História Gasoline - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kankuro, Kushina Uzumaki, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Exibições 4
Palavras 897
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Strange love


Quando Gaara e Ino sairam do banheiro, daquela festa barulhenta. Tudo que todos se perguntavam era se eles haviam transado no banheiro, as garotas queriam saber como era sentir as mãos de Gaara em seus cabelos. Se eles estavam drogados com anfetaminas. 

 Mas tudo que o "Casal" fez foi se dirigir para o jardim da casa de kiba. Ino se sentou no gramado, ela não se importava se fosse sujar seu vestido. A garota já estava bêbada, Gaara lhe estendeu um Cigarro. A yamanaka fumava com uma leveza, de uma Ninfa o que era estranho. A imagem da garota com uma cora de flores na cabeça e um cigarro entre os lábios, deixava Gaara excitado. 

 Deveria ser em torno de 3:00 horas da manhã, Os dois já haviam se perdido dos amigos a algum tempo. Ino dançava sozinha em torno do jardim, Gaara a olhava com um pequeno sorriso no rosto. Ela era sua garota.

 _Ino._Ele riu quando pronunciou o nome dela de uma forma arrastada. 

Gaara a puxou para si numa forma possessiva, apertando o quadril da Yamanaka de maneira forte. Fazendo a menina soltar um gritinho para logo depois sorrir. Ele a beijou de forma violenta, os beijos de Gaara sempre eram violentos. Guiou os dois para seu carro, um shelby cobra gt500 preto e vermelho. Gaara jogou Ino com brutalidade dentro do carro, ele nunca era carinhoso. Depois de entrar o ruivo trilhou beijos pelo pescoço da menina, sussurrando em seu ouvido: 

 _ Ino, Ino. Eu sei que você me ama, que precisa de mim._Aquilo era parte do jogo de Gaara, Seduzir, brincar com ela.

 _Preciso de você Gaara, Eu te amo._Nem mesmo o sorriso doce nos lábios da menina poderia aquecer o coração frio de Gaara.

 Por isso ele não foi carinhoso naquela noite, assim como nunca era. Ele usou Ino, por que ela era sua melhor garota. E eles escreveram uma historia nas janelas embaçadas naquela noite, mas o final era igual toda merda de vez. 

Gaara estacionou o carro na frente de uma grande casa branca, com um jardim cheio de flores. Uma casa grande e bela. Se virou para a menina sentada no banco ao seu lado, puxando ela para um de seus beijos.

 _Vá dormir amor._ Ino sempre se arrepiava quando ele a chamava de amor. Era nostálgico. 

 _Eu amo você docinho._Ela sussurrou antes de fechar a porta do carro.

 Gaara suspirou ao vê-la entrar em casa, ele gostava de ouvir ela dizer que o amava. Porquer Ino era dele, ela amaria apenas Gaara. Ao entrar em seu Porquera yamanaka pegou seu caderno e se pos a escrever. Ela escreveria uma musica sobre eles.

 "Eles pensam que sou louca, eles pensam que meu amor é estranho Mas eu não tenho que dizer-lhes porra nenhuma E eu vou escrever tudo, e eu vou cantar no palco

 Na segunda de manhã,no corredor da escola. Ela sentiu braços a abraçando por trás, soltou um gritinho e se virou sorrindo.

 _Kankuro docinho._Ele amava quando ela falava seu nome, Ele amava ela.

 _Olá amorzinho._O sorriso no rosto do mais velho era lindo, fazia Ino sorrir para ele. Um sorriso mais doce, puro._Você sumiu na festa no sábado. 

_Eu e Gaara demos uma escapadinha._o sorriso dela era maldoso. Ele sabia que ela não fazia de propósito, mas ela machucava seu coração.

 _Você não tem jeito né Ino._a menina soltou uma gargalhada gostosa, daquelas que faz você querer rir também.

 _Nunca falei que tinha.

 O sorriso no rosto dela sumiu ao ver seu menino vindo em direção dos dois com uma cara feia. Gaara estava irritado, Ino tinha o dom de irritá-lo.

 _O que você pensa que esta fazendo?_Sua voz era tão fria quanto gelo.  

_do que você esta falando Gaara?_Ino tinha no rosto uma feição confusa. 

_Não seja falsa Ino, você esta ai se esfregando com meu irmão no corredor do colégio._Todas as pessoas paravam o que estavam fazendo para presenciar a briga do "Casal".

 _Ela não fez nada Gaara._Kankuro tentou explicar mais Gaara o interrompeu.

 _Cala sua boca. Minha conversa é com essa vadia._Naquele momento todos ficaram chocados. Gaara estava realmente com raiva.

 _Do que você me chamo?_Ela perguntou calma. 

 _De vadia._Ele gritou com furia em seu rosto.

Ino levantou a mão e deu um tapa estalado no rosto do ruivo. Primeiro veio o choque depois veio a raiva, Gaara se virou para a menina lhe dando um tapa mais forte do que o que ela havia dado. Ino acabou caindo no chão com o impacto, sua cora de flores caindo distante dela.ela olhou para ele chocada enquanto Kankuro ajudava a mesma a se levantar. Gaara rumou para fora dali, não sem antes depositar um beijo nos lábios de Ino.

 E todos esperam que ela gritasse o nome dele, mas naquele momento ela o colocou nas profundezas do seu caminho, como o buraco que ele deixou nela. Todos sabiam que Gaara andava como se fosse um deus, ninguém poderia acreditar que ela o deixou assim. Estava cansada de todas aquelas pessoas falando, cansada de todo aquele barulho. Se levantou do chão deu seu olhar de superioridade e de pura maldade para todos. Ela não se deixaria abalar, logo todos voltaram a fazer o que faziam antes. Se virou para Kankuro e suspirou.

 _Você esta bem?_Ele estava preocupado,mas Ino dispensava a preocupação dele.

 _Dispenso sua preocupação. Preciso ir pra aula, a gente se vê mais tarde.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...