História Game over, Try Again! - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alan Ferreira (EDGE), Andrei Soares "Spok" Alves, Aruan Felix, Cauê "BaixaMemoria" Bueno, Christian Figueiredo, Depois das Onze, Eduardo Benvenuti (BRKsEDU), Felipe "Febatista" Batista, Felipe Castanhari, Felipe Neto, Felipe Z. "Felps", Gabriel "MrPoladoful", Guilherme Damiani, Gustavo Stockler (Nomegusta), João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Júlio Cocielo, Kéfera Buchmann, Leon Martins, Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti, Lucas Henrique e Rosane Martins (Casal de Nerd), Lukas Marques & Daniel Mologni (Você Sabia?), Malena "Malena0202" Nunes, Marco Tulio "AuthenticGames", Mariana "Satty" Ferreira (Pense Geek), Nilce Moretto, Patricia "Pathy" dos Reis, Pedro Afonso "RezendeEvil" Posso, Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, TazerCraft, Thiago Elias "Calango"
Personagens Alan Ferreira, Andrei Soares "Spok" Alves, Aruan Felix, Cauê Bueno, Christian Figueiredo, Daniel Mologni, Eduardo Benvenuti, Felipe "Febatista" Batista, Felipe Castanhari, Felipe Neto, Felps, Gabie Fernandes, Gabriel Tenório Dantas, Guilherme Damiani, Gustavo Stockler, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Júlio Cocielo, Kéfera Buchmann, Leon Martins, Lucas "LubaTV", Lucas Henrique, Lucas Olioti, Lukas Marques, Malena0202, Marco Tulio "AuthenticGames", Mariana "Satty" Ferreira, Mike, Nilce Moretto, Pac, Patricia "Pathy" dos Reis, Pedro Afonso Rezende Posso, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, Rosane Martins, Thalita Meneghim, Thiago Elias "Calango"
Tags Alan, Baixathentic, Calango, Casal De Nerd, Cellps, Christian Figueiredo, Damiane, Depois Das Onze, Drama, Felipe Castanhari, Felipe Neto, Guaxinim, Gusta, Julio Cocielo, Jvtista, Kéfera, L3ddy, Leon, Malepok, Mitw, Nilce, Pathy Dos Reis, Pipocando, Rezende Evil, Satty, Shipps, Voce Sabia, Yaoi, Youtube, Yuri
Exibições 31
Palavras 1.940
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoas! Boa leitura!

Capítulo 9 - Eu ainda lutarei por você!


P.o.v Théo

Eu e o Mark estávamos indo para a festa da Nathália, eram seis da noite, não entendendo o porquê me fez ir cedo para uma festa, ele sabe que vamos ficar lá até mais tarde mesmo...nem precisaríamos ter pressa.

Mark tinha finalmente conseguido falar com os pais dele para deixa-lo dirigir, ainda bem, afinal é justo já que ele tem dezoito anos e já tirou a carteira de motorista, mas por puro medo dos pais ele, não usa.

-Me diz, para que essa pressa? Parece até que é o seu casamento ou algo tô tipo-Théo

-Por que a Nathália te pediu para ajudar á organizar tudo! Você esqueceu?  E se fosse um casamento, eu diria que "a minha noiva" demora demais para se arrumar..-Mark

-Esta reclamando de novo do tempo que eu levo para me arrumar! Isso é irritante, você sabe! Não é como se caras bonitos não demorassem para ficar pelo menos "apresentáveis"-Théo

-Haram e garotas também!-Mark

Odeio quando o Mark vem com esse sacarmo! Meio que todo mundo da família dele tem isso? A Sam é a ironia em pessoa e o Mark me tira do sério algumas vezes...não de uma maneira boa.

"Tudo bem Mark, você ainda vai pagar por esse sacarmo...de um jeito ou de outro".

Ele parou o carro em frente ao local que a Nathália nos descreveu, assim que saímos do carro, quando um vulto veio para cima de mim me abraçar, era a Nathália.

