História Fugitivos - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Karin, Kizashi Haruno, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shion, TenTen Mitsashi
Exibições 377
Palavras 2.888
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


VIADOOOOOOOOOOOOOOOOOS...

Quem ai tá curioso sobre o tal trabalho que a Saky inventou?
Claro que não tem trabalho nenhum, não é (?)

Boa Leitura!

Capítulo 32 - Capítulo Trinta e Dois


{Capitulo Trinta e Dois}

 

 

Ontem foi um dia sem muitos acontecimentos. A aula de dança foi bem simples, o Yahiko não pode vir porque teve sei lá o que na universidade, então fiquei apenas no ballet. Falando nisso, mas sem ter nada a ver, o Sasuke tá a ponto de morrer de curiosidade. Ontem eu disse ao pai dele que teríamos trabalho e claro que não temos trabalho nenhum. O que o Uchiha não sabe é que o trabalho na verdade vai ser um evento muito, muito bom que eu estou doida para ir, mas não quero ir sem um par.

 

Agora eu estou aqui socando a porcaria do saco de areia enquanto o Uchiha segura-o me olhando com olhos de águia. O cara tava muito curioso e havia me dado um treino terrível hoje, tudo por castigo. Já estava quase na hora de ir embora e quase não havíamos trocado uma palavra. Ele fez voto de silêncio. Dou mais uma sequência de socos e então paro ofegante enquanto ele solta o saco.

 

Sasuke – Bom... * pega uma toalhinha e joga pra mim * Seus socos estão realmente muito bons. Mais firmes, mais estáveis...

 

Sakura – Claro que estão. Não faço nada além disso. * reclamo jogando a toalhinha por cima do ombro*

 

Sasuke – Paciência. * ele começa a arrumar o material de treino e eu o ajudo* Então, vai me contar o que tem hoje à noite?

 

Sakura – Você é curioso demais. * brinco e então desligo as luzes da oficina de luta enquanto saímos e ele tranca a porta*

 

Sasuke – Claro. Você simplesmente cria um trabalho que não existe e não me conta nada. Você não é alguém que tem uma sanidade mental muito boa e isso me preocupa. *dá de ombros enquanto caminhamos pelos corredores quase vazios do colégio*

 

Sakura – Obrigada pela parte que me toca. * murmuro* Enfim... Esteja em meu portão ás 18:00, vá de tênis e roupa confortável.

 

Sasuke – O que você está aprontando? * me olha de lado*

 

Sakura – Diversão, baby. * pisco marota recebendo um olhar desconfiado dele*

 

 

-*-*-*-*-

 

 

Termino de calçar meus sapatinhos de dança. Olho no espelho e o resultado muito me agrada. Calça jeans colada e desbotada, regata preta. Cabelos soltos e apenas um lápis nos olhos. Nada muito produzido até porque a noite iria ser bem agitada e ninguém merece ficar parecendo um panda maquiado. Coloco o celular, chaves e carteira nos bolsos trazeiro da calça e saio do quarto. Na sala estava apenas meu pai mexendo no notebook e assim que ele nota minha presença, ergue as sobrancelhas.

 

Kizashi – Sair novamente?

 

Sakura – É. * sento ao seu lado no sofá * Vai ter aquele encontro de dança.

 

Kizashi – Hun... * olha para a frente e suspira* Se cuida tá? * me olha preocupado*

 

Sakura – Pode deixar, pai. Não vou fazer nada de errado. Prometo.

 

Kizashi – Sei que não. * sorri e me dá um beijo na bochecha. Retribuo * Tá com dinheiro?

 

Sakura – Uhum. * sorrio e levanto * Mesada tá rendendo.

 

Kizashi – Que bom. Não chegue tarde.

 

Pisco cúmplice para ele e sigo até a porta, abro-a e saio fechando-a em seguida. A rua estava bem movimentada mesmo sendo uma terça feira. A noite estava estrelada e uma brisa leve passava deixando tudo muito agradável. Não demora e eu vejo o carro negro surgir na esquina da rua. Aproveito e já caminho até a calçada e quando o carro para, dou a volta e abro a porta do veículo entrando e fechando-a logo em seguida.


Sakura – Boa noite. * cumprimento dando uma avaliada. Ele estava de calça jeans, camisa branca sem estampa, uma jaqueta jeans por cima, e de tênis*

 

Sasuke – Boa... Então, vai me dizer para aonde vamos? * me olha com a cabeça inclinada para o lado*

 

Sakura – Claro. Vamos para o centro da cidade. Na pracinha da estação.

 

Sasuke – O que tem lá? * começa a dirigir*

 

Sakura – Bem... Uma vez por mês acontecem encontros de dança. Como mês passado eu não fui, não podia perder esse mês, mas como o Sai está machucado eu te chamei.

