História Garrafas d'Água - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Bts, Kooktae, Kookv, Mt Nome Mano, Taekook, Vkook
Visualizações 60
Palavras 440
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Repost.com

Capítulo 1 - Metáforas d'Nada;


Uma vez, eu soube que você amava garrafas de vidro.

 

Você compartilhou uma foto, se eu não me engano, que tinha três garrafas juntas, cheias de água, e disse que você as amava, junto à alguns emojis feios.

 

Eu não soube o que fazer, na verdade. Eu queria tanto te comprar garrafas de vidro, porque o seu sorriso é maravilhoso e eu imagino que você sorria grande quando ganha coisas que você gosta.

 

Mas, meio que não dá pra eu te comprar garrafas, né? Pois é...

 

Então eu as comprava para mim, esperando o dia que eu pudesse lhe dar cada uma delas.

 

Comprava como se não fosse nada, e sempre que eu o fazia, meu coração palpitava no peito. Eu comecei a nem perceber mais quando eu o fazia, só ia comprando e guardando no armário, bem guardadinho, cada garrafa que eu achava que você amaria.

 

Uma vez meus amigos acharam, eu diria que foi cômico, se não tivesse sido tão trágico.

 

Eles me acharam estranho, me chamaram de transtornado e sugeriram que eu fosse em um psicólogo. Eu poderia muito bem ter dito que eram todas pra você, mas... Eu seria taxado de mais louco ainda, entende?

 

Eu acabei indo no psicólogo. Segui as dicas deles, porque eles sempre desejaram o meu bem, e eu achei que iria me fazer bem. Então eu fui.

 

Você não percebe o quão na merda você está, Taehyung, até que façam você falar. Quando você fala, você reflete, você pensa, você sente, e eu senti toda a dor que era te amar naquela maldita seção.

 

Depois, eu procurei aquelas garrafas. Abri o armário, olhei cada uma delas e me odiei por estar com a visão tão embaçada, as lágrimas escorrerem tanto.

 

Eu enchi as garrafas que você tanto amava, aquelas que eu comprei só para você, de lágrimas e tristeza. Descobri o quão lindas elas ficavam com meu sofrimento dentro, e o quanto elas esvaziavam meu peito vazio.

 

Desde então, sempre que eu choro, eu coloco cada uma das minhas lágrimas naquelas garrafinhas. Às vezes eu demoro para encher uma, ás vezes encho em dois lances, não importa.

 

Eu só encho.

 

Sendo assim, Taehyung, eu peço desculpas por encher de tristeza algo que deveria ser tão bonito, mas eu não ousaria a tirar minhas lágrimas de lá. É a minha história, minha realidade, e o que eu sinto por você não tem só momentos felizes, assim como não tem apenas lágrimas tristes.

 

Quando eu lhe entregar as garrafas, se eu te entregar as garrafas... Saiba que, a água que está lá dentro, não é de beber.

 

Então, jamais abra as minhas mágoas.

 

 

 

 

 


Notas Finais


Eu amo a capa dessa fsnfic, af


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...