História Fujoshis e Maluquices - Capítulo 25


Escrita por: ~ e ~Lary_77

Postado
Categorias Fairy Tail, Kuroshitsuji, Love Stage!!, Tokyo Ghoul
Exibições 43
Palavras 3.244
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yo minna, Desculpa a demora, não nos matem por favor. Eu sei que era pra fic voltar no começo de dezembro e agora ja é praticamente janeiro, então por favor perdoem a gente e considerem esse cap um presentinho de ano novo :)
Espero que gostem do capitulo e ate as notas finais.

Capítulo 25 - Um dia muito, muito estranho


ANTERIORMENTE..... 

 

Lina- Quer que eu conto Nagisa? Ou você começa? 

Laxus- Nagisa? 

Tudo que eu não queria que acontecesse esta virando realidade em um momento só, ótimo, e agora o que eu faço? 

Nagisa- Por isso eu queria te falar quanto antes, pra que alguma coisa assim não acontecesse 

Agora é tudo ou nada e com a minha sorte hoje tenho quase certeza que vai dar nada. 

 

ATUALMENTE... 

Nagisa- Lina para com isso, só vai embora 

Lina- Desculpe querida, você chegou tarde de mais. Certo Mira? 

A Mira continuou quieta sem falar nada, a Lina provavelmente já disse o que estava acontecendo. 

Laxus- Mãe você ta bem? 

Mira- Eu... Eu não achava que.... Eu não consigo acreditar 

Laxus- No que? O que ta acontecendo? 

Lina- O que ta acontecendo é que sua mãe acabou de descobrir que o- 

Nagisa- CHEGA LINA, voce já fez estrago o bastante, vai embora daqui antes que piora, isso não é da sua conta 

Lina- É CLARO QUE É, POR CAUSA DESSA VADIA EU TENHO QUE ESCO- 

Antes do final da frase ela foi jogada no chão por causa de um soco que o Laxus deu na barriga dela, depois ele segurou ela pelos cabelos e bateu a cabeça dela na parede. 

Laxus- Voce é a vadia aqui, não se atreva xingar minha mãe, o mundo seria melhor se você fosse metade do que ela é, agora Nagisa, me explica o que ta acontecendo antes que ela desmaie 

Nagisa- Laxus acho melhor levar a Lina pra fora e conversar sobre isso mais tarde 

Laxus- Não, voce queria falar? Então fala agora 

Lina- Seu pai estava- 

Enquanto a Lina tentava falar o Laxus bateu com a cabeça dela de novo na parede e agora ela estava quase inconsiente, a Lina bem que merece isso, mas o Laxus ta começando a perder o controle, isso não é bom. 

Laxus- Eu não falei com você, entao não fale comigo 

Nagisa- Laxus o seu pai ele tava tendo um caso... com a Lina 

Laxus- O que? Como assim? 

Nagisa- Eu descobri faz um tempo e desde então eu tento achar um jeito de te falar mas eu nunca descobri como 

Laxus- um tempo quanto? 

Nagisa- Bastante  

Laxus- Quanto? Exatamente 

Nagisa- alguns meses antes da Lina viajar, mas eles tinha parado de se encontrar eu não sabia que eles continuaram e- 

Laxus- COMO VOCE PODE NÃO ME AVISAR?  

Nagisa- Eu.. Eu não sabia como falar 

Laxus- SIMPLESMENTE FALASSE, NÃO PODE SER TÃO DIFICIL 

Nagisa- NÃO É DIFICIL? AH CLARO, É SO CHEGAR AQUI E DIZER: olha desculpa atrapalhar Mira, mas saiba que seu marido é um traidor pedófilo. Ia funcionar muito bem isso 

Laxus- Momento perfeito pra ser sarcastica, parabens Nagisa 

Nagisa- O único jeito das pessoas entenderem o que eu estou falando é sendo sarcastica, ENTÃO QUE EU SEJA SARCASTICA O TEMPO TODO 

Laxus- Você faz ideia o quanto essa sua postura de 'foda-se tudo' irrita? 

Nagisa- Se te irrita então simplesmente termina comigo logo. 

Laxus- Que seja então 

Nagisa- Calma... eu não tava falando sério 

Laxus- Mas eu to 

Nagisa- Você só ta bravo, só acalma 

Laxus- Não, eu to falando sério, vai embora 

Nagisa- Não 

Laxus- É serio Nagisa só vai embora 

Nagisa- Eu não vou sair daqui até você acalmar e me ouvir 

Laxus- Otimo, fica aqui, eu saio 

Nagisa- Laxus espera, por favor 

Eu tentei atrás dele porém ele pegou a chave do carro e foi embora no mesmo momento, então eu voltei pra onde a Mira e a Lina estavam. 

