História Game for two .... again !! - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroko no Basuke
Personagens Akashi Seijuro, Aomine Daiki, Furihata Koki, Himuro Tatsuya, Kagami Taiga, Kise Ryouta, Kuroko Tetsuya, Midorima Shintarou, Momoi Satsuki, Murasakibara Atsushi, Personagens Originais, Shougo Haizaki, Takao Kazunari
Tags Akakuro
Exibições 406
Palavras 1.490
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ola meu povoooo!!!

Ontem foi o meu Aniversario UOOOOOWWWW ( to velha pra cara**) hihihih

eu ia postar o cap, no domingo só que minha casa estava cheira de gente ( aqui parece um pensão ), e quando eu estou no pc, ficam varias pessoas ao meu lado, olhando o que eu faço .. ( eu odeio isso ).. Mas aqui esta o cap. nono
eu estava sem ideia pra fazer o cap. kkkkkk foi isso ai que saiu.. espero que gostem

Capítulo 3 - Plano!!


Fanfic / Fanfiction Game for two .... again !! - Capítulo 3 - Plano!!

 

 

O menor rolava na cama de uma lado para o outro,  pensava em como sua vida não tinha mudado nada...bem, quase nada, pois ganhara uma filha linda. O amor que pensava não existir mais por akashi, estava mais forte do que nunca. Quando o viu sua vontade era de abraçá-lo e beijá-lo, dizer que o Ama, com esses pensamentos fizeram o menor entender que Nunca deixou de amá-lo. Quando foi embora, ele não sabia o que fazer, estava com medo, os meses de gestações foram de puro terror, ansiedade e dor, quando sua filha nasceu quase perdeu a vida, por pouco não morrera. Aos poucos tudo foi se ajeitando.. então porque tinha tanto medo de se entregar novamente? Essa pergunta o menor se fazia o tempo inteiro, mas ele não sabia a resposta.

 

-Você esta muito pensativo. Quer conversar?_ perguntou kise encostado na porta, o menor sentou-se na cama e deu algumas batidinhas na mesma, indicando para o amigo sentar-se, e assim ele o fez.

 

- E-eu descobri_ falou o menor abaixando a cabeça.

 

- Que ainda o ama!_completou/respondeu o loiro com convicção, assustando um pouco o menor que apenas balançou a cabeça em um “sim” mudo.

 

- Eu pensei que depois de tudo que aconteceu, ele me odiaria.. depois de tanto tempo eu pensei que o esqueceria, mas, quando eu o vi tudo voltou, mais forte.. e isso mim assustou_ desabafou o menor olhando um ponto qualquer na parede, como se fosse a coisa mais interessante do mundo.

 

-bem, eu não sou a melhor pessoas pra falar sobre isso kkk, mas, Se o ama tanto assim, porque não da uma chance pra você dois..  Ele nunca deixou de amá-lo kurokocchi_ respondeu o maior sincero. Depois de conversarem mais um pouco o loiro saiu do quarto deixando o azulado descansar.

 

-tetsu, eu sei de tudo o que te fizeram quando eu estava longe. Confesso que não sei como apagar tudo que fizeram, mas eu te peso perdão, perdão por não estar aqui, por não ter te dado atenção o suficiente, por não esta ao teu lado segurando sua mão na hora do parto, por não estar presente nos últimos meses de gestação... por tudo_ desabafou o ruivo segurando a mão do maior.

 

-E-eu te entendo akashi-kun. Mas sabes a razão pra eu ter ido embora. Eu não podia acabar com a felicidade dele, o kiichi precisava de uma família_ respondeu o menor olhando pra suas mãos juntas.

 

-você me perdoa?!_ perguntou o maior receoso, o menor riu, e essa risada fez o coração do ruivo esquentar.

 

-não tenho nada pra te perdoa...Mas você sim, Akashi-kun _ disse o menor, encarando aquelas orbes avermelhadas com ansiedade. O maior sorriu, aproximou-se do menor e lhe deu um selo rápido, mas fora o suficiente para deixar kuroko com a face vermelha.

 

- Agora, o que vai acontecer com a gente?_perguntou o maior encarando kuroko esperançoso.

 

-e-eu não sei.. tenho que ir.. Feliz ano novo..Sei-kun!_ disse o menor e saindo correndo todo corado, deixando um akashi com um enorme sorriso nos lábios.  “.

 

------->

 

- eu nunca pensei que podia sentir tanta vergonha em chamá-lo assim_ fala o menor pra si mesmo enterrando o rosto no lençol e dando um grito*nada masculino*, e foi assim que adormeceu.

 

Kuroko dormia tranquilamente ate se acordado pelo som do celular tocando, esticou a mão tateando a mesma sobre o criado mudo em busca do aparelho, assim que o encontra o desliga, e volta a dormir, ate ser novamente interrompido pelo aparelho que agora tocava loucamente.

 

-ALÓ!_ditou o menor mau-humorado, a voz do outro lado da linha riu. E o menor se arrepiou ao ouvi aquela risada.

 

-vejo que acordou de mau-humor kkkk._ falou o outro brincalhão.

 

- o que você quer akashi-kun, são...8;0pn da madrugada_ resmungou o menor, de forma infantil, akashi riu ainda mais ao imaginar a cara de criança que o menor fazia.

 

-Levante-se você não é mais criança... Se arrume pois vamos sair, já estou chegando_ ditou o maior em ordem, o menor revirou os olhos.

 

-e quem disse que eu quero ir?_ perguntou o menor incrédulo, mas ele conhecia o maior perfeitamente pra saber que aquilo não fora um pedido e sim uma “Ordem”.

