História Game over, Try Again! - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alan Ferreira (EDGE), Andrei Soares "Spok" Alves, Aruan Felix, Cauê "BaixaMemoria" Bueno, Christian Figueiredo, Depois das Onze, Eduardo Benvenuti (BRKsEDU), Felipe "Febatista" Batista, Felipe Castanhari, Felipe Neto, Felipe Z. "Felps", Gabriel "MrPoladoful", Guilherme Damiani, Gustavo Stockler (Nomegusta), João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Júlio Cocielo, Kéfera Buchmann, Leon Martins, Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti, Lucas Henrique e Rosane Martins (Casal de Nerd), Lukas Marques & Daniel Mologni (Você Sabia?), Malena "Malena0202" Nunes, Marco Tulio "AuthenticGames", Mariana "Satty" Ferreira (Pense Geek), Nilce Moretto, Patricia "Pathy" dos Reis, Pedro Afonso "RezendeEvil" Posso, Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, TazerCraft, Thiago Elias "Calango"
Personagens Alan Ferreira, Andrei Soares "Spok" Alves, Aruan Felix, Cauê Bueno, Christian Figueiredo, Daniel Mologni, Eduardo Benvenuti, Felipe "Febatista" Batista, Felipe Castanhari, Felipe Neto, Felps, Gabie Fernandes, Gabriel Tenório Dantas, Guilherme Damiani, Gustavo Stockler, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Júlio Cocielo, Kéfera Buchmann, Leon Martins, Lucas "LubaTV", Lucas Henrique, Lucas Olioti, Lukas Marques, Malena0202, Marco Tulio "AuthenticGames", Mariana "Satty" Ferreira, Mike, Nilce Moretto, Pac, Patricia "Pathy" dos Reis, Pedro Afonso Rezende Posso, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, Rosane Martins, Thalita Meneghim, Thiago Elias "Calango"
Tags Alan, Baixathentic, Calango, Casal De Nerd, Cellps, Christian Figueiredo, Damiane, Depois Das Onze, Drama, Felipe Castanhari, Felipe Neto, Guaxinim, Gusta, Julio Cocielo, Jvtista, Kéfera, L3ddy, Leon, Malepok, Mitw, Nilce, Pathy Dos Reis, Pipocando, Rezende Evil, Satty, Shipps, Voce Sabia, Yaoi, Youtube, Yuri
Exibições 30
Palavras 1.421
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei! Mais um capítulo hoje por que sim!
Boa leitura!

Capítulo 10 - Me perdoe!


P.o.v Mark(Continuação)

Eu estava prestes a enfiar o caco de vidro no meu pulso quando escutei uma voz:

-O que você acha que está fazendo?-???

Virei para trás e era o Léo, expliquei rapidamente todo o drama que aconteceu e ele tirou o caco de vidro da minha mão.

-Escuta, eu realmente gostaria de da um soco nesse filho da puta, como ele pode?...Mas escuta Mark, isso não é motivo para se torturar!-Léo

-Mas-s eu-u estrageuei-i tudo-o falei-i coisas-s horríveis-s para-a o-o Théo-o e ele...-Mark

Eu não consiguia mais falar sem gaguejar, eu tinha perdido essa mania de gaguejar que eu tinha, o Théo que melhorou isso em mim... Theo....você me faz tão bem...

O Léo levantou meu corpo e me arrastou para fora do banheiro, mesmo eu dizendo que não precisava... Ele me levou até a cabine onde a Nathália estava se arrumando, depois de um tempo, acho que pela fraqueza, eu apaeguei.

P.o.v Nathália

Eu estava terminado de me arrumar quando o Léo entrou arrastando o Mark, que o colocou no sofá perto os produtos para cabelo que estavam na bancada.

-Léo, o que isso-o?-Nathalia

O Léo me explicou algo sobre o Mark e o Théo, eu estava totalmente assustada, ainda bem que o Léo chegou nos últimos segundos, nem quero imaginar o que teria acontecido se o Léo não tivesse entrado no banheiro no momento certo...

