História Geek - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Fifthharmony, Norminah
Visualizações 184
Palavras 1.981
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Capítulo 6


Camila POV


No dia seguinte de manhã tomei meu banho, escovei meus dentes, tomei café, tudo no automático, quando vi já estava pronta e vestida para ir para escola. Coloquei o boné que tinha ganhado do Vitor, "o boné que ela havia ajudado a escolher". Atravessei os corredores a procura de Lauren, apesar de eu manter uma postura de não estar procurando ninguém. Quando virei o corredor encontrei ela, ela também me viu, me deu um sorriso e veio em minha direção.

- Oi! - Lauren disse.

- Oi, tudo bem? - Tentei responder tentando parecer o mais normal possível.

- Será que nós podemos conversar?! - Perguntou ela e um arrepio frio veio ao meu estômago. 

- S-sim. - Respondi nervosa.

- Vem! - Pediu ela que a seguisse. - Deixa eu ver se tem alguma sala vazia em que podemos conversar. 


Então ela achou uma salinha pequena que parecia mais um almoxarifado, ela abriu uma porta me deixando passar primeiro e depois a fechou, me encostei na parede, pois era única coisa que se dava para encostar naquela sala sem que se derrubasse alguma coisa, ela veio em minha direção e se postou a minha frente.

- Então? - Perguntei meio que sabendo qual seria o assunto. 

Lauren se aproximou de mim, me deixando um pouco ofegante e colou seu nariz no meu.

- Hoje eu não vou roubar, hoje eu vou pedir, me dá um beijo? - Sussurrou ela. 


Balancei a cabeça afirmativamente, mesmo estando um pouco nervosa, mesmo não sabendo muito o que fazer.

Ela tocou seus lábios aos meus, dessa vez deitando mais a cabeça para o lado esquerdo aprofundando um pouco mais o beijo, não havia língua envolvida, era como se déssemos longos selinhos uma na outra, é como se ela soubesse que eu não tinha muito experiência no assunto e tivesse indo mais devagar, no meu tempo, coloquei minhas duas mãos na cintura de Lauren não sabendo direito onde por e tentei corresponder o beijo a altura.

- Lauren, a gente precisa conversar... e-eu, eu... - Tentei falar depois do beijo.

- Eu sei, eu sei, mas é que eu não consegui resistir, você tem lábios muito convidativos. - Falou me fazendo corar. - Ohhh não fique assim, é verdade. 

- É que ninguém diz essas coisas pra mim sabe, eu só não tô acostumada a receber esse tipo de elogio, ainda mais de uma pessoa feito você

- Feito eu como?! - Perguntou.

- Linda. - Falei fazendo ela sorrir.

- Você me acha bonita? 

- Muito!!!

- Pois eu acho você bonita. - Disse com seu rosto bem próximo ao meu - Esse seu jeito moleca me deixa louca, sabia? - E quando Lauren me falou isso veio um estalo em minha cabeça, Oh meu Deus, ela não sabe, minha condição. 

- Er... er Lauren... eu tenho que ir tá bom? Se não vou me atrasar para aula!! - Disse pegando minha mochila do chão e indo em direção à porta.

- Peraí Camila, não vai, foi alguma coisa que te falei? Se for me desculpa!!

- Não foi nada, eu tenho mesmo que ir. - Falei saindo.


Meu Deus e agora, Lauren vai achar que eu sou uma maluca, fugindo dela assim, mas eu preciso de tempo pra pensar, na minha vida sempre foi assim, primeiro as coisas precisam ser processadas pra depois tomar uma decisão, e agora será que eu conto pra ela sobre mim, bom eu preciso, agora que estamos em um "relacionamento", será que estamos em um relacionamento? Ou pra Lauren isso foi só alguns beijinhos na Camila. Ok, depois da aula eu mando uma mensagem pra ela me desculpando pela minha maluquice. 

Então, depois da aula, assim que cheguei em casa peguei meu celular e lhe mandei uma mensagem


---

Mensagem

- Me desculpe sobre hoje de manhã, não foi minha intenção.

- Foi alguma coisa que lhe falei, ou fiz?

