História Galhos da Sanidade - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Taehyung, Violencia
Visualizações 94
Palavras 1.291
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drabble, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Ficção, Hentai, Lemon, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Suspense, Terror e Horror, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieee
Então
Essa é minha primeira fic do Taehyung
Espero que gostem
😊

Capítulo 1 - ⛩ Capítulo 1 ⛩


Fanfic / Fanfiction Galhos da Sanidade - Capítulo 1 - ⛩ Capítulo 1 ⛩

Kim Taehyung On


Me chamo Kim Taehyung, tenho 17 anos e estou no terceiro ano do ensino médio, sou um estudante comum, tiro boas notas, me comporto, não me meto em brigas e sou o queridinho dos professores, isso seria bom se eu não tivesse um passado tão menosprezado, fora dos portões desse colégio eu sou um assassino. Pra mim matar é algo tão normal, ver as pessoas agonizando de dor, pedindo por piedade, me sinto bem só lembrar de rostos com medo, eu não sou loco, dizem que eu sou, mais na realidade os loucos são eles. Bem minha vida no colégio não é das melhores pois sempre estou sozinho, amigos para mim são apenas distrações, coisas falsas já me basta a minha alegria, todos neste colégio tem medo de mim por rolarem blastos de eu ter matado meus pais e o marido de minha irmã mais velha, eles não estão mentindo, eu matei meus pais e o esposo de minha irmã, não me arrependo, não tenho remorso e se pudesse faria novamente. Meu pai era um drogado, vivia bêbado, é minha mãe também, toda vez que eles ficavam "Doidos" eles abusavam de mim e da minha irmã, quando eu fiz 15 anos, eu matei eles, mais os policiais aceitaram como um omicidio por justa causa, e por defesa, então fui morar com minha irmã é seu marido, pobre de minha irmã, seu esposo e companheiro batia nela, e a fazia beber e fumar a força, um dia ele tentou transar com ela na minha frente a forçando, eu quebrei uma das garrafas de bebidas e soquei ela contra o estômago daquele mostro, fiquei fazendo isso até o coração dele parar de bater. Um mês depois minha irmã de suicídiou quando foi para o Japão, trabalhadores da floresta Okigahara me ligaram informando que encontraram o corpo dela, com uma carta para mim que dizia:


Querido Irmão...

Eu sei que não deveria te abandonar, é que deveria cuidar de você como sua irmã mais velha... Mais eu não consegui... Eu sinto tanto nojo de mim mesma que eu não aguento mais isso, eu não consigo mais ser feliz... Me perdoe por te deixar, eu sei... Fui fraca a ponto de deixar, mais eu vou olhar por você eu vou cuidar de você de um lugar melhor...Eu sei que você já sofreu muito meu irmão... Eu sinto muito por ir... Quero que você não cometa o mesmo erro que o meu. Seja feliz, namore case tenha um boa esposa tenha filhos, não se deixe abalar para o que dizem você é forte, sei que consegue, eu acredito em você meu maninho, você tem muito a que viver, por favor siga em frente não deixe nada de mal te abalar,eu te amo meu maninho, lembra de quando eu te disse "Cuidado as sombras são boas e acolhedoras, mais quando elas querem seu mal elas irão te destruir"?. Quarde isso para você e se lembre eu sempre o marei meu lindo irmão, o obrigado por tudo que você fez por mim e por nós.



                                Com amor de sua irmã

                                                     Kim Hiery.”

Agora vocês sabem um pouco sobre a minha vida medíocre, mais continuo a viver assim prometi a mim mesmo que faria o que minha irmã me pediu eu iria viver custe o que custar.

Mais um dia chegou e era o início do a o letivo escolar, iria começar o terceiro ano, acordei tomei um banho me vesti, e sai de casa ouvindo música em meus fones cheguei no colégio e adentrei no mesmo, não demorou muito para que olhares e cochichos comessem, bem já estou acostumado com isso de qualquer maneira... Fui até a minha sala que no caso era a 3B, entrei e me sentei no fundo preto da janela e fiquei olhando a Paissagem que havia através dela, não demorou muito para a professora entrar na sala, então retirei meus fones e olhei para a professora.

