanto você faz nesse celular que não tira a cara dele um minuto? Algum pornô lésbico novo interessante? – Eu engasguei com água que estava tomando. Camila fez aquela cara de indignada mas que achou graça e automaticamente ficou vermelha. Eu sorri com a visão. Eu e meu papel de trouxa por Camila sempre em dia.

– Dinah pelo amor de Deus, eu não assistiria um pornô lésbico na mesa de um restaurante na sua frente. São só alguns snaps muito engraçados que a Martha tá mandando aqui. Ela tá em alguma sessão de fotos fazendo piada de como a roupa ficou nela.

Play em Youth - Daughter

Shadows settle on the place that you left

Our minds are troubled by the emptiness

Destroy the middle it's a waste of time

From the perfect start to the finish line

Sombras se acomodam no lugar que você deixou

Nossas mentes estão aflitas pelo vazio

Destrua o meio, é um desperdício de tempo

Do início perfeito, para a linha de chegada

Eu não queria, mas foi inevitável fechar a cara enquanto ouvia o nome Martha, a modelo da VS. Todo mundo sabia que Camila estava de conversinha com ela desde o Coachella. A garota não desistia nunca. As pessoas realmente não sabem a hora de parar.

– Martha Hunt, huh. Camila Cabello destruindo coraçõeszinhos esperançosos desde 1997. – Dinah disse pra implicar

– Destruindo corações? Eu? São só alguns snaps, não to aceitando nenhum pedido de namoro.

– Justamente. A garota não sai da tua cola desde o Coachella e você ainda não disse a real: Foi lance e não romance.

O riso de deboche que eu solto faz com que Camila me olhe com cara de poucos amigos. Ela estava prestes a rebater quando o celular de Dinah começou a tocar chamando nossa atenção.

– Uiiii, me segura que é um dos contatinhos. Preciso deixá-las meninas, não tenho a vida ganha como a de vocês, preciso trabalhar nos meus relacionamentos. Se comportem, não se matem e não façam nada que eu não faria. – Dinah levantou da mesa atendendo seja lá quem quer que fosse

– O que ela quis dizer com "não tenho a vida ganha como a de vocês"?. – Perguntei na tentativa de puxar assunto e não deixar Camila levantar da mesa. Eu gostava de me torturar e queria a companhia dela.

– Pra mim eu não sei, já que eu não tenho a vida ganha. Mas pra você... a gente sabe. – O clima ficou tenso na mesa e eu preferi não comentar mais sobre o assunto.

– Eu preciso subir, tenho algumas coisas pra fazer...

Ela já ia se levantar da mesa quando eu a impedi.

– Você não precisa sair correndo, Camila. Eu não vou atacar você e eu também não quero discutir e eu acho que tá mais do que na hora de pararmos de nos evitar dessa forma, as pessoas estão comentando.

– Engraçado. Sua preocupação maior é sempre com o que as pessoas estão comentando e não como nos sentimos de verdade.

Fiquei sem palavras por alguns segundos, mas resolvi apostar numa tentativa de levantar a bandeira branca.

– Sabe, Camila... Eu acho que já está na hora de pararmos com isso. Essa situação, esse clima, não tá fazendo bem a nenhuma de nós. Vamos ter as conversas que nós não estamos tendo. Vamos falar sobre o porquê de não nos falarmos. Vamos dizer uma a outra o que estamos realmente pensando. Vamos colocar pra fora nossas feridas. Nossos problemas. Nossos corações. Vamos admitir nossas falhas e pedir perdão uma a outra. Vamos mostrar uma a outra quem realmente somos e ver se ainda pode existir um "nós" depois disso. Vamos conversar.

And if you're still breathing, you're the lucky ones

'Cause most of us are heaving through corrupted lungs

Setting fire to our insides for fun

Collecting names of the lovers that went wrong

The lovers that went wrong

E se você ainda está respirando, você é um dos sortudos

Porque a maioria de nós está arfando através de pulmões corrompidos

Incendiando nossos interiores por diversão

Coletando nomes dos amores que deram errado

Os amores que deram errado

– Qualquer chance de um "nós" acabou há sete meses atrás, Lauren. Nós, no seu caso, é você e Lucy. Nós, no meu caso, sou eu e um coração que você partiu. Quer que eu coloque pra fora as minhas feridas? Como quiser... Eu queria poder dizer sim pra Martha, sabe? Mas eu não acho justo. Ela não merece alguém que está danificado, alguém que não vai poder dar a ela o que ela espera. Ela é o tipo de pessoa que merece alguém que possa se dar por inteiro e eu já não sou mais inteira. Quer mais um pouco de honestidade? Você não pode escolher como vou colar os meus pedaços depois de você ter me despedaçado. Nós não somos as mesmas pessoas que éramos a um ano atrás, a um mês atrás. Nós estamos mudando constantemente. Eu já aceitei isso. quem sabe você não precise aceitar também? Bom apetite, Lauren.

