História Futuro das Winx V - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Descendentes, Winx Club
Personagens Aisha, Bloom, Carlos de Vil, Doug, Evie, Flora, Jane, Jay, Mal, Musa, Personagens Originais, Príncipe Ben, Roxy, Stella, Tecna
Tags Ação, Ametistix, Aventura, Barbie, Descendentes, Devie, Fada, Gil, Goldix, Harry Hook, Jarlos, Jonnie, Lightix, Madis, Magia, Malen, Mix, Nonix, Rubix, Safirix, Sétix, Sextix, Starlix, Topazix, Topix, Uma, Winx Club
Visualizações 53
Palavras 2.167
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, todo mundo! Trouxe o capítulo 18 para vocês! Boa leitura.
P.S.: Eu sei que a foto é a Uma, mas eu só recolori.

Capítulo 18 - Poor Unfortunate Souls


Fanfic / Fanfiction Futuro das Winx V - Capítulo 18 - Poor Unfortunate Souls

Um mês depois.

No Hospital...

Pov Lonnie.

Hoje, finalmente, o Jay sai daqui! Vou ver se a Sierra usa seu dom de cura pra sumir isso do Jay. Fiquei esperando Jay na sala de espera... Ele demora muito pra se trocar... Depois reclama de mim. Não Lonnie, pensa, ele foi baleado e ainda tem que se trocar... Você é a namorada dele, vai ajudar ele! Eu sou um gênio! Fui até o quarto do Jay, bati na porta e entrei. É muita beleza pra mim... Ele estava sem camisa... Ele não tinha percebido que eu tinha entrado, então cheguei por trás e o abracei.

Narrador ON.

-Ai... Oi Lonnie. –disse Jay. –Não devia estar lá fora?

-Sabe como eu sou... Não obedeço ordens de lugares onde meu namorado está preso há um mês! –disse Lonnie. –E eu aprendi com o melhor.

-Hahahaha, vamos. –disse Jay e pega à mão de Lonnie. –Temos muito que fazer. Como eu prometi.

Em Alfea...

Lonnie e Jay haviam chegado.

-Sierra, use seu dom da cura pra tirar isso do Jay. –disse Lonnie.

-E qual é a palavra mágica? –disse Sierra.

-Usa seu dom da cura, agora. –disse Lonnie.

-Nossa... Ta bom. –disse Sierra. –Jay, por favor, se deite e espere.

Depois que Sierra usou seu dom da cura, Jay volta ao normal.

-De nada. –disse Sierra.

-Valeu. –disse Lonnie. –Ta melhor?

-Bem melhor. –disse Jay.  –Acho que vou voltar pra Lynphea, agora.

-Depois você volta, não? –disse Lonnie.

-Sim. –disse Jay e se beijam.

-O Carlos e o Ben te levam para Lynphea. –disse Mal.

Jay, Carlos e Ben vão embora.

-Meninas! Na sala da Faragonda, AGORA! –disse Griselda.

-Grossa. –disse Honey.

-Menos vocês, estão em treinamento. –disse Griselda para as Topazix.

Na sala de Faragonda...

-Queria falar com a gente, Diretora? –disse Jane.

-Sim, sentem-se. –disse Faragonda. –Há um mês, Auradon recebeu recados ameaçadores de anônimos, e pelo o que recebemos, mandaram analisar essa carta.

-Me dá isso! –disse Uma. –Ah não...

-O que foi Uma? –disse Evie.

-Eu mereço... –disse Uma.

-O que diz no cartão, desgraça?! –disse Fallon.

-Diz... –disse Uma.

“Caros, Rei Fera e Rainha Bella,

Eu, a pior vilã do mar, ordeno que me mandem seu filho, Benjamin, para a Ilha dos Perdidos. E queremos que ele venha com a Varinha Mágica da Fada Madrinha junto. Caso contrario, acabaremos com Auradon e vocês.

                                                                                  Atenciosamente e Claramente,

A pior vilã do mar.

-Nossa! Que intimidador! –disse Kathryn.

-E eu tenho quase certeza de quem escreveu isso. –disse Uma.