-Que bom que vocês vinheram mais cedo! Advinha? O Dj que eu pedi cancelou por que estava muito doente para vir... E agora? O que eu faço??-Nathalia

No momento em que ela disse isso, eu me lembrei de quando a Sam tocou na festa da Gabriela, ela foi incrível, mas acho que ela odiaria passar a noite trás de uma cabine de Dj, em vez de curtir a festa, por isso eu não disse nada..mas o Mark...

-A Sam poderia ser a Dj! Me lembro quando ela tocou na festa da Gabriela, acho que ela não se imcomodaria-Mark

A Nathália pareceu bem animada e começou a falar que iria discutir isso com ela, agradeceu ao Mark e entrou para terminar de se vestir para a festa.

-Você não sabe ficar queito? Você para sua prima e já põem ela nesse trabalho! Ela pode não gostar!-Théo

Ele revirou os olhos na minha frente e saiu andando, comecei a ter um ataque de fúria.

"Ok senhor Mark, se é guerra que você quer...é guerra que você terá!"~Pensei

~Uma hora depois~

A festa já ia começar, eu estava no banheiro me trocando, eu ia fantasiado de unicórnio, por que unicórnios são "Amazings!"

O Mark estava se arrumando também, descidi ver se ele já estava pronto.

Bati na porta da cabine e perguntei:

-Mark está pronto? Se não abrir em cinco segundos...Eu vou entrar...-Théo

O Mark saiu logo depois, vestido a mesma roupa de antes!

-O QUE É ISSO?-Gritei-Théo

-Não tô afim de me fantasiar, eu apenas experimentei mais não ficou nem um pouco boa...-Mark

Peguei a fantasia que estava pendurada num cabide na porta da cabine.

-Como assim a fantasia de gato que eu escolhi para você não ficou boa?!-Théo

-É que não é muito meu estilo...-Mark

Peguei a tira com orelhas de gatinho que vinham com a fantasia, eu já tava para enfiar essa droga na garganta do Mark.

-COMO ASSIM NÃO É O SEU ESTILO? HEIN?-Théo

-Calme-se! Eu apenas não me sinto á vontade de vestir essas coisas de ...-Mark

Levantei uma sombracelha e cruzei os braços.

-DE...?-Théo

Ele bufou e ia sair do banheiro, quando eu o puxei e falei:

-Escuta aqui Mark! Para de me responder com esses "Turn Down for What" do caralho a quatro e ver se diz na minha cara! Achei que fôssemos namorados, mas pelo que eu vejo, você estava apenas querendo ficar comigo "por um dia", como todos os caras que eu já fiquei!-Théo

Ele me empurrou contra a parede, ele estava com olhar meio vazio, parecia que não ligou para nada do que eu falei.

-ESCUTA AQUI THÉO, EU APENAS NÃO QUERO ME MOSTRAR UM VIADINHO! EU PSSO SER GAY, MAS NÃO PRECISO JOGAR NA "FACE" DA SOCIEDADE E ANDAR COMO SE EU FOSSE A LADY GAGA DA NOVA GERAÇÃO DE TRAVESTIS!-Mark

Eu paralisei, puta que pariu, o que ta acontecendo?!

-MARK! COMO SE A GENTE JÁ NÃO FOSSE GAYS! VER SE ACORDA NÓS... TRANSAMOS! CARALHO! MAS SE AGORA VOCÊ QUER PAGAR O "MACHO", QUE FAÇA ISSO SEM MIM!-Théo

-FICA QUEITO! EU APENAS NEM SEI O QUE EU SINTO! VOCÊ JÁ DA SUA SEXUALIDADE Á MAIS TEMPO DO QUE EU! AGORA QUE EU ESTOU "IMAGINADO SER"-Mark

-EU ACHEI QUE EU TE CONHECIA! MAS NÃO! EU ME ILUDI MAIS UMA VEZ, QUER SABER MARK ACABOU! ESTOU COM SAUDADES DO ANTIGO MARK QUE EU CONHECI UM DIA!-Théo.

