História Fujoshis e Maluquices - Capítulo 25


Escrita por: ~ e ~Lary_77

Visualizações 27
Palavras 1.882
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OK.... Nao tenho motivos pra atrasar, desculpem-me(mintira eu não mereço desculpas), tá ok; Continuando, mais um cap pra vcs e um aviso, a gente vai reescrever a fanfic, pq relemos o começo dessa fanfic e nossa, precisamos reescreve-la, pq sim. Beijos da neko-chan. Não façam macumba pra mim, obrigada.
Senti mta falta de vcs.
Desculpa
Mianhe
Gomen
Sorry
foi mal
>.<
:3

Capítulo 25 - Noite dos Garotos


 

Izumi pov's

Bom eu acabei de chamar o Ciel pra vir aqui em casa, porque eu vou mostrar umas séries novas que eu estou assistindo e perguntar como o relacionamento dele e do Sebastian, já que ele não me atualizou sobre nada, ele disse que já estava chegando e que ele ia posar aqui essa noite, então temos muita coisa programada para a nossa noite, por favor não levem essa frase para um lado ruim eu tenho namorado, argh como isso me deixa feliz, e eu sou fiel a ele, além de que o demônio me mataria sem dó nem piedade.

Depois de longos 25 minutos esperando alguém chegar em casa, pois é a Nagisa ainda não chegou, Rei e Shougo não param mais em casa desde que anunciaram noivado e os meus pais nunca estão aqui, voltando depois desses minutos alguém toca a campainha e eu vou lá atender.

Izumi: Cieell !! E Sebastian?!

Ciel: Izumii, oi. O Sebby queria ver se o Rei estava em casa, para garantir que eu não ficaria sozinho com você, já que ele disse que você era muito criança pra cuidar de mim

Izumi: Sebastian, eu achei que isso já tinha passado, afinal eu já tenho quase dezesseis e cresci bastante.

Sebastian: Pra mim ainda é um nanico e quem disse que dezesseis anos é uma idade responsável? Eu já tive essa idade, sei como é.

Ciel: Eu achei que você já tinha nascido assim, alto e ranzinza. Hahaha

Sebastian: Ciel, Ciel não ache que pode me provocar...

Ciel: Estou só dizendo verdades.

Tá bom, é impressão minha ou o Ciel e o Sebastian estão criando algum clima aqui, na minha frente, eca que nojo, é muito estranho ver o cara mais assustador da Terra, com uma expressão de apaixonado enquanto olha pro meu melhor amigo, o Ciel está quase roxo de vergonha, eu sinto muito Ciel mas crushs não são bem vindos nesse evento.

Izumi: okay, okay, depois você conversa com ele Sebastian e não se preocupe alguém já vai chegar pra impedir que eu ponha fogo na casa.

Ciel: Isso mesmo Sebby, eu vou ficar bem e agora você tem que ir ver os assuntos sobre a sua tia.

Sebastian: Tudo bem já estou indo, mas antes.

Ele, ele, ele roubou um selinho do Ciel?! Foi isso mesmo que eu vi, não estou alucinando? Depois disso o Ciel ficou todo envergonhado e soltou um tchau baixinho e o Sebastian realmente foi embora. Resolvi não comentar por hora sobre isso que aconteceu e levei o Ciel até meu quarto. Chegando lá eu calmamente fechei a porta e disse

Izumi: Ciel... Como assim vc beija o cara na minha frente sem me explicar nada do que aconteceu.

Ciel: Desculpa Izumi, é que a gente se resolveu a pouco tempo e agora estamos namorando, não é demais?

Izumi: Sim é muito legal, mas você devia ter avisado seu melhor amigo.

Sim eu também sou meio carente perto de Ciel, qual é?! Eu gosto de abraços.

Ciel: Eu sei, desculpe Izumi, mas eu meio que esqueci já que o Sebby passou a tarde toda comigo e nós jogamos e demos beijinhos, foi lindo.

Izumi: Imagino mesmo, agora eu tenho uma novidade pra te contar...

Ciel : O quê?

Izumi: Eu dei uma chance pro Ryouma, estamos namorando.

Ciel: ha e depois briga comigo por não dar notícias?