 

-Eu não perguntei se você quer ir ou não. Eu disse que nós VAMOS sair.. arrumasse_ o maior respondeu e já desligando o celular na cara do menor que ficou olhando o aparelhos indignado, mas feliz. Rapidamente se levantou e correu pro banheiro, tomou um banho fez sua higiene matinal e se arrumou.

 

-Papai onde o senhor vai?_ perguntou a garota curiosa ao ver o pai todo arrumado.

 

-é-é e-eu vo-vou sair com o-o.._ o menor ficou sem graça com o olhar em que a filha lhe dava.

 

-Com o papai-red... proteja-se _ disse a menina por fim saindo do quarto deixando uma “pimenta” em forma de gente*kuroko*.

 

-e-EII quem te ensinou isso... Kaori me responda_ gritou o menor saindo do quarto com a camisa nas mãos, enquanto pedia explicações a filha ele tentava vesti-la.

 

-vejo que não perdeu a forma!_ disse akashi sentado no sofá ao lado de kaori, a menina os olhava com o olhar traiçoeiro... ela iria aprontar. Kuroko ruborizou e rapidamente vestiu a camisa.

 

-O-oi pra você também_ respondeu o azulado sem encará-lo.. o jeito que o ruivo e sua filha o olhava estava o deixando constrangido.

 

-Pla onde vamos papai?_ perguntou a menina animada.

 

-vamos ao park. O que acha?_ sugeriu o ruivo a menina arregalou os olhos e começou a pular de alegria, fazendo os maiores sorrirem.

 

- Ok então vamos_ disse o azulado sem muita animação. E assim a “nova família” partiram em direção ao park de diversões. Chegando lá Kaori começou a correr em direção aos brinquedos, fazendo os maiores correrem atrás dela.

 

-ca-calma ai, de-de vagar_ falou o azulado ofegante, akashi riu.

 

-é isso kaori, não corra, seu pai esta sedentário, não consegue correr assim_ disse o ruivo brincalhão recebendo um tapa na cabeça do menor a menina gargalhou, estava feliz em ver seus pais se dando bem, mas precisava fazer alguma coisa pra juntar esses dois. A menina enquanto brincava pensavam em algum plano “maléfico” pra aproximar os pais..  ate que uma luz se situou em cima de sua cabeça, seu plano era perfeito..

 

-Papai, minha barriga esta doendo._ reclamou a garota fingindo sentir dor. O menor se preocupou

 

-Akashi-kun é melhor irmos embora_ disse o menor o ruivo assentiu com a cabeça e assim partiram de volta pra casa.  A menina assim que chegou em casa foi correndo pro seu quarto, deixando os dois sozinhos.

 

-hé-é qu-quer alguma co-coisa?!_ perguntou kuroko ao maior

 

-hmm. Quero. Só eu sei que você não vai mim dar_ falou o ruivo sugestivamente e kuroko corou.

 

-Se-seu PE-perve~_ antes que o menor termine de falar akashi rir.

 

-nossa kuroko eu não imaginei que tivesse a mente tão maliciosa_ falou o maior brincalhão. Kuroko ruboriza.

 

-a culpa é sua.._ disse o menor em birra.

 

-ok..ok..  eu queria o~_ antes dele terminar a menina chega correndo e gritando.

 

-papai, papai. O tio kise pediu pro senhor ajudá-lo com algumas compras. Ele esta no estacionamento..._ falou a menina sorrindo “angelicalmente”.

 

-Ok. Eu vou ajudá-lo, e vocês ficam aqui_ responde o menor.

 

-não, papai-red vai junto.. você sabe, são MUITAS coisa_ disse a menina gesticulando com os braços, os dois maiores estranharam, mas deram de ombro, pois pensaram “Não tem como essa garotinha poder aprontar alguma coisa “. E foi nesse pensamente em que eles partiram em direção ao estacionamento.  Chamaram o elevado e entraram no mesmo, como eles moravam em uns dos últimos andares o mesmo demorou um pouco. Já dentro do elevador a tensão era grande de ambas as partes, eles não sabiam como reagir a essa situação.. e pra tudo “melhorar”, as luzes do elevador começam a piscar.

 

- o que foi isso?_ perguntou o menor assustado

 

-deve ter sido apenas uma queda de energia, vai ficar tudo bem_ o maior respondeu, ao terminar de falar o elevador “enguiça”, parando bruscamente, kuroko pra não cair agarra-se no maior.

 

-e agora, o que foi isso?_ perguntou o menor totalmente assustado, agarrando-se ainda mais no maior, que por sinal estava adorando essa aproximação.

 

-eu acho que o elevador quebrou_ respondeu o maior dando de ombros.

 

-O-O Q-QUEEEE!!_ gritou kuroko, estava com medo. Mas não de ficar preso no elevador, e sim de ficar preso COM o Akashi.

 

-------------------------em outro lugar....

 

Ligação ON.

 

-e então Peter, deu certo?_ perguntou a garotinha.

 

-Claro que sim. Eles não sairão de la tão cedo_ respondeu o homem

 

-Perfeito, obrigado... não se preocupe esse será o nosso segredinho_ disse amenina com um sorriso traiçoeiro nos lábios.

 

-Se precisar de mais de alguma coisa, pra ajudá-losa se reconciliarem , pode contar comigo.. ate mais Kaori-cham_ disse o homem desligando o celular.

 

-Agora é com você papai-red_ sussurrou a garotinha pra si mesma. Sorrindo maléfica;.. (milly:COM CERTESA Ela é filha do Akashi)  


Notas Finais


gente eu fiz 19 anos kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ( e eu sei to velha mesmo ). espero que tenha gostado....

Bjss !!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...