-Deixa eu ver, então você trouxe ele para cá, para não assustar ninguém e também para tentar ajudar-lo?-Nathalia

-Obvio!-Léo

Eu fui pegar uns curativos e uns panos para estocar o sangue e para tentar ajudar a cicatrizar as feridas no corpo do Mark, mas eu não pude ficar por muito tempo, tive que receber os convidados e ver se a Samantha já tinha chegado para combinar com ela sobre o lanche dela ser a Dj, por isso, deixei o Mark com o Léo.

Fui no hall de entrada, onde as pessoas estavam começando a chegar e avisei uma alerquina saindo de um táxi, era a Sam! Corri para ela.

-Sam?? Eu quase não te reconheci Ah... vêm cá, acho que você pode me ajudar com esse problema-Nathalia

Dei um abraço rápido do nela e puxei ela pelo braço até a cabine do Dj, falei com ela sobre algumas coisas rápidas e deixei ela se virar.

Voltei para ver se o Mark ja tinha acordado, ele estava acordado e estava bem triste, o Léo estava falando sobre alguma coisa com ele.

-Então Mark...você está bem?-Nathalia.

-Nathalia acho que não é o melhor momento sabe..-Léo

-Não Léo...tudo bem, Nathália eu agradeço pela preocupação mas eu acho que eu vou para casa...-Mark

Senti pena dele, coloquei a mão sobre o ombro dele e falei.

-Ei não fiquei assim, você não disse que o cara que estava espiando vocês já foi embora? Então quer dizer que você pode falar com o Théo e explicar para ele sobre tudo que aconteceu..-Nathalia

Ele abaixou a cabeça e falou:

-Eu tenho medo... E se ele ainda estiver me observando? Não posso fazer nada! E isso está me torturando..eu quero ver o Théo...-Mark

-E se você se disfarçar? Ninguém vai saber que é você...e você vai poder conversar com ele a vontade!-Léo

Eu e o Mark olhamos assutados para o Léo, ele teve uma boa ideia, pela primeira vez na vida!

-Pode dá certo! Eu tenho algumas fantasias aqui, pode ver...-Nathalia.

~Uns minutos depois~

O Mark descidiu se vestir de gato, não sei por que mas a escolha foi dele.... Meio que eu pintei o cabelo dele para ninguém descobrir que era ele e o casaco da fantasia cobria grande parte do rosto.

Ele saiu, me fez ficar um pouco mais feliz por ver que ele estava mais confiante.

-Acha que vai dá tudo certo?-Nathalia

-Eu espero que sim...-Léo

P.o.v Mark

Entrei no salão onde estava todo mundo dançando, primeiro vi a Sam dançando e conversando com um cara na cabine do Dj.

Depois vi a Gabriela dançando junto com uma garota perto da mesa de salgadinhos, mas nenhum sinal do Théo.

Descidi ver na parte de cima do prédio, achei as escadas e subi, tinha muitos casais na parte de cima, nela havia uma piscina, tinha gente que estava nadando, outras apenas conversado.

Era um colocal bem calmo, porém não era tudo que tinha na parte de cima do prédio, ao andar pela sala, eu achei um parte que leva á uma varanda, a varanda ao qual pode-se observador do lado de fora do prédio, descidi ir lá, mas eu já estava sem esperança de encontrar o Théo, acho que depois da nossa briga ele foi para casa ou algo assim.

Mas para minha surpresa ela estava lá, na varanda, ele olhava para baixo e estava soluçando, tomei coragem e me aproximei, mesmo eu não conseguindo encarar o Théo quando ele está triste.

-Ola-a-Mark

Ele se virou, esfregou os olhos e falou

-O que era fazendo aqui? Mark...-Théo

Me suprendi por ele ter descoberto que era eu, mas mesmo assim comecei a sentir um aperto no coração.

-Théo por favor me deixei explicar tudo...-Mark

-Explicar-r o-o que-e Mark? Ja-a falou tudo e eu entendi o que você realmente queria comigo-o!-Théo

Ele soluçava um pouco, tanto os meus olhos quanto os dele tornavam a ficar vermelhos, eu queria abraça-lo mas ele não me deixaria toca-lo.

