História 学園アリス ( gakuen alice. ) - Capítulo 96


Escrita por: ~

Visualizações 32
Palavras 5.622
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Josei, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem a demora ! 💧 mas aqui está mais um capítulo a vcs !

Mas antes .... vamos fazwr a descrição de shiro ! A personagem que entrou à pouco tempo !

Seremos breves ...

Shiro possuí cabelos negros longos , lisos e curvados nas pontas , usa uma tiara vermelha e amarela em sua cabeça que ganhara como lembrança de alguém muito especial. Seus olhos são da cor vinho , algo que realça sua pele.

Pode até não parecer , mas shiro é um pouco masculina , acompanhada de sua aura fofa. Vou por isso em evidência nós próximos capítulos.

É uma grande amiga da shouko e de facilmente se enterage com os da sua volta.

Tem 11 anos .

Alice da criação de qualquer ser vivo.

Capítulo 96 - Reportagem . ☆


Fanfic / Fanfiction 学園アリス ( gakuen alice. ) - Capítulo 96 - Reportagem . ☆


" .... ele é seu ? " - [ perguntei me referindo ao felino negro de olhos amarelos. A garota , percebendo minha presença após chamá-la , virou seu rosto me encarando , e em seguida voltou sua atenção ao animal. ]


- " é de rua , não possui um dono. "

[ resondeu - me ela com leve sorriso ainda mantendo os olhos no bicho, que , desconfiado , pereceu comendo as pequenas bolinhas de ração que ganhara da humana, provavelmente por estar com muita fome. ] " .... se gosta tanto , por quê não o leva para casa ? "

- ".... já tentei , mas , não importa quantas vezes eu leve -o , ofereça alimento e um lar , ele sempre volta ."

[ falou , dessa vez , com um tom calmo e depressivo enquanto passava os dedos indicador e médio na cabeça do vira-lata. ] "..... "

- '.... é triste , no começo achei que tinha um lugar para ir , mas , quando passo na padaria junto de minha mãe , sempre o vejo deitado e encolhido nesse poste. Parece que não confia em ninguém, sempre está em posição de ataque , então venho aqui de vez em quando , para , pelo menos, fornecer algum alimento. '

[ ela olha em volta e depois mantém a atenção no felino .... mais uma vez. ]

- " por quê nenhuma pessoa se importa ou se comove pelo menos um pouco ? .... e , muitas mães deixam seus filhos brincarem com os gatos brancos , marrons , cinzas, amarelos ... por quê só com esse que não? .... alguns adultos são terríveis. "

- " .... [ já demonstrando um pouco mais de irritação, a garota olhou em volta do ambiente novamente. Não sei se as perguntas foram mesmo para mim , mas , não ia apenas ficar calado olhando. ] ..... " em um dos meus livros de história da escola , um texto sobre a idade média dizia que gatos negros foram considerados símbolos de bruxaria , e até caçados, esse pensamento desapareceu ao longo do tempo , mas , muitas pessoas acreditam nos boatos de que esses animais dão azar." [ a garota me observava com total atenção, e após escutar o que eu tinha para dizer , virou-se pensativa para o bicho. ] ....

- " .... azar ? "

- " [ perguntou - me ela. ] ...... coisas ruins. [ um silêncio surge ... passado alguns segundos ela o quebra com um comentário enquanto observava o par de olhos amarelos.] "

- " não acredito nisso. Que eles atraem coisas ruins. "

- " ..... "

- " porque .... o que eles fizeram para serem taxados dessa maneira ? Humanos são bobos em colocar a fonte dos seus problemas em um ser inocente. "

- " .... [ e a irritação se manifesta de modo concreto , chegando até ela mesmo esquecer de sua espécie. ] .... gatos , 'por acaso' , são seus animais favoritos ? ... [ perguntei, por mais que estivesse desinteressado na resposta . ] ... [ a garota pensa um pouco , e me responde confusa. ]

- " ..... não sei. "

- " ... estranha. "

