História Garota Mistériosa - Imagine Jimin - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Block B, Monsta X
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Joo Heon, Jungkook, Ki Hyun, P.O., Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Won Ho, Zico
Tags Block B, Bts, Hoseok, Jeon Jungkook, Jooheon, Kihyun, Kim Seokjin, Min Yoongi, Monsta X, Namjoon, Park Jimin, Taehyung, Wonho, Zico
Visualizações 123
Palavras 1.337
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ecchi, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


BOA LEITURA ❤

Capítulo 2 - Capítulo 02


Fanfic / Fanfiction Garota Mistériosa - Imagine Jimin - Capítulo 2 - Capítulo 02

Não consegui dizer nada, meu corpo não obedecia meus comandos.

- Você não vai a comprimentar Park Jimin ? - disse Jin sério.

- D-desculpe..

Sorrio sem graça.

- O-oi.

Ela sorri e faz um asseno com a mão.

Tão fofa.

- Bom vamos comer! - diz Taehyung feliz correndo para cozinha.

Todos vão para cozinha, (S/N) passa por mim e seu perfume exala por toda sala. Eu e Suga nos entreolhamos e seguimos até a cozinha também.


(S/N) ON.


Aquele tal do Park Jimin não parava de me olhar, e eu assumo que quando eu o vi pela primeira vez naquela sala me deu um frio no estomago. Como se tivesse borboletas no meu estômago.

Ele me fitava sem piscar e isso estava me dando um certo encomodo e para piorar tudo agora não era só ele, e sim todos estavam me olhando.

Jin percebeu meu encomodo e olha para eles.

- Dá pra parar de olhar ela desse jeito ? - diz sério

Todos desviaram o olhar para seus pratos exceto o Jimin. 

Aish o que esse garoto tem comigo ? Espera será que tem algo no meu rosto ? Ou no meus dentes ?

Levo discretamente minha mão ao rosto passando a mão sobre boca, nariz e queixo. Não tem nada. Passo a língua disfarçadamente pelo meus dentes e lábios. E também não tem nada.

Eu o olho e ele está rindo e negando a cabeça. Sinto meu rosto esquentar.

Idiota.

- Então..- alguém quebra o silêncio - Da onde você conheço o Jin hyung ? - me pergunta.

- Bem a gente se conheceu no Brasil.

- Eu fui lá para um convenção - diz e sorri como se lembra-se - ai ela tava lá também, ai se tornamos amigos - finaliza Jin sorrindo e me olhando.

Todos fizeram "ahh" e voltoram a comer normalmente.

- (S/N) quantos anos você tem ? - pergunta se não me engano um tal de Jungkook.

- 20. Eu tenho 20 anos.

 Todos arregalaram os olhos menos Jin que ria da reação deles.

- Não parece..- Diz o Jungkook. - parece ter 15 anos..- rio da sua comparação.

Fofo.

Sorrio e continuamos conversando. Eles me perguntaram como é o Brasil, como é as pessoas de lá, as comidas e até perguntaram sobre futebol e Samba. O tempo se passou e eu não percebi, olho no relogio já era 2:00 da manhã.

- Bom eu tenho que ir. Já é tarde.

- Mas porque ? - Jin disse

Sorrio de sua atitude. Nunca muda.

- Tenho aula amanhã as 9:00. Preciso descançar um pouco.

- Mais está tarde para você ir sozinha.- diz Namjoon me olhando.

Eu fico em silêncio pesando.

- Minha casa é pertinho, dá para ir sozinha não tem perigo.

Pego minha bolsa e vou em direção a porta.

- Espere..- Jin chama minha atenção e ele pensa um pouco e sorri.

- Algum de nós podia levar você..- diz olhando para os meninos.

 - Eu levo! - diz Jimin primeira vez na noite.

Todos olham assustado para ele, Jimin fica sem graça e coça a nuca. Ninguém mais se manifesta e Jin concodaram com ele. Despeço de todos menos do Jimin já que ele me levaria, logo saimos.

Agora eu e ele estavamos andando em silêncio pelas ruas de Seul. Despois de alguns minutos chegamos no meu apartamento.

- É aqui.

Paro de frente ao meu apartamento e olho para Jimin com as mãos no bolso da calça jeans. Ele parecia pensativo.

- Você tem namorado ? - me pergunta do nada quebrando o silêncio entre a gente.

- Que ? Não.

- Isso é um alivio - suspira e sorri de lado.

- Porque ? 

- Por isso..- diz e chega perto de mim e agarra minha cintura.

Ele acaba com o espaço entre a gente e sela nosso lábios. Jimin começa movimentar lentamente seus lábios sobre os meus, eu sigo os movimentos perfeitos de sua boca , dou espaço para que sua língua adentra-se na minha boca. Ele segura forte minha cintura, me trazendo para mais perto do seu corpo quente e apertando meu quadril contra o seu. 

