História Gângster - Part I - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hiruzen Sarutobi, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Itachi, Naruto, Policial, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Visualizações 20
Palavras 1.634
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Luta, Mistério, Policial, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Cap VI - Gângster


Fanfic / Fanfiction Gângster - Part I - Capítulo 6 - Cap VI - Gângster

Autora On:

1:50 

Noctis já se encontrava na frente do armazém Central da empresa Tobirama. 

- O lugar é aqui.- Disse o Moreno para si mesmo checando o papel que a rosada havia lhe entregado mais cedo.- Entrada dramática...  -  Falou o mesmo logo em seguida, num tom quase imperceptível. 

- Eu odeio esse trabalho! É tão chato!  Agente só fica sentado tomando cerveja. - Comentou um dos empregados de dentro do armazém. 

- Tá brincando? Esse é o trabalho dos meus sonhos! - Outro respondeu. 

- Ei! Nós não devíamos ficar sentados tomando cerveja!  Lembram do que o Itachi disse? Nós temos que carregar todos esses caixotes até amanhã, se a policia achar esse material estamos ferrados. - Discursou o terceiro. 

- E para onde vamos levá-los? -Perguntou um quarto homem. 

- Eu não sei, eu não ouvi essa parte. - Respondeu. 

- Ei, me dá mais uma cerveja. - Ordenou o segundo. 

- Ei pega, aqui toma a minha, é melhor eu não beber mais, eu tô com um resfriado daqueles. - Respondeu. 

- Falo! Espera ai, é de baixa caloria. - Disse. 

- Ei falando em cerveja, vocês souberam o que aconteceu na festa ontem a noite?- Perguntou novamente o terceiro. - Um cara entrou lá e matou todo mundo, matou até o Asuma. - Comentou. 

- Caramba! Mas quem era esse cara que matou todo mundo? Alguém com que eu devo me preocupar? - Perguntou o quarto. 

- Não deve ser algum lunático enlouquecido andando por ai com um monte de armas, sabe esse é o problema neste país muitos lunáticos enlouquecidos com armas. Não é boneca? - Disse o homem,  dando um beijo em sua arma. 

- Os lunáticos não são problema, o verdadeiro problema são as armas, o que esse país precisa é de um controle rigoroso sobre as armas, nos precisamos acabar com todas as armas, todas elas, e se livrar delas. - Discursou o homem olhando para sua metralhadora. - Só da minha que não. - Disse ele puxando sua arma para si . 

Os rapazes do local observaram que estavam caindo cacos de vidro do teto, quando eles olharam para ver o que era, Noctis já havia caído sobre a mesa Redonda deles. O mesma havia arrombado o local pela janela de vidro no teto. 

Os quatro se afastaram com um impulso da mesa, pegando suas armas e apontando-as para Noctis. 

Noctis inicialmente estava com uma cara séria, mas rapidamente foi desmanchada por uma cara com torcida de irritação pela dor. 

- AIII CARALHOO! - Disse Noctis puto de raiva ao perceber que havia quebrado a garrafa de cerveja com seu pé,  fazendo os cacos perfurarem seu sapato. 

- Ei você pulou no lugar errado. - Disse um dos homens dando o primeiro tiro o mesmo desvio com um giro, e chutou uma das garrafas no rosto do mesmo quebrando-a. 

Todos os outros três homens começaram a atirar, mas como sempre Noctis não deixa escapar e Mata todos os três. 

O homem que havia atirado primeiro, levantou-se e apontou sua arma para o moreno, Noctis assim também fez, o mesmo estava com o rosto completamente ferido.  

- Parace que chegamos ao empasse aqui. - Disse o mesmo antes de levar um tiro. 

- Não exatamente.- Falou Noctis depois de atirar no homem.  

- Acabem com ele! -Gritou um homem surgindo com vários outros armados. 

Dois que vinham na frente com metralhadoras começaram a atirar,  Noctis virou a mesa fazendo um escudo para as balas, se esquivou pelo lado da mesa e começou a atirar nos que estavam vindo em sua direção. 

- Peçam reforços! - Um deles gritou para o outro. 

- Chame o chefe e peça ajuda! - Ordenou o que se escondia para o outro, que acentiu. 

- Alô? - Perguntou um homem do outro lado da linha. 

- Itachi! Estamos sendo atacados, acho que é o Noctis! - Disse. 

- Como você sabe? - Perguntou Itachi. 

- Bem. - Deu uma breve olhada para o mesmo. - Ele está matando todo mundo. -Finalizou. 

- Estamos enviando os mercenários, aguentem firme. - Disse Itachi por fim encerrando a ligação. 

No tirotei apenas dois ainda estavam vivos, Noctis trocou suas balas e pegou uma granada que havia pelo chão .

- Continue atirando não pare! - Ordenou um para o outro. 

Noctis jogou o objeto no mesmo. 

- GRANADA! -Antes que o homem pudesse fugir, explodiu. 

Noctis jogou a segunda granada, o homem tentou correr, porém Noctis atirou no mesmo fazendo que tome um leve impulso para trás caindo por cima da granada, explodindo-a. 

Noctis girou no ar caindo em cima de uma cadeira giravel, fazendo com que a mesma trilha-se o caminho que ele deveria seguir para atirar. 