- " .... não acho que eu tenha um animal preferido ,  possuem habilidades invejáveis , gostaria de ser todos eles. "

- " .... [ ... estranha , essa garota é estranha. ] .... [ antes que pudesse dizer algo , sou interrompido por um pássaro que teve que cantar logo agora, estava pousado no fio elétrico , uma ave marrom e branca . ]

- " .... você gostaria de voar ? "

- " .... [ a voz dela me faz olhá - la novamente , estava encarando o pássaro com um desejo inocente nos olhos, denunciando sua imaginação. ] ... não sei. "

- " .... viu ? ... você é estranho agora . "

- " [ um sorriso sapeca brota em seu rosto , me irritou um pouco , mas por outro lado , me deixou constrangido. ] ...."

- " .... gostaria de poder ter asas e ganhar a velocidade que eu queria , ter a coragem do leão quando precisasse , a força e a valência do urso , agilidade do leopardo ... e ... e ... "

- " ... [ ela ri . ] "

- " .... vou ter que estudar melhor esse assunto. "

- " ..... o único animal ágil, veloz , corajoso , forte , valente e que gastasse seu tempo protegendo aqueles a quem se importam , como você com esse gato , seria o coiote , o leão ou o lobo. ... [ comentei ainda não acreditando que eu estaria mesmo interessado naquela conversa. ] ... [ sou tirado da minha discussão interior pela voz dela rindo. ] "

- " algumas pessoas comentaram sobre alguma semelhança minha com os lobos , mas , nunca acreditei. "

- " [ alegou ela encarando o céu. ] .... " [ tentei procurar alguma coisa semelhante à um lobo nela , mas não vi nada . Para mim era apenas uma garota que , pelas roupas , parecia ser bem de vida , cabelos curiosamente estranhos e um rosto bonito. Não via nada do tipo .... selvagem , pelo contrário, passava a imagem de delicadeza . Eu realmente não sei. ] .... [ levei um pequeno susto quando ,em algum momento que não prestei atenção, vi que os olhos roxeados já não se focavam mais no céu nublado , encarando e flagrando os meus que fitavam desde os seus pés , pernas , roupas , cabelo e rosto , ainda na análise que chegara a conclusão de segundos atrás. Após o susto / constrangimento , virei meu rosto um pouco quente e cerrei meus punhos dentro do meu bolso. ] ... "

- " ..... "

- ... [ " ela se levanta , pela primeira vez , já que em toda a nossa conversa ela permanecia agachada , com os braços envolvendo suas pernas e seus olhos vidrados no felino negro , qual agora andava em volta de seus tornozelos esfregando a cabeça como forma de carinho. A garota , sorrindo , avança dois passos em minha direção, confesso , estava nervoso com aquela aproximação sem aviso , e de modo repentino , ela afasta os cabelos da minha franja para o lado. ] .... "

- " .... "

- "... [ dá um pequeno riso soprado, seu mirar suave encaravam meus olhos , que provavelmente tremiam pelo nervosismo . ] "

- " .... agora que posso ver melhor , minhas dúvidas sobre sua aparência aumentaram , não sei se você se parece com um gato ... ou com uma raposa ... "

- " o - o que está dizendo ?! [ elevo meu tom de voz ainda mais envergonhado, a mesma não demonstrou nenhum recuamento e continuou a me encarar suavemente , seus dedos delicados , sem algum aviso , passaram sobre minhas pálpebras, continuei  paralisado sob aquele contato confortável . ] .... "

- " .... vermelho.    ... é bonito. "

- " .... [ ela desce suas mãos até a lateral do meu rosto.] ... "

- " .... qual o seu nome ? "

- " .... natsume. [ ela sorri . ]"

- " ' ... olhos de verão '....

- " .... "

- " ...


....espero não me esquecer de você, natsume. " 

.

.

.


[ ... ] Academia alice/ divisão elementar / campus da escola / 08 : 30 .


Shouko : ... natsume ?

