História Game of Death-Interativa - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anime, Drama, Interativa, Jogo, Mistério, Morte, Originais, Terror
Exibições 29
Palavras 2.183
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Fazia tempo que vocês não viam essa foto né? LMSDLAMDAÇS :V

Capítulo 25 - "Pim Pom, Pim Pom, o jogo começou!"


Fanfic / Fanfiction Game of Death-Interativa - Capítulo 25 - "Pim Pom, Pim Pom, o jogo começou!"

 

 

Você já se perguntou como estava o clima por lá depois do caso 5?...

Tenso seria a palavra perfeita. 

Depois que Akira morreu...O alívio cômico diminuiu...Só sobraram poucas pessoas de tal jeito. 

_O que fazer pra levantar o astral deles?_Se perguntava enquanto comia um pirulito_...Tsc Ah!...Já sei!_Exclama pegando vários papéis e puxando um notebook ao seu lado. 

...

Akemi acalmava...

NÃO ACALMA MAIS. *Imagem da Akemi morta na pilastra*

Akira brincava...

NÃO BRINCA MAIS. *Imagem do Akira morto decapitado com as linhas e tubos pelo seu corpo*

Cris os fazia rir...

NÃO FAZ MAIS. *Imagem do Cris sozinho com um olhar frio por debaixo do capuz*

Hana os fazia pensar...

NÃO FAZ MAIS.  *Imagem de Hana enforcada*

Naomi irritava...

NÃO IRRITA MAIS. *Imagem de Naomi no tapete*

Rayna descontraía nos piores momentos...

NÃO DESCONTRAI MAIS. *Imagem de Rayna morta no pequeno quarto*

...

Hora da janta?

Não mais

...

Todos estavam na mesa onde comiam...Quietos...Mas quase todos, faltava alguém.

_..._Ayumi suspirava cutucando a mesa entediada. 

Caterine olhava todos desconfortável, parecia querer falar alguma coisa. 

Gabriel estava sentado relaxado na cadeira, com a cabeça apoiada na cadeira, olhava para cima. 

Haru empilhava os pequenos potinhos que estavam sobre a mesa, e de vez em quando encarava todos.

Junko estava quase dormindo ali.

Nathalie não parava de encarar Junko...Seria uma suspeita? 

Satoro cutucava a comida com o garfo sem fome...Ainda não tinha comido. 

Satsuki tentava descontrair as vezes mais não tinha sucesso...Ficava trêmula e só causava mais "climão" sendo ignorada. 

Yuki não estava na mesa, e sim no sofá que ficava frente a mesa com seu violão, só que não o tocava. 

Yuri, já tinha se recuperado e conseguia já andar normalmente...Mas ainda se encontrava cego.

E Angel, encarava séria a parede, sem quase nem piscar.

Quando vários barulhos estrondosos tiraram esse clima parado. Ayumi se virou pra direção dos barulhos com uma cara "interrogativa".

_O-oque é isso?_Caterine pergunta assustada. 

_Vai que a gente ficou doido e tá alucinando...É bem provável isso Hah...Está todo mundo tão louco aqui que já não sei se isso é uma casa ou um hospício_Gabriel tirava sarro da situação e continuava relaxado sem ligar para o que acontecia. 

Haru se levantou ainda sério...Parecia não estar surpreso nem assustado com nada e falou: 

_É melhor conferir...

...

Chegando mais perto do barulho, deram de cara com uma porta...Como todos pararam, Junko bufou e abriu ela com tudo:

_TÁ CERTO! O QUE ACONTECE...Aqui? 

Quando todos viram, Mari estava... 

Com uma metralhadora não mão atirando pra todos os lados de uma sala que ficava dentro desta...Onde as balas batiam de parede em parede/chão e teto e não paravam...A mesma parecia estar se divertindo. 

Nathalie suspira fundo...Sim suspira fundo...Por tudo que estava acontecendo...Ficar calmo com uma situação destas...Era normal. 

Mari também estava com aqueles óculos transparentes...De repente desligou a arma, colocou os óculos pra cima e falou eufórica:

_AH! OI PESSOAL E AÍ?! 

_E-A-Í? Como assim "E aí?"_Satoro pergunta arqueando uma das sobrancelhas e ela ri se juntando a eles:

_OLHA QUE PARAÍSO!!_Ela diz puxando uma "parede armário" onde atrás se encontravam diferentes armas de fogo. 