-Quem? –disseram elas.

-Minha prima, Maia Sea, filha da Morgana. Minha tia. –disse Uma.

-NOSSA! –disseram elas.

-Você tem uma prima? –disse Ally.

-Sim, Maia é uma das piores. –disse Uma. –Não pior que eu, claro.

-Devem partir para Auradon, agora. Arrumem suas malas. –disse Faragonda. –Enviarei Carlos, Jay, Ben, Harry e Gil. E mais um ajudante que as senhoritas Hale irão adorar.

-É? –disseram Skipper e Rayla.

-Olá garotas! –disse Josh, filho mais novo de Musa.

-TIO JOSH! –disseram as duas.

-Tio Josh... –disseram todas boquiabertas.

-Garotas, esse é o Tio Josh, ele tem 18 anos. –disse Rayla.

-Percebesse. –disse Hanna.

-GAROTAS! Não fiquem aí paradas que nem bobas! Vão arrumar as malas! –disse Faragonda.

As garotas saem e vão arrumar as malas.

[...]

Mais tarde naquele dia.

Em Auradon...

As garotas haviam chegado e a Fada Madrinha estava junto com a banda.

-Lar, encantado, lar... –disse Mal.

-Sejam bem-vindas novamente, garotas! –disse a Fada Madrinha.

-Ahm... Valeu. –disse Rochelle.

-Entrem e se sintam em Alfea. –disse a Fada Madrinha.

As garotas entram e vão para seus legtimos quartos em dupla.

Duplas ON

Sierra & Fallon

Hanna & Rocky

Rayla & Carly

Rochelle & Audrey

Kathryn & Becky

Hadley & Kriss

Skipper & Lauren

Stacy & Mirana

Mal & Evie

Uma & CJ

Jordan & Freddie

Ally & Jane

Duplas OFF

Lonnie foi a única que sobrou.

-Querida, essa vai ser sua dupla. –disse a Fada Madrinha. –Jade, filha das Jasmine.

-Aaaaah, ela é a filha da Jasmine... –disse Lonnie. –Interessante.

-Prazer, Jade. –disse Jade.

-Ahm... Lonnie. –disse Lonnie.

-Nós vamos deixar as malas no quarto e depois nos encontramos. –disse Fallon.

No quarto de Lonnie...

-Então... Quer conversar? –disse Jade.

-Pode ser. –disse Lonnie.

-Me diga um pouco sobre você. –disse Jade.

-Meu nome é Lonnie Fernández Piertese, princesa de Sparx. Tenho 17 anos. –disse Lonnie. –Venho de duas dinastias, Sparx e Lynphea.

-Que legal! Sou Jade Agrabah, sou filha da Jasmine e do Alladin, também sou uma princesa. Tenho 18 anos. –disse Jade.

-Lonnie! Vem! Vai começar o jogo! –disse Mal.

-Você vem, Jade? –disse Lonnie.

-Sim. –disse Jade.

No Campo de Auradon...

-VAI AURADON!! –gritaram as lideres de torcida.

-Meu deus... –disse Kriss.

-Que roupa mais... ARGH! –disse Hadley. –Voila!

-Bem mais estiloso! –disse Hanna. –Tava me dando calafrios!

Depois do jogo.

Nos corredores...

Todos estavam passando pelos corredores, e meninas eram hipnotizadas por Jay.

-Oi Jay. –disse uma garota.

-Oiii Jay!! –disse outra garota.

-Jay!!! Seu lindo!! –disse outra garota.

-O que você fez com essas garotas? –disse Lonnie com ciúmes. –Elas estão todas de mimimimi pra você!

-Ta com ciúmes? –disse Jay.

-Lógico! Essas garotas não tem o que fazer não, além de pegar o homem das outras? –disse Lonnie.

-Owwwn! Não fica assim! Você é a única garota ta minha vida. –disse Jay e se beijam.

-Que sortuda... –disse uma garota.

-Oiii Jay! –disseram um trio de garotas.

-O que é que vocês veem no Jay? –disse Jade. –Ele é uma pessoa normal.

