História Fumes - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Itachi Uchiha, Kushina Uzumaki, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Exibições 95
Palavras 2.054
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shonen-Ai
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Capítulo 7 - Naruto.


Fanfic / Fanfiction Fumes - Capítulo 7 - Capítulo 7 - Naruto.

Sakura já passou a perceber que seu amigo estava diferente. Mesmo que o loiro não percebesse, ele tinha passado a sorrir mais, mesmo que ainda nem conseguisse levantar o canto dos lábios direito. Ele passou a falar um pouco mais e seus desenhos estão mais incríveis do que nunca.  

A mulher já tentou de tudo saber o que se passava com a vida do menino e se estava indo tudo bem com ele e com seu pequeno problema, mas tudo que ele fala é que está tudo bem e que não tem nada de demais. 

Mesmo sem acreditar, ela deixava por passar e só aproveitava a companhia do melhor amigo, mesmo que por pouco tempo, já que a mesma trabalhava na faculdade e o outro passava o dia inteiro pintando. Ela se perguntava se ele não cansava de ficar pintando todos os dias a mesma coisa, mas sempre se lembrava de como seus olhos brilhavam ao começar ou terminar um novo quadro, e tinha sua resposta. 

Sakura estava pensando em ir visita-lo antes de começar a trabalhar, já que Naruto sempre chegava cedo pra poder passar mais tempo colorindo. Havia chovido bastante na noite passada, por isso sempre era preciso de um cuidado a mais ao andar pelas calçadas extremamente escorregadias do campus. 

Quando avistou o amigo ao longe, se espantou ao ver o lindo rapaz no qual fez a matricula para o curso no qual ele não queria. Ele era realmente uma graça ao ver da rosada, que não conseguiu tirar os olhos dele enquanto o tinha em sua frente. 

Ela pensou em os chamar, mas quando viu que Naruto quase caiu se não fosse pelos braços do outro que o segurou pelo braço e pela cintura. Resolveu ficar um pouco escondida e ver no que aquilo iria dar.  

Naruto nunca foi de ter relacionamentos, muito menos falava com sua melhor amiga sobre paixões ou coisas do tipo. Só uma vez que ele realmente achou que gostava dela mas que na verdade não passava de um sentimento fraternal.  

Então ela não sabia direito sobre a sexualidade de seu amigo, mas pode jurar por tudo que lhe era mais sagrado que ali, ela pode ver uma conexão tão forte que chegava a ser palpável. O jeito como o moreno olhava dentro dos olhos de Naruto era tão intenso que foi quase inevitável ver a cor das bochechas do loiro ficarem rosadas.  

Foi ali que a mulher soube o porque Naruto mudou tão de repente. 

 

-Toma cuidado. - Falou Sasuke assim que conseguiu retomar de seu transe. Estava tão perto de Naruto, tão perto, que a respiração de um batia contra a do outro dando uma sensação gostosa naquele frio todo. Sem contar o calor que o corpo do outro emanava junto com seu leve aroma de limão. 

Quando percebeu que segurava o outro pela cintura não conseguiu controlar a vermelhidão de sue rosto e a temperatura de seu corpo aumentar. Desfez do agarro ao outro alisando sua cintura sem querer, o que não passou despercebido pelo loiro que até suspirou levemente ao toque. 

-O-Obrigado. - falou sem graça enquanto desviava o olhar do moreno e passava a catar seus pertences do chão.  

-Deixa... deixa que eu pego. - Falou colocando a mão no ombro de Naruto que, mesmo um pouco atordoado, deixou que o outro pegasse. - Aqui está. - Entregou-lhe alguns pincéis e passou a carregar o quadro de porte médio para o loiro. - Vamos. 

 Andaram lado a lado até que chegaram a sala, em completo silêncio. Se sentaram lado a lado e começaram a pintar. Sasuke pintava o primeiro desenho que o loiro o deu para pintar, e podia falar que não estava ficando tão mal assim já que tinha ajuda constante do loiro.  

Por estar muito frio do lado de fora as janelas estavam todas fechadas e o aquecedor ligado, fazendo com que o ambiente ficasse extremamente abafado e que não necessitássemos mais de nossos casacos.  

