História Game Over! - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Lysandre, Nathaniel, Rosalya, Violette
Tags Acampamento, Alexy, Amor Doce, Armin, Blue, Colegial, Escolar, Fanfic, Gay, Jogo, Kentin, Romance, Rosalya, Sexo, Verdade Ou Desafio
Exibições 176
Palavras 2.224
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá amores, mais um capítulo para vocês..
Boa leitura!! <3

Capítulo 6 - Sentimentos e Confissões


Fanfic / Fanfiction Game Over! - Capítulo 6 - Sentimentos e Confissões

Não consigo entender o que está acontecendo comigo, desde aquela noite eu ando confuso. Eu sempre gostei da Blue, ela era meu sol, sempre feliz e radiante, curiosa e destemida ela sempre me protegia quando eu era frágil demais para fazê-lo sozinho, e então ela se mudou e meu mudo saiu do eixo, sem ela eu era apenas um nanico magricela com óculos enormes e sem amigos, então fiz de tudo para que meu pai me mudasse para a nova escola dela e ao chegar lá as coisas só pioraram, a história da Ambre e tudo o mais, meu pai achou que eu era fraco demais já que não conseguia me defender de algumas garotas. Fui mandado para a escola militar e lá eu mudei, me tornei um novo Kentin, mais forte e confiante, jurei que estava fazendo aquilo por ela, olhar sua foto me dava forças para aguentar mais um dia naquele inferno, eu sabia que o que sentia por ela não era reciproco eu era apenas um amigo idiota, mas sempre tive a esperança de um dia conseguir conquistá-la.

Quando finalmente consegui voltar para Sweet Amories, me vinguei da Ambre e coloquei o meu plano de conquistar a Blue em ação, porém eu não contava com o Alexy, ele era um aluno novo, eu não o tinha conhecido da última vez que estudei lá, ele era espontâneo, divertido e super irritante, porém ele o o Armin me receberam de braços abertos e se tornaram os meus melhores amigos, mesmo que me irritassem bastante eu sabia que era brincadeira não na maldade como os outros costumavam fazer antes, a Blue estava um pouco distante, ela vivia cercada pelas meninas ou acompanhada de um dos rapazes, mesmo que continuasse me tratando bem como antes eu pude sentir que o meu sonho de conquistá-la estava por um fio.

Decidi que não queria mais ser machucado, e comecei a passar mais tempo com os meninos. Se um dia algo entre mim e ela fosse acontecer não queria que fosse algo forçado, eu queria que ela gostasse de mim porque gostava e não por pena, eu iria continuar tentando conquistá-la mas não com tantas esperanças, afinal no tempo em que eu estava fora ela se aproximou bastante dos outros rapazes, principalmente o Armin, mas ele disse que eram apenas bons amigos e que eu não me preocupasse, então o Alexy se tornou uma âncora e meu melhor amigo e não me importava se ele era gay, afinal cada um faz suas escolhas e quem sou eu para julgar alguém depois de tanto ser julgado? Percebi que ele estava começando a sentir algo a mais que amizade por mim, não dei muita importância eu sabia que ele não iria forçar nada, ele sabia que eu era hétero e gostava da Blue, certa vez até me incentivou a me declarar para ela mas não consegui, eu sabia que aquilo podia estar machucando ele, mas eu não conseguia me afastar eu simplesmente não podia.

E naquele dia na fogueira, quando ele lambeu a minha barriga eu me senti diferente, pela primeira vez senti atração por alguém além da Blue, eu quis beijá-lo ali na frente de todos sem nenhum pudor ou arrependimento, porém eu não podia. Estava confunso, era como se tudo em minha cabeça estivesse bagunçado em um quebra-cabeça impossível de ser resolvido, ele estava tão próximo naquele momento ninguém nunca chegou tão perto de mim fisicamente, para falar a verdade o meu primeiro beijo foi com a Ambre, o que não me orgulha nem um pouco nem teve o mínimo significado, afinal não havia nenhum sentimento envolvido além da minha raiva. Mas eu queria  beijar o Alexy, até mais do que eu queria a Blue. Meu Deus o que está acontecendo comigo, eu não estou sendo racional como posso estar pensando uma coisa dessas. Levantei da cama e fui em direção ao banheiro lavar o rosto, ao levantar os olhos e me olhar no espelho pude ver a pequena marca  que estava quase desaparecendo não queria que estivesse, ela me recorda aquele momento e me deixa... feliz.