-O Jay é o clássico dos esportes daqui! –disse Angie, filha da Ariel.

-Antes dele sair daqui, todas as garotas queriam ele! –disse Thia, filha da Tiana. –A sorte é que você veio! Tinha umas patricinhas querendo ele.

-Nem nos apresentamos, sou Angie e essa é a Thia. –disse Angie.

-Lonnie, namorada do Jay. –disse Lonnie.

Na Ilha dos Perdidos...

“-E a volta do Príncipe Ben foi hoje! Ele e seus amigos voltaram para Auradon por motivos pessoais. E aqui temos os mais novos vilões escolhidos para frequentar Auradon! CJ, Harry, Gil e a temida Uma. –disse a repórter”.

-AARGH! QUE RAIVA! –disse Maia. –Aquela traidora roubou tudo o que eu queria e me deixou sem nada! Mas se eu tiver a chance de fazer o mal em Auradon, eu farei!

“-Como que é ser a garota escolhida para frequentar Auradon? –disse a repórter para Uma

-Ah... Nunca fui assim para um lugar dirente! Depois de anos sai daquela ilha, e fez muito bem pra mim. –disse Uma.”

-Aquela desgraçada! Acha que pode conquistar os outros! –disse Maia. –Qual é a dela? “Eu sou a Uma, a pior vilã dos mares!”. Me poupe.

-Por que não rouba a alma dela? –disse Ryker.

-Como? –disse Maia.

-Ou quem sabe a voz dela... –disse Lucas.

-Como é que é? –disse Maia.

-Eles falaram duas vezes! Ta surda? –disse John.

“I admit that in the past I've been a nasty

They weren't kidding when they called me, well, a witch

But you'll find that nowadays

I've mended all my ways

Repented, seen the light and made a switch

 

And I fortunately know a little magic

It's a talent that I always have possessed

And here lately, please don't laugh

I use it on behalf

Of the miserable, lonely and depressed

 

Poor unfortunate souls

In pain, in need

This one longing to be thinner

That one wants to get the girl

And do I help them?

Yes, indeed

Poor unfortunate souls

So sad, so true

They come flocking to my cauldron

Crying, "Spells, please!"

And I help them?

Yes, I do

 

Now it's happened once or twice

Someone couldn't pay the price

And I'm afraid I had to rake 'em 'cross the coals

Yes, I've had the odd complaint

But on the whole I've been a saint

To those poor unfortunate souls

 

Poor unfortunate souls

In pain, in need

This one longing to be thinner

That one wants to get the girl

And do I help them?

Yes, indeed

Poor unfortunate souls

So sad, so true

They come flocking to my cauldron

Crying, "Spells, please!"

And I help them?

Yes, I do

 

The men up there don't like a lot of blabber

They think a girl who gossips is a bore

Yes, on land it's much preferred

For ladies not to say a word

And after all, dear, what is idle prattle for?

 

They're not all that impressed with conversation

True gentlemen avoid it when they can

But they dote and swoon and fawn

On a lady who's withdrawn

It's she who holds her tongue who gets her man

 

Come on, you poor unfortunate soul

Go ahead!

Make your choice!

I'm a very busy woman

And I haven't got all day

It won't cost much

Just your voice!

 

Poor unfortunate soul

It's sad, but true

If you want to cross a bridge

You've got to pay the toll

Take a gulp and take a breath

And go ahead come on

 

Poor unfortunate souls

In pain, in need

This one longing to be thinner

That one wants to get the girl

And do I help them?

Yes, indeed

 

Poor unfortunate souls

In pain, in need

They come flocking to my cauldron

Crying, "Spells, please!"

And I help them?

Yes, I do.”

-Cala a boca! Até você Maia?! –disse Úrsula da cozinha.

-Nossa tia... –disse Maia.

-Nós precisamos dessa tal varinha? –disse Ryker.

-Sim! Ela pode nos libertar daqui! –disse Maia.

Em Auradon...

Uma estava andando pelos corredores da Auradon Prep e esbarra em uma garota.

-Ei! Olha por onde anda! –disse Uma.