Nagisa- Mira me perdoa eu realmente não queria que as coisas ficassem assim 

Mira- Tudo bem, eu sei que a culpa não é sua, daqui a pouco meu filho tambem vai perceber isso 

Nagisa- Eu duvido disso, mas ok 

Lina- Que gracinha as duas se entenderam, pena que a queridinha perdeu o namorado e a velha perdeu o marido 

Lina, que estava começando a recuperar os sentidos, foi se lenvantando enquanto gemia de dor por conta das pancadas. 

Nagisa- Depois de tudo o que aconteceu aqui você ainda tem a coragem de falar? Eu sabia que voce era idiota mas- 

Mira- Eu já sabia 

Nagisa- Sabia o que? 

Mira- Eu já sabia que o Ivan estava me traindo, eu só não sabia com quem, nunca iria imaginar que ele estava com uma aluna, eu estava surpresa de mais quando você e o Laxus chegaram, por isso eu não consegui dizer nada, Mas agora que o susto passou eu vejo o quão obvio era isso 

Nagisa- Espera, se você sabia por que nunca falou nada pra ninguem? 

Mira- O Laxus já odeia o pai dele mesmo sem saber disso, se eu dissesse pra ele em alguma circunstancia que não fosse muito boa.. eu tinha medo do poderia acontecer. É por isso que eu não te culpo Nagisa, eu fiz a mesma coisa que voce fez 

Lina- Então você é mais estupida do que eu pensava, alem de ser traida sabia da traição e aceitou calada 

Mira- Realmente, eu sou bem estupida em fazer isso, porem é bem melhor ser estupida do que ser ingenua e ser usada igual voce foi 

Lina- EU NÃO SOU INGENUA 

Mira- Sim você é, sabe por que? Porque pelo que você me falou antes deles chegarem você realmente acredita do fundo do seu coração que o Ivan gosta de você 

Lina- Por que é a verdade, ele disse que me ama 

Nagisa- E é óbvio que um homem que mentiu pra própria família e traiu ela é totalmente confiável. 

Mira- ele já se cansou de mim e agora ele usa  você pra satisfazer os desejos dele, ele não te ama, ele só escolheu você porque você era facil de ser controlada 

Lina- Isso é mentira 

Mira- E provavelmente ele já se cansou de você também 

Lina- NÃO 

Mira- Então agora ele te trata com o mesmo carinho que te tratava quando esse caso começou certo? 

Lina- Bem... Não, mas é porque ele está sempre ocupado e cansado 

Mira- E você acredita nisso?  

Lina- Ele não me enganaria ele- 

Mira- Te ama? Agora a estúpida é você. Sabe, faz tempo que eu estou pensando em me separar do Ivan, porém eu queria acreditar que ele poderia melhorar, eu tenho essa mania de sempre ver o melhor nas pessoas, agora sabendo que ele foi tão longe aponto de abusar de uma aluna, uma criança, minhas esperanças naquele desgraçado acabaram 

Lina- voc- 

Nagisa- Já chega Lina. Já ouviu o que precisava e já falou mais do que devia, vai embora daqui 

Lina- Eu- 

Nagisa- Não se preocupe eu te acompanho até a saida 

Depois de levar gentilmente a Lina até a saida (arrastar ela pelo pé e jogar na calçada) eu voltei pra onde Mira estava, porém quando cheguei lá eu vi ela estirada no chão tossindo sangue e fui ajudar ela 

Nagisa- Mira, o que aconteceu? 

Mira- Lisa... Lisana 

Nagisa- Lisana? Sua irmã tá aqui? 

Em meio a tosse ela conseguiu balbuciar um sim e eu fui no quarto de Lisana chamar ela, depois de falar o que estava acontecendo nós levamos Mira para um quarto e ligamos pro seu médico 

Lisana- Obrigada Nagisa 

Nagisa- De nada, eu posso ficar aqui até o médico chegar? Quero ter certeza de que ela está bem 

Lisana- Claro! Você sabe onde o Laxus está? 