Chamou a garota de longos cabelos roxos ao sentir seu pulso ser segurado pelo moreno que dormia ao lado . Eram 08 : 30 na Academia alice , domingo , portanto não haviam aulas , os três se encontravam vestidos casualmente ; shouko com um short jeans rosa bebê, uma camisa amarela com desenhos de sakuras azuis , calçada com uma sapatilha branca detalhada de pequenos brilhantes , o cabelo era enfeitado pela presilha de flores orientais ganhada de seu irmão mais velho em uma caixa preta pouco depois de chegar à academia .
Natsume , ainda dormindo , trajava uma camisa azul escura com pequenas mangas marrons , uma bermuda um pouco maior que seu uniforme da cor preta com dois bolsos, calçava um tênis preto detalhado com desenhos de cor cinza.
Luka , que estava ali o tempo todo , vestia uma camisa branca com uma frase em kanjis negros , uma bermuda cinza neutra e tênis marrons.


Luka : ele está bem ?

Shouko : ... não tem febre... - concluiu ela após uma breve análise, colocando sua mão sobre a testa do moreno , encontrada vermelha assim como o rosto por algum motivo que os dois desconheciam. - ... - a garota observou por mais um tempo seu pulso esquerdo , segurado pelo garoto que continuava dormindo . - .... natsume. - o chamou novamente , e logo ficando feliz ao ver que aqueles os vermelhos se abriam lentamente , ainda zonzos e sonolentos. - natsume ... se sente mal ?

Natsume : .... - ele nada disse , ainda precisava de tempo para processar o que estava acontecendo , mas , foi só lembrar o que viu enquanto dormia e olhar o pulso da kirishima cujo segurava , que se pôs a soltar àquele braço fino e se sentar rapidamente.

Luka : se sente mal , natsume ?

Natsume : não ... não se preocupe. - respondeu a pergunta preocupada de seu amigo sem olhá-lo enquanto levava uma de suas mãos a sua face , a qual se manifestava em uma temperatura elevada apenas nas maçãs do rosto , mas , estava interessado em outra coisa , o que foi aquilo que vira durante o sono ? .... um sonho ?
... não, era muito realista para ser isso .
... uma lembrança ? ... sim , ele poderia não reconhecer o lugar , mas lembrava do céu nublado e , principalmente, da garota denominada " estranha " por ele.

Shouko : natsume. - ele vira um pouco do rosto para olhá - la , ainda com uma expressão de quem havia despertado a pouco tempo. - está.... mesmo tudo bem ? - a observou por alguns segundos , segundos que foram suficientes para fazê -lo lembrar do que a loba fizera na lembrança que veio à tona em sua mente , fazendo -o ficar corado pela primeira vez . E sem perceber , já estava irritado.

Natsume : cale - se . - ordenou em um tom frio , virando seu rosto para o outro lado , evitando olhá - la. Shouko apenas ficou em silêncio o observando , mas não pela ordem dada pelo seu amigo ,  pela consciência de que não iria discutir com alguém que acabara de acordar , seu irmão, kazune , sempre agia dessa maneira , porém nunca insistiu em perguntar o porquê de tais atitudes.

Luka : vão brigar a essa hora ? Não acham que está muito cedo ? - manifestou - se o loiro , que gentilmente tirava as gramas verdes presas no cabelo do amigo. - está um lindo dia , façam outra coisa. - os pássaros pousados nas árvores, os coelhos próximos , todos os animais já se aproximavam , o céu azulado cheio de nuvens gritando " domingo ! " davam mais alegria àquele lugar. -

Shouko : - um breve sorriso surgiu no rosto dela , inclinou sua cabeça para trás, fechou os olhos , e sentiu a refrescante brisa que surgira no momento , fazendo os cabelos dos três amigos balançaram sob o vento. - .... sim ... .