-Ah... Me desculpe... Ai meu deus... –disse Angie.

-Meu deus... –disse Uma. –Você é a filha da Ariel?

-Sim, e você é a filha da Úrsula? –disse Angie.

-Sim. Sabe, você até que é legal. –disse Uma.

-Você também. –disse Angie. –Minha mãe não deixaria eu falar com você, ela falaria “Angie, não fale com a filha da Úrsula, ela pode tirar sua voz!”.

-Sério, eu não tiraria a voz de ninguém. –disse Uma. –Somos bem parecidas, não fisicamente.

-Eu posso ver. –disse Angie. –Como era na Ilha dos Perdidos?

-E como é em Auradon? –disse Uma.

Uma:

 

Se eu quiser tomar um bom café

A Bruxa vai tentar

Transformá-lo num tormento só

Difícil de aceitar

O sol nasceu e lá estou eu

Com as velas a voar

E eu vou pegar e velejar nos mares a navegar

 

Angie:

Se eu quiser comer é só tocar

O sininho de manhã

A empregada traz os waffles com

O mel e a maçã

E do salão eu ouço então a música a correr

Só queria estar em qualquer lugar onde eu pudesse ler

 

Uma:

Eu sou assim

Como você

Um outro mundo quero ter

Algum lugar com sonhos pra viver

Eu sou igual a você

Jamais pensei que fosse assim

Achar alguém igual a mim

É como o sol que todos podem ver

Eu sou igual a você

 

Uma:

Do estoque que a Bruxa tem

Uma poção vou escolher

Misturar como se convém

Um veneno vai nascer.

 

Angie:

Já vou vestir, me divertir

Dançando sem pensar

Nesse noivo que eu nem sei quem é

E jamais irei amar

 

[Uma & Angie & Juntas]

Eu sou assim       

Eu sei que é

Como você

Eu posso ver

Sabemos bem obedecer

Não hesitar

Não hesitar

Se temos que sofrer

Eu sou igual a você

Eu sou assim

Eu sou assim

Como você

Como você

E todo mundo pode ver

Um coração

Um coração

Com tanto pra dizer

Eu sou igual a você”.

-Hahahahaha! –riram as duas.

No quarto de Lonnie...

-É sério mesmo? Você namora o Jay? –disse Jade.

-Sim, eu sei que ele é filho do Jafar, você é a filha da Jasmine e a Jordan é a filha do Gênio da Lâmpada, mas o mesmo destino deles. –disse Lonnie.

-Sei lá, mas o Jay... Ele não é... Malvado? –disse Jade.

-Depende que tipo de malvadeza você esteja falando... –disse Lonnie.

-E vocês já transaram? –disse Jade.

-Mas que pergunta! Ahm... Não. –disse Lonnie. –Depois que ele tomou aquele tiro...

-Você não está pensando em... –disse Jade.

-O que? Não! –disse Lonnie.

-E aí? –disse Jay encostado na porta do quarto com os braços cruzados e olhando sedutor para Lonnie.

-Como se conheceram? –disse Jade.

-Lonnie tinha acabado de chegar a Auradon, então eu e os outros estávamos na entrada esperando elas chegarem. A Fada Madrinha se apresentou e tal. –disse Jay.

-Então eu fiquei olhando a Auradon Prep, depois que entramos. Fui até meu armário e quando fechei me assustei com o Jay encostado me olhando. E ele disse a frase mais encantadora dele. –disse Lonnie.

-E aí, gata? Meu nome é... Jay. –disse Jay enquanto suspirou refazendo a sua frase.

-Ai... –suspirou Lonnie. –E na despedida nós demos as mãos e falamos...

-“Nos vemos em breve? Sim, nos vemos.” –disseram os dois.

-Que fofo! –disse Jade. –Quem diria o filho do Jafar, apaixonado perdidamente em uma Fada das Estações!

-Meu bebezinho malvado! –disse Lonnie.


Notas Finais


Curtiram? Então não se esqueçam de favoritar para não perder nada. Até o próximo capítulo e tchaaau!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...