História Gamotó - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Colegial, Comedia, Doença Incurável, Drama, Ficção, Guerra, Luta, Romance, Suspense
Visualizações 9
Palavras 292
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Ficção Científica, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - A grande notícia


O segui até a cozinha e ele me deu um lanche para comer. Fiquei um pouco incomodado, afinal ele me olhava fixamente, logo perguntei o do por que ele estar me olhando, e ele respondeu:

- Sabe... Você se parece muito comigo na aparência, mas em personalidade é igualzinho a sua mãe_ Riu me fazendo ficar confuso, como ele conhecia minha mãe? 

- Como conhece minha mamãe?_ Perguntei desconfiado.

- Sou seu pai_ Na hora eu comecei a rir, mas ao ver seu rosto sério parei na mesma hora.

- Mentira! Meu pai morreu depois que eu nasci. Não tem como você ser ele_ Gritei me levantando da cadeira.

- Eu posso provar_ Arqueei a sobrancelha curioso.

- Como?_ Ele levantou e mostrou uma foto aonde tinha uma mulher gorda e um homem igual a ele.

- É sua mãe grávida de você e eu_ Senti meus olhos arderem.

- É mentira_ Sussurrei com a voz embargada, ele suspirou_ Então por que abandonou ela?

- É complicado, talvez com o tempo você descubra.

Eu ainda desconfiava daquilo, então não falei nada por semanas, mas depois fui me acostumando em ter um pai, mas ao mesmo tempo triste por que eu sabia que nunca mais veria minha mãe. Semanas foram se passando e ele me matriculou em uma escola (para riquinhos mimados). Lá conheci um grupo de garotos e me tornei muito amigo deles, conheci uma garota muito linda e me apaixonei pela primeira vez na vida. Uma ano passou e eu não tomei coragem de falar com ela ainda, mas ela mesma um dia veio falar comigo. Eu senti minhas mãos suarem e meu coração acelerar, e como um bom covarde eu saí CORRENDO! Isso mesmo eu CORRI! No caminho acabei que...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...