História Garota, me deixe saber. - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Girls' Generation
Personagens Personagens Originais
Tags Yulsic
Exibições 317
Palavras 1.843
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


CHEGUEEEEEI~
O esquema é a gente se beijar todo mundo pelado, quero muito.
Bom, eu não postei sexta passada porq eu realmente estou um lixo de criatividade com essa fic SORRY~ eu to fazendo o possível pra escrever, mas realmente ta difícil. Por isso vou pedir que me ajudem como sempre. AGORA VAMO LA!!!!

Capítulo 19 - Dorme comigo essa noite?


   Eu podia ver a sinceridade escorrendo pelos seus olhos que me fitavam, me deixando sem saber oque dizer ou fazer. Aquelas palavras pareciam ecoar pela minha cabeça, deixando meu interior completamente confuso. Jessica parecia desesperada, oque me deixava ainda mais preocupada; Será que Tyler havia feito algo contra ela?

  — Jessica... - Respirei fundo me preparando mentalmente para a resposta que iria receber. — Me conte oque esta acontecendo, por que isso agora?

  Jessica se manteve em silêncio, seus olhos agora estavam fitando o chão.

  — Yuri... Nós precisamos conversar sobre o que aconteceu... - Ela suspirou, então voltou a me olhar. — Nada que aconteceu foi minha culpa, eu não queria que te magoar ou te fazer pensar errado sobre mim... Mas foi preciso... E-Eu juro! - Jessica passou a soluçar  enquanto as lagrimas escorriam pelo seu rosto.

  Ver ela nessas condições estava me deixando com o coração na mão.

  — Vem cá.

  Foi tudo oque eu disse, agarrei o corpo de Jessica rapidamente o prendendo a mim. Agora a mesma chorava com o rosto sobre o meu ombro, eu podia sentir suas lágrimas que molhavam a minha camisa. Eu continuava sem entender muita coisa... Na verdade eu não estava entendo ao certo oque Jessica queria dizer.

  — Agora me explique melhor...

  — Você é lesada, Yuri?

  Jessica empurrou meu corpo para longe do seu, me assustando com a sua reação. Fiquei a encarando a espera que a mesma começasse a me explicar, ela começou...

  — É tudo culpa da vadia da minha irmã! - Ela quase gritou. — Krystal tem um amor secreto por você... E eu sabia disso! E acabei me deixando seduzir por você e olha no que deu... A culpa é sua Yuri!

  Tentei processar sua fala mas antes de poder entender Jessica partiu para cima de mim me atingindo com vários tapas nos braços.

  — Su-Sua louca! Pare com isso!

  Gritei na tentativa de fazer Jessica parar, no qual não deu muito certo. O que as pessoas iriam pensar se nos visse ali? Duas garotas no meio do jardim brigando? Em plena "quase madrugada". Segurei seus pulsos firmemente, trouxe seu corpo para mais perto do meu, então encarei seus olhos castanhos.

  — Yuri... Krystal sabe sobre a gente. - Em momento algum Jessica desviou o olhar. — Quando ela descobriu que estava acontecendo algo entre nós, ela buscou por provas.

  — Provas? Que tipo de provas?

  — Krystal tem algumas fotos da gente se beijando no vestiário... - Um suspiro pesado escapou dos seus lábios. — Eu só descobri sobre as fotos quando acabei transando com você pela primeira vez... Ela mandou uma mensagem dizendo que precisamos conversar, quando cheguei, ela abriu o jogo.

  Pude ver que aquela garota horrível que ficou presa em minha mente por um longo tempo, fazendo a minha raiva por ela só aumentar completamente, diferente agora, se desmanchando em lágrimas como se fosse a garota mais sensível do mundo.

  — Então foi por isso que não estava mais lá quando acordei... - Acabei pensando alto, e Jessica provavelmente ouviu.

  — Eu não sabia Tyler estava envolvido nisso... Eu não sabia da briga entre vocês... Eu só estou com medo de onde isso tudo vá parar Yuri...

  — Por que ela esta fazendo isso? - Perguntei deixando meus olhos vacilar.

