História Geena - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 6
Palavras 1.070
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Luta, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Obrigada por estarem aqui.
Sejam bem vindos!
Gente os personagens da história são expirados em alguns que já existem

Boa leitura :)

Capítulo 1 - O começo


Fanfic / Fanfiction Geena - Capítulo 1 - O começo

O começo

Ano 2026

Abri meus olhos escutando os relâmpagos e raios que transpareciam pela janela do quarto. Sem contar com os vidros que pareciam estar em uma guerra contra a tempestade lá fora. Virei para o lado avistando o meu despertador em cima do criado-mudo indicando que era 7:00 da manhã. Esfreguei meu rosto com as mãos e me levantei da cama que soltou um ruido como se tivesse acabado de se livrar de um peso oculto.

Abri a porta da cápsula do banheiro. Apoiei minhas mãos na lateral da pia olhando meu reflexo, eu estava completamente conturbado. Passei meus dedos pelos meus cabelos negros levemente bagunçados na tentativa de os tornar mais rebeldes ainda. Meus olhos escuros se fixaram na pílula vermelha ao lado da pia, soltei um suspiro ignorando completamente o remédio. Eu já tenho 18 anos e não preciso que nada mais me controle. Não agora. Mas os motivos - desses - "controladores" não é atoa, não mesmo.

A 12 anos atrás quando eu tinha 7 anos de idade,em 2015 ouve um cientista chamado 'Ben Bernat' ele estava criando uma coisa chamada de 'mentycoise' que no caso, era para os humanos desenvolverem capacidades incríveis, mas, não deu certo porque o cientista acabou deixando sobre aquecer a máquina, então ela provocou uma explosão de longo alcance.

Depois disso, ouve-se um barulho vindo debaixo da terra então abriu uma grande cratera e de lá, começaram a sair criaturas deformadas e o fogo se espalhou para todos os lugares, alguns voavam para fora desesperados, outros eram grandes e fortes mediam mais ou menos 5 metros de altura, de alguma forma, os demônios saíram para o nosso plano terrestre e acabaram surgindo os lobisomens e os vampiros. Ninguém sabe explicar como isso realmente aconteceu, assim houve a guerra e tudo foi destruído... meu pai foi assassinado pelo rei dos vampiros. Eu e meu irmão Akira, sobrevivemos e juramos para nossa mãe que vingariamos a morte de nosso pai.

Tomo meu banho tentando tirar o peso dos meus ombros. Coloco minha blusa azul escuro, meu sobretudo preto e minha calça preta com minha bota preta cano alto. É estranho de fato ter tanto preto assim para apenas um garoto normal, uma pena pois eu não sou normal. Posiciono meus fones nas orelhas e coloco na música psychosocial do 'Slipknot', saio do meu quarto andando pela base para ir caçar com meu irmão, ah, e o Usui pediu para fazer companhia de fato ele adora tentar atrapalhar nas buscas, mas só por cima da minha espada.

Pov Akira

Sentado sobre uma caixa de armas ao meu lado está Usui, estou perdendo a paciência com Hayato.

Olho para os lados pois a todo momento passa soldados para lá e para cá e nada de Hayato.

Passo a mão em meus cabelos negros coçando minha cabeça enquanto arrumo minha calça azul escuro, olho para baixo amarro os cadaços do meu all-star de cano alto, ajeito minha blusa cinza e coloco minha jaqueta preta. Viro para direita e lá está Usui olhando com seus olhos azuis fazendo uma cara de lerdo, alguns raios de sol passando entre as nuvens depois da chuva refletiam em seu cabelo loiro. Ele estava usando uma camiseta com um colete por cima, uma calça cinza e bota preta. Olho em meu relógio são 7:30 temos que sair daqui em 10 minutos mas cadê ele? provavelmente estava jogando vídeo game até tarde para variar. Bom, espero que ele não demore muito porquê temos que encontrar o general Yasuo da primeira divisão de elite da Hunters Monsters, mas só de lembra que ele é meu tio e tio de Hayato da um leve desânimo. De longe vejo Hayato com uma cara de sono e como sempre com os fones no ouvido do jeito que ele balançava a cabeça ao ritmo da musica, estava escutando psychosocial então ele para por causa de um caminhão que passa em sua frente e olha em nossa direção e acena para nós.

Pov Hayato

Depois de acenar para Usui e meu irmão Akira, andei em direção a eles quando do nada aparece Mio minha melhor amiga, então ela me dá um abraço bem apertado do meu peitoral para baixo, ela era baixinha e tão fofa enquanto me abraçava me olha com aqueles grandes olhos verdes. Passei a mão em seu cabelo azul. Ela usa o uniforme da divisão que era jaqueta cinza, calça cinza e bota preta ela me soltou e disse:

_ Saudade de você! Tem dois anos que não te vejo!

"nossa pior que é verdade nem,tinha reparado já fazem dois anos que não a vejo" eu penso. Então vejo Akira me olhando com uma cara de ódio, me despesso dela. Mio me puxa pela minha camisa e me dá um beijo na bochecha, vou correndo até eles. Akira e Usui levantam olhando para minha cara dizendo "por que demorou tanto?" etc... Fomos em direção ao jato. Passamos pela rampa e ela levantou, sentamos nos acentos e o jato levantou voo.

Daqui a 10 horas chegaremos ao destino! - disse o piloto. Akira olho para mim e Usui também então o que vamos ver lá afinal?

-É uma mansão abandonada que no caso teria uma seita de vampiros lá,mas pelo que tudo indica eles saíram dela então

- Eu recebi uma imagem tirada à algumas horas atrás que indicam que a via vampiros lá ainda. - Usui se virou dizendo.

Eu dei a idéia de irmos dormir para chegar dispostos, porque não sabemos se termos uma luta lá. Pego meu celular e olho a hora, são 8:00 ainda falta muito para chegar. Coloco meu fone e escolho a música "the lost souls do asking Alexandria" e fecho meus olhos. Lembro de tirar meu sobre tudo coloco do meu lado e adormeço novamente. Quando acordo olho em meu celular são 21:00 significa que falta só uma hora para chegar, olho para o lado e vejo Usui limpando sua adaga e colocando munição em sua escopeta. Viro para o outro lado meu irmão guardava sua pistola e sua espada. Resolvi levantar, coloquei meu sobre tudo novamente, peguei minha katana. Peguei um pano que tinha de baixo da rede e limpei ela, depois coloquei ela em minhas costas. Peguei uma pistola e coloquei na cintura. Levantei e olhei pela janela do avião vejo a estátua da liberdade. Inclino a cabeça mais para baixo e vejo tudo destruído era uma coisa triste de se ver então saio da janela e vou em direção a Akira.


Notas Finais


Obrigada por lerem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...