História Gang Bang - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Block B, EXO
Tags Blockb, Bts, Colegial, Gangues, K-pop, Romance, socorro, Yaoi
Exibições 8
Palavras 1.149
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Lemon, Luta, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Agradeço a minha amiga DANIELY por pensar no nome para a fanfic, a minha amiga CONSTÂNCIA por pensar nos sete anões, a minha amiga LETICIA por sempre shippar, a minha amiga ANAHÍ pelo desprezo, a minha amiga LAURA pelo Grey's Anatomy, a minha amiga LAYS pelo yuri e a minha amiga MALU pelo "vadia". Isso não seria possível sem vocês.

ATENÇÃO: essa fanfic não foi feita com intuito de ofender ninguém, por favor não me processem.

Capítulo 1 - Capítulo 01


Fanfic / Fanfiction Gang Bang - Capítulo 1 - Capítulo 01

- Eu estudo aqui por pelo menos uns três anos, cara. E vai por mim, nada de interessante acontece nesses corredores. - ele passa a mão pelo seu cabelo e olha para os lados conferindo se tinha alguém vindo, uma garota de cabelo ondulado e um garoto alto e estranhamente fofinho estavam se aproximando - Oh, parece que temos boas presas se aproximando. Tá vendo esse garoto?

- O fofinho? - o tal Minhyuk ergue as sobrancelhas para mim - O que? Ele é fofinho.

- Não se engane pelas aparências novato - ele se apoia na minha cabeça - aquele é o Chanyeol, um dos integrantes do Exo. Não se deixe levar pela "fofura", quando é preciso ele se torna um verdadeiro demônio narcisista.

- Hã...como assim "integrante do Exo"? O que é Exo?

- Não acredito, você tá aqui há, sei lá, cinco dias?

- Três.

- Isso, você está aqui há três fodidos dias, e ninguém te contou?

- Você é a primeira pessoa que eu troco mais de duas palavras, e eu nem sei o seu nome completo. O que eu deveria saber?

- Você, simplesmente, deveria saber como é a hierarquia dessa escola. Isso é uma informação mínima que-Ah! Eles estão se aproximando! - Minhyuk agarra meu braço e me puxa para trás de uma das pilastras - Fique aqui e observe o quanto esse veterano é maneiro. - ele vai avançando (nada) discretamente até aqueles dois, mas para subitamente e volta.

- O que foi? Desistiu do sabe sei lá o que que você ia fazer?

- Eu nunca desisto garoto, que isso fique claro.

- Então por que voltou? Eles estão se aproximando. - eu já estava conseguindo escutar suas vozes.

- Eu sou Lee Minhyuk, mas pode me chamar de B-bomb.

- Eu prefiro Minhyuk.

- Foda-se, B-bomb, ok?

- Mas...

- É B-bomb, porra. - ele olha para trás para ver se alguém tinha escutado - Qual é o seu nome novato?

- Park Ji-Min.

- A partir de hoje você se chama Jimin, só Jimin.

- Mas... - ele olha para mim irritado - Ok, "é jimin, porra", eu entendi. - soltando um sorriso, B-bomb volta para o seu plano inicial.

Lentamente ele passa por trás do Chanyeol e coloca o braço nos ombros da garota, que em retribuição, dá um chute em sua canela. Ele tenta disfarçar sua cara de dor e, dando alguns passos para trás, solta um riso estranho. Sim, eu estou com pena dele, mas acho que se eu entrasse lá as coisas só iriam piorar, além de quebrar o seu ego.

- Você continua o mesmo Minhyuk. - fala a garota com um suspiro, não sei dizer se ela estava feliz ou decepcionada com a situação.

- Você também Cons, você também ha, ha... - recuperando a compostura ele tosse algumas vezes e levanta a mão para Chanyeol, que até então observava tudo calado e com um sorriso fofo, assustador - Fala aí, Chan!