Noctis pulou da mesma, e chutou o rosto do último deles, que desmaiou com o nariz quebrado e atirou logo em seguida.O moreno olhou ao redor para ver se ainda restava alguém, mas não perdeu a pose do último tiro. 

 A detetive Lightning observava tudo por um binóculo, no terraço da construção da frente.  Ouviu um barulho de carro vindo do fim da rua que adentraria o armazém. 

Noctis foi surpreendido por uma tanque blindado  que havia arrombado a porta do armazém e destruiu alguns dos caixotes que estavam nas enormes pratileiras, mas o mesmo simplesmente deu de ombros e foi para um lugar específico do armazém, para atirar em quaisquer que fosse sair dele. 

Do automóvel saíram várias figuras fortemente armadas e uniformizadas que se agruparam em ordem, logo em seguida o capitão deles apareceu e foi para frente, encarando Noctis com um olhar mortal. Que pelo mesmo foi retribuído. 

- Vejo que nós viemos ao lugar certo. - Comentou o mesmo observando o local.- Você terminou rápido com estes caras , não espere a mesma luta conosco! - Afirmou.- Meu pelotão tem passado um inferno comigo, eu mesmo os selecionei na academia há dez anos atrás, todos são graduados com grandes honras, eu liderei esses rapazes em três missões de trabalho, acumulando trinta medalhas de honra, onze corações purpurios; claro perdemos alguns bons homens, mas voce divia ver o que fizemos com os outros caras. 

- Hahahaha. - Todos os soldados riram num tom debochado em uníssono. 

Noctis permaneceu calado com uma expressão facial séria. 

- Nós entramos nos negócios por nós mesmos, escolta especial para dignatários de alto nível, resgate de reféns, assassinatos corporativos, greves cirúrgicas antecipadas ou apenas busca e destruição. Nossa, até roubamos alguns bancos federais  quando os negócios diminuíram. Então essa festinha que temos aqui, não é nada, é só um passeio no parque. - Discursou o capitão. 

Noctis permaneceu calado e sério. 

- Então vai dizer alguma coisa ou não?!  - Perguntou o homem irritado. 

- Que? Foi mal, eu devo ter viajado na maionese, os meus olhos estão começando a lacrimejar, Hehe, foi mal. - Disse Noctis com um sorriso ligeiro e uma mínima gargalhada num tom debochado. 

O homem se sentiu idiota ao ver a inesperada reação do Moreno. 

- Vamos deixar uma coisa bem clara, ontem a noite foi festa, hoje eu vou trabalhar. - Disse Noctis voltando a seriedade,  dando um chute no rosto capitão do pelotão.  

Logo todos começaram a atirar, Noctis desviou fazendo com que as balas atingisse os cilindros que estavam atrás do mesmo expludirem, com o grande impacto da explosão Noctis teve um leve impulso para o seu salto, que fez com que ele atirasse por cima e matasse os soldados.

Quando Noctis caiu,  levantou-se rapidamente e chutou o rosto de um atirando, desviou o tiro de outro e deu uma joelhada e um atirou no mesmo. 

Já se encontravam mais do lado de fora e vinham entrando todos fortemente armados.

Um  homem surgiu com um lançador de mísseis, o primeiro Míssil foi atirado, mas Noctis desviou ligeiramente e atirou no olho do indivíduo. 

Noctis com precisão atirava em cada novo soldado que surgia do lado de fora, sem errar nenhum alvo. Noctis reabasteceu uma de suas armas. 

O soldado que estava no automóvel blindado, atirou com a metralhadora do tanque em Noctis, mas não Atigindo-o. O mesmo se escondeu por trás de uma das prateleiras, tentando achar uma maneira de chegar perto do cara que estava comandando-a. 

O capitão do pelotão, havia acordado e havia se deparado com a cena de vários soldados mortos e o tanque atirando em Noctis, o mesmo ficou puto de raiva e pegou o lançador de mísseis. Noctis estava distraído tentando se proteger das balas que ao perceber o míssil, apenas deu-o tempo de pular. 

Noctis levantou-se rapidamente, desviou das balas que estava lhe atirando, subiu no tanque e matou o cara que atirava com a metralhadora, com um tiro na cabeça. 

O capitão mirou novamente no Moreno com o lançador, Noctis apenas mirou no buraco de saída dos mísseis, fazendo a arma explodir. 

- Desclassificado. - Disse Noctis para si mesmo ao matar o capitão do pelotão. 

O mesmo percebeu que ao fim da rua chegavam quatro outros caras com motos. Noctis desceu do tanque, guardou suas armas e pegou uma metralhadora que havia pelo chão atirou no primeiro que veio a sua direção, quando o segundo veio atirou bem na sua cabeça, o terceiro atirou em sua mão fazendo o mesmo deixar a  arma cair, Noctis apenas esperou que ele se aproximasse para dar-lhe un chute no rosto pelo ar.O Moreno já havia dado fim há três deles, e já estava preparado para matar o quarto que vinha em sua direção, mas o mesmo pulou de sua moto, deu um tiro no tanque de combustível, e quando Noctis tentou fugir da mesma que ainda vinha em sua direção a moto explodiu atingindo Noctis em cheio fazendo-a desmaiar. 

- Ah, bem, valeu a tentativa. - Pensou a rosada em voz alta, ainda observando a movimentação. 

Autora Off. 

















Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...