Luka : .... - observou a garota por alguns segundos , via seu pescoço completamente exposto , uma pele branca , lisa , junto das pequenas gostas de suor que escorriam por ali , o sol , que até pouco tempo era seu colega , resolvera aparecer em maior potência naquele começo de semana. Rapidamente o rosto corou , isso já estava se tornando uma coisa normal frequente quando se estava perto dela. - .... - virou sua face para o outro lado em rápida velocidade quando a mesma abriu os olhos novamente. Natsume reparou e acompanhou todas as ações do seu amigo  , já que também permaneceu " de olho " na garota , sempre tomava esse cuidado quando se trata dela , odiaria se outro garoto a olhasse de tal forma , e ainda mais se tal pessoa tivesse a coragem e a ousadia de tentar se aproximar , mas ....era Luka , seu melhor companheiro , não gostava de saber que ele a enxergava da mesma maneira , tentou fingir que não via o interesse , que não sabia , porém, era bobagem... um erro , mas do mesmo jeito , o que ele poderia fazer ? ... o que ele poderia falar ? ..... a melhor solução foi o silêncio, se trancou lá até achar uma outra saída. Fora isso , tentava conviver com as irritações mais leves , como aquele " cão desgraçado " , modo como chamava inuyasha em sua mente .

Não é com a cara dele desde que viu a aproximação do grisalho com sua parceira , nunca viu shouko expressar sua raiva de forma tão explícita para ele como faz com o cachorro , o nível de intimidade deles era outra coisa. E o beijo ? Ah , aquele beijo .... nunca sentiu tanto ciúmes em sua vida , aquele sentimento era algo inexplicável! , escrever uma placa : " mantenha 100 m de distância, ou você morre. " e em seguida pregar nas costas da garota sem que ela percebesse era uma boa ideia na mente possessiva do moreno.
- .... - resolveu ignorar por um tempo esses assuntos que atormentavam sua cabeça . Focou no ambiente em que estava . Tinha acordado cedo nessa manhã, e ao sair do dormitório junto de luka , encontraram uma kirishima treinando em meio ao bosque, e claro , decidiram ficar lá. O loiro e a roxa conversavam  ,riam ...

natsume permaneceu calado , apenas em ouvir as vozes dos dois já se sentia tranquilo , e foi aí que adormeceu deitado na grama ... o que resultou na recordação da lembrança de anos atrás. - ....

[ .... ]

Shouko : .... e para sair de lá, ele me derrubou no laguinho de peixes do restaurante . - Luka riu com a história contada , natsume achou engraçado, porém apenas para manter sua " postura " , soltara um leve riso soprado pelo nariz. -

Luka : seu pai era estranho. - ele ri de novo - mas , sempre pensei que Willian hills fosse um homem sério, responsável... bem , é o que podemos deduzir ao ver seus shows ou entrevistas na TV. Nunca pensei que ele faria esse tipo de coisa apenas para poder voltar para casa. - e o loiro ri descontroladamente mais uma vez. -

Shouko : eu poderia dar qualquer característica para meu pai , mas , ' responsável 'com certeza estaria fora de seus padrões. - respondeu a roxeada com um leve sorriso no rosto , porém, com uma tristeza no olhar ao lembrar do que acontecera com ele durante todos esses anos. Luka entendia muito bem o motivo da queda de alegria naqueles olhos tão suaves . 

E como ele sabia ? Quase o mundo inteiro sabia ! Willian Hills , um cantor internacional famoso nos EUA , Coréia, Londres , França, Roma , Japão, Brasil , Espanha , Itália, e entre outros . Quando essa pessoa tão famosa e querida foi presa e condenada por mais de 20 anos por posse ilegal de armas e drogas , formação de quadrilha e tentativa de homicídio , a notícia chocou e abalou o mundo. Mas , não que ele fosse um fã , apenas o havia visto na TV diversas vezes pelo fanatismo de sua mãe , que , por essa vez , era fascinada pelo artista americano , ela sempre tinha deixado claro para o filho único, aquele homem era inocente , sabia , sentia isso ! Luka também acreditou facilmente no pensamento da mãe, pois nas poucas vezes que via o cantor na televisão, não encontrava uma sequer atitude arrogante na figura do homem , possuía uma aura alegre e humorística.

