História Garota Boomerang - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Elavaicasar, Garotaboomerang, Meninaboomerang, Minhaguerreira, Minhaprincesa, Minhaxena
Visualizações 6
Palavras 561
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Romance e Novela, Saga
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Um prólogo suave!

Capítulo 1 - PRÓLOGO


Fanfic / Fanfiction Garota Boomerang - Capítulo 1 - PRÓLOGO

10 anos atrás

Eu estudava numa escola chamada Artemanhas. O nome já diz tudo!

Só tinha criança abusada, arteira, loucas...Ou seja, crianças!

E eu, embora fosse arteira em alguns momentos, sempre fui de ficar na minha, apenas observando. Minha irmã mais velha, estudava lá também e eu sempre estava com ela. Parecia a sua sombra, porque eu não era de muitas amizades.

Eu tinha uns 6 anos, quando vi a minha Xena pela primeira vez.

Sim! A minha Xena! Uma garota que chamou minha atenção desde o primeiro dia. Jessica, minha irmã, não era nada tímida e logo fez amizade com ela. E na hora do recreio a gente brincava horrores, de voltar imunda pra casa. Eu me sentia isolada, embora brincasse com elas sempre, elas eram amigas. Eu era apenas a irmã apaixonada.

Embora eu fosse criança, eu percebia muita coisa naquela escola. Por eu ser tímida, eu sempre tive isso de ficar observando as pessoas .

Quando a Xena entrou naquela escola, não demorou muito a se adaptar, pois era uma criança muito travessa. Nunca foi tímida. Ela queria ser o centro das atenções (de uma forma divertida) só que mal ela sabe, que tinha alguém a observando. E eu não deixei de perceber o óbvio. Minha Xena, sofria por dentro, ela guardava algo dentro dela que a fazia sofrer muito e eu sempre soube que aquele seu jeito brincalhão, travesso, era apenas pra que ninguém percebesse como ela realmente se sentia.

Eu não me recordo de uma vez sequer que ela tenha chorado por conta dos seus problemas ( até porque ela estava sempre sorrindo) .

Até que uma certa vez, ela machucou o supercílio direito, levou 4 pontos. Essa é a minha única lembrança dela chorando, não berrando, mas ela estava com medo. E eu, de longe como sempre, me senti um lixo por não poder ajudar.

Não me lembro de muita coisa. Eu sei que brincavamos muito no escorregador. Até ela mesma dizia que era a Xena. E quando ela subia naquele escorregador, ficava de pé e soltava aquele grito que só a Xena sabe fazer, eu sorria. Eu amava aquela garota, e sabia que aquilo nunca passaria. Quando acabou o ano, eu mudei de escola, ela também. E foi assim...A vida nos separou, eu não sabia aonde ela morava e não fazia nenhum sentido eu ir fazer uma visita sem estar acompanhada dá minha irmã.

2014

Aos meus 13 anos , me bati com ela dentro do ônibus...E advinha quem ficou feliz? Eu tinha uma arritmia chamada  "Xena" meu coração entrou em descompasso. Ela estava mais linda, mais perfeita, e eu me apaixonei mais. Eu estava sentada no banco, ela em pé. Eu pensei em pegar a mochila que ela carregava, mas minha timidez sempre me atrapalhou em tudo. E eu tive medo de que ela não me reconhecesse. Isso seria muito pra mim. Então, apenas a olhei. E que bom que ela não percebeu.

2017

Eu achei o perfil dela no Instagram, mas não puxei conversa, até que um dia ela comentou uma foto minha de cueca!

Eu fiquei: "OMG"

Depois de um tempo, ela me chamou no direct e eu realmente fiquei surpresa.

Eu deveria ficar mal. Ela não me reconheceu, não lembrava de mim.

Sei que, ficar chateado é o que aconteceria com qualquer um, mas era a Xena, era ela...E eu nunca ficaria com raiva dela por nada.


Notas Finais


Vou estar postando pré/pós capítulos no meu Insta pessoal hehe
Qualquer dúvida, curiosidade, chama lá @um_amorzito


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...