História Gatuno: O nobre plebeu - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 11
Palavras 605
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Finalmente livre


O tinir das espada na arena,ecoavam altos mesmo sendo abafados pela multidão que gritava enlouquecida. Até mesmo o rei vibrava querendo que os lutadores se matassem logo. Mas ambos eram habilidosos de mais para simplesmente morrer como condenados a morte. Nao que não fossem,afinal,estavam sendo usados como peões para o entretenimento dos nobres. Ambos lutavam com tudo de si sempre conseguindo defender e contra atacar sempre com golpes poderosos. Uma leve chuva começou tornando o chão de terra um pouco escorregadio. Por culpa disso,um dos lutadores escorregou caído de joelhos,e seu fim chegou com um único e certeiro golpe de seu oponente que dissipou a cabeça do pobre coitado. A plateia foi ao delírio enquanto o sangue do perdedor daquele duelo jorrava. Alguns segundos depois um guarda me empurrou parra dentro da arena.

O meu oponente é conhecido como Esmaga Miolos,um cara com 1,87 de altura,c areca,olhos castanhos e muito forte. Eu sou conhecido como Gatuno,tenho 1,68 de altura,cabelo preto,olhos azuis bem claros e sou meio magrelo. Diferente do Esmaga Miolos,não uso força bruta e sim minha velocidade e reflexos rápidos,a te por que eu não conseguiria disputar força com o Esmaga Miolos de qualquer modo. Se eu vencer essa batalha eu serei livre,mas se eu perder eu serei usado como ração para os bichinhos de estimação do rei. No centro da arena tem uma enorme pedra com vários buracos,nesses buracos tem armas como lanças,espadas,arcos com flechas e machados. No topo da pedra ficam as melhores armas,na base as menos eficazes.

Eu só  preciso passar por aquele brutamontes e escalar o pedregulho imenso pra poder pegar uma arma e ter ao menos chance contra ele. Respirei fundo tomando impulso e correndo em direção ao brutamontes que tentou me acertar com um tacape de madeira,daqueles de homem das cavernas. Deslisei pela terra molhada passando por debaixo das pernas do maior desviando facilmente do golpe. Corri o mais rápido que pude deixando o Esmaga Miolos para trás. Escalei rapidamente a pedra chegando ao seu topo e ficando longe do alcance do lutador.  Modéstia parte sou um ótimo escalador. Peguei um machado e me joguei de lá de cima fincando o mesmo no crânio de Esmaga Miolos que caiu morto. A plateia vibrou enlouquecida. O rei me encarava enquanto eu respirava pesadamente me recompondo da agitação. Os guardas pegavam os corpos dos lutadores mortos enquanto eu caminhava em direção ao portão sentindo o olhar do rei me perfurar a alma.

Diferente do que pensam os outros reinos,o rei de Longwitch não é um velho barbudo e grisalho cercados de interesseiros malditos. É um homem quase da minha idade. Ele tem 1,70 de altura,olhos verdes que faz todas as moças do reino suspirarem e cabelo castanho. Sempre usa roupas exageradamente luxuosas. Sinceramente,nao vou com a cara dele. Agora que finalmente estou livre,vou finalmente voltar pra minha casa isolada na floresta. Preciso achar um jeito de me manter já que passei mais de um mês entretendo os nobres. Talvez eu aceite a proposta de Aragon e faça alguns serviços pra ele. Odeio ter que fazer isso mas é necessário. Levei algumas horas pra chegar a minha velha casa na floresta. Estava do jeito que deixei,so um pouco mais de poeira. Suspirei pesadamente adentrando a passos lentos ouvindo a madeira envelhecida ranger sob meus pés. Peguei algumas roupas limpas no guarda roupa e fui até a cachoeira ali perto tomar um banho. Não me permitiria continuar parecendo um mendigo nem mãos um minuto. Depois de banhado e devidamente vestido,voltei para a pequena casa tratando de limpar cada cato empoeirado daquele lugar antes de finalmente deitar me na cama e dormir direito.


Notas Finais


Olá pra você curioso que leu isso. Obrigado por ler. Serio valeu mesmo.

Bjs da maluca aqui o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...