História Fulga (IMAGINE BAEKHYUN) - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Personagens Originais
Exibições 85
Palavras 721
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Nossa já tá no capitulo 27.. Preciso aumentar esses capitulos ;u; heuehue boa leitura .

Capítulo 30 - Capitulo 28


Fanfic / Fanfiction Fulga (IMAGINE BAEKHYUN) - Capítulo 30 - Capitulo 28

-Anda Sunhae! -Você a apressa.

-Que foi buceta?... Ah conta pra ele!

-Ele quem? -Você pergunta nervosa. -Sunhaeeee! - a apressa mais uma vez.

-PRO BACON CARALHO! -Grita e você começa a rir pois acabara de acordar seu bebê. - Viu porra que que cê fez. -Pega o bebê no colo e balança devagar até ele se acalmar, o que não acontece.

-Eu??? -Você ri mais alto.

-Cala a boca _______! Assim ele não dorme nunca! -Resmuga enquanto tentava acalmar seu filho.

-Tá ,parei! -Observava Sunhae tentar acalmar seu filho e segurava o riso, a maior percebeu e logo olhou revoltada.

-Faça algo de util e chame o Kai pra mim. -Você ri e obedece descendo as escadas.


Enquanto descia pôde ouvir um trecho de um dialogo que os dois rapazes estavam debatendo.

-Quando ?
-Não sei, eles avisaram que viriam... Temos que esconder eles... Vão querer matar eles. -Baekhyun diz pasmo enquanto chorava.
-Calma... Se ao menos eles tentarem matar eles podemos e temos todo direito de voar na cabela deles! -O mais novo brinca.
-Não estou brincando Kai!... É sério... E eles ainda vão querer matar a...
O mais novo fica paralisado.

-A...? -Pede para continuar .

-Sunhae.

Você neste momento paralisa, nada mais importava, apenas queria saber do que estavam falando.

- Baekhyun... -Você o chama ainda paralisada enquanto fitava o chão. Ele te olha e levanta indo em sua direção com receio.

-Pequena....-Faz um carinho em seu ombro mas você empurra sua mão.

-Eu .. Preciso de contar algo ,mas antes do que estavam falando? -Você abaixa a cabeça e o sente respirar fundo. -Kai, Sunhae está te chamando no quarto. -Ele sobe as escadas.

-O que ouviu?

-Quem são eles, por que querem matar eles, que eles são esses, e por que vão matar Sunhae?

-Não é nada disso! Você apenas ouviu errado. Nossos irmãos estão vindo, eles querem matar a saudade da gente.... E como a Sunhae é a mais traquina vão dar um susto nela! Matar de susto, entendeu? -Ele te olha e você ainda desconfiada afirma dizendo que entendeu. -O que queria me contar _______? - Diz assim que lembra a forma em que você o tratou.

-Bem...- Se embaraça e passa a mão pelo seu ventre. -Estou carregando mais uma vida Baek.... -Você o olha e ele se mantém paralisado. Se endireita em postura ereta e sai pela porta. Você dando a entender que ele rejeitara seu filho vai atrás de Sunhae qual estava abraçada de Kai.

-Ah, oi _____ (Apelido que ela te deu.) -Sunhae diz sorrindo quando percebe sua presença. Você olha para Kai que mantinha um "Não conte  a ela." nos olhos e você afirmou. -O que foi? Tá com cara de choro... -Você desaba chorando no chão, eles te levam até a cama do casal e se sentam na mesma.

Você chorando muito começa a sentir necessidade de ar, e então com dificuldade para falar diz o que consegue.

- O ... Baekhyun... Não me quer mais... E...-Puxa o ar que a faltava.- nem quer nosso novo filho. -Você então sem capacidade de procurar ar deixa que o falte, assim desmaiando. Os mais velhos preocupados começam a te sacodir e tentar te acordar.

Sunhae corre para a sala e se depara com algo que não esperava.

- Quanto tempo irmãzinha..... -Seu irmão diz enquanto vê a mesma paralisada, Baekhyun tinha postura cabisbaixa e preocupada.

- O que fazem aqui? Krystopher, Kystal, Kwang, Sook, Swan... E... -O mais velho sorri para ela. - Tao.

-Lembrou da gente! A... Espera, você está esquecendo de alguém, não? -Pergunta e logo a mesma abaixa a cabeça. -Já esqueceu dela?Que consideração!

-Min Ho... Vocês... SUMIRAM COM ELA SEUS PORRA! -Sunhae avança no maior e recebe uma violência em seu lado direito da face, nesse instante Kai descia com você desacordada no colo.

Não pensa duas vezes e te deixa encostada na parede e corre se pôndo na frente da amada e depositando um soco no rosto do cunhado.

- Olha aqui seu desgraçado, encosta um dedo nela que você vai ver. -Não ligando para a presença do rapaz, Tao prestava-se apenas em uma coisa, Você.

Em passos lentos e calmos caminha até você te analisando. Baekhyun sem reação abaixa a cabeça enquanto pedia internamente para que não fizesse mau algum à você.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Continua


Notas Finais


Tiro... Comentem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...