História Garotos Malvados (Lemon) - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroko no Basuke
Personagens Aomine Daiki, Kagami Taiga, Kise Ryouta
Exibições 190
Palavras 1.072
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Saindo mais cedo para comemorar as 3.000 exibiçoes da fic to surtandoo 😱
Kķkkkkkkk amo voces 😙😙😙😙😙😙

Gente esse cap ficou bem grandinho. Nao tenho duas fotos entao vai tudo junto memo, espero que nao se importem!

Comentem ai o que estao achando e o que acham que poderia acontecer mais pra frente.😙

Espero que gostem!
Boa leitura ❤

Capítulo 22 - Uma cena nada agradavel


Fanfic / Fanfiction Garotos Malvados (Lemon) - Capítulo 22 - Uma cena nada agradavel

~SIM ESSE IDIOTA ESTA ME FODENDO E TA DOENDO MUITO! 

Estava ardendo. Nao estava aguentando, meus olhos se enchem e ardem. Lembro do que o Aomi havia me falado na noite em que transamos, eu precisava relaxar e amolecer, mas era dificil relaxar ao ser penetrado com quase um braço. 

~Onde o Aomi esta neste momento?

_Aaaaah... hwnnh... awnn aaah .... hummmm... - Fecho os olhos para tentar relaxar. - P-Paree! 

_Vou ser bonzinho com você. - Kise envolve meu membro com os dedos e começa a me masturbar na mesma velocidade que as estocadas. Sinto o prazer tomar conta do meu corpo, me fazendo gemer e peder o ar. 

_Pa... ra... se nao, eu.... vou... aaaaaahwmm - mal consigo terminar a fraze e me desmancho ao orgasmo em sua mao. Sinto alguns jatos dentro de mim seguido por um gemido arrastado. Haviamos gozado ao mesmo tempo. 

Ele morde minha orelha e sorri retirando seu membro de vagar e soltando o meu. Ele se afasta de mim, em fim, me permitindo recuperar o ar perdido. Subo minha calsa com um pouco de dificuldade e com fraqueza nos braços. 

_Vo-cê é um per-vertido do cara-lho! 

Falo em pausas ofegando e começando a sentir minha entrada latejar. Fecho o ziper e arrumo minha arregada o empurrando para o lado, antes que tivesse outra ideia imbecil, me dirigindo para a frente da casa. 

Ele fica parado apenas me olhando. Nao pude ver sua expreçao por estar de costas, mas sentia que demonstrava perversao e satisfaçao. Caminho até o banheiro com cuidado para nao deixar o que estava dentro de mim escapar e sujar minha calsa. 

Entro no banheiro e retiro toda minha roupa, sentando no vaso e deixando o liquido escorrer de dentro de mim. Coloco a mao entre os cabelos, nao acreditando no que havia acontecido, a unica coisa que me dava um choque de realidade era a dor insistente. Abro o chuveiro e tomo um banho meio demorado deixando a agua quente escorrer pelas costas e deslizar pela minha entrada latejante. Ouço meu celular apitar com um barulho de mensagem. 

_Quem sera que é? - pergunto a mim mesmo irritado, saindo do box. Vejo o nome do Aomi brilhar em minha tela. 

 Mensagem /On 


[De: Aomi 4:56am] 

 "Onde você esta? Fiquei te procurando... Ah nao importa, estou te esperando na frente da sua casa, peguei um taxi... Precisamos conversar. Por favor, venha logo." 

 [Para: Kaio 4:56am]


 Fico preocupado, o que andou fazendo até agora? Realmente precisava ir pra casa. Respondo. 


 [De: Kaio 4:57am] 

 "Ja estou indo, nao saia dai!"

 [Para: Aomi 4:57am]


 Ja estava muito tarde. Me enchugo rapidamente e me visto. Saio do banheiro e escuto a musica tocando e vejo as pessoas ainda dançando e enchendo a cara. Ja estava farto daquele lugar. 

