História Gangs Of L.A - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Justin Bieber, Novela, Romance
Visualizações 88
Palavras 1.070
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoas!

Sei que estou há um tempinho sem postar, mas está aí!

Boa leitura!!♡

Capítulo 19 - 19- Nothing Like Us!


Fanfic / Fanfiction Gangs Of L.A - Capítulo 19 - 19- Nothing Like Us!

Mellody Pov.


Estava no Brasil há dois dias, comprei uma casa em Barra Grande, uma vila em Maraú,  no estado da Bahia, tudo aqui é lindo e será um ótimo lugar para passar minha gravidez.

Não tenho notícias de Justin, muito menos do meu pai,  desde que cheguei aqui não me comuniquei com ninguém,  todos devem estar loucos, mas eles tem de compreender meus motivos, Justin me disse coisas que machucaram muito e que não saem da minha cabeça "Eu cansei!" Isso nunca irá sair da minha cabeça. 

Estava a admirar a praia da varanda do meu quarto, já que minha casa é de frente pro mar, aquela brisa suave a bater em meu rosto, me remeteu à viagem de Miami, quando eu tive minha primeira noite com Justin, do ódio ao amor, foi lá que começamos a namorar... Afastei esses pensamentos e fui por um biquíni,  com um mar lindo desses, eu tinha de ao menos me refrescar, Lorde Poseidon haveria de me dar forças.

Assim que entrei no mar, minhas energias foram renovadas,  meus pensamentos ficaram organizados e eu percebi o quanto eu agir impulsivamente, o quanto fui imatura por sair só por uma briga. Repreendi esses pensamentos e fui tomar Sol.

-Olá princesa, posso me sentar? - perguntou um garoto bronzeado , alto, dos olhos verdes.



Justin Pov.


Eu estava organizando tudo, eu sabia onde ela estava,  no Brasil, Martin me exigiu que buscasse ela, pois o Brasil era um lugar muito perigoso, mas ele me assegurou que temporariamente ela está segura, pois Barra Grande não é tão perigoso assim.

-Man,  eu irei contigo, temos de achar a Mel irmão! - falou Chris.


- Claro, mas cuzão, reúne os caras pra podermos ir todos juntos,  Chama o Chaz e o Ryan! Partimos daqui há cinco horas!

(...)


O Brasil era um lugar bonito, adoraria ir pra uma ilha daqui com Mellody e transarmos loucamente.

Logo cheguei na Bahia, outro lugar bonito, mas eu não tinha tempo pra isso, eu vim aqui por Mellody, vim buscar a minha mulher pra voltar pra casa.


- Jaybee! - Ryan chamou - Man chegamos, agora é só pegar um táxi e partir pra casa dela!- assenti



Mellody Pov.


- Não, não pode se sentar aqui!- disse rispida.

- A praia é pública sabia?!- brincou - Sou Léo , você é a ?


-Sou casada, agora mete o pé!- ele continuou em pé olhando pra mim - Agora sai porque você está atrapalhando meu Sol!


- E se eu não estiver afim?! - seu tom de voz mudou, de brincalhão para psicopata.


-Eu vou meter uma bala no meio da sua testa filho da puta! - sorri ao reconhecer aquela voz.


O garoto engoliu seco e saiu praticamente correndo, eu estava sorrindo feito uma idiota, quando vi que ele havia percebido, me recompus fazendo uma carranca.

- O que faz aqui Bieber?- disse rispida. 


- Eu vim buscar meu filho, mas como ele está bem aqui - tocou em minha barriga - tenho que levar você de brinde - beijou minha bochecha.

- Não está chateado comigo? - perguntei.

- Estou, mas eu sei que peguei pesado, por isso estou aqui, estou aqui pra dizer que sinto muito e que você é a razão da minha vida, razão da minha felicidade, dona do meu sorriso e do meu coração , eu simplesmente não sei viver sem você Mel, você é meu mundo, meu norte, meu ar, e eu não posso viver sem ar, então automaticamente preciso de você para viver e preciso que você volte comigo! - sorri.


- Vou est tout pour mói! (Você é tudo para mim) Ma vie! ( minha vida) e eu volto sim meu amor, volto! - o beijei.


Nosso Beijo foi calmo, não erótico como sempre, nossas línguas exploravam cada canto da nossa boca, fazendo- me perder os sentidos, eu o amo, ele é minha vida, meu tudo, e por mais que eu estivesse cometendo um erro em voltar, seria bem pior ficar sem ele.


Três meses depois...


Estava no quinto mês de gestação, minha barriga estava enorme e seria hoje que eu iria descobrir o sexo do bebê.


- Mel, e se for menina?- Perguntou Avallon.


- Aí ela se chamará Julieta, Justin faz questão que o nome seja com J, e se for menino Jason.


- Eu estou tão ansiosa pra saber quem qual vai ser o nome do meu afilhado!  - sorri e voltei a pentear meu cabelo.


(...)


- Meus parabéns! Vocês terão uma menininha!  - a médica falou e meus olhos encheram- se de lágrimas.


Justin ficou uns dois minutos paralisado, digerindo a informação.

- Uma menina?!- ele repetia e piscava os olhos com um sorriso bobo - uma menininha?  

Quando chegamos em casa, tive uma surpresa,  todos estavam lá e havia uma faixa com o nome "Julieta " bem grande, havia docinhos,  frios e bebidas,  todos que eu amava estavam presentes,  meus olhos encheram - se de lágrimas. 

- Está tudo bem meu amor?- Justin sussurrou e assenti sorrindo.


(...)


-Hey!- Justin bateu na taça - Eu gostaria de um momento da atenção de vocês! - todos nós que estávamos à mesa paramos pra olhar para ele - Primeiramente, eu gostaria de agradecer pela presença de todos aqui -sorrimos - segundo,  eu  gostaria de agradecer a Martin por ter gozado na mãe dela - apontou pra mim- e ter gerado a mulher da minha vida - fiquei vermelha - Mellody,  você não sabe o quanto eu sou feliz por ter você em minha vida, não sabe o quanto eu agradeço à Deus por ter posto você no meu caminho, você me deu o maior presente que eu poderia querer, você me deu propósito todos os dias, você me dá propósito de todos os jeitos, eu tinha tudo pra estar jogado por aí fumando , bebendo e fodendo muito, mas você me tornou alguém bem melhor, e é por essas e por outras infinitas razões que eu , Justin Drew Bieber amo você Mellody Parker Bulter!

Sorri, e uma pequena lágrima escorreu pelo meu rosto, Justin me puxou e me beijou,  todos aplaudiram, mas uma palma me chamou atenção 

- Nossa que lindo -ela batia palmas, enquanto todos abriram caminho pra ela - Isso foi comovente Jus...Eu até choraria, ou melhor, desejaria felicidades se você não fosse meu!


- Como é que é? - falei 


-Isso que tu ouviu piveta,  ele é meu e ninguém tasca!- ela sacou a arma, só deu tempo de por a mão na barriga e o tiro me acertou em cheio.


"Mellody! " ouvi a voz de Justin me chamar longe,  enquanto tudo escurecia...



Notas Finais


Bom Gente é isso, espero que tenham gostado , não deixem de favoritar, comentar e dar nota, isso é muito importante pra pessoa que vos fala... Beijos , até mais😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...