História Garota Efêmera - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Tags Chaehyo, Chaehyun, Chaemina, Chaemo, Chaesana, Chaeyeon, Jungfic, Michaeng, Nayoung, Tzuyoung
Exibições 28
Palavras 470
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drabble, FemmeSlash, Fluffy, Shoujo-Ai, Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura

Capítulo 1 - Paixão de um dia.


Em meio a palavras sem sentido,  e risadas afobadas que minhas amigas proferiam a mim, eu a vi. Sentada sozinha, em um dos vários bancos daquela praça. Seu longo cabelo castanho dançava com o vento, remexendo-se de um lado para outro em agitação.Sua cabeça estava baixa, direcionada ao caderno que tinha em mãos, não me permitindo contemplar seu rosto.

Observei-a por um longo tempo, apreciando sua pele branca e os movimentos calculados traçando algo na folha de papel branca, desenhando talvez? Ela parecia levar jeito para arte.

Resisti ao impulso de caminhar até ela, tentar iniciar uma conversa, ou apenas saciar minha curiosidade e poder contemplar-la de perto. Mas tive medo de assusta-la com minha atitude.  

Eu já não ouvia mais o que minhas amigas diziam, minha atenção estava presa naquela garota, e somente naquela bela garota, como se o mundo a minha volta já não importasse mais.

Em certo momento, em que eu já estava observando-a por um bom tempo, ela finalmente levantou a cabeça, fazendo-me prender a respiração em ansiedade, sentindo a curiosidade consumir-me.

Quando pude contemplar os tão perfeitos traços de seu belo rosto, senti meu coração falhar em uma batida, e então seu olhar encontrou o meu, fazendo-me afogar-me no mar negro de suas orbes brilhantes. 

O mundo pareceu parar naquele momento, como em um filme clichê, quando duas almas gêmeas se encontram. Mas o contato não durou muito, logo ela desviou a atenção para o objeto repousado em seu colo novamente. 

Suspirei em um misto de frustração e felicidade, frustrada pois desejei me perder por mais tempo em meio a galáxia de seu olhar. Felicidade por ter finalmente depois de tantos minutos, conseguir contemplar as belas curvas de sua face, e ter seu olhar sobre mim, mesmo que por alguns instantes. 

Deixei-me observar-lhe por mais tempo, acompanhando cada movimento seu, e cada careta que fazia como se não estivesse satisfeita com os resultados da ue obtinha sobre a folha branca.

Eu estava encantada pela bela garota solitária em meio a toda aquela multidão barulhenta. Desejei saber mais sobre ela, ouvir sua voz, saber seu nome, e o que traçava na folha daquele caderno. 

Depois de alguns minutos, ou talvez horas, – eu não sabia dizer, o tempo parecia um mero conceito quando minha atenção estava presa a ela – a garota levantou-se do banco, abraçando o caderno sobre o peito, e saiu devagar, sumindo em meio a multidão espalhada por toda a praça, levando meu encanto junto a si.

Eu não sabia seu nome – nem nunca cheguei a saber – , mas estava completamente encantada por aquela garota efêmera, do tipo que você se esquece no dia seguinte, e se torna apenas mais uma das várias pessoas que se chega a "conhecer" na vida.

Mas eu não queria que ela fosse apenas mais uma, não queria esquece-la.

Então escrevi sobre ela. Minha paixão de um dia.




Notas Finais


Dedicada a garota da praça, ao qual eu nunca tive coragem de ir até ela.
Desculpem os erros.
Espero que alguém goste disso.
~Beijinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...