- Não, sou só eu que não sou acostumada a esse tipo de coisa, relacionamentos, eu não sei como agir.

- Tudo bem, eu entendo.

- Lauren, posso te fazer uma pergunta?

- Claro!

- Você gosta mesmo de mim?

- Camila, esse é um tipo de conversa que deveríamos ter pessoalmente, você pode se encontrar comigo agora?

- Ok.

---


Lauren POV


Em 15 minutos já estava na porta de casa da Camila, queria entender o porque dela ter saído tão de repente.


- Lauren! - Disse Dylan surpreso. - A gente marcou alguma coisa com o grupo? Acho que eu esqueci. 

- Não Dylan, pra falar verdade eu vim falar com a Camila.

- Camila?! O que você veio falar com ela?! - Perguntou enquanto ela descia as escadas.

- Assunto nosso Dylan. - Disse Camila passando pelo irmão. - Podemos ir? - Pediu ela.

- Podemos. - Respondi e dei um leve aceno para Dylan enquanto saía com Camila.


Fomos em direção ao carro e assim que entramos perguntei se Camila tinha alguma preferência para ir a algum lugar.

- Tem um parque aqui perto, podemos conversar lá.

- OK.


Estacionei e assim que saímos procuramos um lugar calmo e sentamos em um banco perto do lago. 

- Eu escolhi um lugar calmo porque eu precisava te falar uma coisa, mas antes de eu te falar isso, eu preciso saber o que aconteceu com a gente ontem e hoje de manhã? - Perguntou Camila

- Camila... eu estou gostando de você, eu fiquei com vontade e não consegui me segurar, me desculpe se é a gente não conseguiu conversar antes, eu sei que pra você é tudo muito novo.

- É que se nós tivermos mesmo um relacionamento, quer dizer, se 2 beijos já se configura como relacionamento, com eu disse eu não entendo muito sobre essas coisas... então eu preciso te contar uma coisa, uma coisa sobre mim. - Quando Camz disse isso eu me senti uma idiota e uma insensível por não ter percebido o porque de ela estar insegura. 

- Sim Camila, nós estamos em um relacionamento. - Disse pegando em sua mão. - Isso se você quiser!

Ela balançou a cabeça afirmativamente.

- Sim, eu quero. - Falou tímida.

Me aproximei dela para beija-la mas Camila parou o ato nervosa.

- Antes preciso te falar uma coisa e não sei se você vai querer ficar comigo depois que eu te contar.

- Nada que você me falar vai me fazer desistir de ficar com você. - Disse já sabendo o que ela iria me contar.

- Acredite, vai sim! - Falou ela suando um pouco e eu tentei fazer ela parar de sentir desconfortável afagando suas costas e acariciando suas mãos com a minha.

- Pode falar Mila.

- Lauren... quando eu nasci os médicos logo perceberam que eu era diferente, eu nasci com uma configuração cromossômica diferente, eu tenho cromossomos femininos e cromossomos masculinos, entende, para medicina eu sou tanto menina, quanto um menino, o que estou querendo te dizer, é que, eu sou uma "menina" - Falou ela fazendo aspas com as mãos. - Mas eu tenho uma parte do corpo de um menino.

- Você tem um pênis! - Afirmei

- Como você sabe?! - Disse Camila assustada.

- Pelo o que você estava me explicando, era meio óbvio, mas confesso que eu já sabia, a Nat me contou uma vez.

- Aquela intrometida. - Falou Camz com raiva.

- É, ela é bem inconveniente. - Concordei.

- E você não liga Lauren, tipo, você se aproximou de mim, mesmo sabendo que eu tinha esse...

- Eu me aproximei de você pelo que você é, inteligente, divertida, linda, e não vai ser por causa disso que vou me afastar da pessoa maravilhosa que você é, confesso que quando eu descobri eu meio que levei um baque. 

- É, mas ser amiga de uma pessoa assim é uma coisa, namorar é uma outra totalmente diferente, e eu vou entender caso você queira mudar de ideia.

- Ei... como eu já disse, eu me aproximei de você já sabendo que você era assim, eu não vou querer não me relacionar com você só porque essa informação foi posta em jogo.

