História Geek - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Fifthharmony, Norminah
Visualizações 444
Palavras 1.351
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Capítulo 4



Lauren POV


Fui ao shopping junto com Vitor para comprar um presente de aniversário para Camila, ultimamente eu e Vitor temos andado mais colado do que com o restante do grupo, rolou uma identificação imediata entre nós dois e adoro isso. Bom... até que comprar um presente para Camila não era tão difícil, optei pelo mais fácil e decidi comprar um jogo de vídeo-game. 


- Qual jogo você vai dar para ela? - Perguntou Vitor. 

- Não sei, ela tem tantos que tenho medo de dar um repetido. - Disse olhando nas prateleiras.

- Ela tem mais esses jogos de dragões e zumbis, é só comprar um diferente disso. - Me ajudou Vitor olhando os jogos. 

- Hum, ok. - Disse finalmente escolhendo e levando para o vendedor embrulhar para presente. 

- E você Vitor, vai dar o que pra ela? - Perguntei com a sacola na mão enquanto saíamos da loja de games.

- Não sei, acho que eu vou dar um boné pra ela, Camila adora usar boné, você me ajuda a escolher?

- Claro. - Entramos em uma loja de artigos esportivos que vendiam vários tipos de boné, um mais lindo que o outro.

- O que você acha desse? - Me mostrou um boné preto com a aba florida. 

- Lindo, acho que ela vai gostar!!!

- Vou levar esse mesmo. - Falou ele.

- E aí Lauren, como andam as coisas entre vocês? - Perguntou Vitor enquanto passeávamos pelo shopping olhando as vitrines.

- Normais, ultimamente temos conversando muito, ela é inteligente, divertida, e aquele jeitinho tímido dela me derrete toda, ela nem parece que é irmã do Dylan.

- Nem parece mesmo. - Disse ele concordando. - Mas Lauren, e aí, já se decidiu?

- Não sei Vitor, mesmo eu não querendo admitir, as coisas com ela são um pouco mais complicadas.

- Bom eu vou te dar um conselho, porque Camila é minha amiga também, se você for tentar alguma coisa com ela, vai mais devagar tá bom?! Ela nunca namorou ninguém, então não tem muito traquejo, e ainda mais tem essa situação em relação ao órgão sexual dela, que pode não parecer, mas ela deve ter algumas reservas em relação isso. 

- Tudo bem Vitor, eu vou deixar as coisas agirem naturalmente. - Respondi concordando com tudo que ele havia falado. 


Sábado, aniversário da Camila. 

Fui para casa de Camila que já tinhas várias pessoas, em sua grande maioria o pessoal do clube geek e tenho certeza que todos que estão aqui não tiram menos que "B" em seu boletim, aqui se encontrava a nata das pessoas mais inteligentes daquela escola, o único grupo que destoava era Dylan, Nat, Rebeca e Nicole. Fui em direção a Camila que estava linda com um macacão jeans com uma das suas alças soltas, ela estava segurando um sabre de luz vermelho do filme Star Wars que deve ter ganhado de presente de alguém.


- Oi. - Disse tocando o seu braço.

- Ahhh você veio! - Falou ela animada.

- Lógico... Feliz Aniversário, toma, o seu presente. - Camila pegou me agredecendo e rasgou o embrulho.

- O último GTA!!! Nossa adoro jogar GTA, obrigado mesmo Lauren.

- Que bom que eu acertei. Esse é o que eu mais gosto de jogar quando estou com meu irmão. - Expliquei.

- AH se quiser jogar comigo também, eu não me importo. - Disse ela tímida segurando na alça de seu macacão, que só me fez dar um sorriso em sua direção.

- Vejo pelo seu boné que o Vitor já chegou.

- Porque, você sabia que ele iria me dar um boné?! - Perguntou encostando no boné em sua cabeça.

- Fui eu que o ajudei a escolhê-lo.

- Sério?! Mandou bem, porque ele é lindo.

- Bom, vou deixar você receber seus convidados e vou atrás do Vitor. -Disse quando vi outras pessoas se aproximando para cumprimentá-la.

- Ah beleza, tem refrigerante na geladeira se você quiser.

- Valeu.


Fui em direção a uma parte da casa e logo avistei Vitor sentado em uma poltrona, mas logo parei quando vi o loiro que pratica luta greco-romana conversando com ele, voltei antes que ele me visse, não quis atrapalhar o que quer que fosse que estivesse acontecendo ali. Entrei na cozinha e peguei um refrigerante da geladeira.


