História Fugindo do sentimento - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Kakashi Hatake, Kizashi Haruno, Mebuki Haruno, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shizune, Tsunade Senju
Tags Sasusaku
Visualizações 156
Palavras 3.053
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boom diaa amores ♡ desculpe-me a demora
Vamos a mais um Cap
Obrigadinha a todos que reservam um tempinho de seu valioso tempo para ler, comenta e favorita a fic... muito feliz e muito obrigada. Vocês me tornam uma pessoa mais feliz a cada favorito e comentário que so veem aumentando cada dia mais isso é sinais. Sem mais delongas vamos lá

Capítulo 13 - Capítulo 13


       POV’S SASUKE

Não conseguia desviar meus olhos de sakura, que dormia do meu lado usando meu braço com travesseiro; ela era linda, não me cansava de observa-la ali dormindo com seu semblante em paz

Minha vontade era de acorda-la e faze-la minha novamente, mas eu sabia que ela tinha chego ao seu limite e por está grávida talvez isso suja-se mais suas energias que o normal; Me afasto lentamente do corpo da rosada, tirando meus braços vagarosamente e o substituindo pelo um travesseiro, vendo a mesma reclama de algo durante o sono. Sento-me na lateral da cama, olhando para o chão em busca de algo para vestir, encontrando a box na cor cinza, logo pegando-a Me pondo de pé e me vestindo; cubro o corpo de Sakura com o lençol, após observa-la por míseros segundo rumo a varanda do quarto, me encostando nas grades de proteção e observando o nada, acendo um cigarro...

Erram tantas coisas que acontecia! Não nego minha felicidade em sabe que serei pai, mas também não nego minha surpresa, pois filho e casamento não estavam em meus planos, afinal nem ao menos sabia o que eu estava fazendo propondo casamento, quando eu poderia apenas assumir o filho, paga um boa pensam e pronto_ balanço Minha cabeça negativamente virando, ficando de frente para a porta tendo a privilegiada visão de sakura _ sim eu poderia fazer tudo isso se esse filho fosse com qualquer uma, mas ela não e qualquer uma! ela é única, e mexe demais comigo. Talvez vocês estejam pensando que um dos grandes motivos de eu está assumindo um casamento, seja apenas por ela ser filha de meus pais adotivo, aqueles que me acolheram e blá, bla, bla... bom pior que não, se fosse apenas por isso, seria difícil magoa-los mais do que já magoei porém eu falaria um foda-se, doa a quem doer. Não faço nada do que não quero apenas por ser certo

Nesse momento eu só queria cuida dela e do nosso filho, fazer o certo por ela, afinal prometi a mim mesmo que cuidaria dela e vou cuida, nem que eu tenha que me sacrifica para isso

O que eu sentia? Não sei! _ simples assim, era bom esta com ela. está nos braços delas. ouvir sua voz. Ver seu sorriso e seus olhos o brilho que eles tinham e que me chamavam, era algo inexplicável, algo que não me lembro sentir por ninguém, mas não sei se podia ser chamando de paixão ou amor, pois eu tinha fechado meu coração para esses sentimentos dês da morte de meus pai, eu os amava e quando ele se foram, só ficou a dor; uma ferida enorme que nunca cicatrizou, mas depois que conheci sakua, confesso que sentir um enorme alívio da na dor. Talvez ela tenha desinflamado a ferida, mas custo a acredita que ela consiga cura-la

Pov’s Sasuke off

(...)