Sasuke não deixou de notar como Naruto estava. Parecia tão concentrado que nem notou estar suando tanto. Sua face avermelhada, os lábios entreabertos e a respiração ofegante, fazendo com que seu peitoral subisse e descesse. Não soube quanto tempo ficou parado olhando para os lábios alheios e os desejando, mas quando se deu por vencido, chamou o loiro. 

-Naruto, está muito calor. Tire o casaco.- Falou calmo mas o loiro não pareceu entender o que ele falava. O olhou confuso e perguntou: 

-O que?  

-Eu disse que está calor, Naruto você está pingando de suor. Vai passar mal, tire o casaco. - Falou e  então o loiro levou sua mão até sua testa para verificar se era realmente verdade o que o outro falava.  

-Ah! - Exclamou sem muito entusiasmo e tirou o casaco, mostrando estar apenas com uma regata. Mas não foi isso que Sasuke notou. 

O corpo do loiro era extremamente magro e tinha até algumas manchinhas, mas não pensou muito nisso o que ele viu o chamou mais atenção. 

-Você tem uma tatuagem? - Perguntou com um sorriso ladino para o loiro que atordoado olhou para onde o moreno olhava.  

-Ah, sim. - Levantou o braço e pude ver em sua costela uma palavra desenhada.  

"Cont;nue" 

-O que significa? - Perguntou curioso. 

-Eu me lembro de ter visto na internet um movimento de amor aos suicidas. O ponto e vírgula é porque ele é usado quando o autor pode terminar uma frase, mas prefere continuar. - Falou não desgrudando o olhar da tela, mesmo que não esteja pintando, bem até aquele momento. Os lindos olhos azuis se fixaram aos meus e então ele continuou. - Não que eu seja um suicida nem nada, só achei legal a causa. - Deu de ombros e voltou a pintar, e eu decidi fazer o mesmo.  

 

Já estava no final da tarde e ainda faltavam duas horas para o Naruto ir embora, e como sempre o esperaria, o levaria até o ponto de ônibus e depois se despediriam. Mas hoje, aconteceu uma coisa nova, meio inusitada na opinião de Sasuke. 

A mesma mulher que o atendera na recepção da faculdade, agora entrava na sala de aula com um enorme sorriso no rosto, sem contar que estava vindo em sua direção. Pediu silêncio ao moreno, colocando o indicador em frente ao seus lábios rosados e deu um sorriso sapeca. 

Sem fazer muito barulho ela caminhou lentamente para perto do loiro que parecia estar bem concentrado. Quando ele tirou o pincel da tela a mulher gritou perto de seu ouvido, não tão alto mas o suficiente para o fazer dar um pulo de susto. 

-Sakura! - Gritou o loiro assim que viu quem era. Botou uma das mãos no peito para tentar acalmar seus batimentos. -Não faz isso comigo! Eu posso morrer! - Argumentou. 

-Desculpa, desculpa. Só vim te fazer uma visita e saber como vão as coisas, já que alguém não responde as minhas mensagens e nem atende o celular. - A mulher falou enquanto puxavca uma cadeira e se sentava no meio dos dois, fazendo com que Sasuke além de ficar desconfortável, sentiu raiva. 

Raiva por pensar que era a namorada dele, raiva por ela ter se metido no meio do curto espaço que os separavam e com muita raiva por perceber que ele pronuncia mais palavras a ela do que a para si. Isso foi o cúmulo até agora. 

-Desculpa, meu irmão pegou meu celular emprestado, já que o dele caiu no chão. Ele fez o maior drama porque o cara que ficou de ligar pra ele podia ter ligado. - Falou se explicando.  

-Que cara? - Perguntou interessada. Sasuke também estava então até agradeceu a mulher por ter perguntado, sabendo que o loiro com certeza responderia a ela e não a si. Era muito frustrante. 

-Ele conheceu um cara no restaurante e deu o número pra ele. Só que o cara não tinha ligado já ia fazer uma semana, quando o celular dele começou a tocar ele deixou cair no chão. -suspirou cansado por falar tanto, não estava acostumado.-  Ele se odeia até agora.  

-Nossa que azar. - A mulher riu anestesiada enquanto olhava de rabo de olho para Sasuke, sem que o mesmo percebesse.  