We are the reckless

We are the wild youth

Chasing visions of our futures

One day we'll reveal the truth

That one will die before he gets there

Nós somos os imprudentes

Nós somos a juventude selvagem

Perseguindo visões dos nossos futuros

Um dia nós vamos revelar a verdade

Que aquele irá morrer antes de chegar lá

Eu não conseguia raciocinar depois daquilo. Nem tinha mais condições de ficar ali. Eu precisava voltar ao meu quarto antes que as lágrimas que eu estava segurando resolvessem cair.

And if you're in love, then you are the lucky one

Cause most of us are bitter over someone

Setting fire to our insides for fun

To distract our hearts from ever missing them

But I'm forever missing him

E se você está apaixonado, então você é sortudo

Porque a maioria de nós é amarga em relação a alguém

Incendiando nossos interiores por diversão

Para distrair os nossos corações para não ter saudade deles

Mas eu sentirei falta dele pra sempre

Fim da música

27 de Junho de 2016

Era meu aniversário e estávamos no Brasil, Lucy tinha chegado no dia anterior e combinamos com a produção de que sairíamos pra comemorar em um restaurante Brasileiro. Chegamos lá e fomos pra uma área mais reservada, pra evitar qualquer tipo de tumulto. Alguns fãs estavam por perto e acenei para alguns. Nos sentamos na mesa e começamos a bater papo, mas algo estava me deixando inquieta: Camila não estava lá. Já fazia um bom tempo que estavamos no restaurante e nada de Camila. A nossa ultima conversa tinha sido péssima e o meu medo de que ela não viesse por isso era enorme. Em quatro anos de convivência, essa seria a primeira vez que ela não viria ao meu aniversário. Mais cedo ela havia me dado os parabéns pelo twitter, e eu sem saber como dizer ou o que dizer, sem saber qual era o limite, ou como ela estava se sentindo ao meu respeito, acabei apenas agradecendo (N/A: Thank youu 1.0, everybody). Depois disso recebi uma chuva de tweets com imagens da Elsa de Frozen e mais alguns com figuras de gelo, ou do deserto. O pior de tudo? Camila também estava sendo marcada neles. Meus fãs literalmente não colaboram comigo.

Lucy percebeu minha inquietação e perguntou se eu estava bem.

– Sim, só me distraí pensando em algumas coisas.

– Sei... Ela vai vir, Laur.

– Tudo bem se ela não vier, acho que consigo entender.

Assim que terminei de falar, vi Camila chegando perto da mesa que estávamos, o alivio foi imediato. Tê-la ali era importante pra mim. Preferi levantar da mesa e ir até ela, Lucy estava sentada do meu lado e eu queria um momento a sós com Camila, ela carregava um embrulho nas mãos.

– Feliz aniversário, Lauren. Me desculpe por demorar, fui em um shopping aqui na cidade comprar algo pra você, mas encontrei alguns fãs e acabei ficando presa por um tempo. Eu espero que você goste do presente, se não gostar eu posso trocar sem problemas, a vendedora disse que você podia ir lá se preferisse outra coisa, mas eu achei a sua cara de qualquer forma... – Camila tinha ativado o modo falar sem parar, um claro sinal de nervosismo.

– Camz, respira. Obrigada. Sei que vou gostar de qualquer forma, eu sempre gosto dos seus presentes, a que costuma fazer péssimas escolhas sou eu.

– Eu espero que seu gosto não tenha mudado então. E, Lauren... não é só um presente, também é um pedido de desculpas, pelo outro dia... Você sabe. Acho que peguei pesado, não deveria ter falado daquele jeito.

– Tudo bem... Você não estava errada de qualquer forma. Obrigada por isso.

– Ok. Preciso ir comer, ou o próximo sintoma da minha fome será um desmaio.

Nós voltamos pro hotel cedo, pois teríamos um show no dia seguinte. Lucy foi tomar banho e eu aproveitei para abrir o presente de Camila. Era uma blusa com manchas em preto e branco, parecia uma vaquinha malhada. Sem duvidas eu havia gostado dela. Quando peguei a blusa vi algo caindo no chão, era um cartão com uma mensagem com a letra de Camila.