Todavia , voltando para a amiga ao seu lado , ele sabia que ela ficava feliz em falar de seu pai , no início até pensou em não tocar no assunto , mas , ao ver o sorriso que surgiu no rosto dela ao lembrar de seus momentos em família, quis ver mais , ouvir mais ! Queria saber tudo sobre a garota agora ! ficou muito surpreso quando ela contou tal fato e milhares de outras coisas que já tinha contado ao natsume quando haviam saído da Academia após chegarem da missão que envolvia a Z , e por falar nele , o garoto se encontrava dormindo , sonhando com a tal lembrança no momento em que os dois começaram a ter essa primeira conversa desconhecida por ele. - ... e .... quais seriam as características que daria à ele ? - perguntou um pouco tímido, mas se aliviou ao ver o sorriso , junto daquele olhar , voltarem a ser sinceros e alegres. - ....

Shouko : acho que debochado, um pouco maxista , orgulhoso , alegre , às vezes mal - educado , e com certeza paranoico. - ele riu.

Luka : não acha que está sendo um pouco dura ? - ri novamente - chamá-lo de paranoico.

Shouko : ... mas ele é... eu me lembro do pé dele me empurrando no lago. - o loiro ri novamente com a argumentação dada .

Natsume : e sua mãe ?

Shouko : .... - ela o olha surpresa , surpresa por vê-lo fazer uma pergunta sobre sua vida tão diretamente. Natsume tinha um sorriso leve e debochado em seu rosto que insistiu em mostrar inclinando a cabeça para trás ainda deitado na grama verde , seus braços, cruzados , serviam como travesseiro , já que não podia usar o colo da garota como tal. - ....

Natsume : .... - ele , percebendo o processamento na mente da garota , provavelmente surpresa pela questão, resolveu perguntar de novo. - ... e sua mãe, peixinha ? - o repentino complemento foi a gota d' água para o rosto dela atingir uma pequena coloração rósea, algo que a 'raposa ' adorava ver . Agora , pergunta repentina sobre a mulher era algo que realmente interessava o jovem , já que aquela moça , chiyo sayuri , foi amiga de sua mãe e , provavelmente , uma segunda pra ele , se esse fosse o caso , queria saber mais sobre ela , por menor que fosse , queria saber mais. - ....

Shouko : .... - a kirishima deu um leve sorriso antes de responder a pergunta , fazia um tempo desde que conversava sobre sua mãe com alguém, pois seus irmãos, ao contrário dela , não gostavam nem um pouco em falar sobre chiyo , até mesmo kazuto , que sempre ponhava um sorriso no rosto em todas e quaisquer emoções que sentia , expressava sua indignação em relação à esses acontecimentos , não gostavam de lembrar sobre tudo o que a mãe passara , porém a pequena loba , mesmo reconhecendo dos maus momentos em que a cercaram , adorava recordar os episódios que passava com sua família. E somente com três pessoas , somente com elas a garota contou alguns dos piores traumas que sofreu. - ....

Natsume : ....

Shouko : ... minha mãe sempre foi diferente de todas as pessoas da família, era otimista , animada , curiosa , delicada ... acho que a mais normal da casa. Ao se casar com meu pai , ela foi deserdada da família.

Luka : p - por quê?

Shouko : ... meus avós nunca aceitaram que minha mãe abandonasse o casamento arranjado , desistisse do curso de economia e juntasse sua vida à um cantor.

Luka : ....

Shouko : mesmo depois de meses de casados , minha avó insistiu para ela dar entrada em um divórcio, acho que no fundo , ela quisesse algo melhor para ela , entretanto , a grande questão é que não existia o ' melhor ' , meu pai era o homem ideal ,.... eles eram felizes. E então, algumas semanas depois , o sobrenome " kirishima " foi retirado junto de toda a herança. Mas , como eu disse , minha mãe cursava economia , e o que ela aprendeu serviu para organizar e ministrar os compromissos , bens e dinheiro. Não passamos dificuldades com nosso pai , não era perfeito , mas , acho que nada é. - ela sorriu gentilmente até voltar a falar - okaa san era sonhadora , seu maior desejo era conhecer o mundo inteiro , não pôde completar tudo , mas conseguiu alcançar um pouco mais da metade de todos os países.