Todos se olharam estranhos. 

_V-você gosta...Disso?_Satsuki pergunta pasma com aquele monte de armas. 

_SOU VICIADA!!...Eu faço aula de tiro e de coisas relacionadas...Olha, essa aqui combina com você..._Diz a entregando uma Heckler. Satsuki assustada a joga no chão.

_CARAMBA! NÃO FAÇA MAIS ISSO...._Grita quase chorando e recolhendo a arma aos dramas. 

_Ô Mari...Me responde uma pergunta...Você achou isso por acaso?_Yuki pergunta olhando a parede com atenção. 

_Olha...Eu estava andando por essa sala quando do nada a parede começou a brilhar...Não me contive a curiosidade e a abri...Até parecia que o destino adivinhou meu gosto!!_Respondia as risadas. 

Esse destino se chama "Desconhecido"?...Isso foi proposital com certeza...Está tramando alguma coisa..._Yuki pensa. 

_Mari! Não é bom mexer em coisas assim! Está aqui mais de meses e não sabe?!...Que droga!_Yuri exclama bravo. 

_É IMPOSSÍVEL!!_Mari responde quase chorando. 

_De qualquer jeito_Angel diz já pegando duas armas com um sorriso no rosto_A propriedade não é da Mari né?_Diz enquanto manuseava uma. 

Quando, a porta se fechou, e outra parede se fechou atrás dessa porta...Um corredor se ligou em uma portinha da frente brilhando. 

_Pim Pom, Pim Pom!! Está na hora de mais um jogo!! Pim Pom, Pim Pom, o "Jogo em Conjunto 2" Começou!_Dizia e o chão do corredor, paredes e o teto começaram a piscar de várias cores diferentes. 

_Não...Não isso de novo não_Ayumi dizia se recusando em entrar no corredor, quando Haru a estendeu a mão...

_Você sabe as consequências...Vamos...

_Tá me convidando pra um passeio, encontro legal com a morte?!_Ayumi respondia quase rindo sarcasticamente. 

_...Você sabe que quem se recusa tem uma punição ou até a morte...E eu..._Ele diz e de repente desvia o olhar_Não queria que algo do tipo acontecesse com você.

Ayumi arregalou um dos olhos meio assustada e andou rápido passando por ele envergonhada. 

Haru olhou pro lado e viu Nathalie encarando os dois se expressão nenhuma no rosto e depois entrou no corredor...Nathalie depois daquilo parecia ter "morrido"...Se fechou com todos. 

_AMO JOGOS ASSIM SABE?!_Junko exclamava pra Satoro feliz. 

_Eu os odeio...Queria poder me acordar e saber que na verdade tudo isso foi um grande pesadelo_Satoro suspira decepcionado, conversando com Junko pelo percurso do corredor. 

_O que vocês acham que vai acontecer com a gente agora?_Satsuki perguntava com dor nos olhos só de pensar no jogo anterior. 

_...Na real...Não faço ideia_Yuki responde com os olhos fechados. 

_Espere que não seja nada ruim...Todos acabaram de se recuperar..._Yuri disse, o que surpreendeu Angel ao lado. 

Quando era o fim do corredor..Todos chegaram a outra porta, azul. Caterine que estava na frente...:

_Espere que dê tudo certo...Parei todos aqui mais de qualquer jeito...Boa sorte...Posso abrir?_A mesma perguntava com a mão esquerda na maçaneta e a direita apertando a mão de Gabriel. 

_Vamos..._O mesmo respondia suspirando. 

E assim aconteceu, Caterine abriu a porta....Que revelou um lado de fora...Seria isso...

_ESSA...ESSA... É A SAÍDA?!_Mari gritava pulando pro lado de fora. 

_Não acredito....A gente conseguiu?!_ Junko perguntava perplexa também saindo, assim como todos, apenas Haru e Yuri tinham ficado. 

_Não vai sair?_Yuri o pergunta. 

_Estou analisando...Tem algo de errado, você não acha estranho?_Ele o responde. 

_Eu não "acho" eu tenho certeza de que isso não é uma saída... 

