História Geek - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Fifthharmony, Norminah
Visualizações 503
Palavras 2.558
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Capítulo 7


Camila POV


- Oi pai, oi mãe, será que eu poderia conversar com vocês? - Disse entrando receosa no quarto deles. 

- Claro filha, o que foi?! - Perguntou minha mãe preocupada.

- Lembra quando vocês me falaram que quando essa hora chegasse, era para eu conversar com vocês? - Falei mexendo na manga da minha blusa tentando segurar o nervoso.

- Sim filha, mas o que aconteceu? - Perguntou meu pai dessa vez.

- É que eu conheci uma menina e eu tô gostando dela. - Falei de uma vez só.

- Huumm... e essa menina sabe que você gosta dela. - Perguntou ele cuidadosamente olhando para minha mãe, dava para ver a preocupação em seus olhos.

- Sim, nós estamos namorando.

- Namorando?! - Falou minha mãe. - Mila, você sabe que com você as coisas são um pouquinho diferentes , se ela for te namorar ela precisa saber sobre você. 

- SIM MÃE, EU JÁ CONTEI PRA ELA!!!! - Disse nervosa. 

- Não grite com a gente, nós só estamos preocupados com você.  - Falou minha mãe.

- Desculpe, é que às vezes, parece que pra vocês, eu não sou capaz de namorar alguém.

-Confesso que fomos pegos de surpresa. -  Falou meu pai. - Não pensei que tão cedo você iria se interessar em namorar.

- Porque eu sou uma esquisita, é isso?! - Esbravejei.

- Não filha, não nos entenda mal, é que você sempre teve outros interesses. - Falou meu pai se defendendo.

- Camila, você disse que ela sabe sobre sua condição, você não acha que é hora de termos "aquela" conversa. - Pediu meu pai.

- NÃO PAI!!! A gente começou a namorar agora, e nem chegamos nessa parte da relação, e nem sei se ainda vamos chegar. - Falei nervosa totalmente na defensiva, fazendo minha mãe e meu pai suspirarem aliviados. 

- Mesmo assim, você quer que eu te leve ao seu médico pra que ele converse contigo sobre métodos contraceptivos? - Pediu minha mãe. 

- Não mãe, eu aprendi isso na escola, tá bom?! E como eu disse, não chegamos nessa parte ainda. - Balancei os braços em desespero.

- Ok filha, e quando é que você vai apresentar ela para nós a conhecermos? - Perguntou minha mãe novamente.

- Vocês a conhecem, é a Lauren.

- Lauren, amiga do Dylan?!

- Sim. - Respondi fazendo eles se olharem surpresos.

- Mesmo assim Camila, quero que você nos apresente agora como sua namorada.

- Ok, posso ir agora?! - Disse já saindo.

- Tudo bem. - Falaram eles.

- Oh meu Deus, eu realmente tive essa conversa. - Disse indo em direção ao meu quarto. 

-x-


Indo para escola, agora realmente vou pisar lá depois de oficialmente estarmos em uma relação, não tenho a menor ideia de como vamos nos tratar aqui dentro depois disso, poucas pessoas ainda sabem, se bem que Lauren já contou pro meu irmão que, com certeza, fofoqueiro do jeito que ele é, já deve ter contado para o grupo todo. 

Passei pelos corredores com meus amigos do clube que estavam super entretidos sobre qual X-Men tem o poder mais legal, quando vejo Lauren em seu armário guardando alguns livros, ela me nota, pisca seu olho esquerdo pra mim e me dá um tchau com um sorriso superfofo que me faz corar levemente a correspondo com um sorriso que não consigo segurar. Vou pra minha sala e fico chateada por não ter chegado mais cedo e não ter falado com ela, ainda mais agora que preciso avisar para ela que meus pais querem conhecê-la. 


- Cara, você viu o sorriso que a Lauren mandou pra você? - Falou Ted.

- Eu preciso falar uma coisa pra vocês, mas eu queria que por enquanto ficasse só entre a gente. - Disse enquanto nos sentávamos na cadeira.

- Claro, manda.

