História Galhos da Sanidade - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Taehyung, Violencia
Visualizações 71
Palavras 1.442
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drabble, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Ficção, Hentai, Lemon, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Suspense, Terror e Horror, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieeeeeeee
Voltei
Espero que gostem
Tá meio curto eu sei
Mais espero que tenham uma boa leitura 😊

Capítulo 2 - ⛩ Capítulo 2 ⛩


Fanfic / Fanfiction Galhos da Sanidade - Capítulo 2 - ⛩ Capítulo 2 ⛩

(S/N) On


Bem faz pouco tempo que vim morar aqui na Coreia do sul, em Seul, até então eu morava com minha mãe no Brasil mais a mesma chegou a falecer então minha guarda passou para o meu pai o senhor Min Yoon Gi, meu pai e meio estranho ele costuma ficar me olhando mais sem dizer sequer uma só palavra, no momento meu pai está solteiro, eu havia o perguntado se ele estava se relacionando com alguma mulher mais o mesmo me respondeu “Não vou precisar mais de nenhuma mulher”. Isso foi estranho mais bem e a escolha dele, eu sofri muito com a perda de minha mãe, ela era uma ótima pessoa. Eu não sou feliz, sou aquela típica adolescente depreciva que se corta... Essa sou eu, meu sorriso desconte minhas cicatrizes, eu já tentei cometer suicídio mais me impediram disso, pago de boa menina mais se eu pudesse mataria todos a minha volta. Mais eu não tenho coragem de matar...Gostaria de ainda ter minha mãe aqui... Ao chegar no colégio novo já começo a ouvir suspiros dizendo "Nossa olha como ela tem um corpo estravagante... Parece um prostituta usando esse uniforme curto", não posso fazer nada se meu pai comprou o informe no tamanho menor...A única pessoa que "conversou" comigo foi aquele Kim Taehyung o único que não chegou se esfregando em mim... Ele parece ser uma pessoa sozinho no intervalo ele ficou sozinho debaixo de uma árvore ouvindo música, não que eu tenha o observado... Tá eu fiquei olhando pra ele, mais ele é muito bonito não tem como não olhar para aquele garoto as vezes ele olhava para o nada e sorria como um louco, eu gostei da loucura dele, se parece com a minha, acho que eu e Taehyung vamos ser ótimos amigos.


{...} Corta de tempo, segundo dia de aula.


Acordei toda empolgado para ir ao colégio, tomei um banho, fiz minhas igienes matinais, penteei meu cabelo o deixando solto, e passei um pó e um rímel, uma maque básica vamos assim dizer, peguei minha mochila e desci até o andar de baixo vendo meu pai tomando café.

Yoon- Bom Dia princesa -Ele sorrio ao me ver.

Bom Dia Appa -Retribui o seu sorriso.

Yoon- O Nam está te esperando lá fora, tome seu café logo -Disse ele se levantando, Namjoon e o motorista do meu pai, tenho ele é mais 5 empregados aqui em casa e todos são meus amigos, é muito bonitos.

Okei Appa -Tomei meu café da manhã e fui para o caro o Nam já estava dentro do mesmo.

Nam- Bom Dia Sra. (S/N) -Disse ele sorrindo através do retrovisor do carro.

Bom Dia Nam -Sorri de volta.

Nam me deixou na porta do colégio, adentrei no mesmo é já recebi aqueles malditos olhares já astava desconfortável quando sinto um braço Pasar sobre meu ombro e me puxando, quando olhei era o Taehyung.

E-Ei o que está fazendo? - Perguntei meio corada.

Taehyung- Estou te ajudando a passarela por essa gente sem você ter que ouvir sobre o que eles pensam de você -Disse ele me olhando- Se quiser a solto e você segue sozinha-Ele me encarou e eu desviei o olhar.

Está bem então...-Ficamos assim até chegarmos em nossas carteiras- E... Hmm.. Obrigada Taehyung -O olhei.

Taehyung- Não magina... E me chame de Tae, Okei?-Disse ele sorrindo, pela primeira vez eu havia visto seu sorriso.

Você deveria sorrir mais Tae, você é muito bonito...-Disse envergonhada e ele rio.

Taehyung- Você deveria parar de ficar corada fica fofa de mais -Ele ri me fazendo ficar muito vermelha.

Aigoo Tae -Estavamos rindo mais a professora logo atentrou na sala, e nos sentamos.

Prof.Lee- Bom Dia alunos, hoje eu irei pasar um trabalho em dupla para vocês e eu irei escolher as duplas -Ela disse e deu pra ouvir vários suspiros, ela foi falando as duplas até chegar em meu nome- (S/N) e.... Taehyung -Ela nos olhou e sorrio e terminou de falar as duplas.Então me virei para conversar com o Taehyung.

- Tae você pode ir na minha casa amanhã depois da aula pra fazermos o trabalho? -O olhei.

Taehyung- Posso sim, só me passa seu endereço -Ele sorrio novamente e senti meu coração ficar agitado, que estranho.

Está bem vou anotar em um papelzinho... -Anotei e entreguei a ele.

Taehyung- Que horas devo ir a sua casa? -Disse ele me olhando.

