História Game Over - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Tags Amor, Amor Doce, Doce
Exibições 17
Palavras 459
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Josei, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Universo Alternativo, Visual Novel
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - I - Vício


Fanfic / Fanfiction Game Over - Capítulo 1 - I - Vício

— Sai desse quarto, Mikal! — gritou minha tia escandalosamente.

— Nem morta! — gritei de volta. 

Pra que eu ia saí? Se o mundo lá fora não me quer, se eu não me ajusto lá. Tudo que preciso estar aqui, nesse quarto. Uma enorme cama de casal,  uma mini geladeira, uma suite é um computador de ultima geração. Aqui é legal, por isso me nego a sai desse comodo. 

A mulher escandalosa bate fortemente na porta do meu quarto.

— Saí agora! — ordenou. 

— Não! — neguei.  — Até parece que vou sai...

Olhei para tele do computador, onde eu jogava um jogo online. O jogo se chamava Amor Doce, era de simulação de namoro. Era interessante, ainda mas os meninos. Pena que era um jogo, á realidade é uma confusão. Se amenos eu...

A porta do meu quarto foi arrombada por uma maluca com um pé de cabra. Saltei da cadeira com o susto que levei, minha tia tinha arrombado a porta do meu quarto. Ela vestia um vestido roxo longo é com um maior decote. Seus cabelos ruivos curtos eram da altura dos ombros, seus olhos verdes estavam raivosos. 

— Qual o seu problema? — gritou ela se aproximando com aquele objeto em mãos.

— O meu? — perguntei. Apontei para ela com raiva. — O qual é o seu?! Que é maluca o suficiente para destruir a porta do meu quarto!  

  — Você não queria sai, então eu tive que dar um jeito de entrar! — ela deu de ombros.

Ri forçadamente. Mas ela se aproximou de mais de mim, até que me pegou pelo pulso é me puxou me jogando no chão. Cai no chão mas logo me virei para vê o que ela iria fazer em seguindo, fiquei pasma ao ver que a loca da minha tia estava acertando o computador com o pé de cabra. No mesmo momento eu corri até ela a puxando para pará com aquilo. Meu bebé estava sendo destruído.

— Para com isso! Sua loca! Maluca! Maníaca! Psicopata! Destruidora de computadores!!! — eu gritava enquanto tentava puxa-la. Quando ela parou, meu bebé estava no fim de sua vida.

— Agora você pode viver sua vida em paz! — a tia maluca sorriu como se aquilo não fosse nada é saiu rebolando, mas antes de atravessar a passagem onde ficava a porta, a ruiva me lançou uma piscadela. 

 Ajoelhei-me na frente do computador. 

— Meu precioso! Minha vida estava toda contigo! — digo ao objeto destroçado. Sua tela estava com uma pouca luz. E ele estava para morrer de vez. Olhei para as peças pretas, preciso tirá o HD, é salvar o que eu conseguir. Mexi em algumas peças até achar o HD. Quando o toquei, uma descarga elétrica entrou pelo meus dedos, subindo pelo meu braço até chegar aos meus órgãos principais. Coração é cérebro. 

Dai tudo ficou escuro!


Notas Finais


E ai?
Ficou bom?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...