Nagisa- Não, aconteceu algumas coisas e.... ele saiu 

Lisana- Entendo, ele devia estar aqui com a mãe dele, vou ligar pra ele 

Após alguns toques nós ouvimos uma música vinda da sala e eu fui ver o que era e é óbvio que era o celular dele 

Nagisa- Ótimo ele esqueceu o celular 

Lisana- Como a gente acha esse garoto agora? 

Nagisa- Acho que talvez eu tenha uma ideia de onde ele está 

Lisana- Ótimo, vamos então eu dirijo 

Nagisa- Na verdade eu prefiro ir sozinha, é perto posso ir de pé 

Lisana- Certeza? 

Nagisa- Sim e você também precisa ficar aqui caso o doutor chegue ou alguma coisa aconteça com sua irmã 

Lisana- Tem razão... Ok 

Nagisa- Antes de eu ir me responde uma coisa? 

Lisana- Claro 

Nagisa- Como você não percebeu a gritaria que estava lá na sala? 

Lisana- Bem.... Eu prefiro não responder 

Nagisa- Ahn.. Ok então, eu já vou indo 

Lina- Ok boa sorte 

Nagisa- Valeu 

Eu não tinha certeza se ele estaria naquele lugar, mas eu tinha que tentar, eu só espero que ele me ouça pelo menos até eu falar da Mira. Cheguei no local em alguns minutos e comecei a procurar ele lá, o lugar era uma pracinha que ficava no meio de algumas árvores, poucas pessoas sabiam daquele lugar então era sempre bem calmo e quieto. Um tempo atrás Laxus me disse que a Mira levava ele lá quando ele era pequeno sempre que ela e o Ivan brigavam e ela ficava contando histórias de quando o Ivan ainda era um ser humano são, desde então sempre que ele briga com o Ivan(ou por causa dele) ele vinha pra cá se acalmar. Então ou ele estaria aqui ou ele estaria dando uma de serial killer por aí.. É tomara que a primeira opção esteja certa. Eu já estava quase desistindo quando eu vi ele sentado num banco no fim da pracinha e então fui lá. 

Nagisa- Hei 

Laxus- Vai embora 

Nagisa- Olha eu não to aqui pra falar sobre o que aconteceu lá eu- 

Laxus- Pouco me importa 

Nagisa- Eu sei, só que sua- 

Laxus- Que parte do vai embora você não entendeu? 

Nagisa- Ta uma coisa é estar bravo e outra é ser ignorante eu- 

Laxus- Nagisa só- 

Nagisa- Se você me interromper de novo eu arranco sua língua enfio ela no eu cu e costuro sua boca e você sabe que eu to falando  sério por que eu odeio que me interrompam, vai deixar eu falar? 

Laxus- Ahn.. Sim 

Nagisa- Ótimo é o seguinte eu não to aqui pra falar sobre nosso relacionamento, ou o que restou dele, eu realmente espero do fundo do meu coração que você repense sobre isso o que eu vim falar é: sua mãe deu mais uma crise de tosse ou recaída ou o caralho que for o temo médico disso e eu acho que seria muito melhor ela acordar e ver o filho dela ao invés de ver um estranho então larga de ser idiota e mimado e volta pra Mira 

Eu falei tudo aquilo insanamente rápido e sem nenhuma pausa, vai ser um milagre se ele entender o que eu disse 

Laxus- Pera minha mãe teve uma crise de novo? Porque você não falo antes? 

Nagisa- Ta brincando né? 

Laxus- Foda-se, to indo pra lá, tchau 

Nagisa- Pera que eu vou junto 

Laxus- Acho melhor não 

Nagisa- Eu me importo com a Mira e quero ter certeza que ela tá bem e não vai ser você que vai me impedir de ver ela 

Laxus- Que seja, vamo logo 

Eu fiquei por lá ate o médico ir embora e então me despedi da Mira e fui com o Laxus até a saída 

Nagisa- Qualquer coisa que acontecer com ela me avisa ok? 

Laxus- Não foi porque eu tava bravo que eu falei aquilo 

Nagisa- A gente não pode só falar da sua mãe e ignorar isso por enquanto? 

Laxus- Não 

Nagisa- Eu realmente prefiro não falar sobre isso agora 

Laxus- Eu prefiro, Nagisa eu realmente gosto e você mas você não tinha o direito de esconder aquilo de mim, você entende? 

Diz que não, pede desculpa, se explica, faz alguma coisa! 

Nagisa- Entendo 

Laxus- Eu não posso ficar com alguém que eu não confio 

Fala que ele pode confiar em você!! 