- Tem certeza Lauren, porque ainda dá tempo de você desistir. E não é só isso, eu nunca namorei, eu não vou ter a mesma experiência que talvez seus últimos namorados tiveram. - Ela falava tudo balançando a perna muito rápido, nervosa.

- Se eu tivesse interessada no que meu último namorado faz, eu não estaria aqui, te pedindo pra namorar comigo!

- Você quer namorar comigo? - Perguntou ela séria.

- É tudo que eu estou tentando fazer desde a hora que eu cheguei nesse bendito parque! - Falei com o tom de voz elevado fazendo Mila sorrir.

- Desculpa, eu sou uma idiota.

- Não é não! - Disse eu a abraçando meio de lado

- Laur, você vai ter que ter paciência comigo, eu não sei muito que fazer nessas ocasiões. - Pediu ela enquanto estava nos meus braços. 

- Pode deixar, eu te ensino. - Falei baixinho em seu ouvido fazendo-a sorrir. - E o primeiro passo é que eu quero dar um beijo na minha nova namorada. 

- De língua?! - Perguntou ela nervosa e me deixando louca com tanta fofura.

- Se você quiser, pode ser.

- Ok, tudo bem! - Falou ela respirando em sua mão pra ver se o seu hálito estava ok, mais uma vez me deixando toda boba com sua fofura, meu Deus eu estou muito perdida com essa menina. 


Aproximei de seu rosto tomando seus lábios, enquanto Camila calmamente envolvia suas mãos em minha cintura, abri um pouco mais a minha boca fazendo ela abrir a sua também e coloquei minha língua dentro e ela deu um suspiro, Camila deitou sua cabeça e nosso beijo se encaixou mais ainda, depois de um tempo encerramos o beijo.

- Tudo bem? - Perguntei pra ela depois de nos afastarmos.

- Sim. - Disse ela balançando a cabeça. - Você beija muito bem Lauren.

- Você também, acho que você estava mentindo a respeito de não ter experiência. - Respondi fazendo ela sorrir.

- Mila. - Chamei fazendo carinho em sua nuca. - Você prefere deixar rolar ou quer que eu converse com seus pais a respeito da gente?

- Pra falar a verdade, prefiro eu mesma falar com eles a respeito disso, é que no meu caso tem muita coisa envolvida, entende, eu prefiro falar com eles sozinha.

- Ok, eu entendo. - Respondi, enquanto ouvia o celular da Camila tocar.

- Desculpa, é minha mãe. - Falou ela atendendo o celular. - Oi mãe... eu tô aqui no parque... sim eu sei... estou com a Lauren... tá bom, já tô voltando.

- Foi mal, às vezes ela é superprotetora comigo.

- Acho melhor eu levar você de volta, se eu quiser que seus pais não fiquem bravos comigo.


Voltamos em direção ao meu carro e levei Camila até sua casa que não era muito longe do parque, ao chegar a acompanhei até a porta e quando estava saindo em direção ao carro Dylan pega no meu braço.

- O que você queria com a minha irmã Lauren?!

- Dylan, esse é um assunto meu e dela, se você quiser saber, acho melhor você perguntar a Camila.

- Lauren! - Insistiu ele levantando a sobrancelha.

- Tá bom. - Suspirei. - Eu pedi sua irmã em namoro.

- Eu já desconfiava. Lauren, você sabe que ela tem um problema. 

- Isso não é um problema Dylan, é parte do que ela é, ela nasceu assim, me admira você irmão dela ficar falando essa coisas.

- Você não acha esquisito namorar uma menina que tenha uma coisa a mais, e além do mais Camila nunca namorou ninguém eu não sei se ela vai sabe lidar com isso.

- Nós duas juntas vamos aprender a lidar com isso. - Respondi secamente.

- Eu posso estar parecendo mal, mas eu só estou preocupado com a minha irmã. 

- Eu sei e eu entendo, mas deixa a gente tentar, ok?

- Bom, eu só quis avisar... e só mais uma coisa! - Disse antes de eu ir embora.

- Pode falar.

- Namorar uma geek é suicídio social, sua popularidade vai cair bem naquele colégio.

- Não me importo com isso. - Disse entrando no carro e me despedindo de Dylan.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...