Eu sou uma grande fã de assistir as pessoas crescerem e se tornarem versões mais saudáveis e mais felizes de si mesmas. Sempre pense positivo, Laur. Uma mente negativa nunca vai te dar uma vida positiva. Eu acredito que felicidade é uma escolha. Nada vai nos fazer feliz até que nós escolhamos ser felizes.

27.06.2016
Camz.

Play Near to you - A Fine Frenzy

He and I had something beautiful

But so dysfunctional, it couldn't last

I loved him so but I let him go

Cause I knew he'd never love me back

Ele e eu tínhamos algo bonito

Mas tão disfuncional, que não poderia durar

Eu o amei tanto, mas o deixei ir

Porque eu sabia que ele nunca me amaria da mesma forma

Lucy saiu do banheiro no momento em que eu terminei de ler o bilhete de Camila. Eu não consegui esconder o mar de sentimentos que aquele bilhete trouxe.

Eu comecei a chorar sem controle. Lucy se assustou com o rompante e veio me abraçar. Eu estava quebrada. Eu estava infeliz e não havia quem culpar se não as minhas próprias escolhas. Eu estava me tornando uma versão pior de mim. Estava num relacionamento com uma das minhas melhores amigas por medo de encarar as escolhas que eu havia feito. Eu estava fazendo Lucy infeliz também. Eu parecia um imã de decisões errada, parecia fora de controle, não conseguia parar.

– Xiiii... Vai ficar tudo bem, Laur. Você pode chorar, tudo bem com isso... Só ponha pra fora.

Ali estava ela, Lucy Vives, meu analgésico. Não era justo com ela, não era justo nem comigo. Mas com ela por perto eu me sentia capaz de respirar de novo. Eu sentia que não morreria por não ter Camila, eu sentia que podia continuar e dar a chance de Camila ter alguém que correspondesse as expectativas dela.

Such pain as this

Shouldn't have to be experienced

I'm still reeling from the loss,

Still a little bit delirious

Uma dor como essa

Não deveria ter que ser experimentada

Eu ainda estou cambaleando por causa da perda,

Continuo delirando um pouco

Não era justo, mas era a arma que eu tinha pra lidar comigo mesma no momento. Eu, que era minha maior inimiga. Eu, que me escondia de mim mesma. Eu, incapaz de lidar com meus próprios sentimentos de forma sincera. Eu que errava tentando acertar. Eu que queria colar pedaços de mim com Lucy, pedaços meus que sempre seriam de Camila.

Near to you, I am healing

But it's taking so long

'Cause though he's gone

And you are wonderful

It's hard to move on

Perto de você, estou me curando

Mas está demorando tanto

Porque embora ele tenha ido

E você seja maravilhoso

É difícil seguir em frente

Acordei na manhã seguinte com uma dor de cabeça digna de uma ressaca de vinho. O amor era realmente uma droga. Virei pro lado em busca de Lucy e encontrei um bilhete sobre a cama.

Você demorou a dormir e eu não quis te acordar. Precisei adiantar meu voo pra hoje, tiveram alguns imprevistos na agenda.

Fique bem, Laur. Tenha um bom show hoje. Me ligue se precisar, você sabe onde me encontrar.

Lucy

 

Dias atuais

Acordei com uma sensação que eu não tinha a muito tempo. Completa. Eu me sentia inteira de novo. O cheiro dela no meu travesseiro me dizia que não havia sido mais um sonho. Eu sentia meu corpo nu embaixo dos lençóis. Eu só precisava abrir os olhos e ter a melhor visão que eu teria em dez meses, Camila dormindo ao meu lado.

Abri meus olhos. Virei para o outro lado da cama. Estava vazio. Me sentei rapidamente.

– Camila... Camila?

Me levantei da cama e fui em direção ao banheiro, ela não estava lá. E no segundo seguinte eu entendi que ela não estaria em nenhuma parte daquele quarto, porque novamente ela não quis ficar.

"Tome um banho, lave bem o dia. Tome um copo d'água. Deixe o quarto escuro. Deite-se e feche os olhos. Perceba o silêncio. Note seu coração. Ainda está batendo. Ainda está lutando. Você conseguiu, depois de tudo. Você conseguiu passar por outro dia. E você consegue passar por mais um. Você está indo muito bem." - Lauren on Tumblr

 


Notas Finais


Nos vemos no twitter!!! @gringadeprimida #FuckingDope


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...