Pov’s Mebuki

Observei Sasuke chega a porta de seu quarto com Sakura no colo e adentra o cômodo, me incomodando um pouco na verdade o incômodo foi “muito”. Seria difícil me acostumar a ver os dois juntos desse jeito, afinal sempre os vir como meus filhos e irmão. Minha vontade era de correr e impedi-los de ficarem sozinhos, mas o que eu queria impedi de acontece já tinha acontecido; baixo minha cabeça e adentro meu o cômodo sobre o olhar de kizashi

_ você esta bem?!_ preocupou-se me observando ir até a cama, confirmo com a cabeça

_ será que eles dormiram juntos hoje? _ questiono olhondo para meu marido

_ não pense nisso, não se martirize desse jeito_ aproximou-se me abraçando_ pense que dará tudo certo_ acaricio meu rosto ao mesmo tempo secando minhas lágrimas _ pense apenas nas coisas boas que essa união trará para nós _ olhava em meus olhos, depositando beijos em meu rosto, me fazendo fecha os olhos _ queríamos tanto que Sakura não voltasse para um convento, agora se cansando com Sasuke não voltará _ sorrir

_ mas kizashi, conhecemos o filho que temos, isso é o que mais me preocupa _ mostrei a minha maior preocupação, era difícil lidar com Sasuke, ele era cheio de impulsos e decidido a fazer o que quer na hora quer

_ Sasuke está apaixonado, não me diga que não percebeu sua mudança após a chegada de sakura_ sorrir ainda acariciando minha face _ e isso bom, estávamos integrando nossa filha a alguém que conhecemos bem e não a qualquer um! _ kizashi e suas manias de vê coisas boas em todo tipo de situação

_ mas e Sakura, ela está apaixonada também? _ perguntei olhando nos olhos de meu marido _ tenho medo pelo os dois, que isso seja apenas um fruto do impulso de Sasuke e que logo ele se de conta e faça Sakura sofrer, seria algo estranho e desconfortável para todos nós. Afinal São nossos filhos, temos que acolher e apoiar os dois! _ eu não estava sabendo lidar direito com aquela situação

_ não fique pensando assim querida, só esta se torturando. Deixaremos as coisa seguir seu rumo como deve, se acontece algo doloroso para os dois mais a frente estaremos aqui e na hora iremos saber o que fazer. Quanto a Sakura está apaixona: claro se está, por qual outro motivo se entregaria a Sasuke! _ sorrir, mas eu realmente não conseguia ser tão otimista como ele. Eu torcia pelo a felicidade dos nossos filhos, mas sabia que essa história poderia da errado e a única que seria mais prejudicada seria Sakura _ nos seremos avós Mebuki_ falou com os olhos brilhantes me fazendo lembrar da bênção que kami estava enviando para nossas vidas me fazendo sorrir em meio ao choro, sentindo meus lábios serem sugados

Agora eu deixaria tudo nas mão de kami que ele cuidasse de meus filhos e Ampara-se meu neto...

Pov’s Mebuki off

(...)

Pov’s Sakura

A luz do sol atingiu meus olhos como pedaços de vidros, fazendo-os arderem; pisquei algumas vezes ouvindo a voz de minha mãe que me chamava pelo a terceira vez

_ entre _ pedi me esquecendo onde eu estava. sobre saltando na cama e olhando para os lados, sem encontra quem eu tanto procurava _ bom dia! _ sua voz saio um tanto que surpresa olhando ao redor e vendo a bagunça que tinhamos feito durante a noite. Tinha roupas pelo o chão. Cobertores. Travesseiros e outra coisas que não conseguir identifica

_ B.Bom D.Dia!_ gaguejei sem jeito, tínhamos feito amor novamente

_ está bem querida_ perguntou se aproximando. Arrumei o lençol sobre meu corpo e me sentei encostando minhas costa na cabeceira da cama, observando ela sentasse também

_ estou mãe e você?_ não tinha coragem de encara-la

_ estou bem!_ sorrir forçado

_ mãe não precisa fazer isso_ comecei

_ isso o que? _ questionou olhando-me

_ fingir que tá tudo bem, pós sei o quanto e contra essa relação_ eu brincava com meus próprios dedos e olhava para os mesmo, quando a mesma segura minha mão me fazendo encara-la_ eu peço desculpas pois te decepcionei