Luka : ... É uma grande quantidade 💧 ... sua mãe era incrível...

Shouko : sim ... obrigada. Graças à esse enorme sonho , eu e meus irmãos fomos criados em volta de diversas culturas , era divertido. Okaa san não suportava a ideia de ficar presa em um só lugar , portanto organizava viagens surpresas constantemente.

Luka : huh ? " Surpresas " ? Por quê ? ela não comunicava logo à vocês?

Shouko : ... meu pai era um pouco tradicionalista ... preferia que sua esposa ficasse mais tempo em casa , cuidando das coisas .... por mais que não fizesse tanta questão, esse era um dos poucos defeitos dele.

Natsume : resumindo , ela comprava as passagens de última hora , e assim seu pai não poderia dizer não. - disse o moreno olhando para ela no último momento um pouco frustrado com o que a garota contara , ela apenas assentiu em resposta vendo o garoto voltar seu olhar para o céu novamente. 

Conversa vai , conversa vem ... os três amigos tiraram pequenos cochilos e em seguida retornaram ao dormitório para o servimento do almoço , se separaram da roxeada em alguns dos corredores do 4 ° andar , a mesma dissera ter que tomar um banho e trocar a roupa para a refeição, os dois simplesmente seguiram seus caminhos em silêncio..... até um certo momento.

Luka : natsume. - o chamou.

Natsume : hm. - respondeu enquanto continuava a caminhar sem olhá-lo , apenas dizendo para que prosseguisse.

Luka : - o loiro , já tendo parado, olhou para seu amigo que continuava andando tranquilamente com as mãos no bolso , e antes que o perdesse de vista , resolveu falar. - natsume. - ele para ao ouvir seu amigo chamá-lo pela segunda vez , e pelo tom preocupado, concluiu que não seria algo simples . - o que foi ? - perguntou calmamente agora encarando luka.

Luka : - o mesmo estava nervoso , um pouco corado , talvez com medo. - e - enquanto você dormia ....

Natsume : .... - continuava escutando o amigo falar com dificuldade , sinceramente , ele estava desinteressado, mas era assim com quase todos os assuntos que o cercavam.

Luka : s - shouko me falou algumas coisas.... b - bem chocantes para ser honesto ...

Natsume : - e foi nesse momento que seus olhos se arregalaram , o que ela havia contado ? .... algo chocante ? ... - o que ela falou ? - perguntou tentando parecer calmo e controlado.

Luka : ... sobre a família kirishima, a organização que eles próprios ministram e ... pela participação dos seus pais nela. - terminou a resposta olhando de maneira séria para seu amigo , natsume estava , com certeza , mais do que aliviado pelo 'acontecimento' daquela noite não ter chegado aos ouvidos de luka. - por quê não me contou ? - perguntou sério e um tanto decepcionado.

Natsume : ... não houve oportunidade , seria difícil de falar sobre isso dentro da escola.

Luka : .... - os dois se encararam por alguns segundos , luka poderia até considerar aquela desculpa , já que natsume também se preocupa com seus assuntos , e realmente seria burrice e arriscamento conversar tal assunto naquele prédio. Mas , houve vários momentos em que ele pudesse informar o amigo do que acontecera . - natsume ... aconteceu algo ? - seu entonamento não era preocupado como das outras vezes quando perguntava : " está tudo bem ? " . Não, era suspeita, poderia ser chamado de repreensão.

Natsume : ... não.

Luka : .... verda-

Natsume : sim. - o interrompeu virando - se bruscamente e olhando o loiro que o fitava sério com um leve vermelho em suas bochechas. - .... não aconteceu nada , luka.