E estava certo, com tudo o lugar parecia ter sido "desligado", revelando somente uma arena horrível, com várias pedras, espaços, paredes, e armas de bolas espinhosas por todos os lados. 

_Deviam ter visto a cara de vocês_Ele falava rindo

_Qual é o propósito disso?!_Ayumi perguntava nervosa. 

_Ah, só escutem isso...Neste jogo não terá um ganhador...Terá um perdedor.

_Menos mal..._Gabriel falava. 

_Quero que subam nestas pedras, cada um escolhe uma e subam. 

Ficou assim, como era uma roda de pedras, Yuri ficou na de número 1, seguido por Mari, depois Haru, Nathalie, Caterine, Ayumi, Junko, Satsuki, Gabriel, Satoro, Yuki e Angel. 

_Tá e agora?_Caterine pergunta tensa. 

_Vocês são tão distraídos_Ele ri_Enquanto andavam pelo corredor, estalei fones para cada um de vocês...

_E...

_Agora?...Se salvem...Só isso. 

Ayumi recebeu uma mensagem de voz pelo fone: 

"******************** Vai morrer...Mas não diga pra ninguém, não dê pistas, não ajude...Finja que não recebeu esta mensagem"

Ayumi ficou perplexa e não percebia o pedaço de teto que iria cair em cima dela, quando Caterine a alertou, e Ayumi correu pro lado, ficando sem dano. 

Todos escutaram um barulho que vinha em suas direções, flechas acertaram Haru e Nathalie que instantaneamente caíram no chão: 

Todos fora Haru e Nathalie receberam mensagem:

"Não os ajude"

Quando o outro pedaço de teto ia caindo por cima deles, Yuri de repente arrastou os dois pra fora:

_DANE-SE ESSA MENSAGEM!! SÉRIO...ISSO É UM TESTE?!_Yuri gritava revoltado..Tinha os salvado. 

Mensagem para Yuri:

"Tsc, Tsc...Não pode me desobedecer"

Um pedaço de farpa cortante caiu por cima dele, que gritou alto e tentava as tirar. 

Um tempo de 10 segundos ficou silencioso e depois todos tiveram que correr pelo o que vinha atrás deles...Caterine tinha ficado pra trás.

_CATERINE! VAMOS!! _Gabriel corria a chamando quando parou. 

_EU NÃO CONSIGO!_A mesma gritava desesperada fechando os olhos, Gabriel voltou a puxando e correndo junto: 

_NÃO LARGA A MINHA MÃO! NÃO LARGA A MINHA MÃO!!_Eles tinham que gritar...O barulho era alto de mais e os fazia ficar mais tensos do que já estavam. 

Todos corriam desesperados até a ponta, onde receberam a mensagem:

"Jogue alguém...E o que está atrás de vocês parará instantaneamente. "

Todos se olharam nervosos e Nathalie foi pra trás, para se garantir que ninguém a empurraria. 

"Ninguém vai?"

Gabriel olhou estranho para Haru que estava ao seu lado, quando ia dando um passo até o tal, Yuri foi voltando pra ver o que era aquele "tal'' negócio que nunca chegava. 

_É sério isso?!_O mesmo perguntava procurando_Você nos enganou para que nos matássemos!? 

"Não mais"

Todos receberam mensagens diferentes em cada fone, o que os fez se encostar na parede ao lado, ficaram lá.

Todos estavam calados e não falavam nada, quando Mari deu um cochicho e balançou negativamente a cabeça.

Ayumi a olhou curiosa, estava soando. 

A parede a frente deles estava cheia de espinhos grossos e afiados. Mari fazia caretas estranhas enquanto estava encostada...Quando Ayumi ia perguntar o que tinha acontecido, percebeu sangue nas costas de Mari, e viu que a sua parte da parede, deu azar de ser a única daquele jeito...E eles não podiam sair dali. A parede de Mari, estava com várias facas postas de vários jeitos pra fora da parede, Mari parecia também não poder gritar. 

Yuri que estava ao lado de Mari também a percebeu nervosa, ela começou a falar palavras estranhas bem baixo enquanto o sangue se espalhava e as grandes facas iam a consumindo aos poucos. Quando Yuri ia ajuda-lá..

Mari de repente empurrou Yuri com tudo para parede a frente, que gritou com suas costas sangrando. 

