História Garotos Malvados (Lemon) - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroko no Basuke
Personagens Aomine Daiki, Kagami Taiga, Kise Ryouta
Exibições 202
Palavras 742
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Aqui esta a segunda parte. Divirtam-se!
2.000 vizualizaçoes e 60 coris ♡
Méo Déos 😱😀
Obg pessoal ♡

Espero que gostem
Boa leituraaa meus amoress 😙😍

[2/2]

Capítulo 18 - Senpai...


Fanfic / Fanfiction Garotos Malvados (Lemon) - Capítulo 18 - Senpai...

Adentra minha calsa acariciando meu membro ja irrigecido sob a box. Desce para meu pescoço me enchendo de mordidinhas, beijos e caricias com a lingua, me fazendo chegar a um nivel crítico de excitaçao, sentia meu corpo adormecido e o arrepio em minha pele. 

Podia sentir o pre-gozo molhar minha box. Kise adentra minha cueca e coloca meu membro para fora, acariciando minha glande umidecida.

 _Aaaaah, Kise.... Aaaaaah. Para de ser mau comigo. - falo mole e manhoso sengindo a excitasao pulsar. 

_Relaxa Baby, seu Senpai ainda tem muito o que ser mau... - Fala envolvendo neu membro com a mao e começando o movimento de vai e vem, acelerando gradualmente me levando ao delirio. Ele me beijava para abafar meus gemidos que ja estavam altos pelo prazer que me envolvia. 

_Aaaaaaah Senpai... E-Eu vou... - Ele envolve minha glande a pressionando impedindo meu orgasmo. Imediatamente o repreendo com um gemido de desaprovaçao. 

_Calma meu amor, quero te fazer gozar de outri jeito hoje. 

Fico um pouco assustado e bem confuso por causa do alcool ainda muito presente me meu sangue. Kise inverte nossas posiçoes, mas me coloca de frente para a arvore que estava encostado. Cola seu corpo ao meu e pude sentir seu membro avantajado e irrigecido em minha bunda. Aquilo era estranhamente excitante. Volta a me masturbar agora com a outra mao, e começa a morder meu pescoço sem muita força. Eu estava gemendo e apertando a casca da arvore com as maos. Nao aguentaria muito mais tempo. Sinto Kise escorregar a outra mao em minha bunda a apertando forte e gemendo em meu ouvido. Ele abaixa minha calsa até a baixo da bunda e adentra os dedos em minha box. 

_N-Nao.... Kise... 

_Vish. Relaxa, Baby... - fala ele mordendo meu lobulo com um pouco de força, me repreendendo. Aquilo me excitou mais, em seguida ele coloca dois dedos em minha boca. 

_Chupa. - Fala ele com a voz sexy. obedeço. - Aah, Baby... Como você me excita. 

Brinco com a lingua, fazendo movimentos circulares em seus dedos. Assim que ja estavam bem molhados ele os retira de minha boca e os escorrega até adentrarem minha box por tras. 

_Ki-se... - falo gemendo em tom de reprovaçao. 

E em seguida sinto seus dedos contornarem minha entrada, fazendo movimentos circulares, sem força. Aquilo também era muito estranhamente, excitante. Solto um gemido sem querer e escuto Kise soar um sorriso assoprado penetrando um dos dedos em minha entrara.

_Aaah, Kiseee... - gemo com a dor e a extranha excitaçao que aquilo estava me causando. - aaaaaaaah... aaaah.

_Relaxa, Baby, relaxa.. Se nao vai...

_Eu sei... - falo o interrompendo. Ja sabia se nao amolessece aquilo iria doer ainda mais. -Aaah.- tento relaxar, começou a ficar bom.

Sinto-o adentrar o dedo inteiro em minha entrada. Doia bastante, mas a dor foi se transformando em prazer aos poucos e acabei amolecendo, senti um prazer diferente e muito bom. Assim que começo a rebolar, involuntariamente, o sinto adentrar o segundo dedo. Tranco na hora, sentindo uma dor quase insuportavel.

_Aaaah. - Dou um gritinho de dor.

_Relaxe... - Fala Kise ainda mordiscando minha nuca.

_Morde mais forte. - Falo tentando relaxar.

Sinti a mordida firme e deliciosa em meu pescoço me fazendo amolecer o suficiente para ele começar o movimento de vai e vem, retirando a ponta do segundo dedo de dentro de mim. -Aaaaaah. Senpai...

As mordidas e os movimentos foram se intensificando, sentia o como se estivesse procurando algo dentro de mim, deslizando o dedo por todos os cantos que me pertenciam.

_Aaaaaaaaaaaaaah.... ah.. - Gemo intensamente ao sentir um prazer inesperado e intenso. Tomando conta de meu corpor.

Outro sorriso, voltando a me masturbar na mesma velocidade das estocadas com os dedos, me levando a loucura e me desfazendo em sua mao, em poucos intantes. O orgasmo tinha me possuido por alguns instantes e assim que se discipou, deixou apenas um cansaso e o aprazer. 

Kise retira os dedos cuidadosamente para nao me machucar. Agora tinha intendido o que o Kaio havia sentido naquela noite. Coro imediatamente ao pensar nele.

Kise me vira e me beija.

_O que vocé achou, Baby? - Pergunta ele, com a voz deixando transparecer toda a excitaçao nao saciada de dentro de si.

_Foi doloroso. Mas... bom. - Sorrio ofegante.

_Baby... - começa ao me beijar intensamente. - Senpai esta necessitado.

Imediatamente escorrego minha mao para seu membro coberto.

_Mesmo, Senpai? - Pergunto manhoso e mole pelo alcool. 

_Aah. Simm.. - Ele geme segurando minha mao e a precionando contra seu membro.


[Continua...]



Notas Finais


Iaiiii curtiram?????? 😉
Calma que a pegaçao dos dois ainda nao acabou! Hahahaha 😁

Comentem ai o que estao achando. É muito importante pra mim :3 repondo todos ♡

Até o proximo capitulo ♡ amo voces
😘😘😘😘😘❤❤❤❤😁😁😁😁😁


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...