Luka : .... - levemente irritado , luka passa por natsume sem dizer nenhuma palavra, até ser perdido de vista pelo moreno assim que entra em outro corredor. - .... - ele solta um suspiro e continua em seu caminho , sobe algumas escadas e chega ao corredor onde se encontravam todos os quartos de classificação " especial " do dormitório elementar , sendo apenas dois ocupados ; o dele ( número 7 do corredor especial. ), e o do kazuto ( número 3 ). - .... - olhou para o corredor vazio entrando no aposento , um enorme espaço, cama de casal , armário branco com portas deslizantes , mesa , escrivaninha para estudos , TV de alta tecnologia , aparelho de DVD , PlayStation 3 , ar condicionado , uma grande janela de vidro coberta por cortina black out e um banheiro de lajotas brancas , chuveiro , banheira , tudo do mais extremo conforto ! - .... - o moreno apenas bufou , fechou a porta e se sentou na beirada da cama , ligou a televisão com a esperança de achar algo de interessante , só que em 11 : 27 , apenas jornais , e jornais , e jornais .... nunca um filme passaria essa hora. Mas .... em um vulto de velocidade , ele muda para o canal anterior que passou por reflexo , não tinha certeza do que era a informação anunciada pelo jornal que mal sequer prestou atenção em ver o nome , mas , tinha certeza de ver um conhecido , e não estava enganado.

- Hoje , 08 de outubro , exatamente às 09 : 43 , foi fechado oficialmente o contrato de parceria entre o cantor internacional , willian hills , e um dos mais procurados compositores musicais , kirishima kakashi . Boatos de uma nova carreira vazaram há poucos meses , porém , a notícia foi realmente confirmada na semana passada. Será a primeira vez que willian voltará a fazer shows em mais de 6 anos , depois de ser preso por posse e tráfico de drogas , armas , formação de quadrilha e tentativa de homicídio. Foi solto em julho por redução de pena em bom comportamento e esclarecimento de fatos que antes o acusavam .

Durante os três meses , willian teve que passar por tratamentos psicológicos pessoais , e felizmente , nas últimas 48 horas , por parte do cantor que afirma está bem e completamente saudável, foi finalmente anunciada a data da nova turnê , marcada para o início do próximo ano. Tal evento é esperado no mundo todo , além das possíveis participações especiais de outros vocalistas nos shows , porém, apenas 5 países foram selecionados por enquanto , esses são : 

1- Japão 

2 - Estados Unidos 

3 - Canadá 

4- França 

5- Inglaterra. 

Tentamos uma entrevista com kirishima kakashi , mas não tivemos sucesso. Os pais do compositor , kirishima Makoto e kirishima kokoro não quiseram dar entrevista sobre o assunto.

Natsume : .... - a raposa de olhos vermelhos , ao observar aquela matéria, não pôde deixar de ficar surpreso, kakashi realmente tinha dito que faria alguma coisa a respeito , mas , nunca imaginaria que seria isso. - .... - observou mais uma vez o cantor , que embora seja considerado famoso por todo o mundo , nunca ouvira falar , talvez tenha escutado algumas de suas músicas, nunca se sabe . Willian não tinha traços japoneses, era alguém do ocidente . Tinha cabelos negros , nem lisos , nem cacheados . Olhos aparentemente marrons , talvez algo que as mulheres possam considerar bonito.

- Ei ! Natsume san !

Natsume : ... - reconhecia aquela voz , era seu amigo akira , possuía o alice de levitação, uma pele morena ... no começo o garoto não ia com a cara da shouko , assim como os outros da classe , porém, com a passar do tempo as coisas se resolveram , eram bons amigos agora . Akira conheceu natsume e admirou desde o início como ele não recuava aos outros , desde então , anda com ele. - entra.

Akira : com licença. - akira entra nos aposentos do moreno com kiba e yuji. - natsume san , não vai descer ? 

Natsume : .... vou. - se levantou e se dirigiu ao armário, procurando uma toalha para tomar banho. Akira viu a TV ligada e se aproximou do aparelho.

Akira : UWA ! - bradou surpreso. - willian vai voltar a cantar ?! Incrível!