_MARI O QUE ESTÁ FAZENDO?!_Caterine gritou pasma. 

A parede a frente deles foi puxada para o lado como uma porta de correr, revelando 12 telas diferentes, e ao lado deles, uma espécie de "ventilador" gigante cortante. 

As telas os faziam diferentes perguntas estranhas e bizarras.

_Isso tá estranho...Isso está bizarro, não sei o que está acontecendo!! As coisas não se juntam!! ISSO NÃO FAZ SENTIDO!!_Satsuki gritava enquanto se contorcia, por ver o sangue, sua personalidade mudava. 

_Me digam...Qual a melhor forma de morrer?

_Eu acho que não existe "melhor forma de morrer''_Angel diz encarando as câmeras_Acho que a maneira de morrer...É viver. 

Satsuki começou a enlouquecer e dar vários socos em sua tela que a machucava por ser de vidro, a cortava. 

_Satsuki pare!_Yuki dizia assustada. 

_Estão...Estão todos ficando loucos... Não entendo o que está acontecendo...Os acontecimentos não estão fazendo sentido...Oque está acontecendo? Onde estamos?_Satoro se perguntava colocando as mãos na cabeça_ONDE ESTAMOS?! 

Todos ficaram quietos e diante de todo aquele desespero, Mari olhou de relance pra Yuri que estava com dificuldades e...

...

Flashbacks

_MORRA AKEMI!_Dizia a matando

..

_NÃO SEI SE ME SINTO ARREPENDIDO!!..._O mesmo começava a chorar em meio ao desespero. 

...

_EU NUNCA FUI MÁ COM NINGUÉM POR AQUI!! Porque fazem isso comigo?!_Yuri perguntava dias antes da morte de Akemi. 

...

_Naomi...Não, ela não...

...

_Eu confio em você Haru...

...

_Na verdade eu confio até de mais nas pessoas...Pode não parecer mais eu tenho problemas quanto a isso.

_É por isso que ficou desesperado quando matou Akemi?..

_Eu tenho medo...Eu sou doente...Tenho medo...

...Que as pessoas morram... 

_Isso não faz sentido...Porque matou Akemi então? 

_Eu não sei...Senti raiva ao ver que ao invés de mim, ela tentava superar as coisas e ajudar aos outros...Eu odiava ela...Akemi não merecia viver!! Não...Na verdade ela deve viver...Não eu...EU!..._O mesmo começava a se contorcer

_Medo estranho o seu... Calma!! Se acalme!! 

..

Empurrou Yuri com tudo para o lado...Para ele...

O "Ventilador Cortante"

...

_Não...NÃO...EU NÃ....MARI!!!!!_Yuri gritava.

...Gritava.

Foi uma outra parede que se abriu ali atrás de Yuri também...A parede de armas, que dispararam enquanto o mesmo estava sendo...Brutalmente morto. 

Ele gritava e seu sangue se espalhava espirrando em todos, até a última pessoa daquela fileira. Logo não se via Yuri...Só se via pedaços de corpo jogados para todos os lados, membros inferiores...Olho, fios de cabelo...A sua única marca ali...Era suas roupas. 

Mari olhava aquilo tudo assustada, com os olhos arregalados, quando alguém recebeu uma mensagem...

_NÃO...NÃO O FAÇA!!_Caterine gritava e todos a olharam. 

A mesma correu até Mari e balançou a cabeça negativamente olhando para o ventilador e voltou ao seu canto...

De repente...

Mari cai no ventilador junto de Yuri, e tudo se repetia. 

Yuki gritava descontroladamente, gritos horrorosos...E Satsuki, assim que viu sua amiga sendo praticamente "triturada", voltou ao normal olhando pra ela e recebendo seu sangue, quando deu um alto grito de "Não" e olhou lá pra frente. 

Ela não tinha voltado ao seu lugar...

Ela tinha fingido...

Ela tinha a matado...

Caterine matou Mari a empurrando para o tal ventilador. 

...

E é aí que um caso leva ao outro.

Caterine matou Mari, assim como Mari matou Yuri.

Flashback

Mari e Yuri rindo e conversando juntos, e Caterine os observava brava de longe

...

O que estava acontecendo ali?

 

_Ah é verdade...2 morreram não só um_E ria.

 

 

 

 

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...