História GANGSTER - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Taylor Swift
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Taylor Swift, Zayn Malik
Tags Gangster, Romance
Exibições 27
Palavras 908
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 21 - Vinte e um


Ponto de vista, Taylor Swift.


Abri os olhos devagar, enquanto tentava me acostumar com a luz e com todo aquele branco ao meu redor, onde eu estava? Suspirei e olhei ao redor.


"Harry..." - Sussurrei e encarei o Niall, estava vermelho, molhado... - "Porque está chorando?" - Falei baixo novamente, me sentia cansada.


Seu olhar pairou sobre mim e ele abaixou a cabeça.


"Seu filho..." - Falou em um fio de voz e então eu senti meu peito apertar.


"Ele está bem, não é?" - Perguntei, eu não aceitaria outra resposta sem ser "sim". - "Me responda!" 


"Não, ele não existe mais Taylor..." - Sussurrou e eu não me contive e comecei a chorar em seguida.


Eu deveria imaginar que algo de ruim aconteceria, afinal, sou eu. Se fosse bom não aconteceria comigo, estou sofrendo e fazendo o Harry sofrer... Espera, Harry... 


"Calma Ally..." - Ele se sentou ao meu lado na maca e acariciou meu rosto.


Ele não tem direito de pedir para mim algo que ele sabia que eu não conseguiria ter agora.


"Ele morreu... Meubebêê..." - Falei entre soluços e senti seus braços rodeando meu corpo com cuidado. - " E a culpa é minha... Toda minha!" - Falei mais alto, o afastando de mim. - "Onde está o Hazz?"


"Não, não é sua culpa..." - Niall abaixou o olhar.


"É minha sim! Agora me responda... Onde está o Harry?" - Antes dele falar, o médico entrou, lançou-me um sorriso fraco.


"Sinto muito pelo bebê. Você já pode ir..." 


Continuei em silêncio, me levantei da maca e fui ao banheiro caminhando lentamente, troquei de roupa e sai do banheiro.


"Quantos dias?" - Sussurrei.


"Tem dois dias que você esta aqui..." - Niall sussurrou de volta e eu balancei a minha cabeça lentamente.


"E o Harry?..." 


"E-ele deve estar te esperando em casa, ele não sabe ainda." - Niall engoliu em seco e saiu do quarto.


Suspirei.


Porque não falaram ao Hazz? Eu precisava tanto dele aqui agora...


Sai do quarto em seguida e encontrei o Niall conversando com o Louiz, me aproximei enxugando algumas lágrimas do meu rosto.


"Louis... Você falou com o Harry?" - Observei ele e o Niall se entreolharem e em seguida Louis balançou a cabeça nestivamente.


"Tudo bem..." - Eu falei e sorri fraco, forçadamente.


 Algo muito errado estava acontecendo, talvez não com o Harry, e sim comigo, com eles ou... Eu não sei.


Louis colocou as mãos no bolso e desceu os degraus da escada indo até a saída do hospital.


 Ele parecia muito quieto...


"Vem, vamos embora." - Niall sorriu reconfortante e esticou a mão pra mim, suspirei.


"Vamos..." - Segurei em sua mão e o abracei de lado.


Eu me sentia totalmente vazia, era como se metate de mim não estivesse mais alí.


"Está com fome?" - Louis me perguntou após eu e o Niall chegarmos até ele.


Balancei a cabeça negativamente.


"Só quero ir pra casa, ver o Harry..." - Suspirei abaixando a cabeça.


"É melhor comer! Vai poder vê-lo depois." - Niall falou me puxando até uma pequena lanchonete que havia alí.


"Niall!" - Me soltei dele. - " Eu disse não..." - Tentei não soar grossa.


Eu só queria ir pra casa e abraçar o Harry, chorar em seu peito e ouvi-lo dizer que ia ficar tudo bem, mesmo sabendo que não ia.


Ele me encarou por alguns segundos e suspirou travando o maxilar, acentiu e voltamos a caminhar para o carro.


"Eu sinto muito." - Louis falou após entrarmos no carro.


"Eu também, aquele bebê seria a melhor coisa da minha vida..." - Falei baixo encostando minha cabeça no vidro da janela.


"Não pelo bebe." - Falou e eu o olhei pelo retrovisor.


Como assim "Não pelo bebê" ?


"O que quer dizer com isso?" - Me ajeitei no banco e ele ligou o carro acelerando o mesmo. - " Niall, o que ele quer dizer com isso? Eu não entendo!" - Niall me olhou apenas, e afogou meu cabelo.


"Eu também sinto muito." 

Fechei os olhos com força.


"Porfavor, me digam o que houve..." - Senti as lágrimas voltando a escorrer pelo meu rosto após ouvir suas vozes se calarem e juntei minhas mãos.


O que aconteceu?


 O caminho até a casa foi lento, nenhum deles dois parecia querer chegar lá, mas eu queria.


"É... Acho que chegamos..." - Niall murmurou descendo do carro e eu fiz o mesmo quase correndo até a casa.


"Harry?" - Segui para a sala ouvindo o barulho da TV.


"Olá Alison! Pronta para começar a aturar nossos jogos?" - Liam sorriu.


"Cala a boca Payne." - Louis falou. - "Sobe..." - Ele sussurrou para mim e eu olhei todos eles, Niall, Louis, Liam e Zayn, mas o Harry nao estava alí.


"Cadê o Harry?" - Sussurrei mais uma vez e subi as escadas, entrei no quarto do Harry e notei seu guarda-roupas aberto, algumas peças de roupa jogadas no chão e sobre a cama, um papel.


 Caminhei até lá, com medo do que poderia ser aquilo e me sentei na cama, uma foto nossa... Algo escrito atrás... 


 Taylor, eu sinto muito por ter que estar fazendo isso com você. Imagino que esteja me procurando, eu não estou mais na cidade neste momento... Estava sendo perseguido por uns antigos inimigos e precisava ir embora antes que eles descobrissem sobre você e te machucassem, eu ainda te amo, sinto muito pelo bebê, eu estava lá com você ontem enquanto você ainda não havia acordado... Não sei se voltaremos a nos ver algum dia, eu espero que sim... Mas se não voltarmos a nos ver, espero que tenha seguido a  sua vida, espero que seja feliz. 


Harold E. Styles


Ps. Sinto muito. Te amo 



Notas Finais


Comentem...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...