_ PARE com isso!_ disse séria_ eu quero apenas que vocês sejam feliz, vocês estando feliz para mim e o que importa. _ me jogo em seus braços sendo acolhida_ afinal parabéns pelo o bebê e obrigada por esta me presenteando com um neto_ beija minha testa _ eu amo você _ sorrir com os olhos mergulhados em lágrimas, fazendo-me sorrir também me deixando sem sabe o que fazer! _ bom agora arrume-se e desça para toma café, pois faltam apenas duas hora para o almoço e a senhora precisa se alimenta bem, para essa criança nascer forte_ falou levantando-se _ mandarei alguém aqui para arrumar o quarto_ confirmei com a cabeça

_ e Sasuke?_ perguntei relutante

_ saio logo cedo para ir a empresa _ me respondeu-me indo rumo a porta

_ mamãe _ chamei antes que ela passa-se pelo a mesma, fazendo a mesma para e me olhar por cima dos ombros. _ se importa que eu durma com Sasuke antes de nos casar ?_ eu sabia que não era certo, mas já tínhamos feito. Se ela se importa-se eu tentaria evitar. A mesma virou para me olhar

_ imagino que saiba que não e certo!_ Eu confirmo com a cabeça _ vou se sincera com você; me incômodo muito, mas não é pelo o fato de estarem dormindo juntos sem casa e apenas por saber que estão dormido juntos, pois ainda não consigo enxerga-los como um casal, mas sê não preocupe com isso _ sorrir forçado_ tenho que me acostuma!_ volta a me dá as costa _ seja rápida querida_ fala antes de passa pelo a porta, me deixando ali um pouco pensativa

Pov’s Sakura off

(...)

Pov’s Sasuke

Eu estava cheio de problemas para resolver, mas minha cabeça estava longe demais para me concentra. Sakura tomava de conta de todos meu pensamentos naquele momento me deixando extremamente irritado e frustrado.

Me lembrando da noite anterior, sentindo minha calça aberta. Suspiro pesado. Ainda era possível sentir o gosto dela em minha boca, o seu cheiro estava empertigado em minhas roupas e ainda estávamos no começo da tarde, hoje era dia de chegar tarde em casa. Nunca desejei tanto está em casa como hoje... batidas agitadas vinham da porta

_ entre_ pedi, observando o loiro adentra o cômodo

_ Boa tade! _ cumprimentou Naruto_ esta tudo bem? _ arqueou uma sobrancelha fitando-me

_ está _ respondi seco observando o mesmo sentasse a minha frente_ o que quer ?_ fui direto, não tinha tempo para ele agora

_ sabe como está Sakura, pois minha tia não quis me fala nada, kizashi esta em reunião então só sobrou você!_ tinha preocupação em sua face

_ ela está bem! _ falei

_ mais oque ela tinha ?_ questionou curioso

_ ela está grávida!_ vir o queixo de Naruto ir ao chão

_ e você e o pai não é? _ como ele chegou a essa conclusão?!

_ e claro que sou o pai baka!_ suspirei

_ puts teme e agora? Mebuki e kizashi devem esta se descabelado para sabe quem e o pai, você tem que conta a verdade para eles!_ revirei os olhos

_ eles já sabem_ assinava alguns papéis _ e antes que me pergunte, sim vou me casa com ela é os pais dela não ficaram muito felizes mais estão aceitando a situação _ me adiantei

_ caramba que rolo _ disse animado_ então meus parabéns pelo o bebê ou a bebê e também pelo o casamento _ sorria_ nunca imaginei que você se casaria _ o encarei sério_ ok! Ok!_ disse levantando as mãos_ esta ocupado demais para conversa_ levantou-se então nos vemos na reunião mais tarde!_ assentir com a cabeça

Pov’s Sasuke off

(...)

