História Furacão Paixão!!! - Capítulo 17


Escrita por: ~

Visualizações 27
Palavras 906
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorou mais saiu.
Boa leitura.

+18 mesmo

Capítulo 17 - Erro!!!! 18tão


Fanfic / Fanfiction Furacão Paixão!!! - Capítulo 17 - Erro!!!! 18tão

NO ULTIMO CAPITULO:

Começamos a rir e fomos beber.

Bebemos muito, Bibi deu PT e Malena embebedou, como já estou acostumada não embebedei.  Fui na cozinha fazer mais da minha batida, enchi meu copo e deixei lá para o pessoal beber, notei que Mikael tinha sumido, então comecei a procura-lo, até eu ir nos fundos da casa e encontrar a Dani Russo beijando o Mikael.

Kate: MIKAEL.

Eles param de se beijar e Mikael vem até mim, não pode ser, de novo não, eu não acredito.

Mike: Kate, eu posso explicar tudo.

Kate: Não Mikael eu não quero ouvir, eu achei que você era diferente, eu achei que você me amava.

Mike: Kate, por favor me escuta pelo amor de Deus.

Kate: Não Mikael eu não vou escutar, eu realmente achei que você era fiel. (Começo a chorar)

Eu corro para cima e me tranco no quarto do Lukas, deito na cama dele e começo a chorar.

Mikael começa a bater na porta.

Mike: Por favor Kate, fala comigo, me deixa explicar.

Eu coloco as mãos em meus ouvidos tampando eles.

Kate: Eu não vou ouvir, sai daqui Mikael.

(MIKE)

Não pode ser eu tenho que falar com ela mas ela não quer me ouvir.  Sinto uma mão em meu ombro.

Kéfera: Mike? O que houve?

Mike: A Kate, ela se trancou no carro e não quer falar comigo.

Kéfera: Deixa comigo...olha... vai pra casa, e descansa, ela não vai falar com você hoje.

Sei que isso é verdade então pego meu carro e vou para meu apartamento.

(KATE)

Destampo meus ouvidos e vejo que Mikael foi embora, e ouço a voz da Kéfera.

Kéfera: Kate, abre a porta sou eu.

Vou até a porta e a abro.

Kéfera: Eu mandei o Mike ir embora o que aconteceu?

Kate: Kéh o Mikael me traiu.

Kéfera: Como? ele não pode ter te traído, ele estava quase chorando agora.

Kate: Deve ser a culpa.

Kéfera: Nossa Kate, eu não sei o que dizer.

Kate: Mas eu sei o que eu vou fazer.

Kéfera: Eu vou beber.

Enxugo minhas lágrimas e vou direto para a cozinha onde faço mais da minha batida, coloco tudo em um copo grande e começo a beber.

(RAFAEL)

Fico fora da casa pegando um ar quando a Flávia me liga.

RAFAEL: Oi amor, o que foi.

SAYU: Oi amor nada, já era pra você estar em casa, por que você ainda tá nessa festa?

RAFAEL: Porque foi eu quem organizou?

SAYU: Não se faça de engraçadinho, se você não voltar agora, acaba tudo entre a gente.

RAFAEL:Meu Deus Flávia,já to cansado dessas suas ameacinhas, se for assim então acabou porque eu não vou mais ai nem se eu quisesse.

Desligo sem esperar uma resposta, ponho o celular no bolso e pego uma garrafa de vodka no frigobar perto da piscina e começo a beber.

(KATE)

Bebo muito, a maioria das pessoas foram embora ou estavam bêbadas pego meu copo e vou para perto da piscina, chegando lá me sento na borda da piscina, e reparo que na minha frente estava Rafael, do outro lado da piscina, ele se levanta e vem até mim e se senta do meu lado.

Rafael: O que foi?

Kate: Briguei com o Mikael, e você.

Rafael: Briguei com a Flávia.

Encosto minha cabeça em seu ombro.

Kate: Estamos na merda.

Rafael: Estamos mesmo.

Eu olho para Rafael e ele olha para mim, seus olhos maravilhosos me hipnotizam, eu aproximo meu rosto do seu e nossos lábios se encontram, sua lingua pede passagem e eu cedo, ele deixa a garrafa de vodka no chão ao lado dele e coloca a mão em minha nuca, eu deixo meu copo do lado da garrafa e o abraço.  Ficamos nos beijando ali por uns minutos até A gente se levantar e entrar na casa de mãos dadas, por sorte todos da sala e da cozinha já estavam dormindo então ninguém nos viu.

Entramos em um quarto de hóspedes, acho que não era o mesmo onde estive com Mikael mais cedo.   Entramos no quarto ele tranca a porta e me joga na cama, ele some em cima de mim e me beija, começo a sentir seu membro roçando minha virilha, tiro a camisa dele e ele tira minha blusa e meu sutiã, desabotoo sua calça enquanto ele aperta meus peitos, vou tirando a calça dele com meu pés e ele faz o mesmo com meu short, ele tira minha calcinha enquanto eu tiro sua cueca, ele coloca seu pênis dentro de minha vagina e eu começo a gemer, ele beija meu pescoço enquanto arranho suas costas, ele vai acelerando cada vez mais, meus gemidos ficam cada vez mais altos, ele começa a me beijar para não fazer barulho, suas mãos apertavam minha bunda, que me deixava mais excitada, ele vira me deixando em cima dele, eu começo a cavalgar em seu membro, ele da pequenos gemidos, eu vou em direção a sua boca para beija-lo, ele me põe em baixo dele e desce até minha vagina, sinto sua lingua se movimentando em minha vagina, dou leves gemidos com o enorme prazer que estava sentindo, ele vai um pouco para trás e me beija, eu subo em cima dele e desço até seu pênis, ele segurava minha cabeça como se pedisse para eu não parar, vou para trás e começo a beija-lo, fico deitada em cima dele o beijando e ele fica apertando minha bunda.


Notas Finais


Huuummmm capitulo bem safado hein?
Kate está dando o troco em Mikael?
Ou é apenas o que seu coração quer?
Até o próximo episódio.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...