História Galaxy - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Tags Cookie_do_kook, Cutie_a, Galaxy, Jungkook, Kookv, Seagull, Taehyung, Taekook, Vkook
Exibições 125
Palavras 851
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Ele tem um mar de fãs


Seagull, Seagull, Seagull, Seagull!

- Suas fãs estão ansiosas Jeongguk-ah. – Comentei encarando o mais novo pelo espelho. – Vendeu os ingressos em poucos minutos, soube?

- Sim. – Sorriu docemente. – Eu sou tão sortudo.

- Você tem talento. É diferente. – Acaricio suas costas. – Batalhou por isso, tem uma personalidade maravilhosa, você merece isso.

- Obrigado, significa muito ouvir isso de você.

- E por que? – Perguntei contendo um riso.

- Porque você é meu amigo. E também porque está batalhado bastante. – Jeongguk se levantou, bagunçando meu cabelo. – Até mais tarde.

- Até. – Sorrio de volta.

Me sentei no sofá do camarim do cantor, estava um tanto exausto. E se eu estava assim, imagina o moreno, que está trabalhando sem parar, sem ter um descanso decente; que seja, não tenho pena dele, de qualquer maneira, afinal sei muito bem que meu dongsaeng é feliz assim.

Eu me sinto pequeno perto de Seagull, confesso. Ele tem um mar gigante de fãs. Pessoas que o idolatram por ele fazer algo que ama – e é bom. Sabe, espero um dia as pessoas me reconhecerem por minhas letras, ou produções. É isso o que quero seguir para a minha vida.

Sou grato aos meus pais, naquele dia em Daegu nós conversamos, falei tudo o que tinha que falar, assim como Jeongguk me aconselhou, e eles simplesmente me apoiaram, falaram que me amam independente dos meus gostos e desejos.

Sou grato também ao cantor, se não fosse ele eu provavelmente continuaria me sentindo um lixo humano nesse requisito. Aliás, eu estou sendo grato a ele por muita coisa recentemente, e uma delas é por ele me fazer tão bem.

[...]

- Muito obrigado a todos que vieram hoje, eu amo vocês! – Escuto Seagull se despedir de suas fãs no palco, seguidamente de muitos gritos.

Não demorou muito, e o moreno se encontrava no mesmo cômodo que eu, seu camarim, em um estado deplorável. Estava acabado de suor, e aparentemente cansado também, mesmo assim não largava o sorriso de seu rosto.

- Parece que gostou, Jeongguk-ah. – Rio do mais novo, observando os movimentos do garoto até ao frigobar e retirar de dentro uma garrafinha de água.

- Eu amei Tae. – E se sentou numa cadeira. – Eu amo muito fazer shows. Acho que é uma das minhas partes favoritas no ramo musical.

- Imagino que deve ser realmente legal. – Comento, ainda o encarando. – Mas muito exaustivo.

- Vale a pena. – Sorriu. – É o meu sonho afinal, assim como o seu de ser produtor. Terá consequências como essas também, e tenho certeza que nem se importaria.

- É, de fato. – Sorrio, olhando para meu celular. – Pegue suas coisas que já vamos nos preparar para sair daqui.

- Isso é bom. Poder tomar um banho e dormir um pouco. – Jeongguk se levantou.

Pegamos nossas coisas, logo vários seguranças nos buscaram e nos levaram para o carro. Sempre que Jeongguk ficava a vista das fãs, acenava simpaticamente para elas. Sinceramente, ele é um ótimo ídolo para elas, parte dos grandes ídolos ao passarem por fãs não tem metade da alegria que o cantor tem. Ele merece esse gigante mar de fãs dele.

Rapidamente chegamos ao hotel, consequentemente ao nosso quarto, que dividimos simplesmente por ele pedir, alegando se sentir solitário e com minha presença isso passar. O mais novo foi tomar seu banho primeiro, já eu fiquei navegando pelo twitter, vendo comentários do show.

Parei em um da qual falava de uma garota que passou mal durante o show.

- Essa garota estava perto do palco. Eu fiquei preocupado com ela. – Sinto uma voz ao meu lado, me virando assustado, vendo Jeongguk rindo. – Desculpa. – Suspirou. – Espero que a garota esteja melhor.

- Você é tão nobre. – Sorrio. – Todo mundo deveria te conhecer, de fato, como você é.

O garoto olhou pra baixo, com um meio sorriso, agradecendo silenciosamente.

- Irei tomar banho, vê se dorme, precisa descansar. – Falo me levantando e bagunçando os cabelos morenos do cantor.

Tomei um banho rápido, mesmo tivesse dado tempo de cantar uma música, então me vesti e saí do banheiro, sem escovar meu cabelo ou coisa do tipo. Quando saí do mesmo, as luzes do quarto ainda estavam acesas, Jeongguk estava sentado em sua cama que ficava bem perto da porta do banheiro.

- Eu não sabia que cantava tão bem assim, hyung.

- E eu de fato não canto.

- Não diga isso. – O mais novo disse. – É uma das vozes mais bonitas que já ouvi, e isso é serio.

Sorrio, negando.

- Não fale tolices.

- Não estou, de verdade. – Jeongguk teimou. – Eu quero que faça um dueto comigo Tae. Por favor!

- Dessa forma eu vou merecer um aumento. – Rio. – Eu faço o dueto Jeongguk. Faço qualquer coisa que me pedir. Espero que esse seu marzinho de fãs não me mate.

- As Galaxys não vão te matar. Elas vão amar o dueto assim como eu irei e espero que você também. Ah, eu estou falando sério do dueto, tá? Promete?

- Serio isso? – Perguntei com um sorriso. – Em todo caso. Eu prometo... Agora durma, sério, tem que descansar. – Rio da cara do mais novo. 


Notas Finais


Minha one-shot dos meus pais taekook: https://spiritfanfics.com/historia/protecting-the-healer-6724959

Espero que tenham gostado! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...