AUTORA

Karin estava aposto quando Naruto adentrou a sala de Sasuke em sua frente, a mesma ia entrega alguns documentos com informações da reunião que mais tarde os rapazes infretariam. Perceberá que Naruto deixará a porta entre aberta, pensou em volta para trás e volta ali em alguns minutos depois, mas antes de dar as costa ouviu o que não deveria

_ela está grávida!_ seus olhos arregalaram-se, se voltando para a porta aproximando-se mais para ouvir a conversa que ecoava

_ e você e o pai não é? _ esperou ansiosa pelo a resposta

_ e claro que sou o pai baka!_ levou a mão a boca, sentindo seu interior queimar em fúria

_ puts teme e agora? Mebuki e kizashi devem esta se descabelado para sabe quem e o pai, você tem que conta a verdade para eles..._ ficava cada vez mais atenta a conversa

_eles já sabem... e antes que me pergunte, sim vou me casa com ela _ essa era a gota d’agua para a ruiva que sentiu a lagrima quente escapar de seus olhos_ é os pais dela não ficaram muito felizes mais estão aceitando a situação _ a conversa ficava cada vez mais distante, não por que ela se afastava

_ caramba que rolo ...._ até não conseguiu ouvi-la mais, pois agora ouvia seu subi consciente que gritava afirmando que não permitiria que aquele casamento acontece, antes disso entregaria a rosada a orochimaro, ouvirá a voz de Naruto mais próxima da porta e se afasta limpando as lagrimas arrumando-se figindo está rumando de encontro a porta agora

_ Naruto _ chama o loiro que esbarra nela_ olhe por onde anda baka! _ esbravejou irritada

_ me desculpe _ pediu coçando a nuca

_ tudo bem acontece _ deu um sorriso amarelo_ Sasuke esta ai, preciso entregar para ele!_ Naruto desviou os olhos para os papéis

_ está sim!_ falou um pouco mais serio_ não esqueça que estamos em um local de trabalho, não vá se joga nos braços dele_ sussurrou no ouvindo da ruiva que o ignorou batendo na porta, em seguida ouvindo um entre

_ Boa tarde sasuke-kun!_ cumprimento, indo até a mesa rebolando, tentando em uma tentativa inútil chama a atenção do mesmo

_ o que quer ?_ foi direto e frio, sem tira nenhum momento os olhos dos papéis que lia

_ Bom eu queria você!_ sorrir sussurrando baixinho no ouvido do Moreno, mordiscando sua orelha, preste a pega em seu membro. Sasuke afastou o rosto bruscamente segurando o pulso da ruiva antes de sua mão chegasse a seu membro.

_ retire-se daqui!_ empurra a ruiva sem nenhuma delicadeza

_ o que acontece com você?_ perguntou visivelmente irritada_ nunca fora carinhoso e sempre fora Grosso mais nunca me rejeito da forma que vem me rejeitando essas últimas semana._ olhava para o rapaz que nem ao menos a olhou_ por que não está mais fazendo como antes! Fechando aquela maldita porta e me deixando te chupa até você se que derramar?!

_ deixei o que  trouxe aqui em cima da mesa e saia_ falou seco, lançando-lhe um olhar mortal

_ mais sasuke-kun_ tornou a se aproxima

_ nem mais, nem menos. Saia!_ ordenou! Karin fez como ele mandou deixo todos os papéis sobre a mesa e saiu bufando, pensando em várias maneira de mata Sakura por isso, pois em sua cabeça a culpa era da rosada, não deixaria Barato.

(...)

O final da tarde chegou, anunciando para Sakura que logo mais Sasuke estaria ali. A menina havia arrumando-se e esperava ansiosamente a chegada do futuro marido, quando escuta o telefone toca

_ eu atendo _ disse a rosada por se a mais próxima do aparelho. era a milésima vez que ele tocava e sempre que Mebuki e a governanta da casa atendia desligavam ao ouvir a voz delas

Ligação on

_ pois não _ falou

_ oi, tudo bem? E a Sakura não e?_ disse a voz do outro lado

_ sim sou eu, quem fala?_ imaginou ser Ino, mas a voz não era a dela

_ e a Karin. Lembra-se de mim?

