História Game of Survival - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Laura Marano, R5, Sabrina Carpenter, Sofia Carson, Vanessa Marano
Personagens Ellington Ratliff, Laura Marano, Personagens Originais, Riker Lynch, Rocky Lynch, Ross Lynch, Rydel Lynch, Sabrina Carpenter, Sofia Carson, Vanessa Marano
Tags Ellington Ratliff, Laura Marano, Raura, Riker Lynch, Rocky Lynch, Ross Lynch, Rydel Lynch, Sabrina Carpenter, Sobrenatural, Sofia Carson, Vanessa Marano
Visualizações 28
Palavras 1.023
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Capítulo 03


Fanfic / Fanfiction Game of Survival - Capítulo 3 - Capítulo 03

P.O.V Riker

- Se arruma nós vamos sair  - falo entrando no quarto do Ross.

- Para onde nós vamos? - ele perguntou deitado na cama.

- Nós vamos para praia - falo o olhando.

- Você não tem medo do perigo, não é? - ele falou  se levantando.

- Você prefere ficar mofando aqui dentro? - pergunto ríspido.

- Não - ele falou me olhando.

- Então eu acho melhor você se comportar - falo saindo do quarto.

P.O.V Laura

- Anda logo Laura! - Sofia gritou do andar de baixo.

- Já vai! - falo saindo do quarto. - Pronto.

- Finalmente, eu estava começando a achar que você tinha morrido naquele quarto - Sabrina falou se levantando do sofá.

- Não seja tão exagerada - falo pegando as coisas em cima do sofá.

- Para onde vocês três vão? - Ellington perguntou saindo da cozinha.

- Para praia - falo torcendo para ele não querer ir junto.

- Esperem eu me trocar - ele falou subindo para o quarto.

- Que ótimo - Sofia resmungou se jogando  no sofá.

- Como você está em Sofia? Eu fiquei sabendo que uns  caçadores tinham te encurralado em Paris.

- Eu estou bem Lau - ele falou suspirando. - Mas tinha sido por pouco.

- Oque aconteceu? - Sabrina perguntou se sentando. 

- Aqueles  caçadores estúpidos me confundiram com uma outra vampira e vieram atrás de mim.

- Como você fugiu? - pergunto a olhando. 

- Eu apaguei eles - ela falou gesticulando com as mãos. - Minha sorte foi que era de noite e nem um deles viu meu rosto.

- Da próxima vez fique por aqui em vez de ir para a Inglaterra - falo rindo dela sendo seguida pela Sabrina.

- Muito engraçado, a sorte de vocês duas é não serem vampiras - ela jogou uma almofada em um e na Sabrina.

- É verdade ser bruxa é bem melhor - Sabrina falou jogando a almofada de volta.

P.O.V Rydel

- Quanto foi a última que vez que nós viemos na praia? - pergunto saindo do carro.

- Nem me lembro mais - Rocky falou pegando as coisas do porta mala.

- Foi antes do Ross nascer - Riker falou o ajudando.

- Então quer dizer que vocês se divertiam sem mim? - ele perguntou saindo do carro. - Oque mais vocês faziam?

- Nós tinhamos uma vida - falo o olhando.

- Rydel, por favor - Riker falou me olhando. - Sem brigas.

- Tudo bem - falo pegando as minhas coisas.

- E você se comporte Ross.

- Sempre - ele falou em um tom de deboche.

- Fique perto de mim - Riker falou o puxando para perto dele.

- Porque você não coloca uma coleira em volta do meu pescoço? - ele perguntou em um tom de voz sínico.

- Porque nós não tínhamos uma em casa - fala indo para a areia.

[...]

P.O.V Ross

- Isso está tão chato - falo deitando na cadeira de praia. - Eu realmente  achei que sair de casa seria mais divertido.

- Está ótimo - Rydel falou pegando sol.

- Aproveite o sol Ross - Rocky falou me olhando.

- Que ridículo, nós estamos aqui aproveitando uma das únicas coisa que pode nos matar - falo olhando para o mar de pessoas na minha frente.

- Como se você não gostasse - Rydel falou me olhando. - Pare de ser mau agradecido, se não fosse pela Ellen você já teria virado pó.

- Ridículo - falo revirando meus olhos.

- Vai comprar algo para comer vai - Riker falou me dando dinheiro. - Se comporte.

- Tudo bem! - falo ficando em pé. - Você só  sabe falar isso.

- É a única coisa que você escuta - ele falou rindo.

P.O.V Laura

- O sol está ótimo - falo abrindo a cadeira de praia.

- Não poderia estar melhor - Sabrina fala se sentando para pegar um sol.

- Vocês estão sentindo esse cheiro? - Sofia perguntou ficando em pé. - Oque ele está fazendo aqui?!

- Ele quem? - pergunto olhando na direção dela.

- Aquele gato lá - Sabrina apontou para um cara loiro que a Sofia está encarando.

- Ele é um psicopata isso sim - ela falou com um tom de raiva na voz. - Ele é um assassino.

- De onde você o conhece? - pergunto a olhando.

- Londres, eu morava por lá anos atrás - ela falou se sentando. - Eu só espero que ele não sinta meu cheiro.

- Se acalma ele nem deve lembrar de você - Sabrina falou colocando os seus óculos de sol no rosto.

- Espero que sim - ela resmungou esticando as pernas para pegar um sol.

- Onde está o seu irmão Laura? - Sofi perguntou olhando em volta.

- Ele deve estar paquerando uma garota por aí - falo e ouso as duas começar a rir. - Podem rir eu deixo.

- Sabe, essa é a primeira vez que eu te ouso rir - aquele garoto loiro falou aparecendo na nossa frente.

- Eu não acredito - Sofia fala resmungando. 

- Pois acredite - ele disse sentando no lado dela na areia. - Nós não nos vemos faz quanto tempo?

P.O.V Sofia

- Muito tempo - falo o olhando. - Se eu não me engano você estava tentando me matar.

- Você estava tentando pegar oque era meu - ele falou dando de ombros. - E não fale como se isso fosse a única coisa que aconteceu entre a gente.

- É a única coisa que importa é além do mais se não você por mim várias pessoas teriam morrido - falo tentando aproveitar meu​  sol.

- Pelo que eu saiba elas estão mortas agora - ele falou fazendo piada.

- Vai se catar - falo tirando meus óculos de sol.

- Você não vai me apresentar suas amigas? - ele perguntou se levantando.

- Eu não vou apresentar um psicopata para as minhas amigas - falo o encarando.

- Assim você quebra meu coração - ele falou oque me faz revirar os olhos.

- Que coração? - o questiono dando um sorriso de lado.

- Ross! - ouso alguém gritando.

- Acho que essa é a sua deixa - falo dando uma pscadela para ele.

- Nós vamos nos ver de novo - ele falou sorrindo para mim. - E eu espero ter a chance de conhecer suas lindas amigas.

- Cretino - falo para ele antes dele ir embora.

- Pense oque quiser - ele falou saindo.

 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...