História Garota em chamas - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Channel: The Animation
Tags Akagami No Shirayuki-hime, Akame Ga Kill, Amnésia, Angel Beats!, Ano Natsu De Matteru, Ao Haru Ride, Ao No Exorcist, Artes Marciais, Aventura, Bakemonogatari, Bakuman, Bishoujo, Bishounen, Black Bird, Black Bullet, Black Rock Shooter, Bleach, Blood Lad, Blood+, Blood-c, Boku Kara Kimi Ga Kienai, Boku Ni Natta Watashi, Brothers Conflict, Btooom!, Bungou Stray Dogs, Charlotte (anime 2015), Clannad, Colegial, Comedia, Cosplay Complex, Crossover, Dakara Boku Wa, Dance In The Vampire Bund, Dance With Devils, Danganronpa: The Animation, Deadman Wonderland, Death Note, Dengeki Daisy, Dgray-man, Diabolik Lovers, Dn Angel, Drama (tragédia), Durarara, Ecchi, Ecchi Ga Dekinai, Escolar, Esporte, Fairy Tail, Família, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Cientifica, Free, Fullmetal Alchemist, Gakuen Alice, Gintama, Haikyuu, Hakushaku To Yousei, Harem, Hataraku Maou-sama, Hentai, Hiyokoi, Horimiya, Horror, Hunter X Hunter, Hyouka, Inazuma Eleven Super Onze, Inu X Boku Ss, Inuyasha, Inuyasha Kanketsu-hen, Itazura Na Kiss, Junjou Romantica, Kaichou Wa Maid-sama, Kamigami No Asobi, Kami-sama Hajimemashita, Kaze No Stigma, Kill La Kill, Kissxsis, K-on!, Kotoura-san, Koutetsu Tenshi Kurumi, Kuroko No Basuke, Kurookami, Kuroshitsuji, Kyoukai No Kanata, Last Game?, Lovely Complex, Luta, Mad Father, Magia, Mirai Nikki, Mistério, Namaikizakari, Nana, Naruto, Nijiiro Days (rainbow Days), No Game No Life, Noragami, Novela, One Piece, Pandora Hearts, Poesias, Pokémon, Policial, Romance, Romeo X Juliet, Rosario Vampire, Saga, Sankarea, School Days, Seikon No Qwaser, Seito Kaichou Ni Chuukoku, Shigatsu Wa Kimi No Uso, Shonen-ai, Shoujo Romântico, Shoujo-ai, Shounen, Sobrenatural, Soul Eater, Suki-tte Ii Na Yo, Suspense, Sword Art Online, Terror, The Walking Dead, Tokyo Ghoul, Toradora, True Love, Universo Alternativo, Vampire Knight, Violencia, Visual Novel, Vocaloid, Watashi Ni Xx Shinasai!, Yamada Tarou Monogatari, Yaoi, Yu-gi-oh!, Yuri
Exibições 45
Palavras 732
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Capítulo 3 (Novos sobreviventes)


Fanfic / Fanfiction Garota em chamas - Capítulo 3 - Capítulo 3 (Novos sobreviventes)

Eles nos levaram até uma fazenda bem interessante. Era protegido por uma cerca, não muito em organizada mas mesmo assim é boa. Enquanto Lee e os outros conversavam, eu fiquei sozinha e fui debaixo de uma árvore. Tinha um balanço mas estava quebrado. 

-Hum.... Eu poderia concertar....- Vejo uma corda e uma tábua.- Perfeito.

Depois de consertar o balanço como meu pai me ensinou, fiquei sentada pensando.

-Kon'nichiwa.- Um garoto pequeno acho que da minha idade se aproxima.

-Olá.- Digo pensativa.

-Sou Duck. Você deve ser a Ayano, a filha do Lee né?

-Não sou filha dele, meus pais estão vivos.- Digo.

-Entendi. Meu pai, aquele moreno de boné verde se chama Kenny, e o amigo dele é Kevin.- Ele aponta para os outros que estão conversando.- Minha mãe se chama Mary e a sua?

-Scarlet Kannagi.- Digo meio incomodada com ele.- E meu pai Natsu Dragneel.- Digo antes que ele pergunte.