_ ah sim! Desculpe-me , gostaria de fala com minha mãe?

_ não tem necessidade... imagino que possa da um recado para ela?!

_ claro! _ responde animada

_ então, diga para ela que Sasuke-kun ficará até mais tarde aqui, comigo. Para ela não se preocupar! Beijo Saky, até mais e obrigada _ Sakura não respondeu apenas, desligou o telefone praticamente na cara da ruiva

Ligação off

_ quem era?_ pergunta Mebuki adentrando a sala

_ n.ninguém!_ respondeu baixinho

_ então venha ajuda-nos a por a mesa, logo mais os rapazes estarão chegando – Sakura sentia um dor corta seu peito, querendo fugir dali para longe, mas não queria deixa aquilo transparece para sua mãe

....

Kizashi passará pelo a porta sobre o olhar curioso de sakura, que ainda falava para si mesmo que ele chegaria no horário e que Karin estava mentindo, decepcionando-se a não vê-lo atrás de seu pai

_ veja bem vindo querido_ sua mãe levantou-se e cumprimentou o homem com um beijo Castro nos lábios _ onde está Sasuke? _ questionou a mulher

_ disse que ficaria pois tinha uma reunião de última hora hoje!_ coloca sua mala sobre o sofá e sentasse ali mesmo

Então essa foi a desculpa que ele arrumou para fica com ela essa noite _ pensou Sakura, retribuindo o sorriso que seu pai lhe oferece-lhe

...

Quase uma da manhã, foi o horário que Sasuke chegou em sua casa, subindo diretamente para seu quarto crente que encontraria Sakura dormindo em sua cama, mas não a encontrou. Jogou suas coisas sobre sua cama e despiu-se indo rumo a porta de acesso ao banheiro onde tomou um banho quente e demorado, relaxando ali por alguns minutos. Não negara a decepção que sentira ao passa pelo a porta e não encontra-la ali onde deixo pelo a manhã. Seca os cabelos com uma toalha enquanto que outra envolvia suas cintura.

Já vestido deitou-se na cama observando o tento, sentindo o cheiro dela ainda presente nos foros, sem pensa duas vezes em um impulso levanta-se e rumou a porta saindo pelo a mesma e encarando a porta a sua frente, dando três passada para alcança-la girando a maçaneta logo em seguida empurrando a porta de madeira, observando o corpo cheio de curvas, coberto pelo um lençol de seda. Adentro o cômodo de vez, tinha os pés descalço e usava apenas uma calça moletom; aproximou-se vagarosamente da cama observando por minutos a rosada, logo puxando o lençol e deitando-se enlaçado a fina cintura da menina e a puxando para mais perto de si, cheirando os cabelos róseos, acariciando a bunda da mesma que estava de costa para ele

_ Por que não foi para meu quarto?!_ sussurrou no ouvido de sakura, fazendo a fecha os olhos com seus toques, sentindo seu corpo responder a cada  um deles. Suas voz saio baixa mais firme

_ mebuki se sente incomodada com nós dormindo juntos_ mentiu! Esse não era o motivo de não ter ido _ então e melhor volta para o seu quarto_ falou sem ânimo

_ que se dane Mebuki, eu quero você!_ depositava beijos no pescoço da rosada que segurava o choro, a cada beijo depositado, passava uma pequena cena em sua cabeça do Moreno fazendo o mesmo com Karin

_ não Sasuke, por favor não quero isso _ pediu se encolhendo_ não e certo até que nós casemos _ menti novamente

_ tudo bem!_ tornou a puxa-la para perto enlaçando a cintura_ então vamos apenas dormi

           Continua...


Notas Finais


Bom e isso espero que tenham gostado do cap, aguardando a opinião de vocês.. bjus até os comentários


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...