História Garotas Perigosas - Capítulo 127


Escrita por: ~ e ~mwalcker

Postado
Categorias Ashley Benson, Fifth Harmony, Selena Gomez, Vanessa Hudgens
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Camren G!p, Lauren G!p
Exibições 2.585
Palavras 1.577
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mores 💜💙

🌼 Desculpem os erros e boa leitura.

🌼 Foto: Alycia,Deb,Luna e Scarlet.

Capítulo 127 - Nada vai mudar


Fanfic / Fanfiction Garotas Perigosas - Capítulo 127 - Nada vai mudar

 

 

                       P.O.V.  ALYCIA 

 

- Preciso da ajuda de vocês – Falei para minhas amigas enquanto caminhávamos pelo o corredor do colégio em direção a saída. 

 

- Ai meu deus, lá vem – Deb resmungou. 

 

- Qual é Debora, deixa ela falar, depois você reclama – Luna me defendeu e passou o braço por cima dos ombros de Deb e me olhou – Pode falar, maninha – Sorriu.

 

- Então.... – Quando eu comecei a falar, Luna virou o rosto e acompanhou a loirinha do segundo ano que passava ao seu lado com o uniforme de líder de torcida. Bufei – Gente presta atenção em mim – Reclamei e Luna olhou para Deb. 

 

- Já está na hora de reclamar? – Perguntou e eu arquei a sobrancelha. 

 

- Ela ainda nem falou – Deb disse em um tom desanimado. 

 

- Quer saber? – Murmurei irritada ajeitando a mochila em minhas costas – Eu não preciso de vocês – Apressei os meus passos andando na frente delas, mas ainda eu pude ouvir os risinhos das duas idiotas. 

 

- Ei, volta aqui – Deb chamou 

 

- Branquinha, ei... – Agora foi Luna. 

 

Ignorei as duas e continuei andando em direção ao meu carro, quando eu fui abri a porta Luna apareceu na minha frente com um sorrisinho irritante nos lábios e Deb chegou logo atrás, parando ao meu lado e me abraçando pelos os ombros. 

 

- Estávamos brincando maninha, pode falar – Deb disse e eu me esquivei dela, quando ela tentou beijar o meu rosto.

 

- Agora eu não preciso de vocês, vou procurar outra pessoa pra meu ajudar - Digo me esquivando delas.

 

- A gente promete te ouvir,agora fala vai...  - Luna disse e Deb concordou.

 

Mordi meu lábio inferior em um ato de nervosismo e as meninas se aproximaram mais de mim.

 

- Eu vou falar com o Justin - Digo e vejo Luna franzir o cenho. - Sobre eu e a Malu - Suspirei - E porra,eu não sei como fazer isso.

 

- Mana,é só você ser verdadeira tipo...vocês se amam e tudo mais, eu também tenho que falar com os pais da Angel, eu pensei que não ia precisar - Deb disse encostando no meu carro. - Mas ela disse que o pai dela quer tudo nos conformes e tudo mais.

 

- Cara - Luna se pronunciou atraindo nossa atenção. - Você chega e fala - Luna ajeitou a postura e coçou a garganta. - Ai tio, eu tô namorando a Malu e ela tá me namorando, entende o que eu digo ? A gente se gosta e pá.

 

Olhei para Deb e ela segurava o riso, mas assim que me olhou caiu na gargalhada.

 

- Misericórdia - Digo rindo.

 

- Eu tô tentando ajudar e vocês estão rindo de mim ? - Luna perguntou e eu assenti. - Porra,não fode caralho.

 

Ela saiu andando em direção ao carro dela e eu e Deb rapidamente corremos atrás dela.

 

- Para Luna - Pedi segurando o braço dela.

 

- Vai lá com as namoradinhas de vocês,me deixa - Pediu enquanto abria a porta do seu carro e jogava sua mochila no banco.

 

- Você tá com ciumes - Deb disse e ela mostrou o dedo do meio. - Que coisa feia Luana.

 

Luna olhou pra mim e para Deb e cruzou os braços.

 

- Mano,porque vocês duas tão com essa de querer namorar ? - Perguntou e eu olhei para Deb,mas logo voltei a encarar Luna. - Porra,vocês vão beijar a mesma garota todos os dias e porra,vão foder sempre com ela, a mesma coisa...porra,parada chata - Disse fechando a porta do carro com brutalidade. - Vocês duas sempre tiveram as garotas que queriam,eu gosto muito da Malu e da Angel mas porra,elas estão tirando vocês de mim.

 

- Luna,um dia eu espero que você entenda tudo isso - Digo e ela revira os olhos. - E o fato de eu e a Deb estar namorando não vai mudar nada na nossa amizade.

 

- Você sempre será nossa maninha - Deb disse e eu concordei. - Não importa se estamos namorando, nada vai mudar.

 

- Ah jura ? qual foi a última vez que nós saimos juntas ? só nos três, ou que a gente passou o dia todo jogadas no meu apartamento fazendo nada, so jogando video game? - Perguntou e eu olhei para Deb,que me olhou e em seguida abaixou a cabeça.

 

- Eu estava de castigo,sabe...

 

Luna nem esperou eu terminar de falar e entrou no carro, saindo em alta velocidade.

 

Fiquei olhando o carro de Luna sumir e olhei para Deb em seguida.