- A qual é Lauren, separei umas cervejinhas só pra gente e você vai ficar aí de refrigerante?! - Apareceu Dylan pegando uma latinha escondida de cerveja e jogando uma pra mim. - Depois aparece lá na varanda. - Falou ele.


Camila POV


- Nossa Camila essa sua amiga me desconcentra. - Falou Leon. 

- Quem, a Lauren?

- É, eu encontrei com ela na entrada da sua casa, ela me cumprimentou, fiquei até espantado por ela se lembrar de mim, ela olha pra gente numa intensidade que parece até aqueles feiticeiros que sugam a nossa alma. - Ele disse e eu ri da cara dele. 

- Nem todo mundo é um vilão de vídeo game, Leon! - Falei ainda rindo.

- Eu sei, mas ela parece bastante. - Continuou ele. - Ela é sua amiga né?

- Sim, acho que sim, pra falar a verdade ela é a única amiga mulher que eu tenho, eu não tenho muita habilidade em fazer amizade com meninas. 

- Qual é Camila, você é o nosso macho-alfa do grupo!

- Eu acho que esse "alfa" tá mais pra "beta". - Disse fazendo Leon rir.

- Ah é, então porque ela tá olhando pra você lá da cozinha?

- Sério?! - Me virei.

- Não olha agora Camilaaa, sua tonta!

- Desculpa, mas é que você me avisou de bate e pronto, eu não consegui me segurar... Ela tá olhando ainda? - Perguntei nervosa segurando a latinha com força.

- Sim. - Balançou a cabeça.

- Ela só tá olhando pra mim, porque eu sou a aniversariante. - Falei tentando achar uma razão.

- É, pode ser... mas também pode não ser. - Respondeu ele.

Lancei meu olhar para a cozinha, e sim, ela estava olhando para mim.


Lauren POV


- Ei, porque não veio falar comigo, mocinha? - Brincou Vitor sentando do meu lado.

- Não quis te atrapalhar, você parecia meio ocupado.

- Ele já foi embora. - Disse suspirando.

- Você o convidou ou se encontraram aqui?

- Eu que convidei, nós combinamos de vir juntos, só que ele teve que ir embora mais cedo porque tem uma competição amanhã.

- E ele não fica com ciúmes, você sozinho aqui?! - Brinquei.

- Nós não temos nada, a gente está apenas, se conhecendo. - Disse sério. 

- Huuuum!! - Falei com um sorriso bobo no rosto.

- Para! - Brigou ele sorrindo pra mim.

- Camila tá linda com esse macacãozinho, não tá?!

- Não sei, me diz você? - Falou malicioso e eu o empurrei.


Depois de um tempo nos reunimos para cantar parabéns pra Camila que estava toda feliz com todos ali reunidos por sua causa, não consegui falar muito com ela, pois ela teve que dar atenção para todos os seus convidados, mas antes de eu ir embora, surgiu uma brecha, e a vi sozinha, então fui em sua direção.


- Será que posso tirar um foto com a aniversariante?

- Claro Lauren. - Falou sorrindo pra mim.


Peguei o celular do meu bolso me aproximando dela, Camila pôs seus braço esquerdo no meu ombro enquanto eu envolvia sua cintura com o meu braço direito aproveitando pra apertar de leve.


- Pronto?

- Sim! - Ela falou sorrindo e estiquei o braço tirando a foto.

- Lauren... e-eu posso tirar uma foto nossa com o meu celular também? - Perguntou tímida.

- Lógico! - Respondi enquanto ela pegava o celular do bolso do seu macacão.


Ela estendeu o seu celular e eu enlacei o seu pescoço dando um beijo em sua bochecha e a foto saiu com essa pose. 


- Obrigado por ter me convidado para o seu aniversário, eu adorei. - Agradeci ainda com os braços envolto ao seu pescoço.

- Obrigado por ter vindo. - Respondeu ela e ficamos nos encarando durante um estante com nossos rostos muito próximos um do outro, beijei sua bochecha mais uma vez e fui embora, pois se ficasse ali mais um tempo, acabaria a beijando na boca na frente de todos os seus convidados. 


Entrei no meu carro desbloqueando o celular e fiquei olhando para foto que tínhamos tirado minutos atrás.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...