 

Sasuke – Que ótimo! * me olha rápido* Além de ser substituto eu gostaria de lhe informar que não fui “chamado”.

 

Sakura – Você viria se eu chamasse?

 

Sasuke – Não.

 

Sakura – Por isso que não chamei.

 

Ele passa uma mão nos cabelos balançando a cabeça, mas segue dirigindo. Aproveito o visual da cidade bem iluminada e incrivelmente movimentada. O Uchiha estava incrivelmente calado. Tudo bem que ele não era um poço de palavras (apesar de estar falando bastante por esses dias), mas ele estava bastante pensativo. Pouco tempos depois ele já estava estacionando. Saímos do carro e o Sasuke ativou o alarme. Ele deu a volta e seguimos para a pracinha. O loca estava bem iluminado, com um tablado enorme para as pessoas dançarem, um palco também estava montado e um grupo de dança já se apresentava em cima. Várias pessoas estavam alí curtindo o som.

 

Sasuke – E agora?

 

Sakura – Agora vamos procurar o pessoal de dança. * Seguro sua mão e começo a puxá-lo por entre as pessoas*

 

Sasuke – Então eles também estão aqui.

 

Sakura – Claro. Nem todos, mas uma parte sim.

 

Sasuke – Hun... * Ele olha ao redor* Achei. * começa a me puxar para o lado esquerdo do tablado e pouco depois estamos junto com a galera da oficina*

 

Sakura – SHION! * solto a mão do Uchiha e abraço minha colega*

 

Shion – Iaê * Abraça também*.

 

Sakura – Lee. * Abraço meu colega também* Yana! * aceno para ela*

 

Lee – Nossa, pensei que você não viria.

 

Sakura – Pois é, mas ai arrumei um novo parceiro. * indico o Sasuke e ele balança a cabeça um pouco tímido*

 

Shion – Pensei que fosse o Yahiko. * franzi o cenho*

 

Sakura – Ele é para a apresentação.

 

Shion- Ata. Legal. * sorri e pisca divertida pro Uchiha* Bem vindo ao grupo então.

 

Sasuke – Obrigado.

 

Lee – Isso ai, irmão! * dá um soquinho no braço do Sasuke que o olha de lado*

 

Sasuke – Valeu... irmão. * murmura*

 

Lee – Falando nisso, o Yahiko disse que iria vir também, mas até agora nada. * todos olhamos ao redor*

 

Yana – Acabou de chegar. * alerta a ruiva do grupo. Yana era uma garotinha baixinha (tipo, mais baixa que eu) de olhos claros e sardas*

 

Shion – Ele é muito gato. * faz uma observação enquanto o Yahiko caminhava em nossa direção com uma calça jeans folgada, uma camisa regata cinza, cabelos bagunçados e molhados*

 

Sakura – É... * murmuro enquanto também o observo e escuto um pigarrear ao meu lado. Sinto a coluna congelar quando lembro do Uchiha * Gente boa... Ele é gente boa.

 

Yana – Gostoso. * suspira*

 

Yahiko – Boa noite, galera! * cumprimenta animado, com as mãos nos bolsos da calça* Então, perdi algo? * olha ao redor, sorrindo*

 

Lee – Começou faz um tempinho, mas as melhores ainda estão por vir. Tô doido pra requebrar muito porque isso aqui tá cheio de gatinhas! * esfrega uma mão na outra*

 

Shion- Até parece... Quando as meninas chegam perto você começa a errar todos os passos! * revira os olhos*

 

Lee – Tática de guerra. Finjo não saber e elas se dedicam em me ensinar.

 

Yahiko – Olha... Isso funciona? * arqueia as sobrancelhas*

 

Sakura – Ele tá solteiro. O que você acha? * levanto uma sobrancelha, sorrindo*

 

Lee – Outra tática de guerra, Saky. * passa um braço por cima do meu ombro, me olhando de lado * O Lee é para todas. Não posso ferir os corações me aprisionando. Tenho que estar livre. * ele levanta um braço em frente ao corpo e com a mão aberta, indica o local* Para todas.

 

Sakura – Aaaah claro. * reviro os olhos*

 

Shion – Deixa de ser idiota, Lee! * puxa ele de perto de mim * Você não pega nem gripe, imagina garotas.

 

Lee – Eu disse que dava certo. * Olha para o Sasuke e para o Yahiko * Essa aqui vive com ciúmes de mim.

 

Shion- QUÊ!? * grita com os olhos esbugalhados *

 

Yana – O Lee se empolga demais. * murmura*

 

Lee – Que nada. * olha ao redor * É o seguinte, vocês fiquem ai que eu vou alí bater um papo. * olha pro Yahiko e fecha a mão em punho na direção do Yahiko* Firmeza?