Nagisa- Eu sei 

Laxus- então eu prefiro terminar agora do que ficar remoendo isso ok? 

Não não não não não não não não!!! 

Nagisa- Ok 

Laxus- Tchau Nagisa 

Orgulhosa do caramba fala alguma coisa ele vai fechar a porta, inútil fala o que você realmente ta pensando. 

Nagisa- Tchau Laxus 

Ele fechou a porta e eu fiquei lá parada. Eu nunca percebi o quanto eu me importava com ele até esse momento. Eu nunca achei que as coisas iam terminar assim. Em quase nenhum momento da minha vida eu chorei, não chorei quando eu quebrei meu braço nem quando minha avó morreu, minha mãe dizia que era difícil eu me comover com alguma coisa quando eu era pequena, ela sempre falava que eu era forte, mas agora as gotas estão caindo e eu, por mais que tente, não consigo controla-las. Parece que eu não sou tão forte quando quanto minha mãe pensava. 

 Touka pov's 

Estava eu pensando em como fazer o Sebby deixar eu adotar um cachorro enquanto tentava decorar os passos da nova música do grupo, quando uma música começa a tocar, sou obrigada a parar minhas atividades, para ver que a Nagisa estava me ligando. 

(Atende o telefone) 

Ligação on 

- Moshi Moshi, você viu o novo capítulo do mangá do Usagi??? Ta maravilhoso 

- Touka, você pode fazer um favor pra mim 

- Nossa sua voz tá estranha se eu não te conhecesse eu diria que você ta chorando, como se fosse possível 

- ... 

- Pera você ta mesmo chorando? O que? Por que? Como? 

- Tem jeito de você vim me buscar? Eu to perto da casa da Mira e eu não quero que o Rei me veja assim, por favor 

- Claro moça vou pedir pro Sebby, mas me fala o que aconteceu 

- Depois, não quero falar disso por telefone 

- Tudo bem, não sai daí tô indo o mais rápido possível ok? 

- Ok 

- Tchau 

- Obrigada 

Ligação off 

Tá bom Touka calma foi só um telefonema em que a Nagisa ta chorando.. MEU DEUS ELA TAVA MESMO CHORANDO,CHORANDO, LÁGRIMAS SAINDO DOS OLHOS, O FIM ESTÁ PRÓXIMO. 

Touka- SEBASTIAN, ANDA,CARRO, RÁPIDO É URGENTE 

Eu saí correndo do meu quarto pro quarto dele pra ele me ouvir, pulei na cama dele enquanto o chamava. 

Sebastian- Touka já passa das 11hrs onde você quer ir uma hora dessa 

Touka- Nagisa, ela pediu pra pegar ela num lugar é urgente... 

Sebastian- E porque isso seria uma urgência 

Touka- ela tava chorando isso é uma urgência 

E então eu ouvi o barulho mais assustador e surreal da minha vida, o Sebastian, meu irmão/tutor/ser das trevas estava dando risadas de vilão em filme só que bem mais demoníaco, eu sabia que ele não era uma criatura vinda de deus, mas nunca achei q fosse irmã do capiroto 

Touka- Porque você ta rindo?Para Sebby... É sério para ta dando medo 

Sebastian- Desculpa é que não dá nem pra imaginar isso 

Touka- Mas é verdade 

Sebastian- Espera é sério mesmo? 

Touka- SIM!!!! 

Sebastian- Que deus nos proteja, esse não é o normal dessa menina. Ok vamo agora. Já tô indo pro carro 

Touka- Finalmente, brigada maninho 

Espera a Nagisa tava chorando, eu fui direta e o Sebastian disse "deus nos proteja"... hoje está sendo um dia muito, muito estranho, tenho a leve impressão de que ou aliens estão tomando nossos corpos e pretendem dominar o mundo ou tem uma merda muito grande perto de acontecer. O caminho até lá foi um misto de preocupação e ansiedade, porque vamos combinar que eu já sou uma pessoa meio ansiosa em situações normais, nessa ocasião rara eu tô quase roendo meus dedos, mas voltando chegamos em frente à casa da Mira e vimos a Nagisa num banquinho de cabeça baixa, Sebastian parou o carro e mandou eu descer pra levar ela pro carro. Fui chegando perto dela e percebi que ela estava muito pior do que eu pensei, sentei do lado dela e lhe dei um abraço de lado. 