- Eu e a Lauren, a gente tá meio que namorando. 

- Sério?! Nossa Camila você é muito sortuda. - Ted disse.

- Bom eu não vou falar que foi uma surpresa, porque eu percebi ela olhando pra você desde o seu aniversário. - Falou Leon.

- Bom, você era única pessoa do grupo que nunca tinha namorado ninguém, então eu fico muito feliz por você Mila. 

- Ah valeu, Kevin.


Esperei até o término das aulas para ir até a sala de Lauren, fiquei esperando no corredor perto de sua sala quando vi Vitor sair.

- Oi Mila, tudo bem? Tá esperando a Lauren?

- Sim, ela está aí? - Perguntei.

- Tá sim, ela está arrumando as coisas delas e já tá vindo aí. Tchau, tô indo treinar.

- Tchau. - Assim que me despedi ela apareceu.

- Oiii! - Chegou com um sorriso e me deu um beijo na bochecha. - Gostei da visita.

- É que eu quis vim ver você... antes que eu tenha que ir pro clube. - Disse tímida.

- Ahhhh. - Lauren olhou para os dois lados do corredor e depois me deu um selinho. - Você tem um tempinho ainda?


Assenti com a cabeça afirmando , mas mesmo que eu não tivesse eu falaria que sim. Ela me levou para um canto deserto do colégio e paramos atrás de um muro, Lauren se aproximou de mim e nos beijamos, ela me abraçou fazendo um carinho em minha nuca e depois foi subindo pelo meu cabelo.

- Você quer que eu tire meu boné? - Disse ofegante tanto pelo beijo quanto por estar fazendo essas coisas as escondidas.

- Não, não... fique assim, eu gosto de você com ele.

- Sério?! - Perguntei curiosa.

- Você fica linda de boné. - Disse sorrindo pra mim. 

- Você é doida Lauren. 

- Porquê?!

- Você gosta de mim, mesmo eu sendo toda errada.

- Pra mim você é toda certa. - Disse beijando meu pescoço.

- Isso foi uma cantada Lauren?!

- Ahan!!! - Ela riu contra o meu pescoço. - Eu não sou muito boa nisso.

- Você não precisa, com esse sorriso. - Falei a abraçando ainda mais. 

- Viu, você é bem melhor nisso que eu. - Afirmou ela.

- Eu não estava te cantando, só estava dizendo a verdade.


Lauren me deu um sorriso e nos beijamos ainda mais intensamente, confesso que não sou acostumada, mas parece que cada vez que fazíamos isso o nosso beijo parecia cada vez mais perfeito e gostoso.

- Que ir na minha casa hoje? - Perguntou Lauren.

- Sim, mas eu só vou poder ir depois do clube geek, é que eu já faltei da última vez. - Falei me explicando.

- Tudo bem, eu venho te buscar ok, avisa seu irmão! - Me deu um selinho.

- Tá bom. - Respondi.


Cheguei ao Clube em cima da hora e quem me via devia achar que eu era doida, pois não conseguia tirar o sorriso do rosto. A pauta da reunião de hoje era sobre os novos computadores que chegariam na escola e iríamos ajudar a instalar, e sobre as nossas fantasias de cosplay que iríamos vestir na próxima reunião da Comic-Con que teria na cidade. 

Estava quase me levantando pra sair quando vejo Leon dando um sorrisinho bobo pra mim.


- Que foi Leon?

- Seu pescoço, tá sujo de batom. 

- Sério?! - Ele balançou a cabeça afirmando enquanto eu limpava a marca de batom com dedo.

- Tchau Mila. - Disse ele saindo.


Saí me encontrando com Lauren no corredor que estava encostada na parede.

- Te fiz esperar muito tempo? - Eu perguntei

- Não, acabei de chegar, avisou seu irmão?

- Sim.

- Então vamos.


Chegamos em sua casa e assim que entramos ela segurou em minha mão fazendo meu coração bater rápido, ainda não era acostumada com esses carinhos.

- Uhn... Lauren, não tem mais ninguém em casa? - Perguntei apreensiva.