Sai do banheiro, não escutei o que ele tinha para dizer... O que deu no Mark? Eu so não quero ter me precipitado, mas por ele ficou o dia todo e tratando com indiferença... Droga... Lá vem minha crise de choro.

P.o.v Mark

Eu não quis falar aquilo... Eu.... Ele não entenderia...!

~Flashback on~(Dia anterior)

Eu estava na escola, tendo um dia normal, o Théo foi me deixar na sala, que pena nós dois sermos de anos diferentes!

-Tchau Markinho, eu vou te esperar na saída-Théo

-Não-o fala esses apelidos, eu fico com vergonha...-Mark

Ele me beijou e foi embora, eu estava nas nuvens por alguns minutos, quando uns caras da minha sala chegaram atrás de mim.

-Entao quer dizer que agora você virou bixa? Eu não me admiro muito..-???

Todos os outros foram, eu não liguei, eu ia entrar na sala e voltar a minha rotina normal, quanto menos tempo a aula durasse mais rápido eu iria ver o Théo de novo!

-Dá licença..-Mark

Me virei e ia entrar na sala quando escutei:

-Hm! A bixinha não consegue aguentar a verdade, fracote...-???

Não liguei e continuei andando pro meu lugar, quando eu escutei de novo:

-Nossa, todo gay é assim mesmo? Se acham só por que gostam de gente do próprio sexo! Eu tenho nojo deles, sempre teriei.... Nao me admira nada o Mark ser igual a todos! Além do mais escutei que gays traiem muito fácil, não me admira que daqui a algum tempo o namorado dele o traia, seria tão engraçado ver o quanto errado ele está por gostar de caras...-???

Dei meia volta, cheguei bem perto do rosto dele e dei um soco na cara dele.

-Você pode falar de mim o quanto quiser, mas você não fala do Théo! Seu homofóbico filho da puta!-Mark

Todos os caras em volta dele, decidiram levanta-lo e um deles me ameaçou:

-Você está ferrado...pode ficar com seu namorado no inferno, que é onde você vai passar o resto dos seus dias.-???

Logo depois eles saíram arrastando aquele filha da puta...! Mas ele mereceu! Ninguém meche com o meu namorado.

~Depois da aula~

Eu estava saindo da aula, quando uma mulher da diretoria pediu para eu ir para a sala do direitor.

Eu estava imaginando que aconteceu alguma coisa com a Sam ou com os meus pais, por isso juntei minhas coisas e corri para a sala dele, chegando lá vi o filha da puta sentado numa cadeira em frente á mesa do diretor, ele estava segurando uma compressa de gelo sobre o nariz, quase deu pena... só que não!

-Senhor Batista? Por favor se sente-Diretor

Me sentei ao lado da cadeira do filho da puta e cruzei os braços, já senti que o clima estava tenso e que iria vir uma bomba á qualquer momento para cima de mim.

-Soube pelo senhor Afonso, que você o agrediu, caso você não sabia, a família Afonso ou Evil, é uma grande aliada da escola...-Diretor

Agora tudo faz sentido! Ele é o irmão mais velho da Patrícia Afonso, os dois são Filhos do RezendeEvil!!! Não é como se eu gostasse dessa família.

-Mas foi por que ele agiu de uma maneira homofóbica!-Mark

-Então, a questão aqui não é você ter batido no senhor Afonso ou o por que você agiu assim, a questão aqui foi o que ele me contou...-Diretor

-E o que ele te contou, diretor?-Mark

Ele suspirou, tirou um papel de dentro da mesa da diretoria e falou:

-Senhor Batista, o senhor é gay?-Diretor

-Ham, Sim...mais por que?-Mark

-Por que na escola nós temos uma regra de não aceitar gays, lésbicas, bixessuais e transsexuais, alamento mais vamos ter que transferi-lo da escola...-Diretor

-Mas-s  isso é injusto! Poderia me dá esse papel?-Mark

Comecei a ler todas as regras da escola, nenhuma falava sobre aquilo, o que está acontecendo?

-Mas não tem nada escrito aqui...-Mark

O diretor começou a suar, então logo depois entrou o pai do maldito filho da puta...