-Escuta, Théo! Não foi nada disso, apenas me permita te explicar...-Mark

-Chega Mark! Eu nao qrro escutar nada...-Theo

Ele estava indo embora, quando eu segurei o seu pulso e o beijei, ele não cedeu ao beijo e virou o rosto.

-Só pare por favor! Nunca mais me procure...-Théo

-Théo me escute!!! Eu sou um idiota, ontem, eu bati num garoto que era o filho do RezendeEvil por sua causa! Por aue eu te amo! Então o diretor me chamou depois da aula para "conversar" sobre o que eu tinha feito, so que o RezendeEvil chegou e me ameaçou de que se eu não parecesse de namorar você, eu sairia da escola e mandou uma pessoa nós seguir.....MAS EU FUI O IDIOTA DESSA HISTÓRIA TODA! Eu nunca deveria ter te tratado mal! Falei coisas horríveis...não mereço ter você como meu namorado....você é incrível Théo! É a melhor pessoa que eu ja conheci na vida e eu não me importo de ser expulso da escola! Eu prefiro ficar com você do que ficar naquela escola...eu nunca mais te troco por nada, apenas me perdoe!-Mark

Mostrei para ele meu pulso e minha perna.

-Esta vendo isso? Eu quase me matei depois do que você me falou no banheiro, eu merecia morrer! Eu te fiz chorar....-Mark

O Théo paralisou na minha frente, um sorriso começou a brotar no canto do rosto dele, limpei as lágrimas dos olhos dele.

Ele chegou perto do meu rosto e me beijou, o beijo foi ficando profundo e bem longo, nossas línguas começaram a se encontrar, mas bem nesse momento o ar começou a faltar e nós, mesmo com diculdsde, sepramos nossas bocas.

Expliquei o resto da história pro Théo, ele me pareceu feliz e ao mesmo tempo com raiva.

-Essse filho da puta que tentou nós seprar vai se ver so comigo, eu vou.... QUEIMAR A CASA DOS EVIL'S!! Aqueles....-Théo

-Ei se acalma, o importante é que estamos bem-Mark

O Théo pegou no meu rosto e falou:

-Promete nunca mais se cortar por mim? Você me deixou nervosa...-Théo

-Não sei, eu meio que faço coisas irracionais perto de você...-Mark

-Que tipo de coisas irracionais? Fiquei curioso...me mostra...meu gatinho...-Théo

O Théo se sentou no meu colo e começou a dá beijos rápidos no meu pescoço.

Seria irracional fazer sexo ali mesmo? Eu não sei! apenas estava curtindo o momento....

P.o.v Sam( Autora: Vocês vão me crucificar só por que eu não escrevi um lemon! Jesus, Maria, José...Eu Também me ódeio poe causa disso)

Entrei no salão de festas, depois de falar com a Shopi e o André, fiquei meio supresa, não sabia como ele sabia meu nome, será que eu o conhecia de algum lugar? Eu acho que não...eu me lembraria com certeza! Mesmo a minha mente sendo horrível algumas vezes para se lembrar das coisas!

Fui no banheiro, a fila tava super grande então eu descidi ficar pela pista de dança mesmo, falando com algumas pessoa que eu conhecia.

Quando do nada a Gabriela chegou com uma cara de medo e falou:

-Sam, por favor vem rápido!!!-Gabriela

Eu segui ela até um canto entre o salão e os banheiros, havia algo jogado no chão, era um corpo????!!!

Paralisei totalmente, a boca estava escorrendo sangue, concerteza tinha sido á poucos minutos...obrigado séries de policiais por me ajudar a saber á identificar quando ocorreu uma morte.

Virei para a Gabriela e perguntei:

-Quando você achou isso?-Sam

-Foi á cinco minutos atrás, eu pisei na poça de sangue perto da cabeça e quando olhei pro lado me deparei com essa cena...-Gabriela

Olhei de perto pro corpo, virei a cabeça para ver se conseguia identificar quem era....

Ai meu deus! Era o... Léo!

-continua-


Notas Finais


Tchau pessoas! Obrigada por terem lido!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...