- Não, mas meu irmão deve estar chegando daqui pouco da escola, ao contrário da irmã dele, o Chris gosta de praticar esporte.

- Quantos anos ele tem?

- 11 anos.

- Quer ir lá pro meu quarto ou prefere ficar aqui na sala? - Perguntou Lauren.

- É melhor ficarmos aqui na sala. - Eu disse. - Seus pais não estão em casa e ainda não fui apresentada.

- Huuuumm que mulher cavalheira que eu arranjei. - Falou ela me beijando. - Vem, vamos nos sentar aqui no sofá. - Sentamos uma ao lado da outra.

- Lauren... - Comecei. - Eu conversei com os meus pais... sobre a gente.

- Sério?! E qual foi à reação deles? - Ela se voltou pra mim concentrada.

- Eles ficaram meio apreensivos, mais por mim, pela minha "condição", só que eles querem que eu te apresente como oficialmente... minha namorada, nossa como é esquisito falar isso, minha namorada. - Falei dando um sorriso sem graça.

- Por quê?

- Porque eu nunca pensei que tão cedo alguém ia querer namorar comigo. 

- Para com isso Camila, não gosto quando você fala assim. - Ela franziu o cenho. 

- Desculpa.

- Bom, eu já contei para meus pais sobre você também. 

- Sério?! - Disse eu nervosa engolindo em seco. - E... c-como foi?

- Eles também ficaram meio apreensivos no começo, mas depois gostaram, também depois que eu fiquei falando o quão maravilhosa e linda você é. - Ela disse e não pude segurar o sorriso.

- Você contou sobre a minha condição? - Perguntei receosa.

- Sim, e eles ficaram bem surpresos e até mais curiosos pra te conhecer, aí depois minha mãe ficou falando se eu sei como se faz pra usar uma camisinha. - Corei violentamente colocando a mão no rosto enquanto Lauren falava. 

- Ai meu Deus! - Falei.

- Que foi Mila?!

- Nada, o pior é que minha mãe fez a mesma coisa comigo.

- Mãe é tudo igual. - Disse ela balançando a mão. - Mas vamos aproveitar que estamos sozinhas aqui e namorar um pouco.


Lauren e eu começamos a nos beijar, o beijo era lento e intenso, de vez em quando ela mordia meus lábios, acho que ela gostava deles, pois sempre dava uma mordidinhas durante o beijo , então ela subiu sua mão fazendo carinho em minha nuca enquanto eu apertava de leve sua cintura. Adorava beijar Lauren, isso estava se tornando uma das minhas coisas favoritas, até mesmo mais do que jogar vídeo-game. 

Terminamos o beijo com ela beijando várias vezes o meu pescoço que eu também adorava.


- Quer que ligue a TV? - Perguntou ela e eu afirmei com a cabeça. - Tem alguma coisa de sua preferência? 

- Bom... se tiver passando algum filme dos X-Mens, e você também quiser assistir, pode deixar. - Pedi.

- Tá bom. - Disse ela sorrindo colocando no canal que estava passando um filme somente do Wolverine. 

- Você sabe que os X-Mens não é somente o Wolverine né Lauren? - Questionei.

- Eu sei, eu sei, mas é a única coisa mais próxima dos X-Men que está passando na TV. - Respondeu enquanto nos abraçamos no sofá e eu colocava suavemente minha cabeça em seu ombro e ela fazia um carinho em meu braço.


Depois que terminou o filme, que pegamos na metade, fomos pra a cozinha fazer um lanche e ouço um barulho na porta.

- Lauren!! - Uma voz de menino.

- Chris tô na cozinha!! - Grita ela.

- Oi! - Seu irmão chega a cumprimentando e lança um olhar sobre mim.

- Chris essa aqui é a Camila de quem te falei, lembra? - O cumprimento e olho pra Lauren me perguntando o que ela falou de mim para seu irmão.

- Eu falei que você é fã de vídeo-games igual a ele.

- Com essa camiseta não tem como negar. - Ele fala dando um sorriso simpático.

Olho pra minha camisa e percebo que estou usando a camiseta do jogo do Zommbie2.