-Disseram que você é uma maga, verdade?

-Sim...

-Você.....

-Que foi?

-Você ainda vai brincar no balanço?- É sério isso?? 

-Não....- Me levanto e ele se senta.

-Obrigado.- Ahhh.....

-De nada.- Vou até o Lee e puxo sua camisa já que ele é bem maior que eu.- Quanto tempo vamos ficar aqui?- Digo rabugenta.

-Não sei.

-Podemos conversar Lee?-Pergunto impaciente.

-Claro.

Nos afastamos um pouco deles e caminhávamos pelo sítio.

-Lee não gostei daqui.

-Por que? Não gostou do Duck?

-O nome dele é "pato", ele é infantil e parece que não percebe o que estamos encarando agora.

-Entendo.

-Eles nos ajudaram a fugir e agradeço mas não quero ficar aqui. Preciso encontrar meus pais e meu irmão, rápido. Eles podem precisar de ajuda.

-Por isso está assim?

-Não, o que eu disse do patinho é verdade também.- Cruzo os braços.- Mal o conheço e ele já me irritou...

-Lee, Aya! Parece que o líder dessa equipe quer conversar conosco. Vocês vem?- Margô pergunta, ela ainda não superou a perda do irmão mas está bem melhor o que é bom. Eu gosto dela.

-Já vamos, tente aguentar mais um pouco Aya,tudo bem?- Suspiro.

-Hai....

Fomos até o celeiro aonde o líder chamado Klaus estava nos esperando junto com seu filho Kevin. 

-Como podemos confiar em vocês?- Como assim???

-Se fossemos inimigos.... Eu já teria te matado.- Digo fria e Enraiha aparece em minhas mãos, todos estremessem até o Lee.-Os inimigos são eles.- Aponto minha espada para a cerca aonde tinham caminhantes tentando ultrapassa-la.- Mas se quiser, pode ter mais inimigos...- Dou de ombros e Enraiha desaparece com uma ordem da minha mente.-Mas o que devemos fazer para supostamente você "confiarem" em nós?- Digo irônica.

-Nosso trator, precisa ser concertado se não, não poderemos fazer a colheita em segurança.-A mulher chamada Mary diz.

-Ótimo, podemos fazer isso?-Lee pergunta e assenti.- Tudo bem, faremos 

Seguimos caminho até um trator amarelo estava, bem perto da cerca. Nenhum walker á vista o que é bom. Fiquei observando o estado do trator.

-Hum.....Certamente não são as rodas ou o implemento. Talvez seja o consumo de combustível ou a rotação do motor.-Digo pensativa.

-Conhece tratores menina?- Kevin pergunta. Kenny, Kevin e o pato ficaram comigo e com o Lee. Enquanto Margô, Mira e o velhote ficaram com Mary e o outro cara que não lembro o nome.

-Hai. Meus pais tinham um sítio e as vezes tínhamos que concertar os tratores de lá. Meu pai me ensinou. Estava pensando em ir para lá quando encontrasse meus pais e meu irmão.- Digo mexendo no motor para ver o problema.- Certamente é o motor.- Fico tentando empurrá-lo para o lugar certo.- Agora vamos testar.

Subo no trator e dou a partida. Ele ligou e provavelmente vai andar.

-Perfeito.- Digo pulando do mesmo.

-Sogoy.

O pato sobe em cima do trator e fica brincando nele. Fala sério eu mereço isso?? Kenny observava seu filho enquanto Kevin mexia em um rádio.

-Você é bem esperta.- Lee diz num sorriso.

-Meus pais sempre disseram que saber coisas de sobrevivência é essencial.- Digo brincando com os dedos.- Lee.- O chamo e ele se vira fazendo um "hum?"- Você acha mesmo que minha família está bem? Quero dizer, meu irmão? Sinto ele mas meus pais... Eu não sei mais Lee....

-Aposto que estão. Se eles te ensinaram tudo isso, são espertos o suficiente.- Sorrio.

-Arigatõ.

De repente ouço gritos e carne sendo rasgada, me viro e vejo.....

 

 

 

 

 

SOU MÁ!!!! Só no próximo capítulo!!

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...