Prof- Bom Dia alunos, eu sou a professora Lee Yoon He, eu serei a professora de filosofia de vocês -Ela sorriu gentilmente e pegou um papel em sua mesa- Hoje teremos uma aluna traferida ela veio do Brasil e espero que a recebam bem ,pode entrar querida -Ela disse é uma menina não​ muito alta adentrou na sala, ela tinha curvas brasileiras mais tinha olhos coreanos, provavelmente uma mestiça e muito lindo apor sinal.

Bom dia, meu nome é Min (S/N), tenho 17 anos e espero que cuidem de mim -Ela sorriu e se curva, e os meninos assbiam pra variar algumas meninas fecham a cara para ela e ela fica envergonhada... Ela é fofa quando é sta vermelha... Pera o que? Taehyung para de ser idiota você não vai gostar dela.

Prof. Lee- (S/N) querida se sente na frente do garoto da intimação fileira na janela o.... Kim Taehyung -Ela apontou para mim e (S/N) veio em minha direção.

(S/N)- Prazer em conhecer você Kim Taehyung -Ela sorrio amigável.

Taehyung- Digo o mesmo -Evitei a olhar para ela e fiquei escrevendo a aula inteira não consegui me consertar pelo perfume que ela emitia, era um cheiro doce mais não enjoativo, era suportável, não demorou muito para que os garotos viessem na mesa dela.

Garoto 1- Você é bem bonita por que não sai esse fim de semana comigo? Prometo que será inesquecível... -Disse ele mordendo o lábio e sorrindo com malícia, aquilo estava me irritando.

Garoto 2- Você tem um belo corpo eu adoraria te foder...-Aquilo já bastava para eu matar ele ali mesmo, (S/N) não conseguia dizer nada eles estavam tocando aos poucos nela isso eu não iria deixar.

Será que vocês não estão vendo que ela está incomoda com vocês seus cachorros no cio, saiam vocês estão atrapalhando ela e me atrapalhando. -Disse esaltando minha voz fazendo eles se afastarem então ela olhou para mim.

(S/N)- Obrigada Taehyung -Ele sorrio novamente... Aquele sorriso aquele maldito sorriso... Porque meu coração apertado ao te ver sorrir?...


{...}Quebra de tempo....


Eu já estava em casa e aquele sorriso da novata não saia da minha cabeça olhei para o meu relógio e lá marcava 00:23, não aguentei e me levantei da cama, troquei de roupa peguei minha faca favorita é minha arma pinheiro minha máscara e sai de casa andando pelos becos escuros de Seul. Encontrei uma prostituta embebedada quase caído no chão...

Prostituta- Hey gatinho vem brincar comigo... Posso fazer o que você quiser... -Disse ela apertando seus seios e se tocando em minha frente.

Gatinha venha aqui...- Ela se aproximou de mim, então a virei e ergui seu vestido, abri o zíper de minha calça ponhei uma camisinha em meu membro, para depois não ser pego por terem encontrado meu sêmen nela, a penetrei com força a fazendo gemer alto, fiquei por um bom tempo estocando ela até chegar em meu orgasmo.

Prostituta- Que jovem bem prendado... -Disse ela se recuperando, fechei o zíper de minha calça e guardei a camisinha no meu bolso.

Agora a brincadeira começa... -Sorri diabólico e peguei minha faca passando ela sobre o peito da prostituta a fazendo gritar de dor, Ah sim esses feitos que eu queria ouvir... 

Prostituta- N-Não me mate... Por... Favor...-Disse ela ela então enfiei a faca em sua perna e a rodei a fazendo gritar- T-Tenha piedade... -Sorri abafado.

Eu nunca tive -Peguei minha arma e morei em sua cabeça e disparei três tiros em sua testa a mesma logo caiu morta no chão. Sai da li e voltei até a minha casa tirei aquela roupa ensaguentada e fui tomar um banho relaxante, sai do banheiro e me vesti limpei minha faca e minha arma olhei no relógio e eram 03:29 da manhã me deitei e fui dormir, logo o dia iria começar.








"Você precisa aprender a jogar antes de entrar na batalha, os fracos serão os primeiros a morrer"......





Continuo?


           


Notas Finais


Obrigada por ler até o próximo capítulo
안녕하세요😘😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...