História Garotas Perigosas - Capítulo 129


Escrita por: ~ e ~mwalcker

Postado
Categorias Ashley Benson, Fifth Harmony, Selena Gomez, Vanessa Hudgens
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Camren G!p, Lauren G!p
Exibições 2.221
Palavras 2.053
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mores,já avisei isso aqui e vou avisar novamente.

DESDE QUE ANUNCIAMOS A TERCEIRA TEMPORADA, DEIXAMOS CLARO QUE ELA SERIA VOLTADA PARA ALYCIA,VAI TER MOMENTOS CAMREN É SÓ ESPERAR,A GENTE SE MATA PARA ESCREVER,TENHAM PACIÊNCIA, NÃO CAI TUDO DO CÉU, EM BREVE TERÁ MOMENTOS DO CASAL,BASTA ESPERAR.

Não dá pra escrever nem o que gostamos porque vocês nem curtem o capítulo. Não temos a mínima liberdade pra escrever um cap legal envolvendo outros personagens porque os comentários são cobrando.

- Falta Camren
- Falta hot
- Tá difícil ter momentos camren
- A fic perdeu o foco em camren

Alycia é filha do casal,uma filha que se envolve com coisa errada, mesmo tendo uma mãe trabalhando na polícia. Se não escrevermos sobre ela e o foco continuar apenas em camren como foi nas duas temporadas anteriores,quando acontecer algo com a Alycia vai ficar ridículo porque não vamos descrever o que aconteceu, afinal vocês só querem saber de camren.

Não são todos leitores que são assim e eu peço desculpas pra quem estiver lendo isso e gosta dos cap envolvendo os outros personagens. Mas a maioria fica revoltada porque essa temporada tem um foco maior na Alycia,nas amizades dela,na vida amorosa e o mais importante. No que ela faz!.

É frustrante ter todo o trabalho que temos para escrever e ver o retorno triste que recebemos.

Boa leitura e desculpe qualquer erro.

Capítulo 129 - Você é tão inconsequente.


 

                    P.O.V.  ALYCIA

 

Meu sogro me olhava de um jeito tão sério e eu estava morrendo de medo. 

 

- Sente-se,Alycia - Ele apontou para o sofá e eu assenti, indo até o mesmo e me sentando.

 

- Oi meu anjo - Tia Ari disse entrando na sala.

 

Ela veio até mim e beijou minha bochecha, em seguida foi até meu sogro e se sentou ao lado dele.

 

Malu estava sentada ao meu lado e eu agarrei sua mão,o que me fez ficar um pouco mais calma.

 

Senhor Bieber olhou para nossas mãos e arqueou suas sombrancelhas, olhando para tia Ariana em seguida.

 

- Eu ... Eu sei que o senhor já deve imaginar o motivo dessa conversa. - Dei um sorriso mas logo voltei a ficar séria ao ver que ele continuava me encarando como se quisesse me matar.

 

- Sabemos sim meu anjo - Tia Ariana disse sorrindo.

 

- Eu sei que eu deveria ter vindo aqui antes, afinal já estamos juntas faz um tempinho,só que aconteceu umas coisas e eu esqueci do detalhe mais importante, que é pedir a permissão para vocês. - Digo tentando me manter calma,minha mão estava suando demais.

 

- Olha só Alycia, já sabíamos desse namoro de vocês, Malu já havia nos informado, mas... Alycia,você se envolveu com coisa muito errada e eu sei de tudo,Lauren me contou - Foi nesse momento que eu fiquei ainda mais nervosa. - Malu ainda é nossa bebê,e queremos alguém que cuide dela,proteja... Ela é tão princesa. -  Justin disse e sorriu para Malu. - E você é tão inconsequente, a gente ama você Alycia, mas quem garante que você vai ficar longe de confusão, que você não vai decepcionar a Malu ? Eu não quero ver nossa filha chorando por causa de você.

 

- Eu prometo cuidar muito bem dela,eu prometo ficar longe de confusão - Digo segurando ainda mais firme a mão de minha loira,só de imaginar que ele poderia não aprovar nosso namoro e me separar da minha garota,já me deixava em desespero. 

 

Meus olhos estavam ardendo,eu queria chorar, mas eu me mantive firme olhando para meu sogro.

 

- Malu é tudo pra mim e faz tanto tempo,tantos anos que eu amo ela,faz tanto tempo que eu quero... - Dei uma pausa - Eu só preciso da aprovação do senhor,e eu vou provar que eu sou a melhor pessoa que o senhor pode querer para sua princesa, afinal.Ela é minha princesinha também.

 

Ele me encarou por um tempo e suspirou.