  — Os boatos que correram pelo colégio não saíram da minha boca... Eu não posso fazer nada Yuri, se essas fotos simplesmente cair nas mãos do meu pai...

   Não deixei Jessica terminar.

  — Jessica seu pai me ama, eu poderia falar com ele sobre...

  Jessica se vingou me cortando.

  — Acha mesmo que ele aceitaria isso sem problema algum? Eu tenho um laço com a família de Tyler Yuri... Ele simplesmente pode acabar com nos duas. Tyler passou a ficar com outras garotas depois que descobriu sobre nós...

          Droga, mas que droga!

  Suspirei pesado coçando minha nuca. Jessica tinha razão, se seu pai acabasse descobrindo sobre as fotos, eu seria uma mulher morta. Jessica estava tensa, e eu entendia seu estado, obviamente foi difícil lidar um com isso sozinha. Carinhosamente envolvi meus braços em volta do seu corpo o abraçando intensamente, Jessica segurando em minha camisa enquanto escondia seu rosto na curvatura do meu pescoço.

  — Sica-ah... - A chamei em um tom baixo, recebendo como resposta apenas um movimento com a cabeça. — Se você ficar ao meu lado, eu estarei disposta a lutar por você...

  Naquele momento o silêncio se fez presente, Jessica não me respondeu, mas sua respiração a entregou; Jessica estava pensando, e por algum motivo eu estava com medo do que viria depois.

  — Quando Krystal espalhou sobre nós pelo colégio... Eu imaginava como aquilo iria te machucar, e quando você foi ao meu encontro para dizer tudo aquilo... - Jessica afastou seu rosto e então fitou meus olhos. — Quando você chorou na minha frente, eu queria ter lhe abraçado e explicado tudo oque estava acontecendo... Mas eu fui covarde Yuri. - Jessica agora olhava para o chão.- Pela primeira vez eu tenho certeza que posso me entregar a esse sentimento.

  Eu realmente estava surpresa, nunca imaginei que ouviria isso vindo dessa garota que parecia tão insensível na maior parte do tempo. Juntei minha testa a sua, levei meu polegar ao seu rosto e passei a acariciar sua bochecha levemente.

  — Então fique comigo Jessica. Esqueça Tyler ele é um idiota!

  — Eu não posso Yuri! Meu pai nos mataria, nossa vida daqui para frente iria mudar por completo! Eu eu não vou arriscar tudo o que eu consegui por conta de uma paixãozinha passageira! - Jessica esbravejou me deixando sem reação, suas ultimas palavras de algum modo me machucaram. — Eu vou resolver isso, e quando tudo isso acabar você some da minha vida e fingimos que nada disso nunca aconteceu.

  Eu queria socar aquela garota até ela não respirar mais. Suas palavras só acabaram me deixando com raiva a ponto de fazer o sangue que corria pelo meu corpo ferver.

  — Eu já imaginava! Você só pensa em você Jessica. - Afastei o corpo da garota, dando um passo para trás. — Você é tão egoísta que não para pra pensar em como eu iria ficar. Como eu vou ficar Jessica?! - Sim, eu estava explodindo em raiva. — Quer saber? Eu to fora! Eu quero que você se foda, faça oque achar melhor siga a sua vida longe de mim então, não é isso que você tanto quer? Então apenas faça.

  Assim que consegui colocar para fora aquilo que precisava dizer, senti o estalo em meu rosto, em seguida um arder forte que me deixou com os olhos fechados por alguns segundos.

  — Vá se foder Yuri! - Ela berrou. — Eu queria ficar com você, será que você não percebe? Mas eu não...

  — Já entendi Jessica, eu não quero mais saber, você já deixou bem claro que não vai dar uma chance para essa paixãozinha passageira. Agora eu quero ir dormir, boa noite.

  Quando eu estava pronta para me retirar, senti os lábios de Jessica se chocarem contra os meus. Sem pensar duas vezes, firmei meus braços em sua cintura assim abraçando seu corpo enquanto movimentava meus lábios contra dos seus na tentativa de ganhar passagem. A passagem que Jessica não demorou a ceder, logo nossas línguas se encontraram e passaram a se acariciar calmamente porém com desejo. Ficamos um bom tempo aos beijos, mas infelizmente o ar já nos faltava, finalizei deixando vários selares  em seus lábios.