Vendo que o outro a olhava como se fosse poucos amigos ela deu um meio sorriso e se voltou para Naruto, mas esbarrando em uma das tintas, fazendo com que o pote caísse na perna do loiro. 

-Ah, Naru! - chamou pelo apelido, fazendo o moreno estreitar os olhos. - Como sou desajeitada. - Deixe-me te ajudar. - se ofereceu mas o loiro levantou a mão e disse: 

-Tudo bem, eu vou me limpar. - Falou brevemente antes de se levantar e ir ao banheiro que ali tinha.  

Vendo aquilo como uma oportunidade nada ocasional, a mulher se vira para o moreno com um sorriso nos lábios e pergunta: 

-Você não é o cara que teve que mudar de curso? - Perguntou se finginde de desentendida o que fez com que Sasuke revirasse os olhos internamente, já que era muito educado pra fazer isso em sua frente. 

-Sim. - Disse brevemente. 

-Sabe, encontrei você e o Naru lá no campus hoje mais cedo. - Falou vagamente, fazendo o moreno se perguntar o porque dela não calar a boca. - Vocês estão saindo? - Falou direta e agora olhando dentro dos olhos negros do rapaz, fazendo o mesmo se engasgar. 

-O-Oque? - Perguntou chocado. 

-Eu vi que vocês pareciam bem próximos hoje, queria saber se estão saindo. -  Disse como quem não queria nada enquanto olhava suas unhas. - Mas estou logo avisando, que se você o machucar eu juro, por tudo que é mais sagrado nesse mundo, que eu mato você. Pode ter certeza disso.-  Falava chegando perto do outro, que recuou gradativamente. - Naruto não tem muito tempo pra ficar perdendo com decepções e não será você que mudará isso. - Alertou. 

-Como assim não tem muito tempo? - Perguntou confuso. 

-Isso não interessa. - Falou rude. - Se fosse pra você saber, ele teria contado, mas como não contou então ele não confia em você. Não vou ser eu a contar. - As palavras atingiram em cheio o moreno que, mesmo não querendo, abaixou o olhar um pouco triste. 

Sakura respirou fundo sabendo que pegou pesado demais com Sasuke. Mas se fosse pra alguém ficar do lado de seu melhor amigo, teria que ser alguém que não desistiria dele, mesmo ouvindo as piores verdade do mundo. Uma coisa que com certeza aconteceria caso o moreno ficasse ao lado do loiro.  

Até para a rosada foi difícil, mas ficou ao seu lado mesmo assim. Queria alguém como ela ao lado dele, mas de uma forma mais afetuosa, se assim pudesse dizer. Ela queria que o amigo descobrisse os prazeres na vida, queria que ele fizesse coisas que nunca fez, comesse o que nunca comeu, escutar músicas diferentes, mas sozinho não conseguiria. Nem ela conseguiu que ele fizesse algo de diferente. 

-Olha, se você gosta dele, e eu acho que gosta, devia chama-lo pra sair. Mesmo que escute um não, tente o máximo que puder. Ele precisa disso e eu também. - falou se referindo a si, porque não conseguia ficar bem sabendo que o companheiro estava mal. - Leve o lugares diferentes daqui, mesmo que seja pra ele pintar em uma praça, o que seja. Ele não está aproveitando como deveria.  

Sasuke, agora já não a achava tão irritante quanto antes, passou a entender o do porque a mulher lhe disse coisas frias e o porque de estar agindo assim. Suspirou fundo e disse: 

-Eu vou sim o convidar pra sair, mas não porque você pediu, porque eu realmente quero sair com ele. - Ditou sério. - Não vou desistir até que ele aceite. Não sei o que ele tem, mas não deve ser tão ruim assim. Vou ficar ao lado do Naruto.  

Sakura não se aguentava de felicidade, sorria de orelha a orelha enquanto acenava positivamente. 

Enquanto isso, Naruto ouvia tudo da porta da sala. Suas mãos em punhos e lágrimas nos olhos, queria que fossem de felicidade, queria poder acreditar no que o outro dizia, mas tudo no que acreditava era na mentira em que sua amiga estava o tentando fazer acreditar. 

-De novo não, Sakura. - sussurrou aos soluços antes de sair correndo dali.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...