 

- Qual foi a última vez? - Deb me perguntou e eu arquei a sobrancelha parando para pensar.

 

- Eu acho que foi, hum...antes daquela festa que eu fugi da policia com a Malu, e você pegou a Angel e.... Merda - Olhei para Deb. Luna tinha razão - Merda Débora, merda - Repiti já correndo apavorada para o meu carro.

 

- Eu vou ligar para ela - Deb disse correndo para o seu carro. Mas não precisava, eu sabia muito bem para onde Luna iria..

 

 

                 P.O.V.  LAUREN

 

- Eu não acredito, Matt - Dove disse acertando um tapa na cabeça de Matthew. - Caramba,eu confiei em vocês e vocês me aprontam uma dessas ? 

- Foi mal Dovinha, vamos dar um jeito nisso - Matt disse e eu respirei fundo,passando a mão em meu rosto.

 

- Agora eu ... - Fui interrompida por batidas na porta. - Entra - Autorizei me ajeitando em minha cadeira.

 

Um dos seguranças da boate entrou na sala e parou próximo a porta.

 

- Uma das dançarinas quer falar com a senhora,chefe - Ele disse e eu assenti.

 

- Pode mandar entrar.

 

Ele assentiu e saiu do meu escritório.Olhei para Matt e Zayn e depois para Dove.

 

- O dinheiro a partir de hoje será entregue diretamente na mão da Shay ou da Ash e elas vão tomar conta de toda contabilidade junto com você Dove. - Digo e a loira assentiu. - E vocês dois - Olhei para Matt e Zayn - Vê se não dão mole mais uma vez,ok ? Quero essa boate funcionando muito bem e sem roubos.

 

- Pode deixar chefinha - Os dois disseram juntos.

 

A porta do escritório foi aberta e por ela entrou uma mulher morena, muito bonita.

 

- É ela - Matt disse se levantando da cadeira. - Ela que roubou o dinheiro.

 

Olhei para a garota e arqueei as sombrancelhas.

 

- Sente - se - Pedi e Dove se levantou,cedendo o lugar. - Qual é o seu nome mesmo ? - Perguntei enquanto ela se sentava.

 

- Scarlet - Disse e eu assenti.

 

- Sua ladra, toma vergonha mano - Zayn disse e eu olhei para ele.

 

- Deixa isso comigo,podem sair. - Pedi e os três se retiraram da sala,restando apenas eu e a tal Scarlet. 

 

- Eu queria pedir perdão, eu posso ser puta o que for,mas jamais serei uma ladra. - Ela disse e abriu a mochila,puxando uma sacola lá de dentro.

 

Ela me entrou e eu abri e franzi o cenho ao ver todo meu dinheiro alí.

 

- Então você está devolvendo ? - Perguntei e ela assentiu. 

 

- Sim senhora.

 

- Porque pegou o dinheiro ? - Perguntei.

 

- Eu estava desesperada, eu tenho dois filhos. - Ela disse e eu vi as lágrimas escorrendo de seus olhos. - A senhora paga muito bem,mas eu usei o pagamento para fazer compras e comprei um brinquedo para eles,eles pediram e é horrível ter que negar algo para um filho. - Ela respirou fundo e secou o rosto. - Mas ai o dinheiro ficou incompleto para pagar meu aluguel e meu filho mais novo precisa urgente fazer uns exames, eu não sabia o que fazer.

 

Eu ouvia tudo em silêncio, ela em todo o momento me olhou nos olhos.

 

- Eu e o Matthew já estávamos nos envolvendo a um tempo e ele sempre abriu e fechou o cofre na minha frente,mas eu nunca pensei em pegar o dinheiro,eu sabia a senha mas nunca me importei. Mas quando eu soube que meu filho estava doente e precisava fazer esses exames, eu entrei em desespero, eu não quero perder meu filho, meus meninos são tudo que eu tenho.

 

- Eu sei como é isso,tenho três filhos e também faria qualquer coisa por eles. - Digo e ela sorri. - Olha,eu não vou demitir você nem nada disso.

 

- Muito obrigada,muito obrigada mesmo.

 

Me levantei de minha cadeira e passei por ela,fazendo sinal para ela esperar.

 

Abri a porta e vi Dove parada mexendo em seu celular.

 

- Dove ? - Chamei e ela me olhou. - Vem cá.

 

Assim que Dove entrou em minha sala,eu fechei a porta.

 

- Essa é a Dove, acredito que vocês se conheçam . - Scarlet assentiu e Dove também. - Dove, você vai acompanhar a Scarlet até a casa dela,pague o aluguel, faça compras e amanhã bem cedo, você vai acompanhar ela e vai pagar os exames que o filho dela vai fazer.

 

Dove assentiu e eu fui olhar para Scarlet,mas seu corpo se chocou com o meu,e ela me abraçou me pegando totalmente de surpresa.

 

- Obrigada, obrigada - Ela repetia aquela palavra vezes seguidas, e eu sorri.

 

- Não foi nada, você é uma boa pessoa - Digo e ela se afasta de mim. - Você só estava pensando em seu filho e eu não lhe culpo,como eu disse eu tenho meus três tesouros e faria qualquer coisa por eles.

 


Notas Finais


Beijinhos 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...