Preciso tomar um ar e esfriar a cabeça, não estou raciocinando direito com certeza uma corrida vai me fazer bem, quando saí do chalé estava quase escurecendo daqui a pouco seria o jantar. Comecei a correr pelas árvores estava me sentindo um pouco melhor, bem pelo menos não estava mais sufocando, aqui é realmente bonito. Mas o meu pequeno alívio durou pouco. Ouvi um barulho e parei abruptamente, quando olhei umas árvores adiante pude ver o Armin pressionando a Blue contra uma árvore, ela estava vermelha e sorrindo, cheguei mais perto para tentar ouvir o que eles falavam, o meu coração estava acelerado pude sentir o bile subindo por minha garganta , mas continuei forte, afinal podia ser apenas um mal entendido, o Armin não faria algo assim com a Blue sem me falar  o que estava sentindo antes, eu o entenderia e se ela realmente gostasse dele eu ficaria feliz pelos dois, afinal eu só queria que ela fosse feliz mesmo que não fosse comigo.

-Game Over!- Eu pude ouvi-lo dizer, ele estava muito próximo do ouvido dela, agradeci ao treinamento militar por conseguir ser tão silencioso, pude vê-la soltando o ar e ele se aproximando mais, meu coração estava disparado e doendo, pude sentir as lágrimas se formando em meus olhos.-Você fica muito sexy assim.-O quê? Eu não aguentei mais, tinha que fazer alguma coisa, não iria aguentar ver o que vinha em seguida.

-O que está acontecendo aqui?- Minha voz estava um pouco vacilante, eu não sei quanto tempo iria conseguir me manter firme, os dois se viraram para mim um pouco assustados.

-É n-nós... Nós estávamos...- Ela estava muito vermelha e se embaralhando nas palavras, então eu entendi exatamente o que estava acontecendo, não podia mais ficar ali, não podia demonstrar minha fraqueza na frente deles eu era orgulhoso demais para isso, eu estava totalmente sem chão.

-Tudo bem, eu entendi. Podem continuar.- Eu saí de lá correndo, pude ouvir a Blue gritando o meu nome, mas não podia vê-la ou ouvi-la naquele momento. Apenas continuei a correr, fui em direção ao lago e deixei que algumas lágrimas caíssem.

Não sei por quanto tempo fiquei lá chorando e me sentindo traído, eu sei que nunca tive nada com ela além da amizade, e ele era um dos meus melhores amigos, ele sabia dos meus sentimentos e mesmo assim estava praticamente beijando-a, naquele dia da fogueira foi diferente era um desafio, e no final eles nem chegaram a se beijar. Eu não estava me sentindo bem, ouvi o sinal para o jantar tocando, mas não consegui fazer com que meus pés se movessem e não iria conseguir comer nada também, além do maior motivo, não ver a Blue nem o Armin. Então fiquei apenas lá sentado no píer vendo minhas lágrimas caírem no lago formando pequenas ondulações na água, eu estava machucado, mesmo com todos os muros que ergui ao meu redor de nada adiantou, ao ver aquela cena todas as minhas barreiras foram derrubadas eu eu voltei por um momento a ser o Kentin patético e sensível, até que senti uma mão em meu ombro e me virei assustado.

-Kentin, está tudo bem? Você está chorando.-O Alexy se sentou ao meu lado.

-Sério? Me diga uma novidade.-Sei que estava sendo grosso, mas eu estava magoado.

-Ei! Não fale comigo assim, eu te procurei pelo acampamento todo depois que o Armin me contou o que tinha acontecido!

-Então você já sabe?

-Não de tudo, o Armin apenas me disse que ele estava com a Blue e que você saiu correndo e eles não conseguiram te achar.

-É um ótimo resumo.-Eu ri sarcástico. 

-Bem quando eles falaram que você desapareceu eu não liguei muito para o resto da história.-Ele estava com a cabeça abaixada olhando para os joelhos enquanto mexia em um dos buracos de sua calça rasgada, parecia estar envergonhado.-Mas agora que te achei poderia me dizer por favor o que está acontecendo?

-Bom, eu estava no chalé me sentindo muito confuso então resolvi sair para correr um pouco e esfriar a cabeça, corri pelas árvores e depois de alguns minutos correndo eu ouvi um barulho e parei...-Tive que respirar um pouco para contar o que vinha a seguir, o Alexy colocou a mão no meu ombro e olhou para mim, foi reconfortante.-Foi, quando eu vi o Armin, ele... ele estava pressionando a Blue contra uma árvore e falando coisas sem sentido, então se aproximou mais e estava prestes a beija-la, eu não aguentei e perguntei o que estava acontecendo, a Blue se embolou toda e eu entendi exatamente o que estava acontecendo, falei que continuassem e vim em direção ao lago, agora estou aqui patético e chorando como uma garotinha.-Eu estava com uma voz chorosa e rouca.