 

Yahiko – Firmeza. * Sorrindo dá um soquinho no punho do Lee*

 

Lee – De boa. * vira pro Sasuke * Firmeza? * fecha a mão em punho também, mas o Sasuke olha pro punho dele e depois para ele* Não? Nadinha? Sem soquinho? * O Sasuke continua sério olhando para a mão do Lee* Tudo bem então, irmão, já entendi. Você é dos mistérios. * abre a mão e treme os dedos como se estivesse fazendo mágica* Gostei desse estilo. * pisca maroto e sorrindo se vira na direção oposta e começa a caminhar para o meio do tablado*

 

Sakura – Custava dar o soquinho, irmão? * pergunto baixo para o Sasuke*

 

Sasuke – Eu só sei dá um tipo de soco. Irmã. * ironiza a última palavra*

 

Yahiko – Iaê, Sasuke, como anda a galera? Faz tempo que não vou na casa do tio.

 

Sasuke – De boa. Nada de muito diferente. * suspira, cansado*

 

Yahiko – Deve estar mesmo. * olha ao redor* Saky, treino amanhã confirmado né?

 

Sakura – Certamente, Senhor Camatti. E vai ser puxado. * faço cara de brava*

 

Yahiko – Não me importo. Dançar com você não é sacrifício nenhum. * sorri*

 

Shion – Fala isso quando ela começar a dar chilique por você estar errando muito algo. * resmunga, sorrindo*

 

Sakura – Não dou chilique!

 

Sasuke – Dá sim.

 

Sakura – Quê!? * olho para o Uchiha *

 

Sasuke – É só perder um pouco a concentração que você começa a ficar estressada.

 

Yahiko – Não sabia que você dançava, Sasuke.

 

Sasuke – Não dançava, mas passei a ter aulas particulares. * sorri de canto passando um braço por meu ombro*

 

Sakura – E eu estou aprendendo a lutar! * informo, animada*

 

Yahiko – Troca de favores? * arqueia as sobrancelhas* Muito esperto de sua parte, Uchiha.

 

Sasuke – Não é ser esperto. Isso é algo que você não é capaz de compreender.

 

Yahiko – Por que não?

 

Sakura – É... por que não? * olho para o Uchiha*

 

Sasuke – Vamos dançar.

 

Corta o assunto e segura minha mão me puxando para o meio do tablado. Várias pessoas dançavam alí. O ritmo que tocava era bolero o que foi muito bom para inicio. Coloco uma mão no ombro do Uchiha e ele segura minha outra mão depositando a mão livre em minhas costas. Começamos com o dois pra lá, dois pra cá calmamente. Ví mais para frente o Lee com uma morena todo empolgado. O Sasuke me gira e caminhamos lado a lado, depois giro novamente e voltamos a dançar para frente e para trás.

 

Sakura – Por que você e o Yahiko estão sempre nesse clima de disputa?

 

Sasuke – Nunca fui muito com a cara dele.

 

Sakura – Por quê?

 

Sasuke – Ele é muito... Bonzão. * suspira*

 

Sakura – E você não aceita ninguém melhor que você, não é?

 

Sasuke – É isso que pensa de mim? * franzi o cenho*

 

Sakura – Não. Só estou tentando entender. * dou de ombros e então ele me gira. Faço um “SS”, giro e voltamos ao dois pra lá, dois pra cá* Tem que haver um motivo maior.

 

Sasuke – O motivo maior é que ele se acha demais, as vezes até coloca algumas pessoas para trás.

 

Sakura – Ele foi melhor que você em algo. * chego à conclusão*

 

Sasuke – Só não gosto. * resmunga*

 

Sakura – Tudo bem. * suspiro derrotada enquanto a música chega ao fim*

 

Ele não fala mais nada. Segurando minha mão, o Uchiha me guia pelo local seguindo para aonde estavam meus colegas. Assim que nos aproximamos percebi que a Shion não estava mais lá nem o Lee tinha chegado. A Yana conversava animada com o Yahiko. Ela sorria de algo que ele tinha falado e pelo jeito era algo muito, muito engraçado.

 

Yahiko – Juro a você. * sorri para a Yana e então me olha com as sobrancelhas erguidas* Já?

 

Sakura – Pois é. * sorrio*

 

Yahiko – Que bom. Vem! * Ele segura minha mão e me puxa do Sasuke, seguindo para o meio do tablado*

 

Olho para trás e vejo o Sasuke com uma cara nada boa. Ele estava com o cenho franzido, a mão (que eu segurava) ainda estendida e uma postura ofensiva. Balbucio um “desculpa” e olho para frente bem a tempo de desviar de um casal que começava a dançar kizomba. Assim que acha um espaço legal, o Yahiko vira em minha direção e já vai me abraçando, colocando uma mão na base da minha coluna enquanto a outra mão dele segura minha mão direita e leva ao peito.