Touka- Nagisa vem, o Sebastian tá esperando você ir pro carro, lá na minha casa você me conta o que aconteceu. 

Nagisa- Okay. 

No caminho pra minha casa ficamos em silêncio, desconfortável, pelo menos pra mim, na verdade eu não sei como agir diante de situações tristes, porque eu também fico triste e não é assim que eu sou, mas vou tentar animar ela já que é o meu trabalho como amiga 

Nagisa pov's on 

Depois de chegar na casa dela eu consegui me acalmar e me controlar, então eu contei pra ela o que tinha acontecido na casa dos dreyar. 

Touka- Ok, a situação tá tensa, mas vai dar tudo certo, daqui a pouco o Laxus esquece isso 

Nagisa- Impossível, é o Laxus 

Touka- Para de ser negativa 

Nagisa- Você ta pedindo pra mim deixar de ser eu 

Touka- ah verdade eu esqueci, mas tenta, eu tenho certeza de que ele vai voltar atrás... Ta talvez nem tanta certeza mas ainda sim tente ser positiva, só tenta ok? 

Nagisa- Tanto faz eu não quero falar sobre ele agora 

Touka- ok só me promete que você não vai ficar depressiva, ouvir música triste e ficar baixando tirinha e frases depressivas?  

Nagisa- Touka 

Touka- Que? 

Nagisa- você quem faz isso 

Touka- Ahh verdade, mas o que você faz quando fica triste? 

Nagisa- Nada, eu não fico triste 

Touka- Mentira 

Nagisa- Quando eu fiquei triste?? 

Touka- Agora!!! 

Nagisa- .... Eu não to triste  

Touka- agora você ta zoando com a minha face, não tem problema ficar triste isso é normal, não pra você mas é normal  

Nagisa- ok mas vamo mudar de assunto 

Touka- ta, o que você acha que vai acontecer com o Ivan 

Nagisa- pelo que a Mira falou eu tenho quase certeza que ela vai denunciar ele 

Touka- Vai da uma cadeia linda 

Nagisa- Bem que ele merece 

Touka- Sim, aquele... Côco 

Nagisa- Eu nunca vou entender por que você continua falando os "palavrões" que a gente usava quando éramos crianças 

Touka- Porque é divertido 

Nagisa- Se você diz 

Touka- É sim, experimenta 

Nagisa- Eu passo 

Touka- Vai, larga de ser chata 

Nagisa- Vamos voltar pro assunto principal? 

Touka- Ok, você sabe o que a Mira tem? 

Nagisa- Não... Nem o médico dela sabe ainda 

Touka- É bem estranho isso né? 

Nagisa- Sim, num momento ela ta bem e no outro ela ta caída no chão, com uma mini poça de sangue perto dela 

Touka- Nossa, tomara que ela melhore 

Nagisa- É 

Touka- Ah você sabe o que aconteceu com a Lina depois de ter tacado ela no rua? 

Nagisa- Não e nem quero saber, mas eu espero que ela tenha sido atropelada por um caminhão enquanto ela se arrastava pela rua 

Touka- Final bem merecido pra ela. E a Mira, mano eu sempre achei que ela era toda boazinha mas ela deu umas patadas colossais na Lina 

Nagisa- Eu sempre avisei que ela era o Satan encarnado quando ela quer e ela nem tava brava  

Touka- Tipo o Sebastian? 

Nagisa- Um pouco menos demoníaco mas tão assustador quanto 

Touka- Meu yoongi, depois dessa eu vou até dormir 

Nagisa- É melhor a gente dormir mesmo, se a gente for pega dormindo na aula de novo é mais uma suspensão 

Touka- Eita verdade, ta bom, boa noite moça 

Nagisa- Boa noite 

Depois de deitar eu fiquei mais um tempo pensando e por mais que eu tentasse eu não conseguia parar de pensar no Laxus e no que tinha acontecido, fiquei me remoendo mais um pouco e pensando nas piores coisas que ainda podiam acontecer naquela semana e descobri que pior que essa briga só alguém morrer mesmo, então (espero que) não dá pra piorar. Alguns minutos depois eu caí no sono e, pra variar, fiquei sonhando com o Laxus e a Lina, foi uma noite de sono maravilhosa por sinal. 


Notas Finais


É isso espero q tenham gostado
Ate o proximo cap, Mandem comentarios, elogios, criticas(contrutivas pf), receitas de doces, etc.
Bjs da Tia Lary


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...