História Geek - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Escolar, Nerd, Romance, Shoujo
Exibições 57
Palavras 1.305
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oeeh voltei vadias

Mt obrigada pelos favoritos ❣❣❣

Capítulo 11 - O acontecimento


      
Me deixe correr mais
   Por favor, me deixe correr mais  Mesmo admitindo que meus pés      estão cheios de cicatrizes
Mas Ainda sorrio sempre quando te vejo
- Run BTS 

Ponto de vista Violet
     

  Dias antes do acontecimentos de três anos atrás

Cá estou faz três meses que começaram as aulas e eu sou do primeiro ano do ensino médio, estou no refeitório com os meus melhores amigos Pedro, Andy, Crystal e Melissa e o meu namorado Leonardo ou Leo como prefere ser chamado, eu e Leo estamos namorando a um mês daqui à duas semanas vai ser o primeiro baile da escola e é claro que vou com Léo ele me convidou a três semanas e foi tão fofo.
Logo o sinal bate e estamos indo para a sala de aula às duas últimas aulas não aconteceriam para mim e para Léo ja que eramos da mesma turma diferente dos outros. Logo o diretor entra na sala e fala que nos podemos ir para as nossas casas Léo da a ideia para irmos para a casa dele. Estamos à caminho da casa dele e estamos conversando sobre a escola e nossos amigos até chegarmos em sua.

- Léo, tem alguém na sua casa? - pergunto
- Não a minha mãe deve estar no trabalho - responde e abre a porta ele entra e joga a mochila em qualquer canto
- Léo onde eu coloco à minha mochila? - pergunto
- Me da que eu guardo - responde e sobe as escadas e depois de alguns minutos volta - ei quer assistir algo?- pergunta
- Vamos, o que você tem aí? - pergunto
- Vamos assistir um filme de terror - fala
- Tá - falo e me sento no sofá e ele coloca o filme "Hora do pesadelo" e se senta ao meu lado o filme começa e é claro que eu fiquei com medo e agarrei o braço do Léo ele começa a rir
- Do que você tá rindo? - pergunto
- De você com medo do filme - ele responde
- Idiota - falo e dou um tapa no braço dele
- Mas você gosta desse idiota - ele fala e eu rolo os olhos - Eu adoro quando você faz isso.
- Isso o que? - falo
- Quando você revira os olhos - ele fala e ficamos nos encarando por um tempo até que ele começa a se aproximar e coloca as mãos em meu rosto e me beija. Aquele beijo foi diferente dos outros que nos damos esse foi mais rápido e excitante, nossas línguas estão em uma ótima sincronia logo paramos o beijo por falta de ar e ele começa a beijar o meu pescoço, subo em cima do seu colo colocando cada perna em um cada lado do seu corpo, ele coloca as suas mãos em minha cintura a apertando um pouco e eu coloco as minhas mãos na barra da sua camisa a tirando, olho um pouco aquele peitoral e volto a o beijar com urgência logo começo a rebolar devagar em cima de seu membro protegido pela calça.
- Não me provoque Violet - ele sossura em meu ouvido e eu rebolo um pouco mais. Ele coloca as mãos na barra da minha camiseta e a tira, ele começa a beijar o meu pescoço e parte dos seus seios. Percebo oq vamos fazer então falo
- Ei... Vamos... Para o... Quarto.
- Não, vamos ficar aqui ninguém vai aparecer. - ele fala e volta a me beijar, ele me deita no sofá ficando por cima de mim eu coloco as minhas mãos,  na barra de sua calça a tirando aos poucos ele faz a mesma coisa com a minha, eu olho para baixo e vejo o membro, coberto por um tecido fino,  completamente duro ele tira a minha calcinha e da pequenos beijos na minha parte íntima ( N/A esqueci o nome pq aki tem um nome certo ), tiro a sua cueca e o beijo mais e com mais intensidade ele levanta e vai até um criado mudo que tinha na sala abre a  gaveta e tira uma embalagem de lá. Camisinha. E ele abre com e sossura no meu ouvido "coloca pra mim" e assim faço com um pouco de dificuldades mas consigo, ele olha como se estivesse pedindo permissão e eu assinto ele me penetra devagar eu arranho suas costas por causa da dor, ele da várias estocadas e a dor para dando lugar ao prazer, eu gemo no ouvido dele e ele geme no meu ouvido logo eu chego ao meu clímax e depois de algumas estocadas ele também, eu me deito em cima de seu peito e o abraço e ele Beija o topo da minha cabeça
 
    
   Dia do baile

Cá estou arrumada para ir ao baile e esperando o meu namorado vir me buscar fico me olhando no espelho e logo escuto uma buzina e depois de alguns segundos escuto batidas na porta desço as escadas e grito um "Já vou", abro a porta e vejo Léo com um Palito e um grande sorriso no rosto

- Oi, você está lindo - falo
- Digo o mesmo de você - ele responde e eu beijo a sua bochecha- vamos?- pergunta
- Vamos - respondo

Chegamos no baile e estava tudo muito lindo a decoração as pessoas a música era boa e todo mundo parecia muito feliz, vou até os meus amigo e começamos a conversar logo eu e as meninas vamos dançar e os garotos ficam conversando lá

   Alguns minutos depois o diretor sobe no palco e fala para prestarmos atenção que um aluno ia mostrar uma homenagem e logo o Léo sobe no palco

- OI, bom eu estou aqui para mostrar um vídeo em homenagem à vocês, esse vídeo captura a essência da adolescência eu tenho certeza que vocês vão adorar - ele fala e brota um sorriso estranho no seu rosto, nunca havia visto aquele sorriso no rosto dele antes - Bom enquanto o vídeo vai rodando eu vou falar algumas palavras - ele diz e faz um sinal e o vídeo começa na casa dele na sua sala de estar, "vamos, o que você tem aí?" Mostra eu falando. Espera esse dia foi o dia da minha primeira vez. Eu vou até o Andy e falo
- Andy - ele me olha - esse vídeo é do dia da minha primeira vez - falo bem rápido e Andy me olha assustado logo eu escuto barulho de beijos - Andy - o chamo com desespero na voz
- Vamos lá acabar com isso - ele fala e pega no meu pulso e saímos correndo até o palco - Ei babaca - ele fala com o Léo - para esse vídeo
- Por que? Está chegando na melhor parte - ele fala e pega o microfone e fala - Agora vamos para a melhor parte do show - ele diz e Andy lhe da um soco tão forte que ele cai no chão, eu olho pro telão e vejo eu e o Leonardo sem a camiseta, isso acaba sendo demais para mim e eu saio correndo e chorando.

Um mês depois

Já se faz um mês que praticamente a escola toda viu a minha primeira vez, faz um mês que eu não sei o que é sair de casa, faz um mês que eu evito falar com qualquer pessoa não sendo o Andy e meus pais. Hoje eu estou arrumando as minhas coisas pois vamos se mudar meus pais acham que vai ser melhor para mim, meus pais estão brigando muito ultimamente, eu terminei de arrumar as minhas coisas e coloquei todas em um caminhão, não vou me despedir do Andy ele sabe que eu odeio despedidas então só vou ir e eu espero nunca mais voltar.

   

   


Notas Finais


Eu não sei fazer HOT
Ficou um lixo eu sei mas eu tentei mt
Era pra eu ter postado ontem mas eu peguei uma gripe mt forte
EU PINTEI O MEU CABELO SEM QUERER ME ACHAR NEM NADA ASSIM DO TIPO MAAAS ELE TAH MT DIVO
Comentem eu não escrevo para fantasmas 😘😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...