- B-bomb. - sem tirar o sorriso ele cruza os braços e o observa de cima a baixo. - O que você quer?

- Ahn, ok, sem batida? - silêncio - É, sem batida.

- Minhyuk...

- Tá, tá, se acalmem vocês dois! Até parece que eu sou algum tipo de criminoso... - mais silêncio - Caralho! Vocês são muito chatos, sabiam?

- Não tenho motivos para ser legal com alguém do Block B, entãooooo... o que você quer? - Chanyeol dá um passo para frente e segura o seu ombro, ele não parecia mais tão fofo assim. - O que o Zico pediu para você fazer?

- Certeiro como sempre, Chan. - com uma piscada ele recomeça a rir, agora uma risada de verdade, alta, escandalosa e insana, sem nenhum motivo aparente. Surpreso pisco duas vezes para ver se eu tinha perdido alguma coisa - Não esqueceu do nosso ultimo encontro, não é?

- Infelizmente, é difícil esquecer as coisas sem sentido que vocês do Block B fazem.

- Claro que é - fala com uma nova série de risadas, Chan fecha o punho, parece que estava começando a perder a paciência, acho que eu estaria do mesmo jeito no seu lugar - Bem, Zico quer que eu pegue Aquilo de volta.

- E o que te faz pensar que Aquilo está com a gente?

- Não sei, apenas sigo ordens, meu caro. - B-bomb coloca os braços para trás da cabeça - Porém, pelo o que eu te conheço, chutaria que no mínimo você sabe quem está com Aquilo. E você também Cons, afinal, por que está tão calada?

- Não quero me meter na briga das gangues, digamos que prefiro...

- Ver o circo pegar fogo?

- De camarote. - completa com um sorriso doce, ela ajeita o seu cabelo e de relance olha na minha direção, merda, volto para trás da pilastra – Ei, quem é aquele? Novo membro do Block B?

É, acho que não adianta de mais nada me esconder aqui atrás. Saio da pilastra e vou até eles, Cons sorria para mim, B-bomb estava emburrado (possivelmente por eu estar atrapalhando sua “cena”) e Chan não tinha nenhuma expressão significativa no rosto.

- Novo membro do Block B? Ele? HA! Não me faça rir Cons, ele é muito...muito...

- Normal? - pergunta Chan.

- Exatamente. Ele é o Jimin, entrou aqui há cinco...

-Três dias. Prazer.

- Prazer. - ele aperta minha mão - Como já deve ter percebido, me chamo Chanyeol, mas prefiro que me chamem de Chan.

- Ok.

- Então Jimin, pretende entrar em alguma gangue?

- Hum, desculpe, mas “gangues”? Eu não sei nada sobre isso. - e mesmo se soubesse, não entraria, mas acho que seria rude falar isso para esses dois.

- Você não contou para ele? - Cons pergunta para B-bomb com os olhos arregalados.

- Não deu tempo, quando estava vindo para cá, topei com esse garoto e foi aí que nos conhecemos, não deu para explicar muita coisa. - Chan soltou ele com um empurrão – Ei!

- Não quero que você tome mais do meu tempo com assuntos inúteis, avise para o seu líder que o Exo não sabe de nada sobre Aquilo. E não se esqueça de explicar tudo para o Jimin. - ele e Cons voltam a andar como se nada tivesse acontecido.

- EI! Desde quando eu virei a babá dele?! - abre os braços indignados, não consigo segurar o riso, não que ele tivesse falado alguma coisa engraçada, mas presenciar tudo aquilo só me dava vontade de rir. Pela primeira vez nesses longos e chatos três "fodidos" dias, eu não me arrependi por ter vindo para essa escola – E você, por que diabos está rindo?!

- Nada, não é nada.

- Sei, olha que se dane, vamos comprar alguma coisa para comer e eu vou te explicando as coisas.

- Ok, mãe.


Notas Finais


Daniely: "we are one".


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...