Levo minhas mãos até seus cabelos sedosos e seguro firme, ele poem suas mãos frias dentro da minha blusa e eu me arrepio pelo contato da minha pele quente com suas mãos frias.

- Jimin.

- Hm.- ele murmura agora contra meu pescoço aonde ele está mordendo e chupando.

- Porque fez isso ?

- Porque desde primeira vez que eu te vi quiz fazer isso.- diz e me dá um selar demora e molhado.

Me afasto do seu corpo e Jimin me olha confuso.

- Tenho que ir. 

Corro para meu prédio e ouço ele gritar, mais eu continuo correndo para o elevador e entro no mesmo.

Chego no meu andar ofeante por conta que eu corri e por causa do beijo dele que me deixou sem ar, entro apartemento tranco a porta e vou com passo apressados para meu quarto e me jogo na cama.

Fico pesando o que acabou de acontecer, sinto meu coração bater rápido e novamente a sensação de borboletas no estamgo volta.

Que sensação é essa ?

Porque estou assim ?

Levo minha mãos até a boca e sorrio ao lembrar do maravilhoso gosto de seus lábios , fico assim até o sono me pegar e eu adormecer.

Acordo assustada no meio da madrugada, eu olho para o relógio e vejo que era quase 4:00 horas da manhã. Droga, não dormi nada.

Bufo irritada.

Tenho a sensação de está sendo observada, olho para os pés da minha cama e vejo um simulheta parada olhando para mim.

- MEU DEUS DO CÉU QUEM É VOCÊ ? 

Ele anda mais um pouco para perto de mim.

- COMO ENTROU AQUI ? 

Digo já de pé no lado oposto dele.

- SOCORRO ALGUÉM ME AJUDA !

Ele sobe na cama para poder me pegar e eu saio correndo do meu quarto.

Entro na primeira porta que eu vejo e a tranco. Minha respiração está descontrolada, olho onde estou e vejo que estou no meu armário de bagunça.

Droga esqueci meu celular.

- Vamos docinho aparece, quero só brincar com você. - ouço passos perto da onde estou.

Sinto meu corpo todo tremer.

- Vamos aparece logo, eu vou ser bonzinho. - diz e ouço barulho de porta sendo aberta.

Ele está perto.

- Facilita as coisas lindinha..- ouço outra vez barulho da porta sendo aperta - antes de eu te entregar eu quero brincar um pouco..- diz e vejo a sombra de seus pés na porta aonde eu estou.

Coloco a mãos na frente na boca e começo a chorar baixinho.

A sombra de seus pés se afastam da porta. Suspiro um pouco alivada.

Meu celular antigo !

Começo a caçar ele naquela bagunça sem fazer barulho.

Espero que ele não esteja sem batéria. Larga de ser idiota (S/N) claro que ele vai estar sem batéria, faz séculos que você não mexe nele.

Sinto as lágrimas descer pelo meu rosto e meu desespero aumentar.

Achei ! 

Ele estava desligado. Merda.  Passo meu dedo pela tela e nada. Tento ligar ele.

Liga. Por favor liga.

Ligou.

- Obrigado deus.

- Eu estou te ouvindo boneca. Quando eu te pegar a nossa brincadeira vai ser um pouco mais bruta querida. - ouço novamente passos perto da onde estou.

Por favor não.

Pego meu celular e a primeira pessoa que penso é Jin.

Isso o Jin !


LIGAÇÃO ON.


- Alô ?

- Jin socorro tem alguém aqui.

- QUE ?? ESTOU INDO. 

NÃO SAIA DAÍ

FIQUE QUIETA, EU ESTOU INDO.


LIGAÇÃO OFF.


Espero que Jin não demore.

- Estou ficando sem paciência sua  vagabunda. - diz parando novamente na porta aonde estou.

Sua sombra chega mais perto.

Fique calma (S/N) o Jin está chegando.

Ele tenta abrir a porta. Fecho meus olhos com força e ponho as mãos na boca para não gritar.

- Te achei sua cadela ! - força a porta - abre essa porta sua imprestável. - ele dá um chute na porta.

- (S/N) ! - ouço Jim gritar.

O desconhecido para de tentar a abrir a porta.

- Eu vou voltar. - diz e ouço seus passos apressados se distânciar.

Tudo fica em silêncio, escuto o barulho da porta se abrindo bruscamente.

- (S/N) CADE VOCÊ ??! - Ouço o Jimin gritar.

Jimin ? Jimin !

Abro a porta do meu armário e saio correndo em direção a sala, vejo Jimin olhando tudo desesperado. 

Seu olhar encontra o meu e ele corre até a mim.

- Eu achei que ia morrer Jimin.


Notas Finais


Eita acho que peguei pesado com o palavriado, peço desculpa para quem não gosta. 🙏

Eita quem será que está atrás delas ?👀😱

Jimin salvador da patria ❤

Jimin me beija. Pera q ? 🙈👀😂

Posso continuar ?

A titia amo vocês ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...