Izumi: Desculpe Ciel, pensando assim nos dois esquecemos de nós avisar.

Ciel: Não podemos continuar assim, amigos contam tudo, temos que nos esforçar mais pra nos mantermos atualizados um do outro.

Izumi: Tá bom então contamos tudo um para o outro a partir de agora.

Ciel : Promessa.

E ficamos nos olhando até que começamos a rir, muito, nem sabíamos mais o por que, só continuamos a rir. Quando nos acalmanos, Ciel começou a me olhar como se quisesse me perguntar algo mas estava com vergonha.

Izumi: Pode falar

Ciel: Uhm, você sabe se doi?

Izumi: Doer?! Doer o quê?

Ciel: ...

Sabe aquele momento em que seu cérebro para, isso aconteceu comigo. O Ciel estava me perguntando sobre sexo, e está fofamente corando, tudo bem que ele já tem quinze anos, mas nem eu falo abertamente sobre isso.

Izumi: Não sei, já li alguns mangás sobre isso, mas nenhuma experiência.

Ciel: Afs, agora eu não sei mais a quem perguntar, já que eu não vou seguir o que a Touka fala, eu sei que é boa a intenção dela, mas ela é meio doidinha e complicada.

Izumi: Te entendo.. Então o Ciel está interessado em sexo, está pensando muito no Sebastian? Olha bem sua idade- falei de modo divertido.

Ciel: Não é bem assim, é que eu descobri isso com o tempo, e eu meio que assisti alguns vídeos educativos e por favor não me lembre da minha idade, eu sei que sou mais jovem que ele, mas eu o amo e mesmo que eu o ame ninguém vai entender isso que nós temos. As pessoas julgariam Sebastian, mesmo que ele nunca tenha feito nada comigo.

Izumi: Ei calma, não fique triste. Eu entendo como as pessoas podem ser maldosas, mas eu duvido que elas consigam fazer algo contra você e o Sebastian a respeito disso, porque afinal de contas você não é mais uma criança, mesmo que pareça uma

Ciel: Falou o que tem cara de idoso.

Rimos um pouco do que Ciel falou e logo eu mudei de assunto

Izumi: De qualquer forma, Ciel, você sabe onde sua irmã está?

Ciel: Não, e onde está a Nagisa?

Izumi: Também não sei, somos ótimos irmãos mais novos

Ciel: Tudo bem elas sabem se virar afinal.

Depois disso decidimos assistir um filme, claro optamos por um bom filme que não nos causaria medo ou pesadelos, preparamos lanchinho pro momento cinema e assistimos os três filmes de toy story, que resultou em nós dois chorando pela despedida entre o Andy e os brinquedos, bom eu estava chorando, Ciel já estava entre o cochilando e dormindo. Logo notei que realmente era tarde e já era hora de dormir, porque amanhã seria um dia longo, kyaaa mal posso esperar, vou te que contar pro meu amiguinho.

Comecei a cutucar a bochecha dele e o chamar baixinho

Ciel: O que foi? Eu quero dormir.

Izumi: Ciel, eu preciso falar uma coisa

Ciel: O que?

Izumi: Amanhã eu vou sair com o Ryouma...

Ciel:  E você deixa pra falar isso pra mim quando eu já estou no meu terceiro sonho? Eu até te ajudaria com sua roupa se já não fosse tão tarde

Izumi: Mas é meia noite agora.

Ciel: Meu horário de dormir é as dez, então quando a gente acordar, e eu disse acordar de verdade, porque esse estado que eu estou não é estar acordado, eu te ajudo a se vestir.

Izumi: OK. Eu tenho que falar pra Touka persuadir o Sebastian pra deixar você dormir mais tarde.

Ciel: Dormir tarde só prejudica o crescimento e trás espinhas.. Deve ser por isso que você não cresceu e está com uma espinha enorme no canto da testa.

Izumi: O quê??? Onde? Onde? Ciel acorda, agora me mostra onde está.

~×~

Eu fiquei procurando essa espinha até cair no sono e o Ciel realmente não acordou mais depois daquela breve conversa, então eu definitivamente fui dormir com uma preocupação sobre uma espinha invisível e sobre como será meu encontro de hoje.