 

- Malu é uma mulher feita e sabe o que quer, eu sabia que essa amizade de vocês um dia daria em namoro e quando a Malu me contou,não foi nenhuma surpresa. - Tia Ari disse e sorriu. - Vocês duas fazem um bem enorme uma para outra, e eu sei que essa não é uma paixonite que logo passa e acabou,sei também que vocês não estão confundindo as coisa, o jeito que vocês se olham é uma coisa tão linda de ver,fique longe de confusão senhorita Alycia e sejam muito felizes, eu torço por vocês duas desde sempre. - Tia Ari completou me fazendo sorrir.

 

- Cuida bem da minha menina e como sua tia disse,fique longe de confusão - Assenti freneticamente e ele sorriu. - Ah... - Disse voltando a ficar sério. - Se eu souber de alguma safadeza de vocês, eu corto seus dedos Alycia e a lingua também. 

 

Arregalei meus olhos e ele se levantou.

 

- Para de bobeira amor,deixa elas - Tia Ari disse seguindo tio Justin, que ia em direção a cozinha.

 

Olhei para Malu e ela negou com a cabeça rindo.

 

- Vou lá contar pra ele que você já tirou minha inocência - Disse e ameaçou se levantar, mas eu segurei ela.

 

Ela me olhou e gargalhou ...

 

- Amor,não brinca assim não... Imagina,eu sem dedos e minha língua.

 

- Nossa, como o meu amor é medrosa - Zombou e eu fiz um bico emburrado cruzando os meus braços - Vem cá vem - Segurou o meu rosto e selou meus lábios algumas vezes, e eu logo tratei de aprofundar o beijo.

 

- Agrh, vão para um quarto - Me afastei rapidamente de Malu ao escutar uma terceira voz ali na sala, e olhei assustada para a porta, mais respirei aliviada quando vi a minha cunhadinha ali jogada no sofá ao lado.

 

- De onde você saiu, peste? - Perguntei intrigada eu já estava aqui a um bom tempo e ainda não tinha visto a pirralha.

 

- Do meu quarto? - Respondeu como se fosse óbvia e eu revirei os meus olhos - Eu estava estudando, e vi que vocês estavam conversando e decidi não atrapalhar, papai estava com uma cara assustadora - Explicou e eu assenti em concordancia. Ele estava mesmo.

 

- Vem, amor - Malu chamou e eu olhei confusa - Vamos subir - Chamou e eu levantei segurando sua mão.

 

- Se a mamãe perguntar, estou lá encima com a Lyci - Malu falou para a irmã e agarrou minha mão e saiu me arrastando para a escada.

 

- Porta aberta - Amber gritou e Malu revirou os olhos.

 

Malu entrou no quarto e eu entrei logo atrás dela e sorri, incrível a forma que eu e Malu somos diferentes. O quarto dela é com cores delicadas, tudo organizadinho em seu devido lugar, há ursinhos espalhados por todo o quarto. Já o meu, se não fosse pela minha mãe e Jade,eu não encontraria nada naquele quarto, e no lugar de ursinhos e bonecas tem a minha coleção de carrinhos.

 

- O que foi? - Malu perguntou enquanto fechava a porta. Só então percebi que estava parada no meio do quarto, sorrindo feito uma idiota.

 

- Nada - Dei de ombros e caminhei até a cama de Malu tirando meu celular do bolso,deixando ele em cima do criado mudo e me sentei na cama,bem na beiradinha. Aquela cama estava tão arrumada que eu tinha medo de bagunçar - Só estava pensando no quanto somos diferentes - Expliquei e ela sorriu caminhando até mim e parou em minha frente,entre minhas pernas e seus braços rodearam o meu pescoço.

 

- E isso é ruim? - Perguntou com as sobrancelhas arqueadas e eu neguei com a cabeça, segurando em sua cintura.

 

- Os oposto se atraem - Falei e Malu soltou uma risada baixa e se abaixou selando nossos lábios. 

 

Subi minha mão que estava em sua cintura até os seus cabelos macios onde eu apertei com um certo cuidado para não machuca-la e aprofundei o beijo.

 

A minha lingua invadiu a boca macia de Malu e eu senti um choque percorrer todo o meu corpo assim que nossas linguas se encontraram, eu nunca me acostumaria com os efeitos que Malu tinha sobre mim, com apenas um beijo.

 

Sem quebrar o nosso beijo, a minha loira veio para o meu colo,e eu rodeei o meu braço em volta de sua cintura mantendo ela firme ali.

 

- Eu te amo, sabia? - Malu murmurou contra os meus lábios e eu sorri, distribuindo beijo por todo o seu rosto e por fim selei seus lábios novamente em um breve selinho e a olhei.

 

- Ama é? - Perguntei com um sorriso bobo no rosto.

 

- Amo, amo muito - Respondeu sorrindo.

 

Levei uma mão até o seu rosto e acariciei o mesmo com a pontinha de meus dedos e coloquei o seu cabelo atrás da orelha e lhe dei um selinho.

 

- Eu também amo você, meu amor - Falei sorrindo - Amo mais que tudo na minha vida. - Completei e como resposta Malu me beijou.