Yuji : também tive a mesma reação. - yuji , um dos amigos próximos do natsume , quase tão inteligente quanto ele , tem cabelos loiros ondulados , olhos menta , e usa óculos. O mais calmo de todos , não se preocupa com quase nada.

Akira : teme ! Se sabia , por quê não me disse ?! 💢

Yuji : ... não sabia. Não pude fazer nada. - disse , como sempre , despreocupado. Algo que lhe diferencia dos outros ,  não tem medo do natsume ou de seu alice. Algo que fez a raposa não ter irritação por ele e permitir sua aproximação. - e não grite no quarto dos outros , idiota. - andou em passos leves até chegar em frente a TV. - vi o anúncio uns dias atrás no telão da central town.

Kiba : ele realmente foi preso ... - comentou kiba , um rapaz de cabelos marrons bagunçados e olhos verdes , o mais encrenqueiro e violento dos 3. - argh ! Foi uma droga parar de escutar as músicas dele !

Yuji: oh . - yuji deu um sorriso debochado - quer dizer que um dos maiores deliquentes da academia gosta do cantor willian ? - ajeitou seus óculos e um brilho de trunfo apareceu ao lado dos olhos.

Kiba : cale a boca. Fique sabendo que a minha onee chan é que é apaixonada por esse cara ! Eu apenas curto as músicas e o solo de guitarra !

Yuji : Sim , sim ... - respondeu não dando importância a defesa do amigo. - bem , eu também gosto das aberturas de anime com as músicas dele , para falar a verdade.

Natsume : .... - natsume apenas escutava a discussão dos três até que finalmente achou a toalha , a pôs no seu ombro e caminhou até a porta do banheiro . No momento em que sua mão tocou a maçaneta , o moreno resolveu perguntar o que lhe incomodava. - ... Luka ... não veio ? - os três se calaram e estranharam a pergunta , pararam para pensar no assunto ..... e era verdade ; Luka não estava ali.

Akira : ah ... não... pensamos que ele estivesse aqui .

Natsume : ....

Akira : .... n - natsume san .... é que ... - fitou natsume , que continuava parado , de costas para os três enquanto encarava a porta. - e - eu queria sab-

Yuji : aconteceu alguma coisa , natsume ? - perguntou descaradamente , fazendo com que akira levasse um susto por ser interrompido e pela audácia de seu colega ao fazer uma pergunta tão direta .

Natsume : .... não. - respondeu e entrou no banheiro. Realmente odiava brigar com Luka , mesmo que fosse indiretamente. Começou a tirar suas roupas , entrou no chuveiro que despejava uma água quente.

" s - shouko me falou algumas coisas .... b - bem chocantes para ser honesto..."

Natsume : .... - foi realmente um alívio ver que estava enganado ... por um momento pensou que .... sim , aqueles toques ... beijos .... sons .... as imagens da noite e da manhã se repetiram em sua mente .... vê-la deitada naquela cama quase nua ...os lábios quentes e doces... o suave aroma dos cabelos ....

.... os dedos dele em contato com a pele branca e macia .... poderia até não estar sentindo o prazer que ela sentira , mas , apenas em tocá -la , vê-la de tal forma , ouví - la gemer , respirar ofegante , corar violentamente ... tudo mexia com o moreno .... mexia até demais - .... merda. - reclamou ele ao olhar para baixo.

- o que foi ? - perguntou kiba.

Natsume : nada ! - massageou seu tornozelo , tirou o shampoo do cabelo , se enxugou e se vestiu. Uma camisa vermelha com detalhes aleatórios e uma bermuda preta . Abriu a porta e passou pelos amigos que estranharam a demora, calçou o mesmo tênis e saiu do quarto . 




































Notas Finais


Ta - dããã~ !!!!
Vou tentar trazer o próximo, o mais rápido possível!😘

Vcs gostaram da minha versão narradora ?
Estou pensando em fazer alguns capítulos assim .
Vou pensar , né?
Ah , pretendo editar o primeiro cap da fanfic ! Mas o que vou escrever não vai afetar nada no desenvolvimento ! 😗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...