Saio rapidamente da chacara, entro no carro e me dirijo até minha casa. Aomi estava sentado em meu portao, estava de cabeça baixa e parecia soluçar. Estaciono o carro e corro até ele, me agaixando ao seu lado. Kaio 


Kagami Pov /Off 


 =====Quebra de Tempo=====


 Aomi Pov /On 

Corro para impedir os dois de se agredirem assim que largo a caioirinha sobre o balcao, mas alguem esbarra em mim com força me fazendo cair no chao e apagar. Quando abro os olhos estou em um sofá dentro da casa, uma garota estava ao meu lado segurando um saco de gelo em minha testa. 

_O que aconteceu? - Percunto me levantando, a dando um susto. A olho e reparo em seus cabelos loiros repicados com uma franja reta em sua testa. 

_Aah.. Que susto... Você esta bem? - pergunta tentando fazer o coraçao voltar ao ritimo.

 _Sim... Aii... - Sinto uma dor na cabeça e coloco a mao, havia um galo do lado direito da minha cabeça. 

Ela me explica que alguem havia esbarrado em mim e cai de cabeça no chao e apaguei. Tentei me lembrar enquanto a agradecia. Ela ficou feliz por eu estar bem, seu rosto era fofo e inocente. Me levanto me curvando agradecendo mais uma vez. 

Me lembro de Kaio agarrando a gola do Kise entao saio correndo pela porta. Os procuro por toda a parte, no quiosque, na casa, na piscina e nem sinal deles. Comecei a ficar preocupado. So nao tinha procurado em um unico lugar. Caminhei pela grama até atras da casa e meu corpo paraliza ao ver uma cena que realmente me chocou. 

Kise estava agarrado a alguem que nao conseguia ver, esfreguei os olhos nao acreditando.

Como ele pode fazer aquilo? Achei que ele gostasse de mim... Mas pelo jeito me enganei. Meus olhos se encharcaram e uma lagrima solitaria escorreu pelo meu rosto.

Escutei algo que me fez perder a sanidade, um gemido alto que deduzi ser feminino. As lagrimas escorrem em meu rosto e corro para longe procurando pelo Kaio, meu coraçao estava apertado e doendo.

Percebi que realmente havia me apaixonado por Kise e agora sentia meu coraçao se despedaçar em mil pedaços. Nao encontro o Kaio em lugar nenhum, deve ter ido em bora, penso. Ligo para um taxi, em meio aos soluços.

Ele logo chega e o entrego o endereço da casa do Kaio, nao podia ir para casa ou minha mae saberia das bebidas, alem que precisar terrivelmente do seu consolo. Precisava conversar com ele. Meu coraçao estava destruido e Kaio era o unico que me ouvia. Toco a campainha varias vezes mas pelo jeito nao havia chegado ainda. Entao assim que sento na frenre do portao, o mando uma mensagem.

Alguns instantes depois recebo sua resposta e sinto um alivio ao saber que estava vindo.

Alguns minutos se passaram e outra mensagem.


Mensagem /On


[De: Kise-senpai 5:01am]

"Onde você esta, Baby? Te procurei por toda a parte. Vamos para casa!"

[Para: Aomi 5:01]


Meu sangue ferve e tenho vontade de tacar o celular no meio da rua, mas ao inves disso o mando uma de volta.


[De: Aomi 5:01am]

"Vai se foder, me esquece!"

[Para: Kise-senpai 5:01am]


Mensagem /off


Desligo o celular. E abaixo a cabeça deixando todas as lagrimas cairem necessitadamente. Escuto um carro se aproximando e assim que estaciona vejo Kaio se agaixando ao meu lado.

Eu o abraço e começo a chorar mais.

_O-O que foi Aomi? Aconteceu alguma coisa?

_Sim... Nao.. Nao consigo acreditar... - Falo em meio aos soluços.

_Calma, Aom... Vamos entrar esta bem? Vou te dar um chocolate quente ai voce me conta. - Fala acariciando minhas costas, ele estava com a jaqueta novamente e eu a estava ensopando com as lagrimas.

~Jamais imaginei sentir aquela dor.


[Continua...]


Notas Finais


Curtiram? 😀
Vou ver se consigo postar mais uma qjando chegar em casa mas nao prometo em kkkkkk mas amanha tem mais. ❤

Obg pelos comentarios maravilhosos e os coris ♡

Até o proximo cap 😍😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...