- Ela veio junto quando comprei o jogo. - Falo meio envergonhada.

- Esse jogo é muito bom, zerei ele na semana passada.

- Sério?! Eu não consigo passar daquela fase do esgoto!

- Se você quiser depois eu ensino como eu fiz pra passar, você tem que usar uma arma diferente das que se usa.

- Ahhh legal! - Falei animada, mas logo voltei a ficar séria quando vi Lauren prestando atenção na gente.

- Tudo bem, podem ir. - Ela levantou os braços. - Eu senti que tinha perdido vocês na parte que vocês começaram a falar da camiseta do Zommbie2. - Disse Lauren irônica enquanto seu irmão subiu falando que iria ligar no jogo.

-Lauren, se quiser eu fico, você me convidou....

- Não tudo bem, eu vou aproveitar pra tomar um banho. - Disse dando um selinho em mim. - Pode ir, sério.

- Você é demais! - Disse dando um beijo em sua bochecha e saindo.

- Ah Camila, só mais uma coisa. - Falou e eu voltei.

- Sim?!

- Pra ir no meu quarto você não quer né, mas no do meu irmão você aceita no primeiro convite.

- Lauren, é que é diferente... - Disse tentando explicar.

- Eu sei, só estava brincando com você, sua boba, o quarto dele é o primeiro depois da escada.


Fui ao quarto de Chris que estava com o jogo ligado, me sentei no chão ao lado dele e ele já foi me explicando como se passa na fase do esgoto, logo me dei bem com irmão de Lauren, nossa paixão por vídeo-game fez com que a gente tivesse muito assunto pra conversar, e o melhor de tudo, o nosso papo batia, será que sou como um menino de 11 anos? Será que Lauren também me vê como um garoto de 11 anos? Achei melhor espantar esses pensamentos e me concentrar em Chris. 

- Camila, posso te fazer uma pergunta?

- Pode. - Respondi enquanto alternávamos nossa atenção entre o jogo e a conversa.

- Você está namorando minha irmã, não está?!

- Uhn... sim Chris, você vê algum problema nisso?

- Não, você gosta de vídeo-games e entende disso o tanto quanto eu, e não é metida igual ao último namorado de Lauren.

- E como ele era? - Não queria perguntar, mas a curiosidade foi maior.

- Ele era um chato, além de não gostar de jogar vídeo game, ficava me chamando de pirralho, onde já se viu não gostar de jogar vídeo game, até minha irmã joga comigo!

- Sua irmã joga vídeo-game comigo também.

- Até que ela é esforçada. - Falou ele me fazendo rir. - Você tem muitos jogos?

- Bastante, os últimos foi o GTA que sua irmã me deu de aniversário, e zerei a pouco tempo Legends of Dragons com meus amigos.

- Ahhh você tem Legends of Dragons! Você podia me emprestar, estou louco pra jogar esse jogo, eu te empresto um dos meus também.

- Beleza, combinado.


Lauren entrou no quarto de seu irmão e logo se deitou na cama dele enquanto nós dois estávamos sentados no chão encostados na cama, ela estava tão cheirosa, com seu perfume de quem acabou de sair do banho atingindo meu olfato, pôs sua mão em meu ombro o afagando um pouco. 

- Será que posso roubar a Camila um pouco Chris?

- Tudo bem, mas ela podia voltar outro dia pra jogar comigo.

- Convite aceito! - Respondi e depois Lauren pegou em minha mão enquanto saíamos do quarto.

- Pra falar a verdade, já está na minha hora Lauren. 

- Eu sei, eu só queria aproveitar você mais um pouquinho antes de te levar pra casa. - Disse me abraçando.


O abraço apertado de Lauren fez meu rosto entrar em contato com seu pescoço e mais uma vez senti, agora muito mais de perto, um aroma gostoso que deixou todo meu corpo em alerta, além de um formigamento na região do umbigo. 

- A-acho melhor nós irmos. - Disse ofegante por tamanha aproximação.

Lauren concordou com a cabeça e fomos em direção à porta de sua casa. Meu Deus essa menina ainda vai me deixar louca.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...