 

Levo minha mão livre para atrás do seu pescoço e faço onda com meu corpo quando sinto-o indicar com a mão da coluna. Começamos a dar um passo curto para um lado e depois para o outro enquanto rebolava de acordo com o ritmo. Ele encosta a testa na minha e então caminha para trás, me fazendo caminhar para frente, três passos e então faço uma onda com o corpo. Ele sai na lateral e dá um passo para frente. Viro o corpo lado a lado com o dele e a mão da coluna vai para minha cintura.

 

Fazendo semicírculos com os pés, caminhamos um pouco. Quando paramos, a mão dele volta para a minha coluna e eu faço uma troca de pernas, sendo puxada para a frente dele, mas fico com as pernas entre as pernas dele. O Yahiko me indica uma onda com o corpo e eu faço, ele me indica a um giro e quando o faço, sinto ele soltar minha mão e a mão de outra pessoa segura meu punho enquanto outra mão segura atrás de minha nuca em uma leve pressão. Baixo o tronco e subo o corpo novamente em uma onda.

 

O cara que agora dançava comigo era um completo desconhecido. A mão que estava segurando meu punho segura minha mão e ele me puxa para junto de sí. Sua mão livre vai para a base de minha coluna e eu levo minha mão livre para sua nuca. Voltamos para a primeira base da kizomba. O cara me puxa para frente, caminhando. Ele dá três passos para o lado e eu também dou três passos rápidos, mas não paro a sua frente e sim ao seu lado. Ele segura meu quadril e inclina o corpo para o lado, fazendo o meu inclinar também. Quando estamos com o corpo reto novamente, ele me induz a um giro e eu o faço. Quando paro, ele está atrás de mim segurando uma mão minha enquanto sua outra mão está em meu quadril e então entramos na primeira base.

 

Ele estava com o corpo colado às minhas costas enquanto eu fazia ondas com o corpo. Lentamente, começamos a caminhar pelo tablado e eu vejo o Lee chegar em minha frente. Ele caminha todo cheio de charme e segura em minha mão livre, levando-a até seu peito enquanto caminhava para trás. A mão dele vai para minhas costas e ele gruda o corpo no meu, isso faz o carinha desconhecido se afastar e então eu giro com o Lee. Paramos de girar e ele me induz a um cambrê lento. Subo do cambrê e encosto o rosto no do Lee enquanto ficamos na segunda base da kizomba (passo pra direita, rebola, passo pra esquerda, rebola). A música chega ao fim e eu me afasto um pouco do Lee.

 

Lee – Tá fazendo sucesso hein. * pisca brincalhão* Vem. * segura minha mão me puxando de volta para o grupo*

 

Sakura – Invenção do Yahiko. * resmungo passando por entre as pessoas*

 

Lee – Percebi. O Uchiha não pareceu muito contente com isso. * me olha rápido * Tive que deixar uma gatinha pra vir te salvar.

 

Sakura – Acho que devo agradecer.

 

Ele acena com a cabeça e quando finalmente nos aproximamos, ví o Sasuke com a cara muito fechada. Ele estava com a Shion ao seu lado e ela mexia no celular. Os olhos do Sasuke encontram os meus e ele troca o peso da perna.

 

Lee – Devolvendo. * Lee me empurra levemente na direção do Sasuke* Inteirinha, irmão.

 

Sasuke – Valeu. * me estende uma mão*

 

Sakura – Desculpa... * sussurro segurando sua mão*

 

Sasuke – Deixa pra lá. * murmura, me puxando para sí* Ele sempre se mete onde não é chamado.

 

Sakura – Ciúmes? * o abraço erguendo um pouco a cabeça*

 

Sasuke – Estou sendo cuidadoso com o que é meu. * responde olhando para além de mim*

 

Sakura – Epa. Com o que é SEU? * franzo o cenho*

 

Sasuke – Sim. * me olha*

 

Sakura – Desde quando?

 

Ele não responde. Em contrapartida, inclina o rosto para o meu e me dá um selinho, depois outro, depois outro e então me beija. Fico um pouco na ponta dos pés sentindo-o me abraçar um pouco mais forte. O barulho das pessoas e da música ao nosso redor fica distante e entramos em um mundo só nosso. Com um selinho demorado, ele encerra o beijo e então me olha nos olhos, sorrindo.

 

Sasuke – Namora comigo. * pede*

 

 

Então me beije como você quer ser amada

Você quer ser amada

Você quer ser amada

Este sentimento é como se apaixonar

Apaixonar-se

Nós estamos nos apaixonando

 

Kiss Me – Ed Sheeran

 

 

~> Continua


Notas Finais


ELE PEDIU ELA EM NAMOROOOOOOOOOOOOOOOOOOOO...

:O

Comentários e favoritos?


Acessem meu blogger: http://contosdanyx.blogspot.com.br/p/estorias.html


Beijinhos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...