História Geek - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Escolar, Nerd, Romance, Shoujo
Exibições 141
Palavras 1.049
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oeeh bom gente eu quero tentar fazer cada capítulo com mais ou menos 1000 palavras e vou tentar postar duas vezes ou mais na semana se vocês quiserem é claro eu queria saber qual é o rumo que vocês querem para a Fic muito obrigada.
BOA LEITURA 😘

Capítulo 6 - What?


Fanfic / Fanfiction Geek - Capítulo 6 - What?

Cheguei em casa e fui para a cozinha eu estava com muita vontade de comer algum salgado ( salgado e não salgadinho ) então decido fazer coxinha, vou até o meu conselheiro o senhor Google e procuro alguma receita para a massa da coxinha eu tenho tudo menos o trigo então vou até o mercado que, fica uns cinco minutos da minha casa, e compro o trigo começo a fazer a massa e depois faço o recheio, depois de um tempo começo a fritar o salgado pego um prato coloco guardanapos em cima e coloco a coxinha mas sem querer me gabar mas já me gabando foi a melhor coxinha que eu já comi na minha vida e eu não estou exagerando só por que foi eu que fiz. Meu pai ainda está no trabalho então decido ir ligar para a minha mãe para ver se ela voltou de viagem, não a minha mãe não morreu como vocês devem estar pensando ela se separou do meu pai quando eu era pequena e eu fui morar com ela mas como ela trabalha como modelo e acaba viajando muito então chegamos em uma acordo e eu fui morar com meu pai para eu não ficar abandonada não que a minha mãe não cuide bem de mim ao contrário ela me trata bem e é super protetora mas como disse ela não tem muito tempo para mim, fui até o meu quarto peguei meu celular que estava perto do computador e liguei para ela e ela atendeu rápido.
Milagre
- Alô - ela diz com a voz calma
- Alo, oi mãe tudo bem? - digo
- Oi minha linda tudo e você ? - responde
- Estou bem, você está na cidade ou ainda está viajando?- pergunto
- Estou na cidade cheguei ontem e esqueci de avisar, se você quiser vir aqui pode vir eu estou com saudades faz tempo que não te vejo- e faz mesmo faz uns dois meses que não vejo a minha mãe

- eu chego aí daqui a pouco tenho uma supresa para você- digo

- ta tchau filha até daqui a pouco

- até - falo desligado a chamada vou até meu quarto e pego uma bolsa e vou para a casa da minha mãe fica uns vinte e cinco minutos da minha fui a pé cheguei mais rápido do que de costume e bati na porta eu escuto um "ja vou" e logo escuto um barulho de chaves e a porta se abre e mostra a minha mãe com um grande sorriso no rosto ela me abraça com MUITA força
- que saudades! O que você fez com o seu cabelo? Ficou lindo! - ela diz toda animada parece ate uma adolescente de quatorze anos
- Mãe da para me soltar você está me esmagando - falo isso e ela da uma risadinha e me larga
- Tá me conta as novidades - ela diz enquanto se senta no sofá
- Mãe você até parece uma adolescente falando assim-
- eu sei - ela responde - vai agora me fala, pararam com as piadinhas? Você está gostando de alguém? Esses piercings doeram muito? - ela pergunta bem rápido
- calma vou responder uma por vez não e não é sim doeu muito! - respondo
- Vice deveria fazer alguma coisa eles não tem direito de ficarem fazendo isso com você, você mudou de escola para mudar isso mas não está dando nada certo- ela fala indignada
- mãe eu sei mas você nao quer voltar a falar do passado quer? - eu digo completamente séria
- Eu quero
- Por que você insiste nisso! Você sabe o quanto me machuca falar disso - falo incrédula
- Mas seria bom você desabafar comigo - ela responde
- Mãe eu não estou afim de discutir agora - digo e ela suspira desapontada - mãe não fica triste mas eu não me sinto à vontade falando disso
- eu entendo mas eu sinto que estou te perdendo não conversamos como antes, antes de tudo aquilo acontecer - ela fala com algumas lágrimas caindo
- Não chora - falo enquanto seco suas lágrimas -você não esta me perdendo. Vamos falar de coisas alegres como foi a sua viagem para Paris ? - e assim começou a nossa conversa o clima pesado já havia passado após duas horas eu fui para a casa e quando cheguei lá meu pai já estava em casa precisamente ele estava no sofá assistindo a um jogo de futebol
- Oi pai, como foi o trabalho - pergunto
- Oi filha, foi bem, onde você estava?- perguntou
- Eu fui na mãe, então gostou do meu cabelo? - disse jogando o cabelo na sua cara
- ficou legal meio louco mas legal - ele fala e eu sorrio pego meu celular é vejo a hora sai 21:03 ( nove e três da noite para alguém que não saiba )
- pai tem coxinha no microondas para você e eu vou dormir amanhã tenho aula - digo e eu escuto ele gritar um "Boa noite" e eu grito de volta "Boa noite até depois" eu vou para o meu quarto e vou tomar banho depois de alguns minutos no banho eu coloco meu pijama ( link na descrição ) ele é aqueles pijamas enormes de animalzinho e fui dormir amanhã tenho um dia cheio. Acordo com o despertador tocando e fui tomar banho para ir para o inferno mas conhecido como escola sai do banho e coloquei as roupas de sempre arrumo meu material e desço vou até a cozinha e vejo um bilhete

   Filha

   Hoje sai mais cedo para ir ao trabalho se quiser comer tem pão no armário e algumas coisas na geladeira eu não vou almoçar em casa denovo mas tem dinheiro aqui para você comprar algo para comer
                          Tem amo
                Ass: Homem mais lindo que você já viu na vida ou como é conhecido por você papai

Nem um pouco convencido né!? Não estou com fome então pego a minha mochila e viu para a escola quando estou na esquina respiro fundo e entro naquela prisão só que com vários inocentes quando entro vou direto para a sala e me sento em seu lugar e logo aparece alguém na minha frente


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...