Acordei com várias coisas sendo jogadas em mim e logo escutei me chamar.

Ciel:Acorda logo Izumi, você me acordou de madrugada pra arrumar suas roupas e agora você que dorme. Desse jeito o Ryouma vai te deixar e você não vai se casar com ele.

Izumi: Nossa Ciel, belo jeito de me acordar. Também te amo baixinho.

Ciel: Levanta logo e vai se trocar.

Nessa hora eu vi que  ele já estava com roupas diferentes e o cabelo arrumado, fiquei curioso já que ele é mais preguiçoso que eu

Izumi: Por que me trocar agora? O encontro é as dez.

Ciel: Tenho uma novidade pra você, já são dez e quinze, o Ryouma está na sala te esperando e o Sebby está conversando com o Rei e o Shougo.

Ele só podia estar zoando, afinal meu celular ia despertar as nove. Peguei meu celular pra checar o horário e adivinhem só... Ele estava desligado, sem bateria. Percebendo meu desespero Ciel jogou o dele e ele estava certo eu estava super atrasado, espero que o Ryouma não se importe.

Corri pro banheiro, tirei minha roupa no meio do caminho enquanto tentava não desequilibrar

Ciel: Sua roupa já está pronta em cima da cama, eu vou descer

Izumi: Distrai o Ryouma por favor, obrigado.

Tomei meu banho rápido, mas direito, enrolei a toalha na cintura e sai, só não esperava encontrar o Ryouma sentado na minha cama, acho que nem ele já que ele parecia um tanto surpreso e não parava de me olhar. Comecei a sentir minhas bochechas ficarem mais quentes e tive uma vontade enorme de correr de volta pro banheiro, eu ía fazer isso, já estava na metade do caminho de volta e eu sinto ele segurar minha mão.

Ryouma: Calma Izumi, não precisa ficar com vergonha

Izumi: M-mas ... Você estava me olhando e-e..

Ryouma: Eu estava te olhando porque você é bonito

Izumi: Não fale as coisas assim do nada e outra quem deixou você entrar aqui?

Ryouma: Ciel disse que precisava de ajuda e o Sebastian disse que tinha um problema com seu quarto, só vim ajudar.

Izumi: Ah mas o Ciel vai me pagar... Aquele nanico

Ryouma: Izumi

Izumi: Quem ele pensa que é?

Ryouma: Izumi

Eu estava tão possesso pelo fato de Ciel ter feito o Ryouma me ver dessa forma tão cedo, pera calma isso vai ter que acontecer alguma hora, fiquei tão nervoso com tudo que começou a surgir na minha cabeça que eu nem vi quando meu namorado me abraçou pela cintura e levantou meu rosto. Quando notei nossos lábios estavam se tocando, era um simples selinho, mas mesmo assim conseguiu interromper meus pensamentos. Ele ia me soltar, mas resolvi tomar uma atitude pela primeira vez.

Puxei de leve o braço dele, pra que ele continuasse naquela distância e aí começamos um beijo de verdade, era calmo e sútil, pois eu estava aprendendo ainda, mesmo assim foi perfeito, quando nos separamos nos olhamos e sorrimos e com isso descobri que compartilhavamos o mesmo sentimento.

~×~

Autora pov's

O casal teria ficado mais um tempo daquela forma, se não fosse por um Shougo que entrou no quarto de Izumi pra perguntar quando ele iria sair e se deparou com um Izumi só de toalha enquanto beijava Ryouma. Não preciso dizer que ele ficou possesso e se não fosse por Rei, Ryouma estaria sendo enforcado. Por fim Ryouma teve que voltar pra sala, depois de escutar várias acusações de Shougo sobre se aproveitar de seu irmãozinho e Izumi teve que aguentar o cunhado dando conselhos vergonhosos, como se for fazer alguma coisa sempre tenha camisinha à mão.

Em quinze minutos Izumi tinha se arrumado, chamou Ryouma que estava em um outro mundo e começaram a andar rumo a um parque.

Como era um pouco distante chegaram em quarenta minutos depois de pegarem um ônibus que os deixou em frente à área do parque.

         -×-

Continua...


Notas Finais


Bjs.
:3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...