  — Fique comigo Sica-ah...- Minha voz acabou saindo o mais manhosa possível.— Eu sei que você quer isso tanto quatro eu.

  — Você não sabe de nada Yuri... - Sua voz a entregou que a mesma estava triste.

  Mais uma vez o silêncio estava presente, eu queria dizer algo, mas não sabia o que...

  — Jessica! - A chamei, recebendo um olhar surpreso. — Eu amo você, e você quem eu quero ao meu lado, por favor... Deixe de ser teimosa e se entregue para esse sentimento agora que ainda tem chance...

  — Dorme comigo essa noite?

  Ela ignorou completamente as minha palavras.

  — Só essa noite? - Acabei deixando um riso bobo escapar.

  — Você aceita ou não? Eu não irei pedir outra vez. - Seus braços já estavam cruzados.

  Fingi estar pensando, mas acabou não dando certo pois eu não conseguia conter o sorriso bobo em meus lábios.

  — Eu irei pegar algumas coisas em meu dormitório, e logo estarei com você, ok?

  Jessica assentiu  já se virando para seguir o seu caminho, a puxei pelo pulso e roubei um selar dos seus lábios no qual faz ambas sorrir.

  Depois de deixar Jessica ir, fiz o mesmo caminhando para o dormitório onde eu pegaria algumas coisas e depois seguiria para o quarto da Jung. Quando já estava a caminhando pelo corredor me deparei com uma loira, mais baixa que caminhava a minha frente, indo na mesma direção.

  — Nossa gata, me chama de silicone e me deixa preencher esse vazio no seu peito.

  Enquanto eu me acabava de rir internamente, Taeyeon fez questão de para de caminhar e se virar me dando um olhar mortal, em seguida de um sorriso falso.

  — Esta perdida meu bem? Será que eu posso lhe ajudar?

  Acabou que as duas passaram a rir de algo que nem havia sido tão engraçado.

  — Estava com Tiffany esse tempo todo? - Perguntei assim que voltamos a caminhar.

  — Sim... Mas passei no dormitório da Junial a pouco tempo.

  Pensei em perguntar se estava rolando algo entre Juniel e ela, mas  achei melhor deixar Taeyeon ter a sua privacidade, pelo menos por um tempo, é claro.

  — Certo... - Fingi não me importar.

  — E você Yul? Onde estava?

  Taeyeon era minha melhor amiga, eu não tinha o porque mentir.

  — Eu estava com Jessica... - Taeyeon me olhou com uma cara de poucos amigos. — Na verdade só vim pegar umas coisas... Vou dormir com ela essa noite. - Disse como se não me importasse com mais nada, mas a verdade é que eu estava com medo de suas palavras.

  — Parece que você se esqueceu do que eu disse sobre os Jung's serem todos uns filhos da puta, não é? - Ela disse assim que segurou na maçaneta da porta do quarto. — Mas tudo bem Yul... Eu posso ver o quanto você gosta dela, então eu aceitarei isso. - Taeyeon deixou um riso escapar, ela tentou bancar a durona ma qual não deu muito certo.

  Quando finalmente adentramos no quarto, o local estava escuro e silencioso, todos ali estavam dormindo. Troquei de roupa, aproveitei para pegar algumas peças para vestir quando acordar. Me despedi de Taeyeon deixando um selar em sua testa como de costume. Sai do quarto tentando não fazer tanto barulho, fiz questão de fechar a porta lentamente para evitar uma batida. Eu estava pronta para seguir meu rumo quando senti a presença de uma outra pessoa.

  — Tyler vai adorar saber que a sua namorada dorme com uma garota quando ele não está.


Notas Finais


ALOKA!!! QUEM SERÁ? ALGUÉM VOLTOU PRA DESTRUIR. SJAJJDJA
Me digam oque acharam. É
Amo vocês /Um cheiro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...