 

No começo foi um beijo lento e carinhoso, mas aquilo não durou muito e logo as mãos bobas começaram a aparecer, por minha parte claro.Eu estava morrendo de saudade de minha loira. O beijo agora se tornava desesperado, e um tanto quente, eu sentia o meu corpo se arrepiar conforme sentia Malu arrastando sua unha em minha nuca. 

 

Eu tinha as minhas mãos firmes no grande volume da bunda dela e quando eu pensei em jogar Malu naquela cama,minha loira se levantou apreçada do meu colo me deixando um tanto confusa.

 

- Eu preciso me arrumar - Avisou enquanto ajeitava sua roupa.Arquei as sobrancelhas - A festa, já esta tarde, e você esta me atrasando ainda mais - Completou e saiu andando em direção ao closet me deixando ali, excitada e frustrada. Bufei

 

- Aah não - Resmunguei e me joguei na cama, pegando um dos ursinhos que havia ali encima e abraçando.

 

- Amor,desculpa - Pediu - Eu vou tomar um banho rapidinho. - Ela disse e eu voltei a me sentar na cama.

 

Ela saiu do closet e jogou uma calcinha e um sutiã em cima da cama e pegou seu celular que estava em cima da cômoda e eu aproveitei e peguei o meu.

 

- Angel já está pronta - Olhei para ela,mas logo voltei a olhar meu celular e li a mensagem de Deb.

 

"Vamos pra casa da Luna ?"

 

Sorri e rapidamente respondi.

 

"Vamos..."

 

- Eu vou... - Olhei para frente e Malu não estava mais alí.

 

Olhei em direção a porta do banheiro que estava entreaberta e ouvi o barulho da água caindo. Deixei meu celula em cima da cama e caminhei até o banheiro e assim que entrei ouvi Malu cantarolando baixinho o que me fez sorrir.

 

Abri a porta do box,ela me olhou e sorriu.

 

- Eu vou sair também - Falei e o sorriso dela foi morrendo aos poucos.

 

- Pra onde ? 

 

- Uma festa com as meninas - Digo dando de ombros.

 

- Uma festa com vadias,carros e tudo liberado ? - Perguntou desligando o chuveiro.

 

- Óbvio que vai ter garotas,mas... Nada de carros, eu não estou indo correr.

 

Ela me analisou por um tempo e eu sorri.Até que ela se virou e voltou a ligar o chuveiro.

 

Eu sai do banheiro,voltei para o quarto e fiquei olhando todas aquelas fotos que tinha pelo quarto dela.Malu era uma fotografa incrível.E a maioria das fotos que tinham ali eram nossas.

 

Parei em frente ao quadro que tinha em uma das paredes e sorri com todas aquelas fotos,tinham fotos nossas desde pequenas até agora,estava em ordem e a última era nós duas na praia no dia que começamos a namorar.Eu não sei exatamente quanto tempo eu fiquei alí, parada olhando aquelas fotos, perdida em várias lembranças,até que escutei a voz da minha garota e isso me fez despertar.

 

- Gostou ? - Perguntou e eu olhei para trás, encontrando ela enrolada em uma toalha.

 

- Eu amei, quando fez isso ? Eu estava aqui quarta feira e não vi.

 

- Terminei ontem - Ela disse e eu voltei a olhar as fotos. 

 

- Essa aqui, lembro até hoje o motivo desse meu bico. - Digo apontando para foto de quando eu e Malu éramos pequenas e escuto a risada dela.

 

- Eu também lembro - Ela disse parando na minha frente. - O garotinho da escola disse que você não poderia ser minha amiga,porque éramos de outra classe e mais velhos.

 

- E por fim,ele disse que você era namorada dele. - Digo e ela deu risada. - Eu nunca chorei tanto como aquele dia e minha mãe ainda foi tirar foto nossa.

 

Ela se aproximou mais de mim e seus braços rodearam em volta do meu pescoço e eu segurei em sua cintura.

 

- Tem que ter um espaço ali amor, ainda não está completo. 

 

- O que falta ? - Perguntou se afastando de mim e se virou,olhando para o quadro. 

 

Eu abracei ela por trás e beijei seu ombro.

 

- Um dia você vai saber, essa com certeza vai ser a foto mais linda de todas - Ela virou de frente pra mim com as sombrancelhas arqueadas e eu acariciei sua bochecha.

 

- Você me deixou curiosa agora.

 

- Eu provavelmente estarei horrível na foto,mas você... Vai estar ainda mais linda, meu maior sonho e te ver... - Fui interrompida pelo toque do celular dela.

 

Deixei um selinho em seus lábios e em seguida beijei sua testa.

 

- Vai atender - Ela assentiu e foi até a cômoda, onde pegou seu celular e atendeu olhando pra mim.

 

- Oi Angel... Claro que já estou pronta,óbvio - Disse e eu ri negando com a cabeça. 

 

 


Notas Finais


Beijinhos 🌹


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...