Depois da aula podemos voltar juntos o que acha? -Sorri amigável.

Taehyung- Okei pode ser -Ele sorrio de lado.

Eu e o Tae passamos o recreio inteiro conversando e descobrindo coisas um do outro, me sinto bem ao seu lado ele é uma ótima pessoa apenas não entendi o porquê dele estar sozinho, era pra ele ser um garoto popular mais os outros alunos têm medo dele por algum motivo, bem até agora só ouvi boatos de que ele assassinou os próprios pais e o esposo da irmã mais velha dele é que ele foi o causador do suicídio da mesma, mais eu não consigo acreditar nisso Tae não seria capaz disso não com essa carinha de bebê... Ou seria?, bem eu não irei perguntar isso a ele, isso é algo desagradável de se pedir, os olhos dele transmitem solidão... Mais quando ele sorri seus olhos criam um lindo brilho, é algo lindo.

Taehyung- Acho melhor você secar a baba em baixinha-Acabei me esquecendo que estava olhando para ele sem dizer uma só palavra, pra variar fico corada.

Aigoo baixinha não, ninguém mandou você crescer de mais -Cruso os braços e faço um bico.

Taehyung- Oh meu Deus corram a Hello Kitty Está soltando Leizer pela cidade fujam -Disse ele fazendo drama e me fazendo gargalhar.

Idiota -Disse rindo ainda, então o sinal bateu e retornamos a sala.

As últimas aulas foram de matemática com a professora Jung He Yon I'm velhinha baixinha e chata, ela não conseguia alcançar a cadeira;-;, eu ria absurdo de suas tentativas.

Prof.Yon- Taehyung me ajude aqui -Disse ela então o Tae levantou e a pegou no colo e colocou na cadeira.

Taehyung- Se quiser ajudar pra descer é só me chamar Prof. Yoo-Disse ele sorrindo para a senhora de idade.Então ele retornou ao seu lugar e a aula proseguio. Finalmente o último sinal tocou, guardei meus materiais em minha bolsa e o Tae fez o mesmo, ele me acompanhou até no portão onde o Namjoon me esperava.

Taehyung- Bem até amanhã (S/N) -Disse ele sorrindo.

Até TaeTae... Espera -O segurei pelo pulso.

Taehyung- O que foi?-Ele me olhou.

Bem você provavelmente não deixou nada para jantar em sua casa e.... Quer jantar lá na minha casa? -O olhei esperançosa.

Taehyung- Ah... Eu não quero te incomodar eu posso me virar... -Disse ele meio tímido sobre o olhar do Namjoon.

Magina você me ajudou mais cedo lembra? Só estou retribuindo -Sorri fofa.

Taehyung- Hm... Está bem... Eu aceito seu convite -Ele sorrio, então entramos no carro e seguimos até a minha casa.

Chegando lá Tae não parava de me perguntar "Porquê você mora numa mansão?" Dizia ele olhando em volta eu ria de sua situação.Entramos em minha casa e o mesmo ficava me olhando.

Me espere na sala-Apontei para o cômodo- Eu vou trocar de roupa a janta vai ser servida daqui a pouco -Sorri ele concordou e foi para a sala, subi para meu quarto tirei o uniforme coloquei uma meia 3/4 rasgadinha , uma saia preta e uma blusa branca por sima, e voltei para a sala onde o Taehyung estava sentado no sofá.Quando ele percebeu minha presença ficou me olhando me deixando vermelha.

Taehyung- Wow.... Você tá linda...-Disse ele sem tirar seus olhos de mim.

O-Obrigada....Vem o Jin-Oppa já deve ter servido a comida...-O puxei pela mão.

Taehyung- Jin-Oppa? -Ele me olhou confuso.

Ele e nosso cozinheiro um dos melhores Posso te garantir isso -Sorri e nos sentamos a mesa.

Taehyung- Onde estão sua mãe e seu pai? -Disse ele me olhando então desfie meu sorriso.

Minha mãe morreu a um mês e meu pai está na empresa ainda... -O olhei.

Taehyung- Oh me desculpe eu não sabia....-Disse ele meio confuso.

E os seus? Onde estão seus pais?- A dorga eu não deveria ter pedido isso.

Taehyung- Estão mortos -Disse ele sem demostrar qualquer sentimento.

Tae você vive sozinho? -O olho.

Taehyung- Vivo todos meus parentes morreram eu sou o único que restou -Ele me olha ainda sem demostrar qualquer sentimento, isso está me assustando.

Oh sinto muito...-Disse o olhando.

Taehyung- Não sinta, morte deles não faz diferença em minha vida -Ele me olhou, aquelas palavras frias dele me causaram arrepios.

Nos jantamos e Tae não parava de elogiar a comida do Jin , Ele realmente havia gostado, mais gostaria de entender o que ele tanto esconde... Que segredo seria esse?........







"Nas trevas a luz e determinada como salvação mais nem sempre ela vira para te salvar"......









Continua.......










Notas Finais


Obrigada por ler
Desculpa qualquer erro
Se quiserem que eu poste logo deixem bastante comentários.
Até a próxima
안녕하세요😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...