História Garotas Com Garotas - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Romance
Exibições 22
Palavras 826
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Hentai, Lemon, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Chegaay

Capítulo 3 - Mais passos


Fanfic / Fanfiction Garotas Com Garotas - Capítulo 3 - Mais passos

Assim que saímos da festa, pegamos nossas bicicletas e fomos.

Nós fomos em silêncio.
A maior parte do trajeto, ela nem sequer me olhou. Eu até me sentia meio sem graça.

Até que então ela me olhou, e ficou em silêncio.
Eu a olhei também, só que eu não sabia o que aquilo significava. Então eu comecei a rir, e sim, aquilo não era pra ter acontecido. Ela ia achar que sou doente mental ou algo do tipo:

- O que foi ? - ela disse rindo

- Desculpa, é que eu não sei como reagir quando me olham, então sei lá, eu apenas rio.

- Você é engraçada - ela disse com um olhar diferente.

Naquele momento senti meu rosto corar.
Eu não sabia pra onde olhar.
Eu sou idiota ou o que ?

Até que então eu senti a queda.
Sim, eu bati com tudo a minha bicicleta numa placa de sinalização.
Eu sou idiota ? Sou.
Eu fiquei tão sem jeito com o olhar dela , que cai.

Enquanto eu estava atirada no chão, ela ficou rindo da minha cara.
Naquele momento quis cavar um buraco no asfalto que chegasse até o inferno , pra que ninguém mais me visse.

- Desculpa estar rindo (risos), é que realmente foi engraçado , desculpe (risos) - disse ela praticamente chorando de rir

Enquanto ela ria, eu só fiquei olhando mesmo. O que eu faria ? Nada. Nem levantar eu conseguia.

Após rir durante 2 minutos sem parar:

- Parei (respiro). Você quer ajuda pra levantar ,né ?

- Quero , obrigada.

Ela desceu da sua bicicleta e veio até mim.
Engraçado que eu estava do outro lado da rua. Eu me distrai tanto, que perdi totalmente o controle da bicicleta, da vida.

Ela tirou a bicicleta de cima de mim e pegou na minha mão.
A sua mão estava fria e suando .
Ela me ajudou a levantar .
Ela continuou segurando a minha mão assim que levantei.

- Você está bem ? - ela pediu com um olhar doce.

- Agora que não estou no chão ,sim.

Ela riu de mim de novo .
O riso dela era bem fofo.
Os dentes dela eram mais brancos que a faixa de segurança que havia a 3 metros de nós .

Ela continuava com a sua mão na minha.
Eu limpava a minha calça com a outra mão.
E eu sentia que ela me olhava fixo enquanto isso.
Assim que parei de limpar nos olhamos.
Foi estranho.
Demais.
Mesmo .

- Você é mais bonita de perto - ela disse aleatoriamente.
Sei lá porque ela disse isso. Foi estranho. Mais do que a gente ficar se olhando que nem duas múmias.

Mas realmente ela estava muito mais perto do meu rosto.
Então eu novamente senti o meu rosto corar.
E por que ?
Não tinha porque eu cair , porque eu estava com as pernas no chão sem perigo disso acontecer de novo.

Então eu pensei no que falar.
E não consegui pensar..
Então afastei-me dela.
Mas ela continuava segurando minha mão.
E também não queria largar.
Sei lá. Mas eu também não queria que ela largasse.

- Por que você está vermelha ? - ela perguntou levantando uma das suas sobrancelhas .
Que eram lindas por sinal, muito bem feitas.

- Estou ?

- sim, você está.

- Ah..

- Por que está assim ? - ela repetiu.

- Olha, não sei (larguei a mão dela).

Eu tava morrendo de vergonha.
Eu não sei porque.
Era eu que sentia algumas coisas por ela.
Ou não ?
Eu tava bem confusa.
E com medo.

- Ta. Então.. Vamos continuar? - ela disse

- Continuar ? - eu disse ,bem desligada literalmente.

- Continuar. (Risos). Você e eu. Até sua casa.

- Ahh. Não. Não se preocupe, o resto eu vou sozinha. Vai que eu passe vergonha de novo.

- (risos). OK. Até mais. Te vejo amanhã ? Na minha casa. Vou estar sozinha. Se quiser vir, avise. Tipo agora (risos)

Ahhh, quando ela sorria, meu Deus, que garota linda. E eu simplesmente não podia recusar esse convite.

Eu sei que é tipo "crime" sentir algo por alguém que já tem um tipo de dono, mas eu não esperava que ela sentisse algo por mim do mesmo. Então eu fiquei tranquila perante a isso.

- Claro. Vou sim - eu disse bem animada

- Ótimo, te vejo amanhã então - ela disse vindo pra perto de mim.

Ela me deu um abraço.
E o cheiro dela era bom.
Muito bom.

Assim que ela me largou , ela sorriu.
E foi embora.
Eu fiquei parada olhando ela ir. (?)
Por que ?
Eu acordei dos meus pensamentos e então peguei minha bicicleta.

A minha casa não era muito longe dali, então logo cheguei.

Eu sabia que eu teria que pensar sobre eu estar vermelha por causa dela. Então foi o que eu fiz durante o resto do dia.


Notas Finais


Espero que estejam gostando sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...