-Senhor diretor, pode deixar que eu falo com os meninos...-RezendeEvil

O diretor deu um aperto de mão no RezendeEvil e saiu.

-Escuta aqui garoto! Ninguém se mete com os meus filhos, principalmente um gay qualquer!! Assim, eu escutei esse debatizinho de vocês, mas caso você não tenha entedendido o que está acontecendo, permita-me lhe explicar-RezendeEvil

Olhei assustado para os dois, meu deus.

-Eu tenho toda essa escola na palma da minha mão, eu posso estabelecer uma lei aqui dentro que te tire dessa escola por você ser o gay infeliz que você é... E você vai da tchauzinho para essa escola, escutou querido?-RezendeEvil

Eu estava com muita vontade de chorar ou gritar ali mesmo! Mas eu me contive...

-Pai, não precisa explusa-lo... Apenas faça o seguinte, vamos fazer com que ele pare com essa viadagem que ele tem e mandaremos uma pessoa segui-lo, se ele ficar com o tal namorado dele, ele sairá da escola, se não, ele continuará aqui normalmente e se ele contar para o namoradinho idiota dele....-???

Os dois se olharam e sorriram, eu realmente não acredito no que está acontecendo!! Abri a porta da sala e sai correndo, quero ir embora!

Fui até o portão principal, liguei pros meus pais vir me buscarem o mais rápido possível, quando senti dois braços me apertando, virei para trás e era o Théo.

-Mark! Que susto vice tinha me dado, achei que tinha ido embora em mim...-Théo

Minha vontade era de espreme-lo naquele abraço, de poder beija-lo novamente mas eu não podia, eu estava sendo observado.

-Agora não, Théo!-Mark

Talvez o Théo nunca me perdoe pelo filha da puta que eu vou acabar sendo com ele, mas estou sendo observado e também sendo obrigado á isso.

Eu não quero deixar essa escola, foi onde eu o conheci, é onde á mais ou menos quatro dias atrás, quando começamos a namorar, aproveitavamos a manhã, cada desculpa que eu inventava para professora para sair da aula só para encontra-lo no corredor... Eu realmente não quero perde-lo, não quero perder essas memórias!

Me desculpe Théo.

~Flashback off~

Eu olhei pro meu rosto no espelho, eu queria chorar!! Mas eu não posso fazer nada estou sendo observado constantemente, por um compassa daquele filho da mãe! Por isso eu estava com tanta pressa para chegar  nessa festa, para ver se eu podia despistar esse maldito servo, mas ele nós seguiu até mesmo no trânsito.

-Esta feliz? VOLTA PRO SEU CHEFEZINHO DIZ PARA ELE QUE EU ACABEI COM MEU NAMORO! E QUE EU NÃO PRECISO MAIS CONTINUAR MALDITA APOSTA! POR QUE EU PERDI A PESSOA QUE EU MAIS AMAVA NESSA DROGA DE VIDA!-Mark

Um cara saiu da porta do banheiro e falou:

-Ok tá bom, eu serei ao senhor Evil, aliás meus pêsames...-???

Joguei um papel higiênico no cara, que saiu correndo.

"isso não vai ficar assim, Théo eu ainda lutarei por você! Eu vou atrás de você! Eu nao vou desistir de VOCÊ! Eu te amo..."-Pensei-Mark

Quebrei o espelho, com um soco, o vidro se espalhou pelo chão e minha mão estava cortada, mas eu não liguei para á dor, a dor do meu coração é bem mais forte do que qualquer outra física.

Deslisei minhas costas pela parede, até chegar no chão, minhas pernas esvam sobre os cacos, estes furavam algumas partes da minha pele.

Eu gemia, a dor era insuportável, mas eu mereço! Eu magoei o Théo, então eu mereço.

Peguei um caco de vidro e ia enfiar no meu pulso quando...

-Continua-


Notas Finais


Vocês devem ta querendo me matar agora, mas eu gosto de fazer um suspense, então.... Até a próxima pessoas!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...