História Galaxy of Sins - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Originais, Pecados, Planetas
Exibições 21
Palavras 999
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Lemon, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Uhuuuuuulll mais um capítulo novo!!!
Realmente espero que gostem 😊😊

Kissus e boa leitura 😘

Capítulo 3 - Origin: Yumi pt.2


-Eu já disse que você está linda?- Aaron sussurrou para que  somente eu ouvisse.

- Ai garoto, vê se me erra, tá?!

Ele já estava me dando nos nervos. Desde que subimos para a sala de jogos ele fica tentando se aproximar de mim, dizendo que eu estou linda...esse cara ainda não percebeu que eu não quero nada com ele?

Em compensação, Cristy está aqui. Depois de colocarmos as fofocas em dia, resolvemos ir jogar damas. Tudo corria bem, Aaron (por sorte), esqueceu-se de mim e estava entretido com Yago no videogame.

Enquanto Cristy e eu jogávamos, ela me falava sobre como era estranho estudar em casa, sobre os crushs, e sobre o quanto achara Aaron bonito e começou a me questionar sobre o rapaz.

-Ele tem quantos anos?

-17...- Respondi com ar de desinteressada.

-Hm... Ele tem namorada?

-Não, eu acho...

-Interessante...muito interessante.- Cristy coloca uma de suas mãos no queixo, como se estivesse pensando.

Rimos de algumas piadas que ela contava, sem dúvida era uma menina muito engraçada e simpática, com certeza ela era crush de vários garotos. Não deixei de notar olhares curiosos que Cristy lançava ao garoto que, ao perceber que estava sendo observado, logo corava e voltava a atenção ao videogame. Realmente, Crity sabia como constranger alguém.

Logo fomos interrompidos por Lucy que viera nos chamar para jantar.

-Pessoal, o jantar está pronto, venham!

Em seguida, descemos à sala de jantar.

************************************

Enquanto estávamos jantando, um silêncio ensurdecedor se fazia presente. O mesmo permaneceu até que meu pai resolve quebrá-lo.

-Ahm... Bem, eu gostaria de dizer o porquê de ter reunido vocês aqui, esta noite. Como sabem, a empresa de nossa família está em declínio financeiro, e o Sr. Crawford fez uma oferta para evitar que fossemos à falência...

-Onde o senhor quer chegar com isso, pai?- Yago interrompe nosso pai, já deixando-se tomar pela curiosidade.

-Se você ficar me interrompendo nunca irá saber.- Respondeu sério, logo retomando o que estava a falar. -Onde eu parei mesmo? Ah sim! O Sr. Crawford nos fez uma oferta, cuja a qual é casar nossa amada filha, Yumi com seu primogênito e inteligente filho, Aaron...- Neste momento lancei um olhar incrédulo ao meu pai, que ignorou e continuou seu pronunciamento. -...e este será o jantar de noivado, o casamento será marcado para daqui alguns meses.- Ele se direciona a Aaron que o olha com um sorriso no rosto.- Espero que cuide bem da minha boneca rapazinho.

Os convidados e meus pais começam a rir do que acabara de ser dito, enquanto eu me encontrava desnorteada, sem saber como reagir. Olhei para Cristy, esperando receber um olhar de consolo, mas o que vi foi um olhar frustrado. Ela se interessara pelo garoto a partir do momento em que o viu, e agora recebe um aviso de que o mesmo de casará com sua amiga... Entendo como ela se sente.

Levo um susto quando Yago bate a mão com força na mesa.

-Como assim!? Isso não pode acontecer, eu...eu...- Rapidamente ele sai da mesa correndo, em questão de segundos ouço a porta da entrada ser fechada com brutalidade... Eu não faço ideia do que acabou de acontecer.

Decido me retirar daquele local onde todos só estavam preocupados com o futuro financeiro das famílias, ninguém se importava se eu gostava do Aaron ou não. Senti meus olhos marejarem e uma urgência de sair dali tomou conta de mim. Levantei e subi as escadas tão rápido que, se não fosse pelo corrimão, uma leve falta de equilíbrio teria me levado ao chão. Entrei no meu quarto e tranquei a porta. Eu estava confusa...como meus pais pensam em determinar o meu futuro em troca de dinheiro? Eles simplesmente me trocaram, somente para ter a oportunidade de gabar-se do novo status social, já que os Crawford era uma das famílias mais ricas e elegantes depois da realeza. Nem ao menos perguntaram se era aquilo que eu realmente queria. Bom, quase esqueci que moro no planeta Soberba, e que aqui o que vale é se destacar e ser melhor que todos.

Após alguns minutos perdida nos meus pensamentos, ouço a porta bater:

-Yumi, posso entrar?- Yuri pede, com uma certa preocupação em sua voz. Vou até a porta permitindo sua entrada.

Ela me olha como se, sem usar palavra alguma, perguntasse se eu estava me sentindo bem, abrindo os braços em seguida, me convidando para um abraço. Rodeio os braços no pescoço de minha irmã e desabo. Meus olhos encharcavam meu rosto, borrando toda a maquiagem que Yuri havia feito mim. Depois de um tempo me afasto. Ela dá um suspiro, e finalmente, olhando nos meus olhos e fazendo um afago em meus cabelos, pergunta:

-Você está bem Yumi?

-Não, não está nada bem, nada disso deveria estar acontecendo...- Sinto que vou chorar novamente mas me controlo.- por que o dinheiro e orgulho tem que vir antes da felicidade, Yuri? Por que ninguém se importa com sentimentos... com os MEUS sentimentos? Eu não gosto do Aaron, eu não quero me casar com ele...

-Não diga isso, Yumi! Ele parece ser uma pessoa legal, e pelo olhar dele, quando o pai disse que iriam se casar, ele me pareceu muito feliz, ele gosta de você, e eu acho que você tem que dar...- A interrompo.

-Você não entende. EU não gosto dele, e não me peça para dar a ele uma chance. Aquele garoto me importuna desde o fundamental, se eu tivesse que gostar dele alguma vez, já teria acontecido. Tente me entender, eu não quero casar com alguém que não amo, simplesmente para lucrar e me vangloriar por subir de status. Quero casar por amor. Quero fazer nossos votos com a mais pura sinceridade, sem nenhum tipo de interesse financeiro, ou qualquer outra coisa que for. Quero fazer isso por que sei que essa pessoa é a que quero passar o resto da vida juntos. Consegue me compreender?- Depois de dizer isso ela me lança um sorriso de lado e me envolve em seus braços.

-Realmente, você não deveria ter nascido nesse planeta.- Fala ainda me envolvendo em seu abraço e sinto ela soltar um sorriso nasalado para mim, que também retribui.


Notas Finais


O que será que aconteceu com o Yago????


Eu amo Min Yoongi ❤❤ só por dizer mesmo. 😊

Amanhã tem mais, então aguardem.
😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...