História Gatinho de estimação - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ao no Exorcist
Personagens Mephisto Pheles, Personagens Originais, Rin Okumura, Shiemi Moriyama, Yukio Okumura
Exibições 61
Palavras 787
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Incesto, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Eu queria ver sua reação...


  Yukio começou a me beijar intensamente  e tocar todas as partes do meu corpo. A cada beijo e toque ele me arrancava um suspiro.

- Yukio.. eu senti tanta saudade do seu toque...- Yukio me beijou novamente

-Eu amo te calar

 Yukio começou a chupar e mordiscar meu pescoço. Eu não conseguia parar de gemer.

-Acho que já é hora de tiramos essa calcinha

 Yukio puxou a calcinha com a boca deixando meu membro a mostra. Ele começou a lamber e me chupar. Eu estava tão excitado que não ia aguentar por muito tempo.

-Yukio... eu vou...

-Você só vai quando eu deixar!

-N-não...

 Yukio abriu minhas pernas e começou a lamber minha entrada. Eu não conseguia aguentar tanto prazer. Ele posicionou o seu membro na minha entrada e quando penetrou começou a fazer movimentos fortes e intensos. Eu nunca havia visto Yukio tão fogoso assim. 

-  Yukio.... – Eu não conseguia parar de gemer alto.

- Eu senti tanta falta de fazer amor com você. Eu quero te comer inúmeras vezes e de diversas formas.- Yukio

 Yukio me puxou com força, me fazendo sentar no seu colo.

-Quero que você cavalgue –Disse Yukio em um tom erótico

-E-eu... – fiquei vermelho, mas aos poucos comecei a cavalgar e a rebolar no colo dele. Eu estava amando aquilo e não queria parar. Não demorou muito para que eu começasse a ir mais rápido e mais forte. A cada vez que eu escutava o Yukio gemer me dava vontade de ir mais forte e mais intensamente – E-eu te amo...

  Yukio não conseguia sequer falar alguma coisa.

-Nii-san eu vou gozar... – Yukio segurou minha cintura e começou a meter bem forte, até que gozou. – Nossa que delicia!

-V-você estava muito fogoso! Mas não posso negar que foi tudo uma delicia – Dei um beijo na bochecha de Yukio

 Ele começou a gargalhar.

-Do que você está rindo? – perguntei irritado

-Eu estava com saudade de você. Eu amo seu jeito fofo de ser!

-E-eu não sou fofo! Sou sedutor – Eu ri

 Yukio se deita na cama e eu deito em seus braços. Eu estava com tanta saudade daquele calor, daquele sentimento de conforto e carinho.

- Como foi sua missão?

-Tudo bem como de costume – Yukio riu – E por aqui alguma novidade?

-Bem....

 Yukio fechou a cara e ficou serio. Aquele olhar dele me dá arrepios.

- O Solomon esteve aqui pouco antes de você chegar...

-O QUÊ AQUELE CARA ESTAVA FAZENDO AQUI? ELE FEZ ALGO COM VOCÊ?-Yukio ficou muito irritado

-Calma. Não aconteceu nada, até porque eu não ia deixar e eu sei me defender sozinho sabia? –Fitei Yukio com muita raiva – Enfim, ele veio oferecer uma vaga de um editor de mangá próximo daqui e eu poderia trabalhar em casa ou em alguma missão. Eu iria conseguir conciliar tudo. Mas estou um pouco assustado, porque ele me disse que é um membro do Vaticano e que foi designado para me vigiar e matar. O motivo dele não ter feito isso até agora é porque ele gosta, se importa comigo e me ama.

  Depois de ouvir tudo isso Yukio ficou mais furioso.

-E sua resposta em relação a isso foi ?

-Eu não dei nenhuma resposta, porque queria conversar com você a respeito disso para saber o que você acha e pensa a respeito.

-Não concordo!

-Você não concorda por ele ser um membro do vaticano ou por você estar com ciúmes?

-Acho que os dois! Nii-san se ponha no meu lugar. E se um cara oferecesse um emprego para mim que não tenho nada. E depois disso ele me conta que é um membro do vaticano e que fez tudo isso porque me ama, como você ia se sentir?

-Mal..

-Então! Como você acha que eu me sinto escutando você falar que outro homem veio aqui enquanto eu não estava, te ofereceu tudo o que eu não consegui te dar e ainda disse que te ama.

-Mas ele não me ofereceu tudo o que eu quero e alias é o que você pode e sempre me dar.....que é amor! –Beijei intensamente o Yukio – Desculpe por isso, mas gosto de ser um livro aberto com você. Me sinto mal se escondo qualquer coisa. Na verdade eu já ia recusar, mas eu queria saber o que você achava a respeito disso.

-Eu vou te bater Nii-san....por que você não me disse isso logo de inicio?

-Eu queria ver como você reagia – Sorri

-Hmmm entendi, mas eu acho que você merece um belo castigo por ter feito isso comigo.

 Yukio me joga na cama e começa a me beijar intensamente .

- Se prepare Nii-san , porque irei te castigar meu gatinho!- Yukio sorri de uma forma maliciosa- Essa noite vai ser muito longa...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...