-Bom, eu não sei nem o que dizer Kentin, você sabe que o Armin é um idiota e ele não fez isso para machucar você. Eu pude perceber que de uns dias para cá ele estava diferente, acho que os sentimentos dele por ela vieram em um turbilhão e ele não sabia como se expressar, por isso não se sinta traído por ele, ele apenas não teve tempo de te dizer o que estava sentindo porque nem ele mesmo sabia.

-E você desconfiava de tudo isso e não me disse sequer uma palavra?

-Como eu poderia? Desde o dia da fogueira você praticamente não fala comigo, quando chega perto de mim fica todo vermelho e não sabe o que falar, quando tento começar uma conversa você parece monossílabo. Poxa, se alguma coisa está te incomodando me fale, porque você sabe que eu não queria fazer aquilo, e você disse que estava tudo bem e que era para eu fazer.-Eu realmente estava errado, mas eu não estava daquele jeito por causa dele, era por causa de mim eu estava apenas confuso e quando o via era como se todas as lembranças daquele dia voltassem e eu me sentia envergonhado por  isso.

-Você vai me falar o que está realmente acontecendo Kentin? Porque eu não aguento mais te ver olhando para o seu pé como se ele tivesse todas as respostas para suas perguntas.

-Eu só estou pensando.

-Pensando em quê? Você sabe que pode falar qualquer coisa para mim, eu nunca te julgaria. É sobre o que você estava confuso na hora que saiu para correr e acabou vendo tudo aquilo?-Eu não sabia o que dizer, não conseguia por os meus sentimentos em palavras então eu apenas fui para frente e o puxei pela camisa assim colando os nossos lábios.

No começo o Alexy ficou sem reação, eu segurava a camisa dele com força e com a outra mão acariciei seus cabelos azuis, os lábios deles eram quentes e macios eu pedi passagem para a língua e ele concedeu um pouco relutante e logo após me puxou para mais perto, foi incrível, era como se fogos de artificio estivesse colorindo o céu, mas o Alexy me afastou e olhou para mim com raiva?

-Olha aqui Kentin, saiba que isso não é nem um pouco engraçado, se você está fazendo isso para se sentir melhor depois de ter visto a Blue quase se agarrando com o Armin procure outra pessoa, a Ambre provavelmente aceitaria visto que vocês já fizeram isso antes, mas eu não vou ser um brinquedinho para você.

-Desculpe, eu... eu sou um idiota, mas não fiz isso por causa do que aconteceu com a Blue, e jamais beijaria a Ambre de novo. Eu só... Você perguntou sobre o que eu estava confuso e então esse foi o único jeito que eu achei para conseguir me expressar, me desculpe.-Eu voltei a olhar para o lago, não sabia como encará-lo depois dessa confissão estava com muita vergonha.

-Kentin, eu não estou entendendo... sobre o que exatamente você está confuso?

-Eu sempre gostei da Blue, mas desde que você fez aquilo na fogueira eu não consigo deixar de pensar o quanto eu queria te beijar e eu não sei por quê estou sentindo isso Alexy, eu nunca quis beijar um menino antes, mas com você é diferente é como que se minha mente não se importasse se você é homem ou mulher, gordo ou magro, ou se tem cabelos azuis eu apenas quero você perto de mim, e te beijar foi uma das melhores coisas que eu já fiz em muito tempo.

-Pela segunda vez nessa conversa você conseguiu me deixar sem palavras. Olha, você deve saber que eu gosto de você, mas Kentin eu não quero me machucar, você gosta da Blue e eu pude ver que estava sofrendo por isso quando eu cheguei. Sei que você está confuso e que isso deve ser muito novo para você mas, se você quiser eu posso te ajudar a se descobrir.- Eu olhei para os olhos dele, eles estavam brilhando e refletindo as estrelas, era tão belo, e o sorriso que ele deu me fez sorrir também. Ele passou a mão pelo meu rosto enxugando algumas lágrimas e me beijou novamente, dessa vez foi mais calmo e demorado, o Alexy era irresistível e mágico eu queria que aquele momento durasse eternamente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Então, ainda estão com raiva de quem atrapalhou o Armin e a Blue?
Acho que esse capítulo se desenrolou e fluiu muito bem..
Kentin e Alexy <3
Beijoss, espero que tenham gostado ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...